Cinema com Rapadura

Críticas

Mais Forte que o Mundo – A História de José Aldo (2016): as facetas de um campeão da vida

Prejudicado pela mão pesada de seu diretor, longa se sobressai por sobriedade com que aborda a história admirável de um campeão controverso.

  terça-feira, 05 de julho de 2016

Procurando Dory (2016): o verdadeiro poder da frase “continue a nadar”

Mesmo treze anos depois, o público não esqueceu da adorável peixinha Dory.

  terça-feira, 05 de julho de 2016

Marguerite (2015): grandiosidade e beleza

Um pouco monótono, o filme é dotado de uma precisão técnica exemplar. Destaca-se a protagonista, com atuação exuberante em um papel tragicômico digno de Dom Quixote. Não bastasse isso, o longa possui simbologias fascinantes, próprias de um roteiro inteligente conduzido por uma direção impecável.

  terça-feira, 05 de julho de 2016

Como Eu Era Antes de Você (2016): um romance comovente e previsível

Apesar de abusar dos clichês e estereótipos, adaptação de Jojo Moyes deve agradar tanto aos fãs quanto o público geral.

  quinta-feira, 23 de junho de 2016

Tini – Depois de Violetta (2016): em tempos de Elsa e Merida, a protagonista está ultrapassada

Narratologicamente frágil e espantosamente anacrônico, agradará a quem se enquadra na condição de fã, mas não a um espectador com mais de 13 anos de idade.

  quinta-feira, 23 de junho de 2016

Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois (2015): Bergman e Miike se encontram

Longa do cearense Petrus Cariry é um estudo psicológico de personagem que flerta com o horror surrealista para explorar a sua protagonista.

  quinta-feira, 23 de junho de 2016

Independence Day – O Ressurgimento (2016): o fim do mundo, de novo

Mal montado, com um roteiro cheio de rombos e, acima de tudo, pouco divertido, essa continuação não faz jus ao longa original.

  quinta-feira, 23 de junho de 2016

As Tartarugas Ninja – Fora das Sombras (2016): uma pizza que exagerou no recheio

Apelando para a nostalgia do público, está continuação está repleta de fan-service voltado para os fãs da franquia, mas se perde em uma produção que peca pelo excesso michealbayiano...

  quinta-feira, 16 de junho de 2016

Truque de Mestre – O Segundo Ato (2016): desnecessariamente complicado, mas divertido

Continuação fica aquém de seu antecessor, mas ainda diverte

  quinta-feira, 16 de junho de 2016

Uma Loucura de Mulher (2016): comédia romântica entre o ‘besteirol’ e o refinado

Irregular, longa possui alguns momentos muito melhores do que outros, possuindo mais refinamento do que poderia se supor à princípio, mas não o suficiente para elevá-lo a um patamar acima do mediano.

  quinta-feira, 16 de junho de 2016

O Dono do Jogo (2014): filme morno merece recepção discreta

De tão entediante, desafia o espectador a não dormir. De tão raso, não agrega conhecimento – apesar do contexto rico. De tão comedido, é cinematograficamente insignificante.

  quinta-feira, 16 de junho de 2016

Invocação do Mal 2 (2016): prepara-se para ter medo

De volta ao gênero que o consagrou, James Wan mostra porque é considerado um dos maiores nomes do terror contemporâneo, com mais um filme aterrorizante.

  sábado, 11 de junho de 2016

Jogo do Dinheiro (2016): a espetacularização da vida

Thriller eficiente com protagonistas estrelados e dirigido por Jodie Foster consegue ser uma surpreendente obra crítica e antisistemica.

  sexta-feira, 10 de junho de 2016

Os Anarquistas (2015): pouca história, muito romance

Forçosamente colado em seus ilustres protagonistas, o diretor perde a chance de explorar uma vertente ainda pouco revisitada dos movimentos políticos históricos europeus.

