Acme   sábado, 27 de fevereiro de 2016

De deficiente a explorador conheça os personagens de DiCaprio no Oscar

Falamos sobre as derrotas do ator e também do seu favoritismo ao prêmio em 2016!

De deficiente a explorador conheça os personagens de DiCaprio no Oscar

Leonardo DiCaprio se tornou um ator muito querido em Hollywood, amado tanto pelo público, quanto pela crítica. Mas o ator também é o mais azarado em um quesito: depois de 5 indicações ao Oscar, nenhuma estatueta foi conquistada por ele. Este ano, DiCaprio está concorrendo novamente na categoria de Melhor Ator pelo filme “O Regresso”, e as chances de vitória estão lá em cima. Por esse motivo, nesta coluna falaremos sobre às vezes que o ator concorreu e não ganhou, comentando também sobre a competição deste ano. Será que 2016 é o ano do DiCaprio?

1j1o7bhe8dur0109n7r3l6kjc1

Carreira

Nascido em 1974, em Los Angeles, Califórnia, DiCaprio começou a atuar aos 14 anos de idade. Antes de começar sua jornada nos filmes, o ator fez algumas propagandas e participou de séries de TV. Leo já participou de grandes sucessos do cinema como “Titanic”, “Prenda-Me Se For Capaz”, “A Origem” e “Django Livre”. O ator também consolidou uma parceria marcante com o diretor Martin Scorcese, trabalhando em filmes como “O Aviador” e “O Lobo de Wall Street”. Com 27 anos de carreira, o ator já se consolidou como um dos grandes nomes da indústria do cinema. Porém, sua primeira grande chance veio quando o ator tinha apenas 19 anos, com “Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador”, filme que rendeu sua primeira indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Ator Coadjuvante.

1994 – Melhor Ator Coadjuvante

Na 66° edição do Oscar, Leonardo DiCaprio recebeu sua primeira indicação como Melhor Ator Coadjuvante por “Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador”. O ator concorreu com Pete Postlethwaite, por “Em Nome do Pai”; Ralph Fiennes, por “A Lista de Schindler”; John Malkovich, por “Na Linha de Fogo”; e Tommy Lee Jones, por “O Fugitivo”.

14278422

Papel de DiCaprio – Em “Gilbert Grape: Aprendiz de Sonhador”, DiCaprio interpreta Arnie Grape, jovem de 18 anos com deficiência mental, irmão do personagem título, Gilbert Grape, interpretado por Johnny Depp. O filme conta a história da família disfuncional de Gilbert, que tem de cuidar da mãe obesa, das duas irmãs e de Arnie. O personagem de DiCaprio não ocupava uma parte muito importante da trama, mas a forma que o ator deu vida a Arnie fez com que o garoto se tornasse um dos grandes destaques do filme. Para se preparar para o papel, DiCaprio passou um tempo observando adolescentes com problemas mentais, a fim de estudar seus maneirismos e percepção de mundo deles. No quesito atuação, DiCaprio não deixou a desejar, mas como concorrente de primeira viagem no prêmio, suas chances não eram as melhores. Quem levou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante foi Tommy Lee Jones.

Vencedor – Em “O Fugitivo”, Tommy Lee Jones interpreta o agente federal Samuel Gerard, que lidera uma equipe para perseguir o Dr. Richard Kimble, o qual foi falsamente condenado pelo assassinato de sua esposa e se vê em uma fuga frenética ao mesmo tempo em que tenta provar sua inocência. A atuação de Tommy Lee Jones é marcante em “O Fugitivo” e ator realmente toma conta do filme.

2005 – Melhor Ator

Em 2005, DiCaprio teve sua primeira indicação ao prêmio de Melhor Ator. Ele concorreu contra Clint Eastwood, por “Menina de Ouro”; Johnny Depp, por “Em Busca da Terra do Nunca”; Don Cheadle, por “Hotel Ruanda”; e Jamie Foxx por “Ray”.

Leonardo+DiCaprio+16th+Annual+Producers+Guild+MUmdZ_lWJMgl

Papel de DiCaprio – “O Aviador” foi a segunda colaboração de DiCaprio com o diretor Martin Scorcese. O filme  biográfico abrange 20 anos da vida do rico aviador e produtor cinematográfico com Transtorno Obsessivo Compulsivo, Howard Hughes. DiCaprio estudou bastante a influência do TOC na vida de Hughes para representá-lo em sua interpretação e o papel foi encarado pelo ator com extrema naturalidade. DiCaprio foi responsável por uma excelente interpretação, mas Jamie Foxx, como Ray Charles, não deixou brecha para ninguém.

Vencedor – Em “Ray”, Jamie Foxx interpreta o famoso cantor de R&B e Soul, Ray Charles. O filme mostra tanto a carreira quanto a turbulenta vida pessoal do artista. O próprio Ray Charles escolheu Jamie Foxx depois de vários testes, e disse que ele tinha o que era necessário para representá-lo no cinema. O ator usou uma lente que o deixava cego durante as gravações do filme, fato que pesou bastante na decisão da Academia, mas a estatueta lhe foi concedida merecidamente, por sua excelente atuação.

2007 – Melhor Ator

Na 79ª edição do Oscar, DiCaprio concorreu novamente, dessa vez pelo filme “Diamante de Sangue”. Seus concorrentes foram Ryan Gosling por “Half Nelson”; Peter O’Toole, por “Vênus”; Will Smith, por “À Procura da Felicidade”; e Forest Whitaker, por “O Último Rei da Escócia”.

Vera Anderson

Papel de DiCaprio – “Diamante de Sangue” se passa durante a Guerra Civil de Serra Leoa, que aconteceu entre 1996 e 2001. DiCaprio interpreta Danny Archer, um mercenário que contrabandeia diamantes no país. Sua história cruza com a de Solomon Vandy (interpretado por Djimon Hounsou), pescador que acaba sendo forçado a trabalhar nos campos de diamante, onde encontra um raro diamante rosa. Os dois se encontram em uma prisão, e quando soltos, partem em busca do que o achado pode proporcionar: liberdade para Archer e o retorno de sua família para Vandy. Em “Diamante de Sangue”, DiCaprio consegue expressar muito bem a essência de seu personagem, mas sua performance no filme não chega a ser tão forte para bater a concorrência de Forest Whitaker, vencedor do prêmio em 2007.

Vencedor – Em “O Último Rei da Escócia”, Whitaker interpreta o ditador Idi Amin Dada, que governou o país africano de Uganda por 8 anos, depois de um golpe de estado. O filme gira em torno da história do médico escocês Nicholas Carrigan (personagem fictício, interpretado por James McAvoy), que acaba se tornando o médico do ditador e se vê envolvido em uma perigosa situação. No filme, Forest Whitaker entregou uma fortíssima interpretação, que de fato simbolizou a postura ameaçadora do ditador Idi Amin Dada.

2014 – Melhor Ator

Em 2014, já com 3 indicações na bagagem, DiCaprio foi indicado por “O Lobo de Wall Street”, fruto de sua quinta parceria com o diretor Martin Scorcese. Os concorrentes do ano foram Christian Bale, por “Trapaça”; Bruce Dern, por “Nebraska”; Chiwetel Ejiofor, por “12 Anos de Escravidão”; e Matthew McConaughey, por “Clube de Compras Dallas”.

dicc

Papel de DiCaprio – Em “O Lobo de Wall Street”, DiCaprio faz outro papel biográfico, o do corretor nova-iorquino Jordan Belfort. O filme conta a história de como Jordan se tornou um corretor de ações bem sucedido e mostra seu envolvimento com o crime, as drogas e a corrupção. O próprio Jordan Belfort ajudou DiCaprio a reproduzir seus maneirismos e comportamento. Sua atuação no filme faz com que o público simpatize com Belfort, apesar de suas atitudes serem tão moralmente erradas. Com uma atuação corajosa, DiCaprio realmente captou a essência debochada e irreverente do corretor, e provavelmente teria sido o vencedor, não fosse a performance de seu colega Matthew McConaughey em Clube de Compras de Dallas.

Vencedor – Em “Clube de Compras Dallas”, Matthew interpreta Ron Woodroof, eletricista de Dallas diagnosticado com AIDS em 1985. Com estimativa de vida de mais 30 dias depois da descoberta da doença, ele não aceita sua situação e decide dar início ao tráfico de remédios alternativos, considerado ilegais na época. Matthew perdeu 21 quilos para o papel, e entregou uma interpretação comovente, representando não só no corpo, mas também na mente, os efeitos da AIDS. A performance foi considerada a melhor de toda a carreira do ator.

2016 – Melhor Ator

Neste ano, DiCaprio concorre pela quinta vez ao prêmio de Melhor Ator, em uma disputa com grandes nomes de Hollywood.

Eddie Redmayne, vencedor da categoria em 2015, por “A Teoria de Tudo”, concorre desta vez com o filme “A Garota Dinamarquesa”. A obra é inspirada na história da pintora Lili Elbe (Redmayne), primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo. O filme conta como Lili nasce de Einar Wegener, que se descobre como mulher quando sua esposa Gerda (Alicia Vikander) pede para que ele pose para retratos vestido de mulher. O ator está sendo considerado por muitos como o concorrente que mais tem chances de vencer DiCaprio. As sutilezas em sua atuação são bastante comoventes e tornam o filme uma verdadeira demonstração da sensibilidade humana.

11a3a7396b36941a7ce38203e383ed75

Bryan Cranston concorre com “Trumbo”. A obra é um filme biográfico sobre Dalton Trumbo, renomado roteirista de Hollywood, que, por ser comunista, começou a atrair atenção negativa do governo dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, e ao se recusar a delatar seus colegas comunistas atuantes em Hollywood, acaba indo parar na chamada lista negra da “caça às bruxas comunista”. Cranston interpreta o papel com uma intensidade que é própria dele e retrata o posicionamento de Trumbo diante de sua situação com grande maestria.

trumbo-bryan-cranston-image

Matt Damon concorre com “Perdido em Marte”. No filme, baseado no livro de mesmo nome, Damon interpreta o astronauta Mark Watney, que é dado como morto depois que sua equipe é apanhada por uma tempestade durante uma missão em Marte. Watney, então, esforça-se para sobreviver através das poucas provisões deixadas na base, e por meio de suas habilidades e conhecimento em botânica e mecânica. O astronauta, ao mesmo tempo que tenta sobreviver, tenta também um meio de se comunicar com a Terra, para conseguir alguma chances de ser resgatado. Damon interpreta um Watney com um otimismo e carisma excepcionais, fazendo com o que o público embarque em sua aventura e torça de todo o coração para que o personagem fique bem.

perdido-em-marte

Michael Fassbender concorre com “Steve Jobs”, filme que não conta toda a história de vida do visionário da informática Steve Jobs, mas sim que mostra os bastidores do lançamento de 3 produtos inovadores de Jobs, mostrando também a relação do inventor com algumas pessoas importantes de sua vida. Michael Fassbender representa Jobs como um dos homens mais poderosos de sua época, mas também como um homem falho e relutante em aceitar este aspecto em sua vida.

20150828-michael-fassbender-steve-jobs-movie-2015-615x308

E finalmente, Leonardo DiCaprio concorre com “O Regresso”, filme baseado no livro de mesmo nome, dirigido por Alejandro Iñarritu, vencedor do Oscar de Melhor Diretor de 2015.  A história segue o explorador e comerciante de peles Hugh Glass, que em 1823, durante uma expedição, é atacado por um urso e fica gravemente ferido. Glass é declarado como morto e é deixado para trás pelos seus companheiros. Ele, no entanto, sobrevive e parte em busca de vingança contra aqueles que o abandonaram. DiCaprio se entregou totalmente ao papel, garantindo que a maioria de suas cenas fossem feitas com a maior autenticidade possível. O ator, que é vegetariano, fez questão de comer carne em um momento no filme, para que sua reação fosse natural. Ele também teve de aprender a falar duas línguas nativas-americanas, e estudou técnicas antigas de cura. DiCaprio afirmou que essa foi a performance mais difícil de toda a sua carreira, mas os resultados já se mostraram com os prêmios já recebidos pelo ator.

the_revenant_trailer_alexa_65_footage

Em 2016, DiCaprio já ganhou o SAG Award, o BAFTA e o Globo de Ouro por sua atuação em “O Regresso”, restando apenas o reconhecimento dado pela Academia. A expectativa está alta para que este domingo, 28 de fevereiro, entre para história como o dia em que Leonardo DiCaprio finalmente ganhará o Oscar. Será que chegou a vez dele?

Ana Louise
@louisemtm

Compartilhe


Notícias Relacionadas


  • Gustavo Henrique

    Na torcida pelo Leo!

  • Jaja Araújo

    ja ganhou

  • É TETRAAAAAAA