Críticas   sábado, 09 de outubro de 2010

Tropa de Elite 2

José Padilha entrega um filme denso e pesado, que dará muito o que falar, passando longe de ser apenas uma sequência genérica.

Alguns homens nascem apenas para a guerra. Roberto Nascimento, o já icônico personagem vivido por Wagner Moura, é uma dessas pessoas. No final de “Tropa de Elite”, Nascimento fora abandonado por sua esposa grávida, o que lhe desmotivou da ideia de sair do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE) do Rio de Janeiro. Anos se passam e o agora Coronel Nascimento ressurge para o público neste “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro”.

Esta sequência, tal qual o original, tem em seu leme o diretor José Padilha, que escreveu o roteiro do longa ao lado de Bráulio Mantovani. A dupla, de maneira inteligentíssima, traz um exercício de metalinguagem como pontapé inicial do filme. Após uma ação do BOPE no presídio de Bangu I que trouxe graves repercussões políticas, os dois líderes do batalhão, o Coronel Nascimento e o Capitão Mathias (André Ramiro) tiveram “punições” diferentes. Nascimento foi elevado (tal como na realidade) à posição de herói por sua resposta firme (para não dizer excessiva) junto aos criminosos, assumindo o cargo de Subsecretário de Segurança Pública. Já Mathias é usado como bode expiatório pelo governo e expulso em desonra do BOPE.

Na posição ideal para conseguir travar sua luta contra o tráfico de drogas, Nascimento descobre que a situação não é tão simples quanto ele pensava, percebendo que as raízes da corrupção são bem mais profundas do que meros policiais subornados por traficantes. Além de encarar um inimigo que parece ser onipotente, o Coronel ainda tem de encarar a própria solidão, encontrando-se afastado do filho e vendo sua família sendo chefiada pelo ativista político Fraga (Irandhir Santos), seu maior crítico público. Os desafios enfrentados por Nascimento convergem de maneira explosiva em um conflito que mudará toda a percepção de realidade do personagem.

Interessante notar que Padilha pega todas as crenças e certezas que Nascimento tinha no primeiro filme e as desconstrói de maneira brilhante aqui. Em dado momento, Nascimento imagina as consequências de seu plano para a segurança pública, apenas para depois a audiência compreender, com a ajuda do próprio personagem, que nada do que fora planejado realmente aconteceu. Deste modo, a continuação não funciona apenas como um mero desdobramento dos temas propostos na primeira fita, mas como uma evolução daquele longa, mostrando que a resposta meramente coerciva para o problema da violência funciona tão bem quanto um band-aid para uma perna gangrenada.

Diga-se de passagem, a produção é tão sutil quanto um rolo compressor ao mostrar algumas de suas facetas. Sua violência é tão explícita quanto a hipocrisia política de seus “vilões”, sendo difícil saber qual das duas provoca mais revolta e asco junto ao público. Em um momento catártico, Nascimento surra sem dó ou piedade um político corrupto. Essa falta de sutileza merece ser saudada, pois a fita transmite, sem dourar a pílula, quão grave e assustadora é a  situação nada fictícia que é mostrada.

O elenco é simplesmente magnífico. Wagner Moura entrega uma das performances mais arrebatadoras que já tive o prazer de assistir, com o Coronel Nascimento revelando a cada instante sua frustração perante seu verdadeiro inimigo. Ora, Nascimento é um homem que nasceu para a luta, tanto que os momentos de ternura e de diálogo que possui junto ao filho são em um tatame de jiu-jítsu. Colocá-lo em meio ao território inimigo completamente fora de seu terreno de ação foi crucial para nos mostrar um lado mais frágil daquele homem e fazê-lo rever suas crenças.

Enquanto no primeiro longa o Nascimento que víamos na farda preta era um leão altivo, cujos conflitos psicológicos irromperam quando da gravidez de sua esposa, todas as cenas que retratam o personagem de terno e gravata nesta continuação mostram um homem apequenado, embora não pare de lutar contra a sujeira ao seu redor, algo retratado por Moura na postura física de seu personagem e do cansaço em sua voz. A evolução de Nascimento dialoga diretamente com o clássico policial “Serpico”, inclusive na desconstrução de crenças dos protagonistas de cada produção. Acreditem, Wagner Moura merece a comparação com Al Pacino.

Irandhir Santos foi um verdadeiro achado para o papel de Fraga. Com um personagem tão forte quanto Nascimento do outro lado do espectro, seria muito fácil transformar um ativista social em uma figura caricata, mas Fraga vai além de ser apenas um contraponto inteligente ao Coronel. O respeito mútuo que nasce entre os dois homens também advém de um arco narrativo que é bem explorado por Santos para apresentar diferentes camadas ao seu personagem, como o ciúme que sente de sua família.

André Ramiro aparece pouco, mas aparece bem, de volta ao papel de Mathias, uma das peças cruciais no verdadeiro jogo de xadrez que é esta película. Ramiro possui duas cenas em especial (ambas ao lado de Wagner Moura) em que o ator se apresenta no mesmo nível que Moura, mostrando que Mathias está longe de ser aquele rapaz idealista do começo do primeiro filme.

Outro egresso da fita original, Milhem Cortaz diverte (e enoja) como o covarde e corrupto Coronel Fábio. Falando em figuras detestáveis e cômicas, André Mattos dá um show como um demagogo apresentador de programa policial sensacionalista que se torna um político hipócrita. Sandro Rocha, que na primeira produção teve um papel pequeno, aqui retorna como o Policial Rocha, grande antagonista de Nascimento e líder das milícias, nova facção criminosa que se apresenta. Perigoso, corrupto e sanguinário, Rocha é um necessário vilão “clássico” que aparece em um longa onde o próprio sistema é o inimigo.

Tecnicamente, o longa é perfeito, com Padilha trabalhando com a mesma equipe do original. Montado por Daniel Rezende de modo que se torna impossível tirar os olhos da tela um momento sequer, “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro” hipnotiza por seu ritmo empolgante e pelo trabalho fenomenal de câmera realizado em suas cenas de ação, que remete às produções de Paul Greengrass, principalmente ao recente “Zona Verde” (aliás, reparem na “Operação Iraque” que acontece em dado momento do filme).

A fotografia desempenha um papel ímpar aqui, com Lula de Carvalho utilizando um jogo de luz e sombras não apenas para capturar a ação da melhor maneira possível, mas também para capturar os sentimentos dos personagens. Note, por exemplo, o momento em que Nascimento chega em casa após a ação em Bangu I, para seu sombrio e espartano apartamento e compare com o ambiente repleto de iluminação, com cores quentes e acolhedoras onde sua família e Fraga vivem.

A evolução mostrada nos temas e na técnica do primeiro filme para este não desmerece de modo nenhum o longa original, que ganha ainda mais força ainda com o crescimento pessoal de Nascimento na sequência. Mais do que uma sucessão de tiros e frases de efeito, “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro” é uma obra densa e destemida, que não se furta em expor os problemas de uma sociedade doente e de um sistema político moribundo. Recomendado.

Thiago Siqueira
@thiagosiqueiraf

Compartilhe

Saiba mais sobre

()

-

Roteiro:

Elenco:

Compartilhe


  • Vitor

    Boa! Agora poderei ver o filme.

    • Nanda Costa

      Estou apaixonada pelo coroneu nascimento! Eu que adoro Jaspion desde criança, agora tenho um herói brasileiro! É o super homem que o nosso cinema demorou tanto a nos dar.Filme perfeito! PARABÉNS!

    • Rafa

      Culpo esse filme pelo meu pessimo dia de trabalho pos-feriado! Literalmente nao consegui dormir tamanha revolta e sensacao de impotencia diate de uma realidade, que mesmo considerada como “ficcao”, nao pude deixar de encaixar as personagens em seus devidos lugares no mundo real. Se o bordao do Tropa I foi “pede pra sair” com um belo tapa na cara, neste filme o bordao fica a cena do espancamento do politico corrupto, algo que realmente qualquer brasileiro gostaria de fazer.

      Filmaco com uma verve documentarista!!!! Esse definitivamente vai para minha videoteca.

  • Cara, esse filme é fantástico, vi muito de The Dark Knight nele… Agora quem seria o Cavaleiro Branco e o Cavaleiro Negro do Rio? Nascimento, Fraga, Matias? Não dá, é muito mais profundo que isso.

    Nota 10 merecidíssima, Wagner Moura fantástico… Ah se isso tivesse passado antes das eleições.

    Aguardando o RapaduraCast obrigatório sobre ele.

    • janailton cavalcante

      O filme é show, é perfeito em tudo. O filme e a atuação de Wagner Moura são dignas de “Oscar”. Parabéns a todos que fizeram esse filme acontecer. O único defeito do filme é porque ele não foi lançado antes das eleições e 1º turno.

    • vinicius

      filme fantastico, so assisti a uma vez no cinema mas, quem e viciado e for assistir outra vez confirma para mim, mas nas 2 cenas que o capitao nascimento ta no hospital, na etiqueta do nome ta escrito WAGNER MOURA ao invez de roberto nascimento, desculpa ae mas sou muito chato com os detalhes em filmes,mas desde resident evil 4 quando uma cena esta sendo produzida ao anoitecer e na mudanca de camera ja virou dia, ao filme cheque mate onde o cara aparece descalco na sala e quando anda sai barulho de borracha tocando no chao….

      Mas para ser bem sincero, alem do cavalo de pau que foi feito por um duble, de grave so teve esse adesivo, do mais o filme ta MUITOOO bem feito, recomendo de mais, 5 estrelas.

  • altamir

    O filme é show…NOTA 100.
    Retrata a nossa realidade.
    Nada de Dilma ou Serra. Nosso país precisa de um Capitão Nascimento pra dar um jeito.
    CAPITÃO NASCIMENTO PARA PRESIDENTE!!!!

    EM TEMPO: E AINDA INDICAM O FILME DO LULA PRA CONCORRER AO OSCAR…PARECE PIADA.

    • Na verdade, Tropa 2 não poderia concorrer este ano por ter sido lançado depois da data-limite. Mas de qualquer modo, um filme que bate tanto na situação política do Rio de Janeiro e do Brasil certamente não seria escolhido pelo Ministério da Cultura pra representar o país no Oscar. Uma pena.

      • Rodrigo Andolfato

        Tomara que a produção seja esperta, como a de Cidade de Deus, que ficou de fora do oscar de melhor filme estrangeiro, mas recebeu quatro indicações em outras categorias! Até março Tropa de Elite 2 tem tempo para causar repercussão!

  • robson

    Excelente filme, otima e merecida comparação com Dark Night.
    Esse filme deveria ser exibido obrigatoriamente para todos os brasileiros antes das eleições.
    Atuação ímpar para atuação do Wagner MOura.

  • Pois é cara, olha a situação do Rio totalmente corrupta, não tem como não comparar com Gotham! Eu moro perto do que seria o “Tanque” na realidade, e sei a merda que é.

    Infelizmente os personagens são baseados em pessoas de fato reais.

    Irandhir “Fraga” Santos é baseado no deputado Marcelo Freixo, além de referências ao governador Sérgio Cabral(reeleito recentemente) e ao apresentador da Record, Wagner Montes (reeleito também).

    Como disse o ideal seria passar o filme antes das eleições, p/ que sua mensagem tivesse um impacto maior ainda pelo menos no Rio de Janeiro durante as eleições.

    Mas não é pra tirar o mérito, diferente das chatas campanhas de conscientização esse filme mexe com a cabeça das pessoas através do cinema, do entretenimento e isso é mérito que não pode ser negado, o cinema atinge todo mundo sem horário obrigatório nem nada.

  • Gustavo Ferreira

    EU IA DIZER QUE AGORA ESTOU COM ORGULHO DE SER BRASILEIRO(pela qualidade do filme), MAS A REALIDADE NELE MOSTRADA ME CONTRADIZ COMPLETAMENTE!!!

    O melhor filme brasileiro EVER !!!!!!! Vai demorar pra alguém superar esse…

    • Art Vandelay

      Belo comentário! Filmaço!

  • GIL

    O MELHOR FILME QUE ASSISTI. EXCELENTE EM TODOS OS SENTIDOS, MERECE O OSCAR. ACORDA BRASIL!!!!

  • Hugo P.

    Filme perfeito… botou no chinelo qualquer produção Hollyudiana que usem pra comparação.
    Agora quanto as muitas perguntas sobre o porquê o filme não foi lancado antes das eleições…por que será neh? :), bom vamos dizer que a frase no início do filme de que “qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência” foi apenas uma dupla figura de linguágem :). Se perceberam nem vazar na internet esse filme vazou… segredo mais bem guardado do que muita produção americana ^^.

  • Willtage

    É amigo, isso é o que podemos chamar de FILMAÇO. O cara montou um roteiro “ficticio” e disse, tirem suas conclusões… Agora pra quem tem um pouco de idéias formadas, só é somar 2 + 2 e pronto, ligar cada personagem ao seu verdadeiro dono, encaixar cada cena a sua verdadeira história e enfim ver a quem nós estamos apoiando pra ser nossos lideres.
    O Padilha me fez vomitar com a imundice do sistema brasileiro, é realmente um filme impactante e que ficará marcado na vida de muitas pessoas.

    Abs!!!

    Willtage

  • Daniela

    Justamente.
    Excelente filme, atuação ímpar de Wagner Moura.

    Qual o motivo para não exibir o longa antes das eleições????!!!!!

    Recomendado a TODOS os brasileiros!

    • Chakal

      Alguém esqueceu de te avisar que nós estamos em eleições.

  • #Tropa de Elite 2 (OSCAR) – Lula Filho do Brasil (FRAMBOESA DE OURO)!!!

  • Johnatan

    O filme é bom mesmo, garante uma sessão de cinema divertida, com ação, tensão e ainda uma boa dose de polêmica.

    PS.: mas não exagerem einh?! esse sendo o melhor filme brasileiro é extrapolar demais!

    • henrique

      não é exagero não!!! TROPA DE ELITE 2 É O MELHOR FILME BRASILEIRO EVER! concordo com o Gustavo

    • Mauro Rossignolli

      concordo com vc, o filme é bom, ponto. Tá longe do que se esperava ver… e não é esse primor que o povo clama…

      • Leandro

        Mauro vc andar de site em site para deixa o Tropa de elite 2 no chinelo ?
        Gente esse Mauro ae tava em outro site criticando o filme falando que o filme estava fora do FOCO real dele a BOOPE rsrs ou seja faltou para ele as subidas nos morros da tapa na cara de vagabundo etc…
        Acho que ele é politico para critica o filme….
        Ele precisa viver a realidade mesmo frase do filme (é as crianças já estão na quadra se divertindo ) detalhe não é que um FDP reformaram a quadra aonde eu moro antes das eleiçoes.
        O melhor filme Brasileiro sim não tenha dúvida com a nossa realidade.

        • Mauro

          Leandro, não tava andando de site em site, tava vendo o que o pessoal tem comentado, e infelizmente apenas alguns poucos, compartilham da mesma opinião que a minha… que bom que vc gostou do filme. Divirta-se com ele!

  • Mauro Rossignolli

    Assisti hoje de madrugada o Tropa de Elite 2 no cinema, e sinceramente… que decepção!!!! Transformaram o Capitão Nascimento, agora Coronel, em uma Colegial de Ginásio, uma franga!!!! Depois de malharem o Tropa 1, porque disseram que era fascista, que o BOPE executava, assassinava, vingava… agora tem um filme rídiculo, tipo água com açucar, que faz o “politicamente correto”… Quando assisti ao Tropa 1, na hora queria ver de novo, e de novo e de novo, era uma adrenalina só, agora… frustrante… mais revolta é ver o Capitão Nascimento transformado em patético SUB secretário de segurança pública, nesse filme ele não foi subir o morro prá “quebrar” o PM corrupto que matou o amigo dele, diferente de quando ele subiu o morro prá quebrar o “Baiano” que matou o Neto no Tropa 1… mudaram o foco do primeiro filme, que era rotina de ação, heróica e honrada do BOPE, prá discutir problemas políticos, públicos e sociais… ridículo… porque não estrearam o filme antes das eleições então??? filme político!!! não foi esse o espírito do Tropa 1 e não era isso que 10 em cada 10 espectadores, esperavam ver… baixem o filme na internet e vejam em casa, não gastem seu dinheiro!!! “PEDE PRÁ SAIR TROPA 2”

    • Tennessee

      Mauro,

      Também fui ao cinema esperando mais ou menos uma sequência aos moldes tradicionais. Mesmo herói, mesmo vilão e mesma postura. Não vou dizer que gostei do filme 2 ter se transformador em um filme político. Tão pouco direi que isso me fez gostar do filme. o que, com certeza, gostaria de dizer é que o Padilha, se já tinha esse roteiro do filme em mente quando fez o primeiro filme, nos deu uma tapa na cara, pé no peito e soco no estômago, pois construiu uma idéia muleta no primeiro filme, e com grande destreza virou a mesa de forma brilhante. Amigos que sairam do um com todas as frases e posturas do cap nascimento na cabeça, (criticadas como facistas) foram ao segundo filme procurando esse cap nascimento. E para tristeza destes, esse cap nascimento morre antes do meio do filme, abrindo espaço para o cap nascimento que o padilha parecia guardar debaixo da manga. Se voce disser “puta falta de sacanagem” ou “safadeza oculta”. Terei que conceder isso a você incondicionalmente.
      Se a moda pega, estamos ferrados, pois agora sempre iremos assistir a parte 2 de um filme com o pé atrás.

      • Mauro Rossignolli

        Obrigado pelo comentário Tennessee mantenho minha posição, meu comentário e pensamento! Se quisessem falar de corrupção no sistema, desde o operacional das ruas (PMs) até o Legislativo e o Executivo, e aí faltou o Judiciário… então tivessem feito um documentário, não travestido a história e a rotina do BOPE retratada no primeiro filme com esse trailer político sim! Porque foi isso que fizeram com o Tropa 2, que na verdade de Tropa não tem nada, mas da burocracia de gabinetes do Executivo e diretórios políticos. O “quebrar” ao que me refiro, são sobre os famosos bordões criados no Tropa 1, que simplesmente não existem em Tropa 2, não me referi a “porrada” do tipo Van Damme!!! Prá quem quer “ver” o politicamente correto, tá aí um filme cheio… Não me admira o filme não ter sido lançado antes das eleições para deputado estadual e federal… a quem o José Padilha queria preservar???… Curioso o Tropa 2 ter participação da Globo Filmes… depois querem me fazer engulir goela abaixo, um filme que retrata a corrupção no sistema… quem produziu, devia literalmente ter olhado para o próprio rabo primeiro…

        • Junir Almeida

          Mauro
          De fato não era isso que 10 de 10 espectadores brasileiros queriam ver.. De fato não foram criados os aclamados “bordôes”, tambem de fato quase não existem aquelas cenas com palavriados baixos, até justificaveis para o momento, não tem tambem aquela cena grosseira de sacos na cabeça, pessoas sendo carbonizadas dentro de um pneu.. Cenas essas que, acredito eu, marcaram você.. Agora não, os dialogos estão bem mais trabalhados, o roteiro continua tenso, mas sem as cenas do primeiro filme descritas acima, cap. Nascimento, com atuação do Wagner Moura impecavel diga-se de passagem.. A falta dessas cenas deixa a desejar pra o publico leigo, que só viu no primeiro violencia gratuita e motivada por razões pessoais, e não viu a questão social aboradada ali.. Acredito eu que você, Mauro, não viu nada alem disso na primeira pelicula.. O melhor filme brasileiro do ano SIM, o melhor filme brasileiro de muito tempo SIM, a melhor atuação do Wagner Moura SIM.. E só pra finalizar, tem a cena do espacamento do secretário que relembra o primeiro filme, com cap. Nascimento violento, que não mede consequencias e sanguinario.. Belissima evolução!! Isso pra não deixar você completamente decepcionado..

          • Mauro

            Olá Junir, tudo bem!? Na boa, o filme é chato sim, não é o melhor de agora nem de todos os tempos não… misturaram as estações entre o primeiro e o segundo filme… o segundo não tem nada haver com o BOPE, foi pro lado político, deixou de falar dos Lalaus da vida, dos Rocha Mattos… será que ninguém lembra desses “personagens” da vida real?… Se a intenção era ir pro lado da “denúncia”, da corrupção, no envolvimento de políticos e afins, então que não vendessem gato por lebre… embarcaram no fenômeno do que foi o primeiro filme, e se aproveitaram prá ganhar mais dinheiro com a produção desse segundo… duvido que o Padilha esperasse tanto sucesso como foi o primeiro… mas ele foi tão duramente criticado por não ter sido politicamente correto no primeiro filme, que ele além de lucrar em cima da expectativa que criaram em torno do segundo, fez um filme água com açúcar demais… acabou o personagem herói do Capitão Nascimento do primeiro filme… um desastre… Sds.

          • Felipe Zarour

            O comentário é em resposta ao comentário do Mauro aih em baixo!

            O filme é chato?!? Meu amigo… Pode falar que não gostou… Pode falar que te decepcionou… Pode até falar da atuação individual de um ou outro ator… Mas daih a dizer que o filme é chato? Oras… Quem aclama isso é o publico e 99,999999999999% dos telespectadores acharam o filme sensacional e 0,000000000001% da população (leia – “você”) acharam a continuação chata… Desculpe mas acho que você não pode estar certo enquanto o Mundo está errado… A não ser que você se chame Galileu Galilei.

            Se você quer assistir porrada… Se queria uma reprise do aclamado primeiro filme, assista novamente o Tropa 1, ou assista filmes hollywoodianos como mercenários, Rambo (qualquer um dos 4), Comando Delta, ou qualquer coisa do Genero…

            O Tropa 2, é incomparável ao primeiro… A história do primeiro é toda quebrada… O próprio Padilha afirmou que o filme tinha inicialmente como protagonista o André Matias e o Neto, só depois de metade do filme filmado, é que passaram o bastão para o Nascimento… Se você assistir a ambos filmes, com olhar crítico, o primeiro passa vergonha comparado ao segundo… É um filme todo quebrado, que só anima nos momentos de malandragem e porrada na cara!!! Nada a acrescentar…

            Amigo, se voce entender um pouquinho que seja de hierarquia militar, saberia que não existe nenhum Coronel no fronte de batalha, temos oficiais subalternos e intermediarios justamente para isso… O Nascimento inclusive até estrapolava qualquer comandante habitual, indo para as missões ainda que de helicoptero!

            A intenção do filme ao meu ver não era nomear bandidos… Você citou o Lalau e o Rocha Mattos… Se ele fosse dar nome aos bois, seria um documentário de 400 horas… Não era esse o intuito do filme, e sim dizer que o crime organizado tem as cabeças pensantes em locais onde menos esperamos, locais de onde somos liderados… Bandidos que nós mesmos colocamos no poder através de votos… Seja no Legislativo ou seja no executivo! Talvez eles não tenham citado o judiciário (Não que não tenha bandidos lá, vide o Lalau, que voce mesmo citou), por não se tratar de voto direto! Acho que a intenção do filme era jogar na nossa cara a merda que fazemos com o nosso poder democrático!!!

            Se o Padilha não esperasse tanto sucesso, porque ele guardaria o filme a sete chaves?!? Porque ele proprio distribuiu a produção, com medo de pirataria (não vá você dizer que a pirataria do Tropa 1 foi proposital, pq daí vou te achar um piadista)?!? Pq seria colocado no filme 16 milhoes em investimento, enquanto que no primeiro não foi utilizado nem 1 terco disso, se não fosse visar lucro?!? Portanto amigo, não fale besteira… Não fale o que não sabe… Palavras ao vento só ecoam a ouvidos pouco seletivos!

            O filme é água com açucar?!? hauhauhauhauahuahua… Extrapolou tudo… O filme começa com um oficial do Bope (MAtias) assassinando um bandido mesmo após ele ter abaixado a arma… E com total aprovação do Nascimento (“ele fez o que aprendeu no Bope, matou o Vagabundo pra proteger o refém”)… O Padilha pouco se lixou para o que falaram do primeiro filme, tanto se lixou que botou pra ferrar com os políticos no 2 filme!!!

          • Mauro

            Mantenho minha opinião Felipe, lamento, mas não concordo com seu comentário… Ainda bem que faço parte da minoria… Sds!

          • Felipe Zarour

            Grande argumentação… “Não concordo com seu comentário”… Huahauhauhauha!

            Vc não faz parte da minoria… Você faz parte da unidade… Fica com sua opinião Galileu!!!

          • Mauro

            Felipe, deixa de ser infantil… já deu o que tinha que dar meus comentários sobre o filme aqui, apenas disse mantenho minha opinião, não contra argumentei nada prá vc… é só respeitar minha idéia… a minoria e o Galileu foram por sua conta, não fui eu que disse… Sds.

          • Osnir Lima

            O filme é muito bem feito e tem atuações memoráveis de Wagner Moura e compania, no entanto não vejo o que a película descreve como realidade absoluta, ao menos não em São Paulo. Não vejo os políticos usando a segurança pública como trampolim aleitoral, muito pelo contrário, os governantes tendem a fugir do assunto quando o tema e segurança pública. Os traficantes, ao contrário do que o filme retrata, ainda dominam as favelas e não são dominados como no Tropa 2. O que se vê nas ruas hoje em dia está muito mais ligado ao Tropa 1, onde vemos o tráfico dominando a cidade e a polícia se corrompendo. Não vejo as milícias invadindo as favelas e acabando com o tráfico para estorquir a população vendendo TV a cabo, internet ou gás como no filme. O que é retratado na obra pode até se tornar realidade um dia mas ainda fica no plano da ficção atualmente, até porque muita gente poderosa, inclusive políticos ganham muito dinheiro com o tráfico e não o combateriam com tanto impeto. É válido o argumento de que os políticos estão se lixando para o povo e só se preocupam em angariar votos, mas ainda não o fazem utilizando-se do combate ao tráfico, o que teria até um lado positivo.

    • Leandro

      tsc-tsc. Se quer ver a mesma história, assista ao primeiro filme novamente. Tropa 2 é uma evolução. Filme nota 10

    • Fla sério

      Faz melhor.

    • Franco

      Com a devida venia, digo que o senhor perdeu a chance de ficar calado….Meu caro, o cinema vem representando vários papéis desde a sua popularização no século passado, um deles é justamente a crítica embasada, que expõe os problemas sociais e nos faz refletir e se voltar para as autoridades públicas cobrando respostas….É isto que este filme faz e, diferentemente de seu olhar superficial e ávido por sangue de bandidos favelados, ele é uma completa evolução do Tropa 1, uma vez que demonstra qual é o verdadeiro inimigo da segurança pública. Não seja ingênuo e dê uma olhada ao seu redor, mesmo que seja do alto de sua cobertura ou de dentro de seu sedâ de luxo, nunca se tratou de trucidar bandidos meu caro…..A questão é irmos no foco, na raiz do problema, em sìntese: cutucarmos a merda! Isso o filme faz com louvor! Salve Tropa 2!

    • Murilo Herik

      Tenho que discordar de você, primeiro porque parece que você não viu o filme.
      A cena dele arrancando o politico filho da puta do carro e surrando ele insanamente PAGA O INGRESSO. Aonde fazer uma falsa blitz e arrancar o politico do proprio carro e encher de porrada é politicamente correto?

  • M4rc05

    Esse filme teve financiamento do Governo Federal?

    Se teve, chegamos a conclusão porque ele não foi exibido antes das eleições.

    Mas o governo se lascou, a Dilma não levou no primeiro turno como as pesquisas apontavam.

    Só faltou ele encaixar no filme os empresários que financiam toda essa merda.

    Com Dilma na presidência, o senado já é maioria para o PT, ela terá poder até para mudar a Constituição.

    Pensem nisso antes do dia 31 de outubro.

    E o povo vota no Tiririca que levou os mensaleiros de volta para Brasília.

    Desculpem o desabafo.

    Esse filme mexeu comigo.

    • Jotaroberto

      Não viaja cara, o filme te fez mal pra cabeça. Use a internet pra aprender e não pra repetir asneiras.

      • M4rc05

        No mínimo você recebe o Bolsa Família, amigão.

        Abre o olho…

        Sempre fui de esquerda, mas essa que está aí ta longe de ser exemplo de socialismo.

        Mas o foco desse fórum é outro.

        Desculpe aos demais leitores.

        Tomamos um tapa na cara no primeiro filme, ao apoiarmos o anti-heroi e tomamos um soco no estomago no segundo, ao percerbermos o quanto nossa sociedade é manipulada.

        Desculpe o desabafo, chorei no término do filme, ao me mostrar o quanto somos impotentes diante da atual situação do Brasil.

        FILMAÇO.

        Junto com
        CENTRAL DO BRASIL, CIDADE DE DEUS, TROPA DE ELITE I.

  • Z3hr0_C00l

    Resumindo a critica! CHUPA HOLLYWOOD.

    Industria que mais lucra no mundo mas não é capaz de fazer sequencias decentes.

  • Werbster

    Nota 10? Nota 1.000 pra esse filme, nem o mais apaixonado discipulo de Tropa de Elite 1 apostaria numa sequencia melhor que a original, esse filme faz voce chorar de emoção, de orgulho pelo cinema brasileiro.
    Voce vai da risada ao ódio, da vergonha ao orgulho, do arrepio ao nojo… o filme é sensacional.
    Parabens Wagner Moura e Jose Padilha.

  • Anderson Guerra

    Um filme que em suma apresenta a seguinte mensagem: Quem é sábio que entenda!
    Um filme maduro sim, real também, que utiliza o bang-bang para purificar, não!
    Um filme completo e necessário que de brinde, nos oferece cenas de ação!
    Meu argumento para o próximo filme:
    TE-3 em um cartaz muito bruto…
    Anderson Guerra

  • Tiago H

    Fui ao cinema com medo de ver descontruido toda a inteligência do primeiro filme… fiquei sem piscar um segundo durante o filme! Magnifico! O filme causa todos os sentimentos possíveis. Causa a angústia de ver um país que conhecemos em partes e que no filme foi montado para nós de uma forma genial! Deu orgulho sair da sala de cinema e ver que o Brasil é capaz de fazer um filme tão incrível e útil ao mesmo tempo. Sabe aquele ódio que você sente quando ve um telejornal que não faz as perguntas necessárias? Sabe aquela novela que não mostra o mundo que vivemos ? Isso não acontece com Tropa de Elite – 2! O filme diz tudo que queremos dizer e vai além, atropela você na cadeira do cinema ao derrubar muitos dos seus conceitos. Pena que o filme não foi lançado antes das eleições!!!!

    Aguardo o Tropa de Elite – 3!!!!!!

  • Tiago Cabral

    Achei o filme fantástico, um verdadeiro filme policial como a muito tempo não via, fora o tapa na cara da politicagem atual! Foda..

  • Penso, que não está perdida nossa esperança de “DEMOCRACIA NO VOTO”, ainda há tempo, como dizem: Daniela, robson, Ryan, M4rcO5, que o filme deveria ser mostrado antes das eleições!
    Temos o 2º turno aí pela frente!
    Olhem, procurem o curriculum de Dilma, que vocês poderam ter um pouco mais claro quem é esta pessoa.
    Ainda dá tempo de mudarmos algumas coisas, no 2º turno.
    O filme, é maravilhoso, é a nossa triste realidade, brasileiros pelo AMOR A SI PRÓPRIOS, E A TODOS NÓS!!!!
    Pensem bem no segundo turno antes de votarem, pois a corrupção, deslealdade, falta de ética, etc…., etc…, está lá dentro da ORGANIZAÇÃO GOVERNAMENTAL!

    • Gustavo

      Isso ae, muito bem!
      Daí vote no Serra. Perfeito, seus problemas acabaram…

      Me desculpe, mas quem sai do cinema pensando em não votar em Dilma para voltar em Serra, ou não votar em Serra para votar em Dilma NÃO É MERECEDOR DO FILME QUE ACABOU DE ASSISTIR.

      E POR FAVOR, NÃO UTILIZE ESTE ESPAÇO, E MUITO MENOS O FILME, PARA FAZER ESSA POLITICAGEM BARATA E RIDÍCULA.

      VERGONHA!

  • Ferreira

    Pirou Mauro Rosignolli? Então, discutir problemas políticos, públicos e sociais é ridículo? Brincadeira!

    O filme é PERFEITO! Parabéns ao cinema brasileiro. Na minha opinião, melhor filme do ano!

    • Mauro Rossignolli

      Ferreira, não quis dizer que os problemas são ridículos, quis dizer que se aproveitaram do sucesso do primeiro filme e mudaram totalmente o foco do segundo… concordo com o roteiro do segundo filme, mas com outro título, não Tropa 2…

      • César criticão

        Esse Mauro é maluco!!

        De início até entendia algumas de suas opiniões, mas depois… nossa!
        Esse é daqueles q vai assistir as continuações do Jason e Fred esperando que os personagens do anterior ressuscitem para serem assassinados novamente.

        Acorda!! Isso se chama evolução!

        Tropa 1 é um máximo, mas Tropa 2 é monstro de filme (no bom sentido da coisa).

        • Mauro

          Não rapaz, não sou maluco, apenas não gostei do “Tropa 2” e fim!

          • Daniel Bz

            Nossa Mauro, qual a sua idade? Osnir Lima, o filme si referi ao Rio de Janeiro, e lá sim existe milicia. O filme relata acontecimentos entre os anos 2007 a 2009 como a rebelião do Bangu 1 liderada por beira mar na qual foi morto queimado o lider da facção Amigo dos amigos, o CPI da Milicia em 2008, o sequestro e a tortura dos jornalistas que na vida real não morreram e etc… Quanto ao Nascimento você queria que ele fizesse o que em Mauro? Ele continuou miseravão como no primeiro filme, ele só viu que sozinho não podia fazer nada. E infelizmente essa eh a mais pura verdade quem veste farda não tem como mudar a segurança sozinho ainda mais que por trás da segurança sempre a “politica”. Quem sabe no terceiro filme ele mostre as Unidades de Polícia Pacificadora nos morros do RJ.

  • Silvio Parreira

    GENTE QUE FILMAÇO
    NAO SAI DA CABEÇA EH AQUELE FILME QUE MARCA
    QUEM ASSISTIU SABE
    QUERIA APERTAR A MAO DO JOSE PADILHA
    NOS SURPRENDEU COM TROPA 1 AGORA SE SUPERA
    COM TROPA 2. FILMAÇO BEM DIRIGIDO, BEM INTERPRETADO, BEM ESCRITO.
    O ROTEIRISTA BRAULIO MONTAVANI TINHA QUE ESTA NA GALERIA DOS MELHORES
    DO MUNDO, SO FILMAÇO Q ELE ESCREVE. GENTE DA SE PRA FAZER UMA COMPARAÇAO COM OS DOIS FILMES DO BATMAN ATUAIS JA PERCEBERAM. O PRIMERO BATMAN MOSTRANDO A ORIGEM DO PROPRIO ASSIM COMO O PRIMERO TROPA A ORIGEM DO BOPE. JA EM O CAVALERO DAS TREVAS TEM ALGO MAIS EPICO, MAIS ESTRUTURADO, PODEMOS POR CAP. NASCIMENTO COMO BATMAN, HARVEY DENT COMO FRAGA E CORINGA COMO A MILICIA. ESPETACULAR, O MUNDO TEM QUE FICAR SABENDO DESSA OBRA. UM CLASSICO MODERNO !!!!

    • Gustavo

      Muito bem mencionado!

      Com certeza este é o nosso Batman e o Rio é a nossa Gotham.

  • Cabral

    Realmente um marco no Cinema Brasileiro!
    O 2° filme conseguiu elevar a crítica à Sociedade Brasileira de uma maneira tão forte que nos deixa enojados ao sair da sala do Cinema!
    Após o filme refletimos sobre a política e o nosso papel como eleitorado…e percebemos o quanto somos ingênuos ao eleger “políticos” como o palhaço Tiririca!

    Vamos acordar Brasil!

    Vamos acordar Cambada!

    E Capitão Nascimento Neles!!!!!!

  • Excelente ponto de vista. Casa com minha percepção sobre o filme. Roteiro redondo, independente em relação ao primeiro filme. Parabéns ao cinema nacional, e parabéns ao CCR.

    P.S.: No parágrafo 10, você se refere ao Milhem como “Coronel”, quando na verdade ele é “Capitão” Fábio.

    • Hudson, o Fábio é promovido entre os filmes, tanto que ele ganha um comando do qual fica se gabando no começo desta continuação (“Quer fo**r o meu comando!”, lembra?). Abraços!

    • Tiago

      Na realidade tanto Nascimento quanto Fábio são Tenente-Coronéis, é só olhar as passadeiras de ambos nos seus ombros quando fardados, Chamam de Coronel pelo fato de no meio militar dar esta designação tanto a Ten Cel quanto a Cel (até nesses detalhes o filme se mostrou impecável). Me parece que só na parte final do filme que Fábio e Nascimento de fato já haviam sido promovidos a coronéis.

  • Geraldo Magella Junior

    Ao crítico…
    eu já assisti o filme, mas tem MUITO spoiler nessa sua crítica… pelo amor de Deus.
    Um dos maiores “soco-no-estomago” do filme é o Fraga casar com a esposa do Nascimento, e você conta isso na “maior”.

    Por favor, edita isso ai em prol de quem não viu.

  • ivany

    Este filme mostrou o que há muito se esperava – coragem! Sim gente, coragem para exibir um material empolgante, rico em detalhes -embora vergonhoso – e que expoe o sistema a um povo ainda sedento por mudança. Tropa de Elite 2 é um divisor de águas para nossa nação. Parabéns PADILHA E TODOS OS ATORES que vestiram a camisa do projeto!

  • Excelente crítica Thiago, meus parabéns!

    Sem dúvida este filme trouxe outra visão do cinema nacional, ótima direção, roteiro, elenco e cenas espetaculares!

    Abraço

  • Diose Carlos

    eu não me conformo de terem escolhido aquela porcaria do filme do Lula pra representar o Brasil no oscar.
    Péssima escolha!!!!!!!!!
    Tropa e showw…

  • Anderson Barreto

    Quero ver quem vem aqui reclamar do Sicas que ele só saber falar mal dos filmes!
    QUANDO O FILME É BOM, AÍ É QUE SE FALA BEM DELE!
    Excelente crítica!

  • Deivid Borges

    INCRIVEL!

    E REPITO, SENTIR A MESMA SENSAÇÃO AO VER THE DARK KNIGHT, E CIDADE DE DEUS!

    Dizer q nao é o melhor filme nacional é brincadeira.
    O Tropa 1, foi legal, mas não conseguia se diferenciar dos demais filmes nacionais.
    Somente pelo fato de mostrar a visão da BOPE, mas mesmo assim nao me convencia.
    O Tropa II, é incrivel, perfeito, politicamente incorreto sim, mostrar muita ( nao toda ) merda que é nossa politica!

    Parabens pelo coragem Padilha!
    Moura, estrontante!

    😀

  • Filme muito bom! O modo como a violência é relacionada com conchavos políticos foi uma excelente sacada. José Padilha copiou alguns elementos do Dark Knight, e isso é muito visível! Mas o roteiro ainda mantém uma linha de racicíno impecável e Wagner Moura no papel de um homem amadurecido deu um banho de interpretação! Recomendo também!

  • Franco

    Realmente amigos, Padilha é uma ilha solitária no cinema brasileiro!! Matou a pau! Sem comentários sobre a abordagem nua e crua de uma das facetas mais graves de nossa sociedade: a corrupção. Sim, não se trata só da criminalidade ou do tráfico, o filme demonstra, com bastante acerto e afinado com o que nos dizem as Ciências Sociais, que o problema é bem maior e mais profundo. O personagem Nascimento agora percebe que lutava só e da maneira errada, não adianta trucidar os bandidos do tráfico, porque a corrupção generalizada da polícia toma conta dos morros e substitui a propina da droga pela propina dos serviços e facilidades, e para bater na polícia corrupta? Aí complica, só chegando nos políticos que sustentam o sistema….é como se diz, mexeu na merda, agora vai feder parceiro….O pior é que vem sempre alguém que limpa tudo para debaixo do tapete e pronto, a turma volta toda pra Brasília eleita “democraticamente” como diz o político do final do longa…..Simplismente sensacional, dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos!! Quem falou mal, ou perdeu a chance de ficar calado ou não entende nada de corrupção, política e problemas sociais…….(Aquela cena do Nascimento esculhambando o político safado corrupto é primorosa, não pela violência excruciante – embora eu mesmo me senti a dar os socos e pontapés junto com o Nascimento naquele safado de terno – mas sim porque é a vontade reprimida de nosso combalido senso de justiça que clama incessantemente para corrigirmos essa merda que suja os meandros da democracia e nos deixa envergonhados! Salve Padilha, Wagner Moura e toda a equipe! Realmente, pra quem sabe ler um pingo é letra! Recomendo com louvor!

    • Mauro

      Caro Franco, mantenho minha opinião… concordo que o problema da corrupção tenha que ser discutido e esmiuçado como foi no filme, mas como disse… o foco do segundo filme é outro… usaram trailers e cartazes instigando que teriamos uma continuação da rotina do BOPE, e no entanto, ao ver o filme, o diretor levou o roteiro para gabinetes políticos… pior, deixou de lançar o fime antes das eleições… a quem ele queria preservar???… falou, falou, falou da corrupção do sistema, e deixou se sujeitar a lançar o filme depois das eleições para deputado estadual e federal… isso não foi legal… como disse, podemos discutir sim os problemas públicos, o título do filme nesse caso deveria ser outro, não usar o “Tropa de Elite” na frente, porque do BOPE mesmo… não mostrou nada, e ao contrário do que vc disse mais acima, eu pelo menos, não tenho o privilégio de morar em cobertura nem de me envolver em seda… por ser apenas um filme, para distrair, divertir, entreter, com cenas de ação e pancadaria sim, mas em bandido! é que esperava ter assistido outra coisa… no primeiro filme, malharam o filme, o roteiro, chamaram o personagem Nascimento de fascista, assassino, vingativo… mas o público adorou, isso foi o politicamente incorreto!!! Agora fizeram um segundo filme, totalmente avesso ao primeiro, para que pessoas como vc suscitassem problemas do nosso cotidiano, que eu sei que existem, mas no momento que fui ao cinema me entreter, não tava afim de ver… esse segundo filme, foi o politicamente correto que tanto causou pôlemica a falta dele no primeiro… é isso! Podemos continuar nosso debate salutar, obrigado!

      • Daniel Bz

        Não você esta equivocado, em nenhum momento Padilha mostrou que o filme seria sobre o BOPE e sim sobre o personagem Nascimento e a sua luta com um novo inimigo o titulo do filme já diz tudo ” O inimigo agora é outro.” Antes mesmo de começarem a fazer o filme passou em varias revistas que o Nascimento iria ser promovido a secretario de segurança e não estaria mais a frente do BOPE. O BOPE por sinão é sim um dos personagens chaves nesse filme pois mostra como o BOPE é usado de forma errada para promover uma falsa segurança e alcançar votos atraves das milicias. Todos os acontecimentos do filme são baseados em fatos reais entre os anos 2007 e 2009 e o BOPE segui ordem assim como todo e qualquer batalhão especial brasileiro. Quanto ao lançar o filme em campanha politica existem leis tambem para filmes, si você ficou insatisfeito porque o filme nao foi lançado antes vá descutir isso com os seus responsaveis. E mais quem não sabia q esses politicos corruptos e as milicias não existia antes do filme, aconselho-te a lhar mais ao seu redor em vez de olhar somente para o seu mundinho.

  • Filme perfeito!
    Superou minhas expectativas, puxei os aplausos na platéia na cena que ele mete a porrada no político kkk
    Só não vale a pena usar esses comentários pra falar mal dos candidatos a eleição… ¬¬

    • Chakal

      Como não vale usar para falar mal dos candidatos a eleição?
      Certeza que você é eleitor da Dilma, ficou sentido com a crítica né?
      Engole aí amigão.

  • Nina

    Geraldo, meu filho!

    “Um dos maiores “soco-no-estomago” do filme é o Fraga casar com a esposa do Nascimento, e você conta isso na “maior”. ”
    Isso tá no trailler do filme!!! Deixa de ser babaca!
    Não tem nada aqui q já não tenha sido amplamente divulgado!
    Se não tem nada de bom pra comentar, fica quieto!

  • Chakal

    O frustrante foi só ver o cara de esquerda, representando a camada de ”intelectuais” maconheiros sendo criticado no início e ele fazer bonito no final. Pelo amor de deus, o País está assim justamente por conta desse esquerdismo subdesenvolvido que não consegue ver adiante…
    Esse alienamento intelectual, essa formulazinha ridícula de ser inteligente e se preocupar com os outros, balela pura.

    E foda também foi o Nascimento ao final falar que ele matou muita gente e não sabe porque. Como não sabe porque? Porque era bandido poxa vida, e se dá para prender prende, mas se morreu ninguém vai ficar com pena, não foi um cidadão modelo que morreu.

    • Carlos

      Não conheço a palavra alienamento intelectual… O que significa alienamento? De que dicionário vc tirou esta palavra?

      Outra coisa, quando o Capitão Nascimento (ou coronel) diz que não sabia por que matou tanta gente, ele está fazendo uma crítica ao sistema, que até então ele servia. Ele está dizendo que no momento em que matou estas pessoas ele achava que era porque elas eram bandidas. Mas que a vida mostrou pra ele que eram peixes pequenos, que não eram as responsáveis pela situação em que a sociedade se encontra. De que adianta ficar matando pequenos traficantes todos os dias, se no dia seguinte surge um outro no lugar, que é empurrado pro mundo do crime pela falta de investimentos em educacação, cultura, saúde, moradia, etc.? Vai adiantar ficar matando estes traficantes pé-de-chinelo? Ou é melhor ir atrás dos bandidos de colarinho branco que estão roubando o dinheiro que deveria ser investido em educação, saúde, moradia e cultura das nossas crianças pelo país afora, de modo a evitar que nossas crianças de hoje se tornem o traficante de amanhã?

  • JULIANO

    Achei massa a alusão do politico safado ao collor, no final do filme.
    Com direito ao mesmo discurso que collor usou no parlamento ao mandar o companheiro calar a boca e respeitá-lo.

    • Chakal

      Achei que tinha sido só eu que vi isso hahahaha.
      O Cristovam Buarque falou depois daquilo que o cara não tinha que se calar e nem engolir nada. O Padilha mandou bem nisso, mas eu fico triste demais com o final do filme, não a crítica política, mas a mudança do Nascimento. Em certo ponto correta, de perceber um processo maior do que aquilo, mas não de perceber que o que ele fez até então era ruim. O que ele fez até então, de matar todos, foi ser um verdadeiro herói, no melhor estilo Justiceiro de ser.

  • Aline

    Filme espetacular! Braulio Mantovani e Daniel Rezende são os magos do cinema nacional. José Padilha, Wagner Moura, Irhandir, toda a equipe e o elenco estão de parabéns! Filme digno de constar nas listas de melhores do cinema de todos os tempos.

  • Excelente, impressionante como o primeiro, porém mais inteligente e complexo.

  • Camila Lombone

    Tem um defeito esse filme.. No começo, Fraga é candidato a dep ESTADUAL, e seu número é composto por 4 dígitos…
    Eu simplismente amei o final, acho q passei o filme todo deprimida, pensando naquele início.. E eu até chorei, em algum momento depois q o andré, é.. hum.. vcs sabem..

  • David

    Poxa, Siqueira, spoiler logo na cara! Por isso que quando tem um filme que estou interessado me coloco em quarentena! Dizer o destino do Matias e do Nascimento, mesmo se estiver no trailler, após a crise no presidio acho um erro total. Já matou uma das reviravoltas. Parei de ler o texto no primeiro parágrafo.

  • Murilo Herik

    Deixando todo o lado politico de lado e vendo como CINEMA, enfim depois de muitos anos mais um filme de qualidade no cenario nacional.
    Não da pra citar tudo mas roteiro, fotografia, trilha, direção, etc está um verdadeiro espetaculo. José Padilha entra de vez no mesmo hall em que Fernando Meirelles está.
    O filme tem um ritmo excelente, terminando a sessão imaginei o “The Dark Knight” do Brasil.

  • Henrique

    Acabei de chegar do cinema! Filme nota 1000! De fato, deixa qualquer megaprodução hollywoodiana no chinelo.
    Como todos os clichês repetidos, não tenho como fugir, é um tapa na cara, é um dedo na ferida da sociedade. É um filme que incita a reflexão, para penetrarmos nas raízes dos males que assolam há muito tempo nossa sociedade. É o “SISTEMA”, proferido reiteradas vezes pelo Capitão Nascimento.
    Trechos cômicos, trechos de tirar o fôlego, e, sobretudo, um filme pautado pela crítica à corrupção que, infelizmente, é inerente à política do nosso país.

    Agora, não entendi por que andam dizendo tanta besteira nesses comentários, como “ainda dá pra mudar seu voto”, ou “vc deve receber a Bolsa Família”… como assim gente?? eu não enxerguei só o Sérgio Cabral, o Wagner Montes e aquele jornalista da Globo assassinado no morro.. eu também vi o Serra ali. ou alguém acredita realmente que a corrupção e as sem-vergonhices restringem-se ao Rio de Janeiro?? São Paulo deve ser de igual pra pior, lamentavelmente.

    • Gustavo Henrique

      Não, não é (:

      • Carlos

        É sim, São Paulo é igualzinho ao Rio, ou até pior… Só pra ficar em dois exemplos: os tucanos que estão no poder em São Paulo há mais de 16 anos, encobrem, escondem, botam panos quentes em duas denúncias de corrupção muito graves, a primeira no Detran de São Paulo, esquema antigo, que durou mais de 10 anos (se quiser conferir entra no site do Estadão: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101008/not_imp622116,0.php ). A segunda é o desvio de verbas das obras do metrô… Até a Suiça já puniu executivos da Alston por pagar propinas a políticos paulistas, mas até hoje nenhum político paulista foi punido por receber propina da Alston e de outras empreiteiras (vide revista ISTO É:http://www.istoe.com.br/reportagens/108292_CARTAS+MARCADAS+NO+METRO+DE+SERRA )… E com certeza, atrás destas denúncias existem muitas outras que o PIG (Partido da Imprensa Golpista) esconde, sendo que o mesmo PIG (Veja, Folha, Globo, etc.) tentou a todo custo derrubar a Dilma nestas eleições, para eleger o Serra, mas não conseguiu… Por que será que o PIG queria o Serra no poder? Eu tenho minhas suspeitas…

        O filme TROPA DE ELITE 2 foi perfeito, mas faltou abordar também a corrupção na immprensa e no Judiciário, que seriam os componentes finais para tudo ficar como está…

        • Jéssica

          Mas amigo, eu acredito que foi sim abordada a corrupção na imprensa, pois se prestarmos a atenção, quando o Fraga vai falar com o dono do jornal em que a repórter que foi morta trabalhava, ele dá desculpas de todos os tipos para não ter que se comprometer ou investigar o caso. Isso que a Clara era uma das melhores no jornal, como foi dito, ela era bem conhecida. E o cara não mexeu um dedo para a saber do paradeiro da repórter. Porque?
          Provavelmente porque ele não queria ter que bater de frente com os poderosos que estavam por trás de tudo…

  • Saí muito satisfeito da sessão. Que filme brasileiro fantástico, o melhor que já vi. José Padilha foi genial. Apenas denunciou a realidade asquerosa e corrupta do Brasil na película de forma brilhante, sem filtros.

    A cena do Nascimento batendo no político corrupto sem dó foi sensacional, digna dos aplausos do público. Senti um prazer imenso ao assistir aquela cena!

    O filme todo é tecnicamente perfeito. Me motiva a assisti-lo novamente no cinema com maior prazer. Excelente crítica, Sicas. 😀

  • G.A.

    Nanda Costa, Coronel é com “L” e não cou u!

    CORONEL – e a tecla u e l não são necessáriamente próximas uma da outra para tentar atribuir a um erro de digitação…

    Nanda Costa, é isso aí!

    G.A.

  • Fábio Fideles

    Salve José Padilha,Salve o cinema!!!!!!!!!!!!!

  • Gescudero

    Thiago, desculpe-me, mas não percebi exercício de metalinguagem nenhuma no início do filme. Onde se encontraria, precisamente? Abs.

    • Gescudero

      Como não tive resposta, eu mesmo me respondo: No início do filme, a narração do protagonista fala que poderia até ser um filme hollywoodiano, mas não é… Isso é metalinguagem. Abs.

  • POW VI O 1 E AXEI NOTA 10 O EMLHOR FILME BRASILEIRO Q TINHA VISTO E O MELHOR Q JA VI AO LADO DOS 2 BATMAN E DE AVATAR, TOU LOUCO PRA VER O 2 Q PELO Q PARECE CONSEGUE SUPERAR O 1 E Q COLOCA PRA TARZ TDS OS FILMES O 1 JA MERECIA INDICAÇÕES AO OSCAR ENTAUM ESSE 2 DEVE MERECER PREMIASSÕES (ISSO MEMSO NO PLURAL ) PADILHA DIRETOR EXEPCIONAL WAGNER MOURA ATOR DE PONTA!!!
    E SIM NÓS DEVEMOS SENTIR MUITO ORGULHO DO NOSSO PAÍS E LUTAR CONTRA ESSA CORRUPÇÃO Q SE DEUS QSER VAI DIMINUINDO E LULA FOI NOSSO AMIOR PRESIDENTE DE TD HISTÓRIA TROPA DE ELITE NOSSA MAIOR FRANQUIA E ISSO MOSTRA ALÉM DA NATUREZA HUMANA E ECOLOGICA DO BRASIL TEMOS MUITA QUALIDADE HUMANA(A MELHOR)EM TUDO EM TODOS OS LOCAIS!!! NÓS SOMOS BRASILEIROS COM ORGULKHO E TEMOS Q SER PATRIOTAS POIS NOSSO PAÍS É AFORTUNADFO POR DEUS… O MELHOR PAÍS DO MUNDO COM OS MELHORES HUMANOS… EXP:LULA MELHOR POLITICO DE TDS OS TEMPOS,BOPE MELHOR POLICIA DO MUNDO,EXERCITO BRASILEIRO MELHOR DO MUNDO EM MÃO DE OBRA MEMSO COM MENOS TECNOLOGIAS ^^’,NATUREZA “A PERFEIÇÃO”,FÉ A MAIOR MUNDIAL , ESSE É MEU RECADO O BRASIL SEMPRE FOI UMA REALIDADE QUE NUNCA SE COPNCRETIZOU MAS NÓS DESPERTAMOS E AGORA SOMOS UMA REALIDADE “REAL” CONCRETA … PARABENS A NÓS BRASILEIROS ^^’ SE QSEREM ME ADD EMAIL AEW >>>> LUCASBOMJE@HOTMAIL.COM >>>ME SIGAM TWITTER>>>http://twitter.com/#!/LucasDelRey

    • Marcos

      Rapaz, pelo amor de Deus.

      Você está assassinando a lingua portuguesa.

      Escreva certo por favor, assim as pessoas não conseguem nem chegar no segundo paragrafo do que você escreveu.

      “Axei”
      “Entaum”
      “TDS”

      Se você diz que é brasileiro, preserve sua língua, tanto escrita quanto falada.

      Abraço

      • Felipe Zarour

        Concordo… Mal compreendi o que o camarada disse…

  • Alex

    assisti o filme ontem, e achei q é o melhor filme brasileiro de todos os tempos

  • Gabriel

    Um grande filme brasileiro. Uma continuação que felizmente pode se dizer que conseguiu manter a qualidade do Tropa 1. Apesar de não ter sido lançado antes das eleições do 1 turno, é uma aula de aprendisagem para entender que o tráfico está longe de ser o maior dos problemas. A maior revolta é que nas próximas eleições daqui há 2 anos, acredito que as pessoas já vão ter esquecido das licões desse filme e até se conformado com essa realidade.
    Só espero que não seja feito um Tropa 3 somente pra garantir lucro. Só falta o Coronel Nascimento virar presidente. hehe

  • Finalmente nós temos nosso JACK BAUER (24 HORAS) MADE IN BRAZIL.

  • Gilson

    É o melhor filme brasileiro que já assisti.Se cada estado do Brasil tivesse um Capitão Nascimento nosso país não estaria como está. Com relação ao lançamento antes das eleições do 1º turno também concordo, mas acho que resolveria pouco, pois como o próprio filme retrata, mesmo com a CPI e o Nascimento “dando nome aos bois” ou melhor aos bandidos, eles ainda foram eleitos, infelismente o brasileiro vota pensando somente em interesses próprios não pensa na sociedade se o político o ajudar o resto e que se dane, e não percebe que com isso o país está caminhado para um beco sem saída.

  • CRISTIANE

    REALEMENTO O FILME É MUITO MAIS QUE MARAVILHOSO E UM TAPA NA NOSSA CARA, É UM ACORDA BRASIL, PASSEI O DIA POSTERIOR DO FILME REVOLTADA POR SABER QUE TUDO QUE SE PASSOU NO FILME É A OURA REALIDADE DO NOSSO BRASIL…
    GOVERNO CORRUPTO SIM, GOVERNO PODRE, GOVERNO DE BOSTA… E O PIOR QUE NÓS SO SABEMOS FICAR SENTADO NO SOFÁ VENDO A CORRUPÇÃO E NÃO NOS UNIMOS PARA QUESTIONAR NADA DESSE GOVERNO..SOMOS UM POVO ACOMODADO EM VER NA TV AS COISAS E DEIXAR POR ISSO MESMO!
    o FILME MERERE MUITO MAIS QUE UM OSCAR O FILME É UM FILME CAMPEÃO EM TUDO. É BRASILEIRO MESMO !!!!!!! PARABÉNS A TODOS QUE FIZERAM PARTE DO FILME! VCS JÁ GANHARAM O PRESTIGIO POIS NAO TEM UM QUE VIU O FILME E NAO GOSTOU!!

  • Thalysson

    Infelizmente não assisti o Tropa 1. Mas acabei de chegar do Tropa 2. Muito f*** o filme. E olha que até alguns anos atrás eu tinha total preconceito contra os filmes Brasileiros. Que venha o Tropa 3.

  • acho que o filme foi show, mais que o filme so ano, concerteza não e Tropa de Elite e sim Harry Potter 7.1 que vem ai.

  • Pra mim o melhor filme d 2010, pow, vi 3 filmes nacionais neste ano no cinema( Chico Xavier, O Bem Amado e Nosso Lar) e simplesmente o Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora É Outro, simplesmente é superior a qualquer coisa q foi lançada no cinema nacional em 2010, creio q não teremos mais um filme q chegue perto deste, pra mim é o melhor, aliás, posso dizer q Tropa de Elite 2 é o melhor filme lançado em 2010 no Brasil, sem sombra d dúvidas!!! Vamos lá pessoal, o filme é o maior sucesso nacional dsd a retomada do cinema nacional! Cara sensacional! Filmaço, irei vê-lo c certeza no mínimo mais uma vez no cinema!

    Filme nacional c quase 3 milhões d espectadores apenas na 1ª semana d exibição, nunca imaginei q isso poderia acontecer velho! Ainda bem, q temos um filme q chame a nossa atenção!

    Faca na caveira, q este filme vai ter mais d 12 milhões d espectadores!

  • Rodrigo Souza

    Cinema brasileiro da melhor qualidade. Como já disseram, não deixar a desejar a nenhum filme americano ou europeu. Esta é uma obra-prima. É um filme no mesmo nível que outros politizados americanos, com uma direção que fez lembrar a de Cristopher Nolan, O Cavaleiro das Trevas, e Michael Mann, Fogo contra Fogo e Collateral. Enfim podemos ter orgulho por um filme de grande bilheteria. Um filme de grande público e com qualidade.

    Quanto à mensagem do filme, não há palavras para descrever. O espancamento do político comprova o que os brasileiros querem, mas não podem fazer. O que vemos no dia dia é o “político espancando o Nascimento”. Salve Padilha! Leve o bope para a porta do congresso!

  • Arthur

    Nina. Este trecho que você contou não está no trailer filme. é uma parte que deve ser omitida de qualquer texto na internet. Toma vergonha na cara e respeite aos que não assistiram o filme.

  • Nando Nascimento

    Poucas vezes fiquei inquieto, meio assustado e incomodado como me senti assistindo Tropa de Elite 2. O filme é perfeito – super realista, trabalho impecável.

    Eu tô p*to com o Sistema!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Fuck the System!

  • Fab

    Assisti ao filme ontem, sem dúvida é um filme excelente. Não tem como não concordar com a grande maioria de que a surra do Nascimento no político corrupto é a parte mais excitante do filme, é como se sentissemos “lavando a alma” de todos nós brasileiros que tanto sofremos por causa deste “maldito sistema”.
    Agora, fazendo menção à alguns figurões do filme, à minha idéia dos personagens foi a seguinte: Governador, pra mim não fez menção ao Cabral, e sim ao Garotinho, o escandalo e início das milicias se deu no governo dele e não ao do Cabral. Secretário de Segurança que era da Polícia só lembro do Marcelo Itagiba, seria ele um dos personagens? Ao apresentador do programa “Mira Geral” que também era deputado, não entendi muito bem a quem o Padilha quis mencionar, pois o deputado que fez parte de milicias no Rio foi o Natalino, da conhecida “liga da Justiça” e o Wagner Montes (até onde sei) não participou em nada disso, ao contrário, foi a favor da CPI das milicias. Aos jornalistas mortos no filme, ficou claro que se referiu aos reporteres do jornal “O Dia” que foram sequestrados, torturados na favela do Batam. Falando ainda de figuras “óbvias” também ficou claro pra mim o personagem do Dep. Marcelo Freixo que presidiu a CPI das milicias, e no filme ganhou o nome de Fraga. Enfim, afirmar que este é aquele, ou aquele é o tal fulano (pra mim) não cabe ao filme, pois me parece mais uma alusão ao que costumeiramente acontece no RJ e por que não no Brasil, do que propriamente um ataque direto a este ou aquele.
    No mais, serei coloquial ao estilo nascimento, esse filme é p.i.c.a.!!!

  • Tom Het

    Eleições e políticos, aliás, têm um papel importante em “Tropa de Elite 2”. Mas Padilha garante que a chegada do filme aos cinemas uma semana depois do primeiro turno e durante a campanha para o segundo é mera coincidência. “No final do primeiro semestre, havia filmes americanos de grande circuito. Em novembro chega “Harry Potter”. Não estávamos com o filme pronto para lançar em setembro. A única data que restou foi essa em outubro”, afirma.

    “Tem um deputado Federal do DEM de Brasília que também se chama Fraga, como o do filme. Me mandou até carta dizendo que não tem nada a ver com o personagem… O Marcelo Itagiba, do Rio, também ficou preocupado e saiu falando que não era ele retratado no filme… O que eu digo é que é um filme de ficção. O governador do filme não existe. Assim como ele é todos os governadores. O deputado miliciano que tem programa de TV não é o Wagner Montes, me inspirei mais nestes ‘Nadinhos’ da vida.”

    Nadinho de Rio das Pedras. Ficou conhecido em fins de 2007 após ser preso acusado de planejar o assassinato do inspetor de polícia Félix Tostes, e de chefiar uma milícia.
    Nadinho morreu em 9 de junho de 2009 vítima de assassinato[2]

    OS REAIS ENVOLVIDOS:
    – Garotinho – Garotinho foi candidato a Deputado Federal, sendo eleito, a maior votação já registrada para o cargo de Deputado Federal no Estado do Rio. Garotinho obteve 694.862 votos (8,69%) sendo o 2º mais votado do Brasil ficando atrás apenas do Palhaço Tiririca também do PR
    Em agosto de 2010, Garotinho foi condenado pela Justiça Federal, com Álvaro Lins, sob acusação de comandar um esquema de corrupção na polícia. A investigação havia se iniciado em 2006. A decisão é de primeira instância, cabendo recurso.
    – Alvaro Lins – ex-chefe de Polícia Civil
    – Wagner Montes
    – Marcelo Itagiba (PSDB) – ex-secretário de Segurança no governo Garotinho

    – Marcelo Freixo – Nas Eleições de 2010, reelegeu-se à Alerj, pelo PSOL, com 177.253 votos, tendo sido o segundo candidato mais votado daquele ano, atrás somente de Wagner Montes, com 528.628 votos – Em 2008, foi instalada a CPI das Milícias na Assembleia Legislativa fluminense, presidida pelo deputado estadual Marcelo Freixo.

    Interessante que durante o filme, tem uma cena em que eles falam claramente sobre os problemas de se realizar uma CPI em ano de eleição, que pode facilmente retratar uma cena de autoridades discutinho os problemas de se lançar esse filme antes das eleições.

    O filme começa com a frase informando se tratar de ficção e coincidência….
    O Padilha vai falar o que? Não importam mais os motivos, o filme não saiu antes das eleições
    O filme recebeu apoio financeiro da prefeitura e do governo do Rio de Janeiro

    Conclusão:
    Daqui a 4 anos ninguém mais vai se lembrar do filme.
    O sistema é foda!

  • DÁCIO AZEVEDO

    Saí chocado do cinema, não pela violência ou pela corrupção mostradas na tela, mas pela aula de cinema que é esse filme. Espetacular em todos os sentidos: fotografia, atores, roteiro (reviravoltas surpreendentes e uma narrativa construida de forma a levar o espectador a pensar!)e a magistral direção de Padilha, acompanhado pela preparação de atores da mesma profissional que fez Cidade de Deus e o primeiro tropa. Enfim, se você chegou até aqui, só posso dizer muito sinceramente que não perca esse filme. Tropa de Elite 2 é a melhor produção brasileira do ano e uma das melhores do mundo! Disso, podemos ter orgulho!

  • Oliveira

    Pela primeira vez sinto vontade de sair de casa para assistir um filme brasileiro no cinema. Valeu, Padilha!

  • FANTÁSTICO… É um grande passo para o cinema ser reconhecido lá fora. O melhor filme brasileiro que já vi.
    Burrada do Spielberg não ter comprado realmente.

  • flavia

    Melhor filme que já vi! Sinceramente, achei melhor que “A Origem”.

  • vinicius rodrigues

    Poxa william… harry potter vai ser muito legal, eu mesmo já li todos os livros e vi todos os filmes, mas pra filme do ano é sacanagem. No minimo você tem que pensa no A Origem, toy story 3, ilha do medo, kick-ass… e isso só falando das super produções, sem contar os filmes independentes, e o próprio tropa de elite 2.

    Quanto a tropa de elite 2… P*** QUE PARIU!!!! Esse foi um dos melhores filmes que eu vi em muito tempo, mesmo. Foi simplesmente perfeito!!! O triste é saber que, como alguns já falaram, nas próximas eleições já terá sido esquecido, mas pelo alguém fez algo forte e pras massas que mostre essa realidade estúpida em que o Brasil se encontra.
    Meus cumprimentos aos digníssimos José Padilha e Bráulio Mantovani!

  • MoisesNeto

    sinceramente nao tenho palavras para descobrir o quanto este filme esta perfeito,espero que tenha continuaçao,e como muitos ai disse,uma pena o filme nao ter sido mostrado antes das eleiçoes 1 turno

  • Gustavo Henrique

    Comentário número 100, haha!

    Ótima crítica Thiago, na verdade eu tinha lido ela logo no dia que postou, mas esqueci de comentar. Crítica maravilhosa, estou esperando aqui na minha cidade do interior pra não assistir pirata, estou resistindo bravamente, haha!

    Queria ver críticas de outras pessoas também sobre o Tropa de Elite 2. ACho que é um marco no cinema nacional que merecia mais atenção.

  • joao

    Deveria concorrer ao Oscar,mas como é ano de eleição escolheram o filme do Lula.

  • berthran

    Na verdade apos sair ddo cinema ontem senti vergonha e ser brasileiro de ver tanta corrupção no nosso pais, tantas denuncias que nunca dão em nada, vemos aquilo, sabemos que existe e deve ser bem pior do que mostra no filme onde até o governador do estado está envolvido, e achamos o maximo, “que filme maravilhoso”, e realmente é, o filme é impecavel, nos mostra que subir o morro e “quebrar o baiano” não faz a menor diferença, pois amanhã serão 5, 10 baianos, e ainda pior o traficante é só a ponta do iceberg, e todos nós sabemos onde é a base desse iceberg, quem são os verdadeiros “baianos que deveriam ser quebrados”, mas como eu disse infelizmente nosso povo é apatico com a situação, eleições ai e vai tudo continuar na mesma Dilma, Serra não faz diferença vão roubar, desviar dinheiro(nosso dinheiro), corromper, do mesmo jeito como nosso atual presidente e seus comparsas fazem. ~Em uma determinada cena do filme o Nascimento surra um politico corrupto em uma blitz que ele montou com soldados do BOPE, ai dizem “poxa isso é deveriar ser feito”, ledo engano, pois na vida real, todos eles seriam presos, punidos e expulsos do batalhão no dia seguinte, então meus amigos isso é só no filme, é muito bom ver isso, pois nos faz querer fazer algo pra mudar o pais, assim como no primeiro filme “bandido bom é bandido morto”. Mas infelizmente como eu disse, brasileiro é apatico, dificil mudar algo nesse pais, mas ainda bem que existem filmes como esses pra cuspir na cara do telespectador, fazer com que ele sinta vergonha desse pais e seus politicos e talves acorde desse sonho de que o brasil(com letra minuscula mesmo) é o pais do futuro e comece realmente a fazer algo para que isso aconteça, que o Brasil se torne um pais respeitavel.
    Obrigado
    Recomendo o filme e espero que todos tenham a mesma sensação que eu tive.

  • Jorgão

    Depois de 2 tentativas frustradas…
    Devido a comoção nacional.

    FINALMENTE, consegui ver ontem às 23:30 este filme que para mim…

    É O MELHOR FILME BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS!!!

    Uma AULA de Política Pública! É OBRIGATÓRIO! PARA TODOS OS BRASILEIROS!

    O OSCAR seria só uma confirmação de tudo isso!

    PARABÉNS A TODO ELENCO! E ao PADILHA! O” Christopher Nolan” BRASILEIRO! kkkkk…

    SEM MAIS!

  • Julianne Caju

    Chorei
    Assisti Tropa de Elite 2 ontem.
    Com 15 minutos de filme meu coração começou a bater mais forte.
    Com 30 minutos comecei a sentir um aperto no peito.
    A partir dos 45 minutos do filme meu corpo e minha mente ficaram muito inquietos.
    Fiquei muito agitada e reflexiva.
    Com uma hora e 30 minutos de filme comecei a chorar.
    Correu lágrimas no meu rosto por ver e saber que o que passa no filme parece muito com a nossa realidade.
    Fiquei muito chocada, assustada e revoltada.
    É triste saber que a corrupção está em TUDO: na PM, nos políticos, na imprensa, nas pessoas, na sociedade em geral.
    É doído saber que ESTÁ TUDO ERRADO NO BRASIL!
    Minhas lágrimas foram por me sentir uma “ninguém” dentre do SISTEMA que corrompe, que rouba, que mata.
    A única vontade que senti foi gritar: PAREM TUDO!!! VAMOS RECOMEÇAR! PRECISAMOS PLANTAR AMOR, RESPEITO E COMPROMISSO CRISTÃO NO BRASIL!!!
    Se não posso mudar TUDO, vou tentar fazer a minha parte como cidadã, educadora e jornalista. Se cada um fizer a sua parte, estaremos TODOS fazendo algo para melhorar nosso querido e amado Brasil!!!

    • Carlos

      Juliane, eu tbm fiquei muito agitado e reflexivo por causa do filme… Nem consegui dormir na noite em que o assisti… O filme é muito bom, realmente nos faz refletir… Perfeito…

  • Gabriel Ignácio Lopes

    fui assiti o filme hoje, e é simplesmente sensacioanl e realista, o roteiro é ótimo, a trilha sonora, a atuação de Wagner Moura tbn,
    TUDO ESTÁ PERFEITO

  • Napoleon

    Filme mais ou menos. E esse coronel Nascimento tá longe de ser um herói. Ele precisa é estudar sociologia e entender que as coisas não são tão superficiais assim como podem parecer. O herói do filme tá mto mais no Fraga do que nele.

    E eu acho um ABSURDO que não se pode simplesmente discordar com a opinião da maioria aqui. Aprendam a ser tolerantes com opiniões diferentes das suas! Isso é o princípio BÁSICO da democracia que vcs, aparentemente, defendem.

    • Mauro Rossignolli

      Amigo Napoleon, faço minhas, as suas palavras, tenho sido muito “malhado” aqui e em outros sites, por ter uma visão do filme diferente da maioria… Tolerância… é o que falta… Tolerância…

      • Cabral

        HuahuahuHUAhuHAUhUAh….

        Napoleon || Mauro Rossignolli

        Como o Cap. Nascimento disse:

        “È Claro que todos os intelectuais de esquerda e maconheiros iam votar no Fraga”

        Sociologia é o Caralhoo! Queria ver esse papo quando algum conhecido ou parente fosse morto por esse Vagabundos!!

