Críticas

Clock domingo, 09 de setembro, 2012 - às 03h48

Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros (2012): direto para a lixeira

Vida secreta do ex-presidente dos Estados Unidos baseada em obra literária resulta em experiência cinematográfica sem atrativos.

Um dia os vampiros já foram personagens que amedrontavam pela simples existência incontrolável em busca de sangue. Hoje ficou famoso apresentá-los quase como fadas, em um sentimentalismo que vai contra todos os mitos criados pelos contos, livros e cinema do início do século. Na tentativa de trazer de volta a essência desses personagens, Tim Burton resolveu produzir “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros”, após a experiência questionável em “Sombras da Noite”.

Ao seu lado, o roteirista Seth Grahame-Smith, que também colaborou no filme com Johnny Depp, assume o script deste filme, adaptado de seu próprio livro e dirigido pelo russo Timur Bekmambetov. A partir de uma premissa interessante, que revela a “história não contada” registrada no diário do ex-presidente americano Abraham Lincoln, o longa se apropria de uma das figuras mais respeitadas a nível mundial, responsável pela libertação dos escravos e respeito entre as raças, para imaginá-lo como um homem vingativo que conviveu com vampiros desde que era apenas um garotinho.

Na tentativa de vingar a morte de sua mãe, Abraham (Benjamin Walker) tem o plano de destruir Jack Barts (Marton Csokas), que não funciona como planejado. É quando ele conhece Henry (Dominic Cooper), um homem misterioso que o apresenta ao mundo dos vampiros e o transforma em um pupilo que recebe missões pontuais de vilões que se escondem atrás da máscara de meros humanos. Mas Abraham quer o confronto com Barts, que nunca chega. Até se encontrar com seu maior inimigo, ele conhece Mary Todd (Mary Elizabeth Winstead), por quem supostamente se apaixona. Lógico que não vai demorar para que as pessoas que cercam a vida de Abe sejam prejudicadas por suas atitudes de exterminador do mal. É quando o protagonista descobre que Barts é só uma ponta de uma liga vampiresca que pretende sair de seus armários em breve.

Ignorando a possível fidelidade em relação à obra original, o objetivo aqui é avaliar o filme. O roteiro de Grahame-Smith começa bem, mostrando aos poucos as criaturas que ele imaginou na literatura, mas nunca chega a aprofundar suas origens ou vulnerabilidades. Não há como dar crédito à força ou até mesmo à desfiguração dos vampiros se o público não possui informações sobre eles, já que são apenas criaturas que “vivem escondidos em todas as partes”.

Por outro lado, a história de Abraham é bem registrada, fornecendo material para acreditar em sua sede de vingança. O problema é que sua jornada ao mundo vampiresco se sobressai a qualquer experiência política que o personagem venha a ganhar. Não temos doses de informações que façam acreditar que ele se tornará um grande líder, fazendo com que esse caminho seja resolvido com pressa e elipses equivocadas. Aliás, o filme inteiro sofre desses males. Seja com o envolvimento de Abe e Mary Todd, que acontece em um piscar de olhos e logo temos que engolir uma cena de casamento, seja com as disputas entre mocinhos e vilões. O roteiro não tem ritmo que torne as ações, os arcos e os atos aceitáveis.

Como se não bastasse, a direção de Timur Bekmambetov piora o que já é ruim. Se em “O Procurado” ele conseguiu mesclar ação, drama e pitadas de humor, em “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros” seus excessos prejudicam a narrativa, além de não ser capaz de transformar um só personagem em tela em alguém com quem o público possa se preocupar (a não ser o garotinho durante o terceiro ato, mas é um sentimento comum a qualquer criança). Dessa forma, personagens podem entrar e sair da tela sem que nos importemos com seus destinos. A trama segue tão sem freio que chega um momento em que é impossível não torcer para a única coisa importante mesmo: o fim.

Benjamin Walker até tenta dar alguma profundidade ao seu Abraham, mas sua apatia o transforma quase no oposto do homem que ouvimos falar que o ex-presidente foi. Muitas vezes, Abe é mais antipático do que os próprios vilões, o que assassina qualquer chance do roteiro de transformá-lo em um herói. Dominic Cooper transita bem entre as nuances de Henry, mas ainda não tem força para fazer com que sua presença seja um diferencial em tela, como seu personagem precisa. Mary Elizabeth Winstead mal chega a ser a mocinha em perigo, tendo sua função pouco aproveitada na trama. O restante do elenco é tão insignificante que não vale a pena dar nota.

