Notícias   quarta-feira, 05 de julho de 2017

Okja | Bong Joon-Ho explica porque escolheu um porco para o filme

Segundo o diretor, nenhum animal é tão associado com comida quanto um porco.

Okja | Bong Joon-Ho explica porque escolheu um porco para o filme

Faz algum tempo que “Okja” vem criando debates mundo afora. Tudo começou com o anúncio de que o filme estaria no Festival de Cannes 2017, seguindo-se do debate a respeito da sua distribuição via streaming.

Dirigido por Bong Joon-Ho (“Expresso do Amanhã”), o filme narra a história da pequena Mikha (Ahn Seo-Hyun), que roda o mundo todo para salvar seu melhor amigo, um animal chamado Okja. O longa apresenta uma temática atual, levantando questões a cerca do capitalismo e do modo de vida contemporâneo.

Não é para menos que o animal escolhido por Bong Joon-Ho para dar vida à narrativa seja um porco:

“Nós costumamos ter duas perspectivas quando se trata de animais. Ou nós olhamos para eles de maneira amigável, como uma parte da nossa família, ou tomamos o ponto de vista oposto e escolhemos tratá-los como comida. Existem muitos animais por aí, mas nenhum deles é tão associado a alimentação quanto o porco. Quando imaginamos porcos, imaginamos carne, salsicha, presunto, mas na realidade eles são muito sensíveis, limpos, amáveis e espertos. Algumas pessoas até os tem como animais de estimação”.

O elenco é composto de nomes como Tilda Swinton (“Doutor Estranho”), Jake Gyllenhaal (“Vida”), Lily Collins (“Simplesmente Acontece”) e Paul Dano (“Um Cadáver Para Sobreviver”).

Um filme original da Netflix, “Okja” já está disponível na plataforma.

Anne Caroline Gonçalves
@_annecgoncalves

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas


  • Betotruco

    George Clooney tinha um!

  • Luan Carvalho Andrade

    Esse cara conhece porco pra bARALHO, pq o bicho aí de inicio pensei que fosse um hipopótamo, pq de um porco passou foi longe, fora que essa ideia que o porco é o animal mais ligado a comida, é pq nunca veio no Brasil para saber o desejo que o povo tem de assá-lo.

  • Sandra Cardoso

    Filme bem feito, é uma crítica muito interessante ao nosso mundo consumista.