Cinema com Rapadura

Notícias   sexta-feira, 04 de outubro de 2019

Martin Scorsese afirma que filmes da Marvel “não são cinema”; diretores da Marvel respondem

James Gunn e Joss Whedon, diretores da Marvel, responderam à declaração.

Martin Scorsese afirma que filmes da Marvel “não são cinema”; diretores da Marvel respondem

Martin Scorsese, em entrevista à Empire (via Collider), deu uma declaração sobre as produções do Universo Cinematográfico da Marvel que tem causado uma grande discussão na internet. O cineasta afirmou que tais filmes “não são cinema”. Veja abaixo:

“Eu não os assisto. Eu tentei, sabe? Mas isso não é cinema. Honestamente, o mais perto que eu consigo pensar deles, mesmo eles sendo bem feitos, com atores fazendo o melhor que podem levando em conta as circunstâncias, é que eles são como parques de diversões. Não é o cinema de seres humanos tentando passar experiências emocionais e psicológicas para outros seres humanos”.

James Gunn, diretor e roteirista de “Guardiões da Galáxia” e sua sequência, que fazem parte do Universo Marvel, respondeu ao caso em seu Twitter:

“Martin Scorsese é um dos meus cinco cineastas vivos favoritos. Eu fiquei com muita raiva quando as pessoas implicaram com ‘A Última Tentação de Cristo’ sem nem ver o filme. Fico triste que agora Scorsese esteja julgando meus filmes da mesma forma”.

“Dito isto, eu sempre amarei Scorsese, e serei grato pela sua contribuição ao cinema, e mal posso esperar para ver ‘O Irlandês'”.

Joss Whedon, diretor de “Vingadores”, também reagiu:

“‘Não é o cinema de seres humanos tentando passar experiências emocionais e psicológicas para outros seres humanos’. Eu penso logo em James Gunn, em como seu coração estava em ‘Guardiões da Galáxia’. Eu venero Marty [Scorsese] e eu entendo seu ponto, mas… Tem um razão por trás de ‘Eu estou sempre com raiva’ [fala de Bruce Banner em ‘Vingadores’]”.

C. Robert Cargill, co-roteirista de “Doutor Estranho”, entrou na discussão e disse:

“Quando eu e Scott [Derrickson, diretor] estávamos fazendo ‘Doutor Estranho’, a grande maioria das anotações da Marvel eram para melhorarmos o desenvolvimento de personagem, dar mais força à história, e pedindo para deixarmos a história ‘mais estranha’. Qualquer um que pensa que a Marvel só está tentando fazer parques de diversões só está sendo injusto e cínico”.

Martin Scorsese é um cineasta de renome que dirigiu filmes como “Táxi Driver”, “O Lobo de Wall Street”, “Gangues de Nova York”, “Touro Indomável” e “Os Infiltrados”, pelo qual ganhou o Oscar de Melhor Direção. Divididas em Roteiro, Direção e Filme, Scorsese conta com doze indicações ao prêmio da Academia. Seu próximo filme, “O Irlandês”, que tem nomes como os de Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci no elenco, terá exibição limitada nos cinemas dos Estados Unidos, e estreia na Netflix em 27 de novembro deste ano.

O Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) encerrou recentemente sua primeira saga, composta de 23 filmes. Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, é responsável por criar um universo compartilhado de heróis nunca antes feito no cinema. Juntando a bilheteria de todos os filmes, o estúdio já arrecadou mais de 22 bilhões de dólares. Além disso, “Pantera Negra” foi o primeiro filme de herói indicado na categoria de Melhor Filme do Oscar, e o longa foi premiado com três estatuetas, de Melhor Figurino, Melhor Design de Produção, e Melhor Trilha Sonora. A próxima saga do MCU começará com “Viúva Negra”, que estreia em maio de 2020.

Louise Alves
@louisemtm

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas