Cinema com Rapadura

Notícias   sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Coringa alcança a marca de US$1 bilhão em bilheteria mundial

Filme, que permanece em cartaz nos cinemas brasileiros, já é o mais lucrativo com classificação R-Rated.

Coringa alcança a marca de US$1 bilhão em bilheteria mundial

Enfim aconteceu. Conforme projetado pela mídia e esperado pelos fãs, “Coringa” alcança a marca de US$1 bilhão arrecadados em bilheteria mundial. O filme já havia se tornado a maior bilheteria de um filme R-Rated (16 anos no Brasil) e agora se consolida como o filme de quadrinhos mais lucrativo da história (via Deadline).

Na última quinta-feira (14), os indicadores de bilheteria apontavam para uma arrecadação doméstica de US$317 milhões, totalizando US$999.1 milhões mundialmente. Com o montante desta sexta-feira, ele alcançará a marca de US$1 bilhão em bilheteria mundial. É importante ressaltar que o filme alcançou essa marca sem o mercado chinês, equiparando-se a filmes como “O Cavaleiro das Trevas” e “Piratas do Caribe 2: O Baú da Morte“. Seu caso, no entanto, impressiona ainda mais por se tratar de um filme com a classificação R-Rated.

Warner Bros. já começou oficialmente sua campanha para que o filme esteja no Oscar 2020. No total, o estúdio defende 16 indicações, incluindo melhor filme, diretor, ator (Joaquin Phoenix), ator coadjuvante (Robert De Niro), atriz coadjuvante (Zazie Beetz e Frances Conroy) e roteiro adaptado.

“Coringa” é uma história original sobre o icônico vilão da DC, e nunca vista antes nos cinemas. A história traz Arthur Fleck (Joaquin Phoenix), um homem desdenhado pela sociedade de Gotham, que trabalha oferecendo serviços vestido de palhaço durante o dia, e tenta a sorte como comediante de stand-up à noite. Mas Arthur está preso em uma existência tortuosa, que pode o levar a ações perigosas, com consequências irreparáveis.

O elenco conta ainda com Marc Maron, Shea WhighamGlenn Fleshler, Bill Camp, Brett Cullen e Dante Pereira-Olson.

Todd Phillips (“Cães de Guerra“) é responsável pela direção e também co-roteiriza a obra, ao lado de Scott Silver (“Horas Decisivas”).

“Coringa” permanece em cartaz nos cinemas brasileiros.

Julio Bardini
@juliob09

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas