Críticas

Clock sexta-feira, 20 de agosto, 2010 - às 14h37

O Último Mestre do Ar

Seria este um filme mal compreendido ou uma homenagem apenas para os fãs? O certo é que o longa não satisfaz nem gregos e nem troianos.

Ronaldo D`Arcadia cinemacomrapadura.com.br

M. Night Shyamalan é  o próprio mistério. Quando surgiu com “O Sexto Sentido” foi glorificado como mestre do cinema, e sua obra é copiada maciçamente a ponto de sua premissa se tornar um clichê a ser esquecido. Logo após veio “Corpo Fechado”, considerado por muitos, um dos melhores filmes de heróis já feito, e realmente na época esta linguagem “Alan Moore” de ser dos super poderosos nem vislumbrava a luz do sol em Hollywood.

Após “Sinais” e “A Vila”, as coisas ficaram estranhas. Apesar dos roteiros forçados e deficientes (roteiros que eram sua arma letal), o indiano revelação sempre teve uma ótima mão na direção, trabalhando muito bem o suspense e direcionando de forma correta seus atores. Depois vieram os péssimos “A Dama na Água” e “Fim dos Tempos”, fracassos retumbantes de bilheteria que colocaram a carreira do diretor em uma espécie de torpor, da onde todos esperamos que ele desperte. Infelizmente ainda não aconteceu.

Em seu novo filme, Shyamalan, guiado pelo entusiasmo de suas filhas, resolveu adaptar (algo inédito em sua carreira de diretor) o desenho animado “Avatar: The Last Airbender”, exibido pela Nickelodeon desde 2005. A série conta a história de Aang, um garoto mestre do ar que precisa amadurecer logo, pois ele é o profetizado Avatar, um ser de habilidades extraordinárias e o único capaz de controlar todos os elementos: Ar, Água, Terra e Fogo. Após cem anos de sua ausência, seu mundo encontra-se em guerra, e Aang tem de trazer novamente o equilíbrio entre os povos, finalizando assim o conflito iniciado pela Nação do Fogo. Acompanhado por seus amigos de jornada, os irmãos Katara e Sokka, e os engraçados Appa e Momo (um bisão gigante voador e um lêmure orelhudo também voador), o jovem Avatar terá de apreender a domar seus poderes e também seus sentimentos, e para isso precisa encontrar professores a altura de seu aprendizado.

A concepção do filme é uma trilogia, assim como a série original, divida em três temporadas, sendo intituladas como “Livro Um: Água”, “Livro Dois: Terra” e “Livro Três: Fogo”. No primeiro capítulo, Aang deve aprender a dominar totalmente o elemento água e parte em busca de um mestre na Tribo da Água do Norte. Esta é a história que Shyamalan conta em seu filme.

Apresentando com fidelidade diversos momentos do desenho – como a bela abertura, milimetricamente reproduzida -, o diretor e roteirista acerta em muitas escolhas na hora de transferir a obra para um novo meio, mas erra em diversas outras. Com a consultoria dos criadores do programa, Michael Dante Dimartino e Bryan Konietzko, algumas misturas de eventos são feitas de forma interessante, para assim poder correr com a trama e não passar por cima de muita coisa, mas infelizmente nem tudo sai como o planejado e, apesar da simetria de várias cenas, diversas mudanças são incômodas, principalmente nos momentos finais.

Outro fator praticamente extirpado na adaptação é o humor natural e jovem do seriado, uma praia que Shyamalan nem vislumbra alcançar. Poucos momentos fazem referência a este humor (como Katara congelando Sokka por acidente), mas eles são tão raros que nem vale apena rir deles. Mesmo Appa e Momo perdem toda sua presença, renegados a meros figurantes.

No geral, como filme, “O Último Mestre do Ar” tem muitos problemas. O início é promissor, com personagens sendo apresentados e revelações anunciadas. Já o segundo ato é maçante, pois perde seu foco em meio ao desenvolvimento da trama dos mocinhos e dos vilões, culminando no terceiro ato, alicerçado primordialmente nas cenas de ação. Visualmente belo, os efeitos especiais são de encher os olhos. Toda manipulação de ar, água, terra e fogo são orgânicas e muito realistas, com sequências realmente arrepiantes. A desenvoltura dos golpes chama atenção e todo balé das lutas é calcado no kata de diferentes artes marciais, como Baguazhang, Tai Chi, Hung Ga e Kung Fu Shaolin.

Diferente de seus outros trabalhos, a trilha sonora de James Newton Howard (“O Sexto Sentido”, “Corpo Fechado” e “Sinais”) não alcança um nível satisfatório, ficando apenas na tentativa de emular trilhas de grandes épicos, como “O Senhor dos Anéis” ou mesmo “Star Wars”. Já a fotografia de Andrew Lesnie (da trilogia “O Senhor dos Anéis”) é competente, mas foge totalmente da paleta de cores vivas da série original, ficando apenas na frieza do azul acinzentado.

O time de atores é, em sua maioria, constituído de caras novas e inexperientes. Aang é interpretado pelo campeão de artes marciais de Dallas, Noah Ringer. Escalado principalmente por suas habilidades de luta e sua semelhança com o Avatar, Ringer é limitado como ator e não desperta muito carisma. Seu Aang é bem diferente do seriado. Muito mais centrado e coeso, ele parece não precisar de muito amadurecimento e seu jeito “moleque de ser” praticamente não existe. Katara e Sokka são vividos por Nicola Peltz e Jackson Rathbone (da série “Crepúsculo”). Ambos ficaram incrivelmente parecidos com os irmãos, mas apenas fisicamente, pois enquanto Katara está muito melancólica, Sokka está muito “racional”, sempre com o ar de guerreiro honrado, sem soltar praticamente nenhuma besteira.

Já o time do mal é encabeçado por Dev Patel (“Quem Quer Ser um Milionário?”) interpretando o rancoroso príncipe Zuko. Patel até que tenta usar bem os dilemas de seu personagem, mas não tem muito espaço dentro do atropelamento ironicamente entediante do segundo ato. Como coadjuvantes temos Shaun Toub como um Tio Iroh totalmente sem humor, mas com muita serenidade. Aasif Mandvi é o ordinário Comandante Zhao, também muito exagerado e canastrão. Para terminar, Cliff Curtis interpreta o Senhor do Fogo Ozai, personagem que nem sequer dá as caras na primeira temporada.

Como resultado final, temos uma obra que, ao mesmo tempo em que homenageia “Avatar: The Last Airbender”, acaba errando em pontos primordiais. Para aproximar a série de seu estilo cinematográfico, Shyamalan deixou tudo muito sério e frio, mas apesar de ter sido massacrado pela crítica internacional, o filme não chega a ser péssimo, mas não é muito mais que isso. Para aqueles que não conhecem Aang e sua trupe, não apreciar a obra parece ser um caminho certo, para aqueles que conhecem, fica uma sensação indigesta de que o longa não tem o “verdadeiro espírito” da série. Correndo o risco de não conseguir concluir a trilogia, Shymalan dá outro tiro no pé, e literalmente adormece cada vez mais em seu torpor sem criatividade.

  • Quero a Crítica do Siqueira!

    • Daniel Boris

      [2]!

    • Eduardo

      Quero a Crítica do Siqueira!

  • WesleySerial

    Uma pena o Aang ser um personagem frio, centrado… O Aang dos desenhos é altamente carismatico e engraçado!! Quem assisti o desenho pela primeira vez, logo de cara já se simpatiza com ele!! Sokka ser honrado tbm foi outra pessima notícia, ele era o bobo do grupo!! Esse filme deve ter ficado serio demais pra uma adaptação infantil que até adultos gostavam..

  • É lamentável ver o buraco em que esse cara se enfiou e vai cavando mais fundo. Calaboca Shyamalan.

  • Acabei de ver essa porcaria!! M Night está me decepcionando mesmo! Personagens sem carisma, coisas acontecendo rápido demais, nenhuma emoção, slow motios mal utilizados , meu Deus!FAIL total!

  • Acabei de chegar do cinema. Devo dizer que quis sair com menos de uma hora! Sinceramente, ter colocado Sokka e Katara brancos é o de menos. O filme é corrido, os personagens não tem empatia nenhuma, a história foi modificada assim como a personalidade de alguns personagens… enfim. Concordo principalmente com o final deste comentário: “O ultimo mestre do ar“ desperdiça o potencial da sua origem popular […] diálogo risível, sem alegria e um sentimento de desapego e um elenco imaturo e sem tempero. Vamos aguardar o próximo filme.
    Minha nota não passaria de 1… E o um é só por ter parte do título original!

    OBS: a única coisa 3D do filme é a legenda e uma única cena…

  • O senhor do fogo é vesgo!!!

  • Eduardo Sousa Lima

    Concordo parcialmente com a crítica, como filme “Avatar”(O último mestre do ar) deixa a desejar mas como adaptação achei totalmente aceitável e plausível as modificações feitas por Shyamalan, não tem como ele caraterizar todos os trejeitos dos personagens, daí talvez se tenha à idéia de que os personagens do filme não tenham carisma, faço somente uma ressalta para esse Zuko/Dev Patel que me agradou muito mais do que o personagem do desenho, na questão do roteiro achei legal pois M. Night pegou pedaços de alguns episódios e encaixou no seu roteiro, gostei muito também dele ter filmado cenas tal como se ver no desenho. Conclusão, “O último mestre do ar” é um filme regular e uma Boa adaptação não é perfeito mas diverte e agrada aos fãns(pelo menos me agradou).

    • Michelle

      BOM PELO MENOS UM PRA FALAR ALGO QUE PRESTA. E COMCORDO PRA MIM ZUKO FOI ÓTIMO!COMO OS OUTROS…MAS EU PREFIRO ELE!

  • bGo

    triste ver isso. Sokka e Aang sao engraçadissimos no desenho. me acabo de rir com eles. Mas a principio era o q eu esperava. VER OS EFEITOS ESPECIAIS isso q eu quero ver. o resto ja vi no desenho. :p

  • fabio queiroz

    critica muito inteligente ,sou fã da serie e fiquei decepcionado, só a crítica já descreve o que senti sobre o filme não preciso nem comentar sobre isso, prefiro assistir a sequência do desenho , espero que se tiver uma sequência seja com um diretor mais competente como sam raimi por exemplo

    • PSSH

      E desde quando SAM RAIMI é um diretor competente?

  • blenda

    achei q o filme precisa de mais efeitos está muito parado no sentido de fogo p todo lado e as pedras da tribo da terra q parecem mais bolinhas Oo precisa de mais coisas ele tem q melhorar muito p q o filme seja taum bom quanto a série.

    • Michelle

      sobre o que “blenda” falou.!
      “achei q o filme precisa de mais efeitos está muito parado no sentido de fogo p todo lado e as pedras da tribo da terra q parecem mais bolinhas Oo precisa de mais coisas ele tem q melhorar muito p q o filme seja taum bom quanto a série.”
      UM DESENHO É MIL VEZES MAIS FACÍL DE FAZER DO QUE UM FILME ENTÃO É QUASE IMPOSSÍVEL FAZER UM FILME MELHOR DO QUE Á SÉRIE DO DESENHO. É PRECISO TEMPO (COISA QUE UMA SÉRIE TEM DE SOBRA) POR QUE UM FILME É TOTALMENTE CRONOMETRADO ELE TEM TEMPO PRA ACABAR *BOM O DIRETOR PODIA TER FEITO MELHOR REALMENTE * MAS A PARTE DAS PERDAS NÃO HOUVE SÓ “bolinhas” TAMBÉM TEVE MUROS DE POREDRAS.!

  • Bárbara

    Eu concordo com a falta de humor de Sokka e Aang. Mas no mais achei o filme impecável. Não havia como colocar 20 episódios em 90 e ficar perfeito. Muito bem retratado o desenho. Shyamalan continua sendo o melhor.

    • Michelle

      TAMBÉM COMCORDO COM O COMENTÁRIO DE “Bárbara”
      SOKKA E AANG PODIAM SER MAIS ENGRASSADOS COMO NO DEZENHO! …………………..

  • Fernando del Angeles

    Que isso… esse filme é uma merda fumegante… não consegue atrair nem os fãs da serie animada. Eu tenho vergonha pelo M.Night, e ainda esparam mais dois filmes disso ai… sei não…

    • Michelle

      DISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSCORDO COMPLETAMENTE COM ESSE TAL DE “Fernando del Angeles”
      O FILME NÃO É UMA ” MERDA FUMEGANTE…” ATRAI SIM OS FÃS DA SÉRIE ANIMADA! SÓ UM IDIOTA PODE FALAR ALGO COMO VC FALOU. .VOCÊ .NÃO .SABE .DE .NADA.!

  • Eduardo Sousa Lima

    concordo com a Bárbara. O filme é bom.

    • netto

      nunca assisti aos desenhos,

      mas assisti ao filme e me impressionei bastante
      com a historia, os efeitos e a arte toda em si,
      gostei muito do filme, espero logo poder ver a continuação
      que pelo que parece vai demorar para sair

      • Jasmin

        Concordo com você. Acabei de ver o filme e gostei muito.
        🙂

  • pôxa, ter o Anng e o Sokka sem graça é um disperdicio, pois no desenho eles são bem engraçados. A Katara melancolica, é horrivel, pois gostava muito de suas tiradas, principalmente com o Sokka e Aang. Mas o que matou mesmo, foram duas coisas: Os atores não interpretam os personagens do jeito que eles são no desenho, fazendo perder o espirito do filme, o o Zuco, com aquele ator que não tem nada a ver com ele!

    • Michelle

      É O ATOR QUE INTERPRETOU O ZUCO NÃO TEM MUITO Á VER COM O DO DEZENHO NÃO! MAS SE TROCASSEM AGORA IRIA FICAR UM (MELECA)! COMO VÁRIOS OUTROS FILMES QUE FIZERAM TAL COISA.E O ATOR QUE INTERPLETOU O ZUCO FOI ÓTIMO…

  • Emilson

    Foi hilário o que aconteceu na sessão em que eu fui: após a cena da tsunami, quando o clima de fim de filme estava vidente com a música alta, close nos atores, algumas pessoas já estavam ficando em pé, mas tem uma cena após! Todos que estavam sentados começaram a rir, pensando talvez como eu: “mas é claro que o filme não acaba ai!” após dez segundos, acaba o filme. As pessoas que tinham sentado começaram a rir de quem riu. Só assim todos saíram do cinema com alguma sensação boa para contar! O filme tem seus méritos, mas até O Aprediz de Feiticeiros, que a princípio não era para ser melhor do que O Ultimo Mestre do Ar, consegue ser mais agradável e indispensável. Diverte sim, pelo menos quando os personagens não falam nem se expressam. Porque Aang está chato? Parece que personagens de desenhos como Goku (na infância) e Homem-Aranha por oscilarem entre o humor e o drama não são bem interpretados pelos diretores. Palmas para os efeitos visuais, e palmas também para quando começa o filme. No restante, o que dá para fazer é esperar melhoras no próximo filme com a atriz sem graça que apareceu no final como a malvada VILÃ que vai deixar Aang e cia mais sem graça!

    • Michelle

      SOBRE O QUE “Emilson” FALOU.
      O ÚTIMO MASTER DO AR PODE NÃO TER FEITO TOTALMENTE O ESPERADO MAIS DIZER QUE O APRENDIZ DE FEITICEIROS FOI MELHOR É PURA ISENÇÃO DE LÓGICA.APRENDIZ DE FEITICEIRO FOI ENGRAÇADO…MAS EU NÃO VERIA ESSE FILME NO CINEMA COMO EU VI O ÚLTIMO MESTRE DO AR…!E TENHO CERTESA QUE MUITAS PESSOAS SENSATAS TAMBÉM NÃO VERIAM!

  • Se depender dos números da bilheteria, com certeza os cartolas da PARAMOUNT e NICKELODEON vão querer fazer as continuações. E não discarto a possibilidade da WARNER BROS ativar o CARTOON NETWORK PICTURES, para fazer um novo filme de carne e osso para o cinema e não direto pro dvd do BEN 10.

  • BarbieDent

    A única coisa com qual eu não concordei nesta crítica foi com a chamada no site “agrada só aos fãs”, na minha opinião, muito pelo contrário!!! Quem realmente conhece e é fã da série e dos personagens ficou muito decepcionado com o que viu. Shayamalan tentou agradar reproduzindo cenas tal qual o desenho e recriando os animais lindamente, mas pára por aí, o roteiro é um completo desastre. E eu não tô falando isso pq não sou fã do diretor, pelo contrário, gosto muito do estilo dele e tinha muita esperança que ele fizesse desse trabalho o trampolim para sair do limbo em que ele se encontra, mas não foi dessa vez.
    Tb não concordo com a desculpa de “não cabe todo o conteúdo dos episódios em uma hora de filme” Há faça-me o favor!!! Que desculpa esfarrapada!!! Não vemos a alma dos personagens, suas caracteristicas principais, a história é intruncada a edição (MEU DEUS!!!) é péssima. Um universo tão rico e original se perdeu… total fracasso…
    Eu fiquei muito triste, pq eu torcia pelo melhor. Mas não dá pra tapar o sol com a peneira.

    • Michelle

      ESSA É PRA “BarbieDent” REALMENTE NÃO CABE TODO CONTEÚDO DO DEZENHO EM UMA HORA DE FILME!E ISSO NÃO É UMA DESCULPA. É A REALIDADE SÓ NÃO VÊ ISSO QUEM É CEGO OU QUEM NÃO QUER.E MAIS ISSO NÃO TEM NADA A VER COM O DECORRER DO FILME OU COM Á “alma dos personagens”! CADA UM FEZ O QUE PODE O DIRETOR ESCREVEU *ASSIM* OS ATORES FAZEM *ASSIM* :A HISTÓRIA PERCORRIDA NO FILME É ÓTIMA! SÓ FALTAVA MAIS COISA…COMO DIZEM ALEGRIA “COMÉDIA” MAS DA PRA VIVER SEM ISSO!…TENHO MAIS O QUE FALAR SÓ QUE SE EU CONTINUAR A CORRIGIR ESSAS INFÂMIAS VOU ME IRRITAR…

  • alice

    assisti o filme ontem e simplesmente adorei
    sou fã do desenho, ta certo que nao foi o que muita gente esperava mas me surpreendeu amei ………..as pessoas que nao gostaram tem que pensa que o anime tem + que 100 capitulos e seria bem dificil resumir muita coisa em pouco tempo
    adorei tudo ate do menino que atuou como Aang,estou contando os dias e não vejo a hora de estrear o livo 2 que e terra estou anciosissima

  • Gabriel Victor

    eu gostei do filme, gostei bastante mesmo. fui ver duas vezes no cinema. o que tem de errado? eu não posso gostar de algo ruim?

    eu sei que o shyamalan adaptou tudo o que estava bom no desenho, e transcreveu tudo o que não fazia diferença ou era ruim. a trama gira em torno do aang, katara e zuko, e os tres atores foram muito ruins. ele deixou ótimos e importantissimos personagens de lado, pra colocar conversinhas entre o zhao e o sr. do fogo. as poucas piadas são fracas.
    mas o que mais me chateou foi que o roteiro estava todo lá, certinho. ele pegou os momentos mais importantes. só que na hora da edição, o puto (desculpem), por exemplo, libertou 3 vilas da terra em um minuto, e botou conversas inuteis entre os indianos (nada contra, mas ele tava puxando a brasa, só pode) tirando varios minutos de coisas necessárias. o que me chateou é que estava tudo lá, mas o shyamalan não usou!
    e não me pessam pra falar das coreografias ou das lutas. cresci assistindo jet, li e jackie chan, e um amigo meu que foi no cinema tbm pratica kung fu hung gar (estilo da terra)…

    agora, tem quatro coisa que eu realmente gostei, e foi o que me fez gastar o meu dinheiro pra ver de novo o filme:
    1. Appa e Momo. eles estão PERFEITOS.
    2. OS efeitos das dominações, apesar das coreografias, são MUITO bem feitos.
    3. A musica tema do filme é muito, mas muito linda
    4. a última cena é PERFEITA, linda, emocionante, simplesmente fuderosa. quem dera o resto do filme tivese o mesmo nivel.

  • Gabriel Victor

    eu não achei o filme bom, mas acho que gostei tanto quanto você.
    infelizmente eu ja li até que a continuação tá ameaçada, pq o filme até agora é uma bomba.

    só resta mesmo ir qtas vezes der no cinema, comprar DVDs, CDs e etc. pq o shyamalan é um dos produtores, ou seja, eles não vão fazer o segundo filme com outro diretor. se ele não fizer a continuação, possivelmente nunca mais haverá um filme sobre a série.

  • Evandro

    Honestamente, ja pratiquei kung-fu a muito tempo… fiz shaulin do sul, nao do norte como os dominadores do fogo, não sei se estava tão ruim mas eu gostei… certamente… que pessoas que treinassem a mais tempo seriam melhores… eu gostava do desenho mas nao era fa… Mas achei muito bom o filme… Os efeitos são para ninguém por defeito… eu achei que os katis forao muito adequados… até na escolha da vertente de kung-fu … Quanto as raças dos atores… Sim isso mudou o desenho… mas achei muito legal… é muito raro vermos tantos tipos diferentes em um filme.

    No final eu assisti duas vezes… os detalhes estavam fantasticos… Mudar a personagem é complicado pra um fã… nisso nao falo porque concordo…

    Tirando isso… o drama em detrimento da comedia usado no filme não subtrai nada… Porque sempre achei o humor do desenho um pseudo humor onde raramente existe graça.

    Comprarei o filme quando sair… Esse valeu a pena pra mim!

  • monique

    Decepção total!!! Os atores sem sal nenhum, horrível e sem falar no 3D imaginario…vc paga uma nota para ver em 3D e na verdade nao tem nada bem feito…se soubesse teria assistido a versão normal, que e bem mais barata…todos no cinema sairam revoltados, nem 2D aquela porcaria era. Alem daquela menina com cara de bunda o filme inteiro e um protagonista sem graça, ninguem merece.

  • Victor Barros

    Nunca vi em toda a minha vida um filme tão ruim como esse, o filme é totalmente fora de nexo, não segue o desenho animado em absolutamente nada, maior bosta esse filme, esse Roteirista deveria se matar. Sem falar dos atores que não tem nada a ver.
    Quem achar o contrario do que eu to falando é porque não assistiu ao desenho e quem assistiu e ainda discorda é porque não tem miolo suficiente para entender mesmo então se mate junto com o roteirista.

  • Fabinho M.P

    Fail Total é o filme Tosco q fizeram pro Resident Evil. Esse filme do Avatar ai é muito + fiel do que qualquer outra adaptação q existe por ai.

  • Marcos A.

    Bem, pra começo de conversa, eu sou fã da série pois tem uma história perfeita e bem feita, mas nunca fui muito de acompanhá-la. Só que não é necessário assistir toda a série para perceber que para quem queria sair do buraco que se enterrou, não foi dessa vez. O Último Mestre do Ar, é um filme pipocão de sábado á tarde, mas talvez quem quer assistir algo que seja um bom passatempo, esse filme é arrastado. Um ponto negativo da história é que tem um roteiro perfeito, digno de produções grandes, mas foi colocado na tela cena por cena, parecendo que está faltando algo. Os diálogos não são os melhores, mas dá para suportar.

    Só que o filme, não é de todo o ruim. Os pontos positivos são os efeitos visuais e os cenários de cair queixo. As lutas são inspiradoras, porém, também são jogadas na tela e pode ficar um pouco chato luta e mais luta. O filme parece tão distante, pois é difícil você entrar na história, se tornando apenas uma sequencia de imagens maravilhosas e bem feitas.

    É só eu, ou parece que hoje em dia, os diretores tem prazeres de insultar fãs e distruir ótimas histórias? Por que o filme tem que ser reduzido tão curto? A desculpa de Shyamalan foi que é muita coisa para encubir em um filme de 90 minutos. Mas por que tem quer ser 90 minutos? O Senhor dos Anéis chegou a três horas e todo mundo ficou feliz, apesar de eu achar que O Senhor dos Anéis e Harry Potter foram as únicas baseações em que os produtores se preocuparam com a maneira que sairia a obra. As cenas de comédia podiam ser divertidas, mas são tão sérias que perdem a graça, como você rir de uma pessoa falando um simples “cala-a-boca”.

    Resumindo, O Último Mestre do Ar pode ser assistido e amado por quem não quer nada com nada, apenas ter o que fazer. É um filme que daqui á uns trinta anos, nossos filhos conhecerão a série, pesquisaram sobre ela, e muito tempo depois descobriram que tem uma baseação em carne e osso. É uma pena… Pobre Shyamalan…

  • Nathan

    Eu goitei muito do filme, e to esperando ancioso pelos proximos, acho que vai ficar muito bom.

    Nota: sou fa da serie enao fiquei decepcionado como o autor do artigo disse, pelo contrario, eu estava esperando algo assim, uma caoisa bastante condizente com os desenhos que eu gosto. E tenho certeza que muita gente gostou do filme, e quando chegou na ultima linha da materia ficou receoso de comentar que gostou e acabou centando o pau.

  • Geh

    Eu adoro esse filme,bom,tem alguns erros que da para anotar,como esse,
    no começo do filme Aang e capiturado por Zuko,Aang consegue fugir,e encontra Appa,Katara e Sokka,quando eles estão voando no Appa a Katara vai narrando,ela fala:
    – Enquanto nos iamos para a aldei dele,AANG nos contou como foi parar no gelo…..
    quando eles chegam na aldei a Katara fala:
    – Você pode nos dizer qual e o seu nome?
    volta a fita,quando a Katara estava narrando ela falou o nome dele,então por que ela perguntou de novo?
    Fala serio,tem varios erros de gravação,e impossivel não percebe 1,outros erros,a Katara e muito branca(recomendo a ela fazer propaganda de sabão em pó),o Sokka no desenho e muito animado,no filme ele fica serio,o Aang ate que vai,ele e careca e tem seta na cabeça,e o Noah Ringer atuou o Aang muito bem,eu adoro esse filme,não é atoa que eu ja vi 8 vezes,so no vicio,bom,mas tem alguns erros que deviam ser evitado.

  • bruninha

    Na minha opiniao o filme foi otimo,adoroo este estilo um pouco diferente do filme apesar que tambem gosto do estilo brincalhão do desenho. mas pra um filme eu acho que deve ser mais serio e emocionante pra chamar a atenção de varios publicos e naum somente crianças e joven..pra mim ele fez o filme mto bom e tambem naum gostei do final do avatar (zuko ficando com Mai e naum com katara) tomara que ele faça otra mudancinha de fazer katara e zuko fikar junto no final *.* olha e naum discutem comigo se eu gostei do filme assim é pq tenho meus motivos …

    • Michelle

      Cará vou ti falar uma coisa! realmente se no final o zuko ficasse com á katara seria ótimo! mais so ficaria perfeito se ele ficasse comigo”lógico” rsrs…E EU ODIEI ESSAS CRITICAS CALUNIADORAS !O FILME FICOU PERFEITO…DIFERENTE DO DESENHO REALMENTE ,MAS PERFEITO QUE VÁ PRA “PORRA” (desculpa mas não sei como me expressar melhor)O CRITICO DESSE BLOG E ESSE BANDO DE “MARIA VAI COM AS OUTARS”…
      BYE.

  • Nao sei onde esse cara achou tanto defeito nessa obra de arte eu adorei o filme
    achei q não fugiu da historia muito bom efeitos sensacionais esplendidos

    concordo apenas com uma coisa achei o Zoka muito sem graça mais ninguem e perfeito
    adorei os personagens Katara ficou muito legal o Aang ficou sensacional o Appa e Momo e o nem preciso comenta.

    espero anciosamente o proximo livro terra espero q ele nao pare por ai por causa desse
    bando de merda q nao sabe d bosta nenhuma e quer critica achei o filme um dos melhores q ja assistir do genero

  • Moratti91

    AiAi,,,vcs não sabem de nada mesmo,,se um fala mau..o outro vai na pilha,,parecendo cachorro atras de cadela no Cio!! eu que sou fã mesmo..adorei o filme..e que venha os próximos dois..tá que não teve aquele toque de humor..mas fora isso,,há história foi bem parecida com a do desenho,,vcs que falam mau desse filme,,é pq não ass os filmes do resident..aquilo sim ferrou com a série da capcom..pelo menos o M.Night coloco os mesmos personagens do desenho,,diferente de resident..onde eu me pergunto até hoje ” quem é essa Alice?” ..

  • Litta

    Acabei de ver o filme, e me decepcionei.
    Os efeitos são ótimos, os cenários perfeitos e tudo mais, as cenas de luta estão incríveis, o jeito que foi mostrado a dominação dos elementos ficou maravilhosa, muito boa. O que me decepcionou mesmo foi a interpretação, no desenho o Sokka é engraçado, sarcástico, ele ficou todo sério no filme, realmente deixou a desejar. O Aang também, ele é super carismático e alegre no desenho. A Katara tava muuuuuuuuuuuito branca, erraram também na parte que ele aprende a dobra d’água, por que no desenho a Katara vai ensinando pra ele e fica até chateada por que ele aprende mais rápido que ela. Se o roteiro tivesse um pouco de comédia ficaria melhor.
    Minha nota para o filme? 7,5 se tiver continuação, espero que eles melhorem no livro da terra e façam a Toph direito.

  • P. Ricardo

    4 pra isso ae??!

    Devemos estar voltando aos tempos da brilhantina, só pode!

    Abçs a todos

  • manuel

    eu esperava mais do filme quando assite,os efeitos especiais foram excelente na minha opinião,mas comparado com os outros trabalhos de M. Night Shyamalan,esse foi muito fraco, certo,eu vou pegar o exemplo do desenho,qe tem mais ação qe o propio filme.o ator qe fez “qem qer ser um milhonário”,como suko,foi ruinzinho,o ator qe faz o avatar,nunca vi fazendo nenhum outro trabalho,só escolheram ele,pq ele é careca?se for assim eu chamo meu tio pra azer o filme!!!sinceramente M. Night Shyamalan me decepcionou com esse filme!!espero qe o ultimo mestre do ar 2,tenha:um roteiro melhor,mais emoção e espero qe M. Night Shyamalan não ganhe outro framboesa de ouro e nem o filme!!

  • steve

    só tenho uma coisa a dizer sobre esse filme MUITO RUIN!!!!!!!!!!!!!!

  • steve

    já não gostava muito do desenho agora com esse filme tosco ai piorou muitooooo!!!!!!!!

  • ADOLFHO

    OLA PESSOAL MEU NOME E ADOLFHO TENHO 10 ANOS EU QUERI APARTICIPAR E EU QUERO

  • ADOLFHO

    BEM JA TO PARTICIPANDO

  • ADOLFHO

    O FILME DO AVATAR E MUITO BOM EM DESENHO ANIMADO MAS EM HUMANO NAO