O filme traz (d)efeitos visuais impressionantes, no sentido negativo da palavra. É de extrema incompetência a trucagem utilizada pela equipe de criadores, culminando em sequências absurdas como a dos cavalos e a batalha no trem em movimento. Dois momentos que poderiam resultar em cenas épicas para o cinema de fantasia são jogados no lixo por tamanha falta de cuidado. O formato tridimensional em nada acrescenta à narrativa, surgindo apenas para arremessar o famoso machado de Abraham na cara do público e, obviamente, ganhar dinheiro. E vai conseguir…

Saiba mais sobre: , , , , ,



  • André

    Saí da sala de exibição antes do filme acabar: é superficial e sem consistência. Não recomendo.

    • rafael

      filme muito bom,acho que vc deveria assistir crepusculo!!!

  • Woody

    Uma palavra pra esse “filme”, ou melhor, duas palavras: Vergonha alheia ^^

    • Abrahan Lincoln

      Seu burro vai se f*der idiota excelente filme..

  • Jorge

    Nossa q sorte eu QUASE assisti esse filme

  • http://planeta-marciano.blogspot.com/ Anderson Luiz

    Indiferente do que li, nesse caso, como adoro estórias de Vampiros, vou me pro aprova e deleitarei este file, pois preciso desintoxicar da purpurinada que houve com o gênero nos últimos anos! Que venha Abe!!!

  • Crislaini

    Ah, esperava uma critica positiva, mas tudo bem, ainda assim vou ver o filme, só que não será em 3D mais 😀

  • Deivid

    Discordo totalmente da sua crítica, Achei o filme super legal. Talvez o filme tenha falhado em alguns pontos mas mesmo assim foi foda demais. Teve muita ação e muito sangue derramado, foi muito foda. Pra você fazer essa crítica ou você tá querendo matar um homem ou tá querendo beijar uma mulher.

    • @leo953

      Muita ação e muito sangue derramato é o que faz do filmes algo bom…Por favor né…

      • Deivid

        Olha mano, Eu disse o que eu achei sobre o filme. Na minha opinião não foi bom só por causa disso e sim também por outros sentidos, A história foi bem feita e o roteiro foi excelente, Nada contra sua opinião mas vê se aprende a respeitar a opinião dos outros babaca.

        • Darth Ban

          ”Roteiro excelente”??????????????? MELDELZ

          Deculpa amigo, mas não dá pra levar a sério a sua opinião…

          • Deivid

            Pelo menos eu achei isso. O Filme não é tão ruim assim.

          • Abrahan Lincoln

            Seu burro vai se f*der idiota excelente filme…

    • Aderbaldo, o Castor

      Existe uma diferença entre o “legal” [tambem chamado carinhosamente de “massavéi” e o Bom.

    • Alexandre Guerreiro

      achei um filme muito bom tbm, muito melhor do que Resident Evil e outros que tenho visto recentemente, achei as cenas de ação demais, o cenário produzido, a ultima batalha, acho que se for levar em consideração todas as falhas que o critico apontou que algumas partes passaram da história foram contadas por cima, vale lembrar, que esse filme, foi feito para dar vida a um Mito sobre Abe, e não a biografia dele, ou na guerra civil tinha vampiros?

  • carolina

    eu achei assistivel…

  • http://showdemanga.wordpress.com Cadmus

    Sempre que vejo esse tipo de crítica exagerada e só colocando pra baixo um filme, desconfio instantaneamente. Realmente, o CCR possui alguns editores que não julgam os filmes com coerência.

    O pessoal do CCR devia colocar os olhos em cima de alguns críticos por aqui. Em um post uma pessoa aprova e elogia o filme:

    http://cinemacomrapadura.com.br/colunas/livros-e-cinema/279154/livros-abraham-lincoln-mostra-um-presidente-como-nunca-se-viu/

    Em outro só critica negativamente…

    É difícil tirar uma conclusão se deve-se assistir o filme ou não. Fica aí a dica.

    • http://twitter.com/DiegoBenevides Diego Benevides

      Não sei se você entendeu, mas um é a análise do livro e outro é a análise do filme. São análises completamente diferentes. A qualidade de um livro não quer dizer que vai se repetir no filme. tsc..

  • http://twitter.com/_rafaelmatos Rafael Matos

    Imaginei que seria uma bosta.
    O filme do Lincoln que tô ansioso é só o do Spielberg.

  • Diego

    Já disse e repito. Tim Burton é HIPERestimado. De cada 10 filmes que o cara põe a mão, 8 são uma merda.

  • Gabriel

    Filme muito bom. História muito interessante.

  • Rhaisa Danielly

    eu sinceramente amei o filme, mesmo!!

  • Arthur

    Achei divertido, nota 5,5. Nao eh esse lixo todo n.

  • Pedro

    Nota 2 ta até alta demais. Forte concorrente ao Framboesa de Ouro. Fazia tempo que não me dava vontade de sair do cinema antes do filme acabar. Roteiro e direção péssimos. Tudo é resolvido abruptamente, socado goela abaixo, não da pra entender as motivações de ninguém. Esperava muito por causa da dobradinha Tim Burton/Timur Bekmambetov, mas é um dos piores filmes que já vi.

  • Hudson

    o cara é o autor do livro e o responsável pelo roteiro do filme..

    em um é incrível: http://cinemacomrapadura.com.br/colunas/livros-e-cinema/279154/livros-abraham-lincoln-mostra-um-presidente-como-nunca-se-viu/
    em outro: direto pra lixeira???

    PARABÉNS Seth Grahame-Smith

  • http://claroquepoggi.blogspot.com Rafael

    Sinceramente, tem que ter menos de 15 anos MESMO para ousar assistir uma p*rra dessas… Só o trailer já era uma bomba!

  • Saulo

    Nada a reclamar do filme, foi apressado em certos momentos foi… mas dizer que a cena dos cavalos e a do trem não foi lá essas coisas, tsc tsc… quero ver vc tentar fazer igual…

  • Murilo Neto

    Gostei do efeitos mostrados no trailer e as cenas de ação. Acredito que seja como um Imorais, que nego deu notas baixissimas mas eu gostei. Filme é nada a ver com a mitologia mas as cenas de ação superam todos os defeitos, pelo simples fato de que é um filme apenas pra mostrar efeitos e pancadaria.

    Não vou esperando um filme que va mudar minha visão do mundo e nem me fazer repensar a vida ou me deixar grudado com uma trama bem envolvente, é apenas um filme de porrada.

    Vou dar nota baixa para O Grande Dragão Branco só pq é cliche e tem chute que você ve que eh truque de camera? Não!! É filme de pancadaria, “brucutu”, foda-se

    • JP

      ”IMORAIS”… nunca ouvi falar …

  • http://www.twitter.com/tatyplummer Taty Plummer

    Eu gostei e ponto.

    • hyla fabiana

      Eu gostei e ponto (2) 😉

  • lucas

    geenteh n tem nada a ver com isso, eu vi hoje e é mto bom vi nos cinemas efeitos ótimos e etc, totalemte ao contrario disso que ele falou, é ótimo

  • http://cinemacomrapadura.com.br/criticas/279234/abraham-lincoln-cacador-de-vampiros-2012-direto-para-a-lixeira/ Gustavo Oliveira

    Cara, sinceramente, pra você fazer uma critica desse porte, com tantos pontos negativos e desprezo ao filme, você deveria ter lido o livro antes.

  • renata

    O roteiro é lotado de furos e bem superficial. No entanto as duas primeiras cenas me deixaram grudada na cadeira.
    Aí começam os exageros, o treinamento do personagem, que faz a gente bocejar, etc. Não é uma obra prima. É um filminho com cenas de ação interessantes, mas realmente tem uns problemas sérios…
    Só que dá para assistir e se divertir sim… A premissa é interessante, mas o roteiro foi realmente tosco…

  • Anderson Luiz

    “Blade nasceu como híbrido de humano com vampiro, pois foi contaminado ainda na barriga de sua mãe grávida, quando ela foi mordida pelo vampiro Deacon Frost. Com isso, ele se tornou poderoso porém mortal e, com a ajuda de seu mentor Abraham Whistler, passou a combater os vampiros para vingar a morte de sua mãe.”

    Alguma coisa parecida entre Blade e Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros?

    O filme tem seus problemas, mas resolveu em parte todos os problemas com filmes de vampiros, você se diverte assistindo e não é isso o que importa? Pois na seção que estava há algumas horas atras todo mundo aplaudiu o filme!

  • Alisson P

    Uma idéia para quem fez essa critica:
    Vira diretor, e tenta fazer melhor!
    Aí sim, eu vou me importar com a sua opinião!
    Adoraria fazer uma critica sobre um filme seu,
    dar uma nota mínima e mandar seu filme “direto para a lixeira”!

  • Abrahan Lincoln

    Para as pessoas que disseram que o filme é ruim, só tenho uma coisa a dizer: “se vocês não entendem nada de cinema fiquem em suas casas”.
    Achei o filme excelente, cheio de efeitos especiais e uma história alternativa da realidade da libertação da escravidão nos EUA.
    Gostei muito e recomendo.

