Notícias   terça-feira, 07 de novembro de 2017

Dustin Hoffman é acusado de abuso sexual novamente

Episódio aconteceu em 1991.

Dustin Hoffman é acusado de abuso sexual novamente

O ator Dustin Hoffman  (“Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe“) foi acusado de cometer abuso sexual pela escritora de televisão e produtora Wendy Riss Gatsiounis (da série “Reign”). Segundo reportado pela Variety, o assédio teria acontecido em 1991, quando o ator conversava com ela sobre a adaptação de “A Dark Purpose“, uma peça teatral que Gatsiounis havia escrito.

Na época, a escritora tinha 20 anos enquanto Hoffman tinha 53 anos. Em um dos encontros que fizeram para discutir a adaptação, Hoffman perguntou se ela já tinha tido um relacionamento com um homem com mais de 40 anos. A escritora tentou desconversar e voltar para o assunto principal, mas Hoffman insistiu:

“Eu nunca vou me esquecer – ele deu um passo para trás, abriu os braços e disse: ‘seria um corpo completamente novo para explorar’. Eu estava tentando voltar ao meu pitch e realmente falar do meu plano. Então, Dustin Hoffman se levanta e diz que precisa comprar umas roupas em um hotel ali perto e perguntou se eu queria ir. Ele disse: ‘Vamos, venha para esse hotel aqui perto’”.

Após recusar o convite repetida vezes, o ator abandonou a reunião e a adaptação da peça acabou não acontecendo.

Essa não é a primeira vez que o ator é acusado de assédio. Recentemente, Hoffman foi denunciado por assediar a escritora Anna Graham Hunter no set de “A Morte do Caixeiro Viajante”, filme de TV de 1985, quando Hunter tinha 17 anos.

As acusações contra Hoffman fazem parte de uma série de revelações contra abusadores em Hollywood, iniciada em outubro. Entre os casos, destacam-se o do produtor Harvey Weinstein, que foi expulso do sindicato dos produtores após as denúncias; o diretor James Toback (“Nunca Fui Amada”), denunciado por mais de 300 mulheres; o diretor Brett Ratner (“Hércules”), que foi acusado por seis mulheres; e o ator Kevin Spacey (“Em Ritmo de Fuga”), demitido do seriado “House of Cards após ser denunciado de abusar de membros da produção.

Luís Gustavo
@rapadura

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas


  • Edinho Bianchini

    Chamar uma pessoa para sair é anus?

  • Edinho Bianchini

    Chamar uma pessoa para sair algumas vezes é abuso?

    • Rafael Guimaraes

      Isso que ia falar, isso não me parece ser assédio, tanto que ele insistiu e depois foi embora

      • Silnei Scharten Soares

        Se ela disse “não” na primeira vez, o assunto já estava encerrado, certo? Além do mais, o contexto sugere que Hoffman estava propondo uma troca: a adaptação da peça estaria condicionada a ela “explorar o corpo” dele. Parece óbvia a relação de poder envolvida aí, não? O assédio está mais do que caracterizado.

      • Daniel Takaki Ferreira

        Olha o segundo signifficado
        assédio
        substantivo masculino
        1.
        operação militar, ou mesmo conjunto de sinais ao redor ou em frente a um local determinado, estabelecendo um cerco com a finalidade de exercer o domínio.
        2.
        fig. insistência impertinente, perseguição, sugestão ou pretensão constantes em relação a alguém.