  sexta-feira, 10 de junho de 2016

Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos (2016): de fã para fãs

Mesmo se levando a sério demais e com um primeiro ato extremamente truncado, essa adaptação da franquia de games homônima é competente e deve conquistar os fãs e os adeptos de fantasia, mas o filme deverá encontrar dificuldade para ser abraçado pelo grande público.

  domingo, 05 de junho de 2016

A Garota do Livro (2015): uma experiência interessante, porém dolorosa

Diretora estreante conta uma história de traumas e abusos com simplicidade e delicadeza.

  sexta-feira, 03 de junho de 2016

Alice Através do Espelho (2016): primazia do visual deixa roteiro de lado

O exagero nos efeitos visuais e no uso de chroma key escancaram que houve preocupação com a estética, mas nem tanto com o roteiro.

  terça-feira, 31 de maio de 2016

Vizinhos 2 (2016): uma sequência honesta e divertida, mas aquém de seu predecessor

Sequência entrega boa diversão e entretém com relativa eficiência, mas fica à sombra do longa que lhe deu origem

  terça-feira, 31 de maio de 2016

X-Men – Apocalipse (2016): o mais “super-herói” dos filmes mutantes

Apesar de ser realmente o exemplar mais fraco desta segunda trilogia da equipe mutante nos cinemas, o longa também é, paradoxalmente, o mais divertido da série, graças ao seu renovado rol de heróis.

  quarta-feira, 25 de maio de 2016

Pais e Filhas (2015): um longa pouco eficaz que vale apenas pelo elenco

À primeira vista, parece um “filme água-com-açúcar”. Atentamente, trata-se de uma obra com simbologias frágeis (quando não retrógradas), pieguice e o intento escancarado de comover a qualquer custo. De positivo tem apenas um bom elenco.

  terça-feira, 24 de maio de 2016

Angry Birds – O Filme (2016): um passatempo digno do game

Esta adaptação do extremamente popular game para celular não é nenhum novo clássico da animação, mas é um bom divertimento.

  domingo, 22 de maio de 2016

A Vingança Está na Moda (2015): sobram ideias, mas falta acabamento

Ainda que tenha pontos interessantes e traga uma ótima performance de Kate Winslet, o filme não é tão bem construído e aposta numa história que, mesmo simples, quase se perde.

  domingo, 22 de maio de 2016

Heróis da Galáxia: Ratchet e Clank (2016): um filme que cairá no esquecimento

Fraco em praticamente todos os quesitos, o destaque positivo vai para a dublagem, que adapta às falas à realidade brasileira contemporânea.

  quinta-feira, 12 de maio de 2016

Em Nome da Lei (2016): quando a lei não é o bastante

Com roteiro irregular, longa se destaca pela construção de trama instigante e que pode ser relacionada com os mais recentes absurdos políticos do Brasil

  sábado, 07 de maio de 2016

Nise – O Coração da Loucura (2015): amor como vocação

Produção pequena, mas honesta, contando com atuações dedicadas, constrói uma boa cinebiografia de uma personagem absolutamente relevante de nossa história

  sábado, 07 de maio de 2016

No Mundo da Lua (2015): filme merece ser descoberto pelo grande público

Animação tem fórmula irresistível para as crianças, mas tem elementos para os adultos também.

  sábado, 07 de maio de 2016

Asterix e o Domínio dos Deuses (2014): uma história atemporal

Embora careça de dinamismo, especialmente quanto ao ritmo, vale como uma boa história para renovar a série, agradando mais aos antigos fãs do que as crianças.

  sábado, 07 de maio de 2016

Capitão América – Guerra Civil (2016): a dor do amadurecimento de um universo

Neste que não apenas é o terceiro filme do Capitão América, mas também o décimo terceiro capitulo de uma saga, a Marvel entrega aquele que será o novo paradigma para suas futuras empreitadas.

  segunda-feira, 02 de maio de 2016