    • Deivid

      Por que você me xingou se eu falei bem sobre o filme? Assim como você eu também gostei do filme. Eu até critiquei as pessoas que falaram mal dele. Até chamei o roteiro de excelente. e você manda eu ir me foder?. Eu acho que foi você quem não gostou do filme. Só não te respondo como deveria porque eu sou uma pessoa consciente. Dobra a língua antes de começar a falar merda.

  • Felipe

    Ah, as pessoas julgam o filme, e gostam da porcaria do Crepúsculo
    Pelo menos esse filme não transforma os vampiros em boioloas…

    • Deivid

      Disse tudo.

    • Felipe – *

      Aqui é um outro Felipe.
      Nunca vi tamanha ignorância em um comentário. Como se a homossexualidade dos vampiros fosse o problema daquela merda de saga. Francamente…
      E o filme do Lincoln é um lixo.

  • RENATO RODRIGUES

    Na minha opinião os filmes de hoje estão cada vez idiotas, perderam totalmente a criatividade, antigamente os filmes não tinham apenas efeitos especiais surpreendentes, mas também um conteúdo…e sabiam separar bem o que éra ficção e ilusão da “REALIDADE”… esse filme é um exemplo do LIXO que virou os filmes modernos…pegaram a história de um grande homem da história de um país…. e botaram ele no meio de VAMPIROS….PELO AMOR DE DEUS !!!! sem falar que perdeu toda a elegÂncia e magia do mundo dos vampiros que tanto facinavam o público…RESUMINDO O FILME É UM VERDADEIRO LIXO!

    • Deivid

      Na minha opinião Vampiros nunca foram lá essas coisas não. São sem graça, Não vejo nenhum motivo pra colocar essas criaturas nos filmes. Mas esse filme foi bom.

  • André de Abreu

    Acabei de assistir … pelo que sempre leio nesse site eu vejo que não entendo nada de cinema… rs… mas acho que para mim está bom assim! Afinal assistindo o filme eu soltei uns palavrões, coloquei os pés no sofá, torci pelas vinganças pessoais e até me empolguei com as cenas de luta com machado… então para mim foi maneiro por duas horas ou menos! Se assisto novamente, acho que sim! Principalmente se estiver passando DRIVE no canal que costumo assistir…

  • Mathaus Barros

    Entendo que o filme não foi nenhuma excelência nos elementos cinematográficos, mas quem, de fato, assistiu o filme vê que a crítica foi exagerada. Os erros do filme são perceptíveis, mas eles definitivamente não tornam o longa “indigerível” como o crítico praticamente afirma. Vale lembrar filmes MUITO piores que esse e que – estranhamente – receberam notas maiores (vide Resident Evil 5, totalmente intragável). Assisti “Abraham Lincoln” e achei um filme mediano, mas nada que possa ir “direto pra lixeira” como o autor dessa resenha afirma.

  • gabriel

    Vermes inuteis, filme foi otimo, um dinheiro bem gasto, melhor do que muito lixo que voces aprovam, nao e o melhor do ano, mas foi um filme bem feito, assistiria denovo, e ainda compraria o dvd.

  • http://diariodeumvampiroeporqueelesfezessefilme luana

    as critica escrita não e que eu queria sabe as pessoa escreve tudo sobre, vampiro não sabe da onde sai esa ideias cliaro eles devia pesquisa sobre oque eles deve fala e não fala de uma coisa que reamete eles não comprede claro eu gosto muito do filmes mas queria saber mas ir mas profudo na historia

  • alex

    Eu curti excelente entreterimento, agora para os metidos a criticos que querem ver uma obra prima não deveriam se quer ter intenção de asistir esse filme…..acho que para um sabado a tarde sem nada que fazer esta aprovadissimo!!!!

  • Marco

    Concordo. A critica foi bem pontual em relaçao aos dois itens, primeiro a cena absurda da batalha com os cavalos, meu deus, o que foi aquilo ? Acho que uma das piores cenas que ja assisti. E, em segundo lugar, em relaçao aos atropelos do filme, ambientes, cenas e campo temporal que mudam, de uma hora pra outra, sem sentido algum. Como na parte em que se casa, na parte em que vira presidente e mais alguns momentos. Acho que o filme é assistivel sim, mas também deixa muito a desejar.

  • Ka

    Acho que muitos se esquecem de que a crítica é a visão de um profissional e que cabe a cada um de nós sermos críticos também e termos nossas próprias opiniões. Não somos obrigados a concordar com tudo que lemos e nem gostar de tudo a que assistimos. Achei esse filme péssimo e a crítica adequada, mas não sinto vontade alguma de ofender aqueles que gostaram, como muitos aqui fazem. Educação é fundamental.