Cinema com Rapadura

Crítica | À Queima-Roupa (Netflix, 2019): emulando os anos 80

Entre altos e baixos, novo filme de ação da Netflix vale pelo carisma dos seus protagonistas Anthony Mackie e Frank Grillo.

  quarta-feira, 17 de julho de 2019

Crítica | O Pai da Black Music (Netflix, 2019): o poder da igualdade

Documentário original da Netflix acompanha a vida de Clarence Avant, empresário que atuou nos bastidores para lançar inúmeras lendas da música, do cinema, da televisão e da política.

  quinta-feira, 04 de julho de 2019

Crítica | Mistério no Mediterrâneo (Netflix, 2019): brincando de detetive

Nova comédia estrelada por Adam Sandler e Jennifer Aninston na Netflix se destaca pela paródia com os filmes de mistério.

  terça-feira, 18 de junho de 2019

Crítica | Ma (2019): terror que não assusta

Filme de Tate Taylor esquece o terror e aposta todas as suas fichas em Octavia Spencer. Atriz carrega a obra nas costas, mesmo com alguns problemas no roteiro.

  quarta-feira, 12 de junho de 2019

Crítica | Fim do Mundo (Netflix, 2019): a parte ruim da Sessão da Tarde

Misturando gêneros, nova aventura da Netflix se apoia em citações à cultura pop em meio a piadas ruins e um CGI duvidoso

  sábado, 01 de junho de 2019

Crítica | Last Breath (2019): prendendo a respiração

Tenso do início ao fim, o documentário conta a história real e inacreditável de um mergulhador que se acidenta nas profundezas do oceano.

  sexta-feira, 17 de maio de 2019

Crítica | Entre Vinho e Vinagre (Netflix, 2019): grande elenco, grande decepção

O primeiro filme de Amy Poehler como diretora para a Netflix fica preso aos clichês e aos estereótipos.

  quinta-feira, 16 de maio de 2019

Crítica | Um Homem de Sorte (Netflix, 2018): enfrentando monstros internos

Drama de época apresenta a importância dos valores para conviver em sociedade.

  segunda-feira, 22 de abril de 2019

Crítica | O Silêncio (Netflix, 2019): não faça barulho

O diretor John R. Leonetti se apoia nos clichês de filmes pós-apocalípticos na nova produção de terror da Netflix.

  terça-feira, 16 de abril de 2019

Crítica | Estrada Sem Lei (Netflix, 2019): a captura de Bonnie e Clyde

John Lee Hancock apresenta novo ponto de vista sobre a perseguição para capturar o famoso casal de criminosos

  quarta-feira, 10 de abril de 2019

Crítica | Durante a Tormenta (Netflix, 2018): montando um quebra-cabeças

Diretor espanhol Oriol Paulo mistura o suspense com viagem no tempo com um roteiro cheio de reviravoltas.

  sábado, 23 de março de 2019

Crítica | Operação Fronteira (Netflix, 2019): ética no campo de batalha

Novo longa original da Netflix discute sobre lealdade e ganância em meio a ótimas cenas de ação.

  sexta-feira, 15 de março de 2019

Crítica | Juanita (Netflix, 2019): fugindo da rotina pelo caminho errado

Filme original da Netflix se perde com direção burocrática e roteiro previsível. Destaque positivo fica por conta da boa atuação de Alfre Woodard.

  domingo, 10 de março de 2019

Crítica | O Menino que Descobriu o Vento (Netflix, 2019): o medo da fome

Novo drama original da Netflix, “O Menino Que Descobriu o Vento” marca a excelente estreia de Chiwetel Ejiofor na direção de longas-metragens.

  domingo, 03 de março de 2019

Crítica | Calmaria (2019): desperdício de elenco

Escrito e dirigido por Steven Knight, drama mergulha na confusão do seu próprio roteiro.

  terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Crítica | A Morte Te Dá Parabéns 2 (2019): do slasher para a comédia

Dirigido por Christopher Landon, sequência é superior ao filme original e ganha ao focar no humor. Excesso de sentimentalismo é o ponto baixo.

  terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Crítica | High Flying Bird (Netflix, 2019): buscando uma revolução na NBA

Filmado com um iPhone 7 Plus, novo longa-metragem de Steven Soderbergh usa de uma negociação entre atletas e cartolas para criticar os bastidores do basquete nos Estados Unidos.

  segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Crítica | Apenas um Garoto em Nova York (2017): repetindo a velha receita

De volta às suas origens, Marc Webb decepciona ao contar apenas mais uma história sobre relacionamentos em Nova York.

  quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Crítica | As Aventuras de Brigsby Bear (2017): a arte liberta

Com sensibilidade ao utilizar o humor para contar uma história trágica, "As Aventuras de Brigsby Bear" mostra como o entretenimento pode mudar vidas.

  sábado, 26 de janeiro de 2019

Crítica | Solo (Netflix, 2019): penhasco separando liberdade e solidão

Drama espanhol tem bons momentos de reflexão do protagonista, mas peca na montagem e no ritmo dos flashbacks

  terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Crítica | Puro-Sangue (2018): o perturbador resultado de uma relação tóxica

Com excelentes atuações de Olivia Cooke e Anya Taylor-Joy, o primeiro filme de Cory Finley dá uma aula de construção de personagens. Em seu último papel no cinema, Anton Yelchin tem uma participação pequena, mas importante para o suspense.

  sábado, 29 de dezembro de 2018

Crítica | Esqueceram de Mim (1990): esqueça Macaulay Culkin por um instante [CLÁSSICO]

Faça uma experiência: deixe de lado o protagonista e fique atento ao trabalho de Chris Columbus, John Williams e John Hughes.

  segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Crítica | O Homem das Cavernas (2018): roteiro convencional prejudica animação da Aardman

Com um tipo de humor inocente, direcionado ao público infantil, longa deixa sensação de potencial inexplorado.

  quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Crítica | Colette (2018): uma história sobre identidade e transformação

Keira Knightley mostra o melhor trabalho da sua carreira no drama biográfico sobre a escritora francesa Sidonie-Gabrielle Colette.

  sexta-feira, 09 de novembro de 2018

Crítica | Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível (2018): a brincadeira como solução para a vida adulta

Com um cenário sombrio pouco visto na Disney, live-action faz um retorno à infância criando um paralelo entre a nostalgia e a melancolia.

  quarta-feira, 07 de novembro de 2018

Crítica | Quando Nos Conhecemos (Netflix, 2018): a viagem no tempo genérica

Com personagens com frases prontas, um casal sem química, coadjuvantes sem desenvolvimento e uma trilha sonora esquecível, o longa é uma comédia que não é engraçada.

  quinta-feira, 01 de novembro de 2018