        Direitos Humanos é necessário para quem é gente.

        • Mauro

          Cabral, bandido bom é bandido morto, o que falei sobre tolerância, foi de o pessoal aqui e noutros lugares simplesmente não aceitarem que não gostei do filme… só isso…

    • Deixa eu te explicar, amigón:

      Capitão Roberto Nascimento = PERSONAGEM (ficção)
      José Padilha = DIRETOR (real)

      Deu uma esclarecida legal agora?

  • Rose

    Hum…

    Napoleon tem todo o direito de achar o filme mais-ou-menos porém creio que o herói está no Nascimento sim, principalmente porque ele reconhece quem foi (se pergunta o “por quê” e não sabe a resposta, lembra-se?) e acaba se juntando ao Fraga – isso pra mim, ficou claro no filme.

    Fraga é um homem íntegro, Nascimento é o herói cheio de falhas que se redime no final.

    Pra levantar questionamentos sobre “bandido bom é bandido morto” (violência), o primeiro filme foi necessário, o implacável Nascimento foi necessário. Quem seria o Fraga sem isso? Nada. Já Nascimento é um personagem completo que dá sentido aos dois filmes.

  • gago

    hum thiago siqueira vc é fã numero 1 de scot pilgrin pois nao para de flr dele no twitter

  • Yuri Rodrigo

    Filme sensacional…
    faria de tudo para dar uma surra daquelas (no secretario da ssp) em alguns (muitos) políticos brasileiros…….

    para os que defendem os direitos humanos….se algum dia vcs perderem algum ente querido para algum monstro desses relatados nos dois filmes…me procurem e digam na minha cara que ainda o defenderá….assine um termo em cartório e venha que eu te dou me carro!!!!!!! PURA HIPOCRISIA …..PIMENTA NO DOS OUTROS É REFRESCO!!!!

    FACA NA CAVEIRA!!!!!SELVA!!!!!!BRASIL!!!

    PS–> gostei mais do Fraga como político na caça aos corruptos do que como militante dos direitos humanos!!! Uns 100 Fragas desse e o Brasil andave melhor!!!

    Pergunto a vcs–> Será que temos algum desse vivo e em atividade?????

  • Bruno F.B. – Manaus

    É óbvio que todo ponto de vista deve ser levado em consideração! O que não entra na minha cabeça, e olhe que ela não é pequena, é que individuos queiram ver as mesmas coisas no 2º filme! Acorda: a trama EVOLUI, alcança um nível SUPERIOR! Melhor filme brasileiro SIM e engulam isso, vocês criticos! Ninguém notou que, em muito tempo, uma sequência supera em sucesso o filme anterior? Lição pro pessoal de Hollywood aprender! Parabéns a toda a produção, atores, público etc. Filme note 1000! E quem gostou mais do 1º e acha chato o 2º, (IRONIA ON)faz uma cópia pra cada hora e fica o dia todo assistindo, vendo o bope subir e descer do morro, matando traficante, na sua rotina diária heróica(IRONIA OFF)! Faca na caveira, abraços a todos!

  • …mas nota 10 Siqueira? olha lá em?

  • Pablo

    Não vejo Nascimento como um Jaspion ou um Batman da vida. Ele é apenas um brasileiro como todos que tenta sobreviver num país corrupto. Uma coisa que cansa, frustra, acaba com a muitos em todos os aspectos. O filme pode ser até uma ficção, mas que tem policial e político honesto que sofre nas mão do ”sistema”, isso é inegável.
    Pena que muitos desconhecem isso. Ou sabem, mas dão importância. É mais fácil generalizar. E ver um filme como esse como vávula de escape cartática, vibrar e continuar naquela falta de reação, nem se fala.

  • Pablo

    Não vejo Nascimento como um Jaspion ou um Batman da vida. Ele é apenas um brasileiro como todos que tenta sobreviver num país corrupto. Uma coisa que cansa, frustra, acaba com a muitos em todos os aspectos. O filme pode ser até uma ficção, mas que tem policial e político honesto que sofre nas mão do ”sistema”, isso é inegável.
    Pena que muitos desconhecem isso. Ou sabem, mas não dão importância. É mais fácil generalizar. Dizer que todos são corruptos. E ver um filme como esse como vávula de escape cartática, vibrar e continuar naquela falta de reação, nem se fala.

  • Elvis Passos

    Naum me impressiono com produções Brasileiras. Elas sao cheias de falhas e com roteiro Grosso pra gerar aquele impacto em quem ve a situação de fora. E o tema do filme ja esta mais do que ultrapassado.

    • Ultrapassado? Me passa a relação de filmes sobre milícias na favela que eu quero conferir, por gentileza, amigão.

  • Monique

    Não que só tenha visto 5, mas não costumo assistir filmes brasileiros. Então SIM, dos que eu vi até hoje, tropa de elite 2 é DE LONGE o melhor!

    Sem contar que, cara.. sem zoa, eu saí do cinema tão em extase..
    foi uma mistura de alegria, tensão, orgulho por ser um filme tão
    perfeito em tantos aspectos e não ser gringo.. na boa, pode não ganhar
    Oscar, mas que vai pra história vai. (talvez não seja exagero)

  • Alan

    Fugi dos spoilers e comentários sobre o filme e fui ver, um pouco receoso de ver a sequência descaracterizada… Uma continuação ESPETACULAR, prende, choca, emociona, empolga, injeta adrenalina e principalmente… consequência natural das ações do primeiro filme.

    Qualquer um com bom senso entende que o espírito justiceiro do Nascimento não prosperaria para sempre, pois o buraco é muito mais embaixo. O tráfico pode acabar, mas a corrupção sem limites do Poder Público, em todas as áreas, continuaria. E a cumplicidade dos meios de comunicação nada são além de infeliz coincidência. E pena que deputados corruptos ouvindo verdades na cara e na base da porrada, ou deputados realmente honestos agindo com justiça e princípios, não passem de ficção. Os fatos são óbvios e batidos. Mas retratados a cores.

    A melhor surpresa foi botar um personagem secundário como o Rocha como um dos grandes vilões do filme. E a repetição do bordão “para rir tem que fazer rir” de forma totalmente inusitada.

    Quem esperava o velho Capitão de novo subindo o morro realmente se decepcionou. Mas se fosse uma repetição das ações do primeiro filme, jamais levaria os méritos como está levando.

  • Gabriella

    Sério mesmo , o filme é perfeito , não tem do que reclamar.Tudo bem pode até ter quem nõa goatou achou o filme , mais ou menos , afinal gosto é gosto né fazer o que .Mas que é um dos MELHORES FILMES BRASILEIROS produzidos até hoje , é !
    O filme é um alerta , um sacode na população brasileira,e pode até não ter sido lançado antes das eleições,mais daqui a quatro anos , as pessoas podem sim ainda se lembrar de tudo que foi falado no filme,não tem nem como esquecer,nem se quiser.
    Brilhante produção, é muito melhor do que o filme 1!Pode até não ter o que tinha no um ,mais vamos combinar , o TROPA DE ELITE 1 se baseava em violência ,e xingamentos, e que moral isso tem ?o que podemos tirar de exemplo para melhorar o futuro do nosso país? acho que nada né ” Por isso o MELHOR é TROPA DE ELITE 2-O INMIGO AGORA É OUTRO , inimigo qeu aliás sempre existiu, mas que só agora nos demos conta da presença dele!

  • Thiago

    nao tem que reclamar, o filme mostra a realidade, da de 10 a 0 em filmes norte americanos,que nao gosta que va e faça um melhor entao,

  • Francisco Caldas

    FILMAÇOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
    É isso ai BRASIL, ACORDA!!!

  • Guilherme

    Não via uma sequência tão boa desde Aliens 2 – O Resgate.

  • André

    filmaço !! imperdível !! um soco no estômago. dá pra sair deprimido com o país e a realidade que vivemos. e pensar muito em quem vamos votar.
    momento emblemático do filme, quando o Nascimento dá a surra no político corrupto, o público do cinema que eu estava começou a aplaudir. reação espontânea. acho que todo muito quer ver esses corruptos safados apanhando mesmo.

  • Mais alguém pegou o cartaz de “Z” do Costa-Gravas na cena no Estação?

  • BABILONIA

    FALAR DO TROPA 2 É DIFÍCIL POIS NEM SEI SE EXISTIU DE FATO A SEGUNDA VERSÃO POIS FICOU TUDO FORA DE ENRREDO REFERENTE AO TROPA 1 . A CENA QUE MAIS ME DEIXOU FRUSTRADO FOI A DO FORTUNATO (ANDRÉ MATTOS) COM CENAS DE COMÉDIA E DENÚNCIAS QUE NÃO TRAZIA NENHUM TIPO DE CREDIBILIDADE AO PÚBLICO.FORA MAIS UM MONTE QUE O FILME DEIXOU A DESEJAR.COMO MUITOS JA CITARAM,TALVEZ O FILME TEVE MANIPULAÇÃO POLÍTICA JA VISTO QUE O LANÇAMENTO DO MESMO NÃO FOI ANTES DO PLEITO ELEITORAL. ENFIM PESSOAL,PODERIA SER MELHOR E MENOS MELA CUECAS.

  • Daniele

    Filme sensacional… putz, mostrou toda a realidade do nosso país, que convenhamos, é uma vergonha.
    Coronel Nascimento, Capitão Mathias, Fraga, são feras, representaram muito bem, Parabéns!

  • Eli

    OTIMO FILME!!!! Justifica incentivos fiscais, bem mais que “Se eu fosse você” ou o filme sobre Lula…

    Quem torce o nariz pra este NÃO são os mesmos que torceram pro Tropa 1:
    pseudo-intelectuais que glamourizam traficantes e a pobreza, fora consumidores de cocaína da classe média-alta que são co-autores (e vítimas) da violência no Rio.

    Quem não gostou é porque pensa que o cinema deve só fazer sonhar (ou se alienar) mas este filme cumpre com maestria o papel documental, cru e crítico da sétima arte. Claro que haverá os arrogantes que dirão que o diretor apelou, expressou “o que o povo quer dizer” para ter público. E daí??? A cena do político espancado é surreal, mas quem não sentiu uma projeção e alívio nela? O Brasil é aquilo (e muito mais) mostrado na tela! Gosto quando olham a ferida, pois assim já é o primeiro passo para querer curá-la. O filme não é mera continuação e se amplia e evolui, como tudo deve ser.

    Sugestão para um possível Tropa de Elite 3:
    O envolvimento (que todos sabem) que há entre alguns empresários e o Poder Judiciário com o tráfico de drogas e outros crimes lucrativos. Pra quem ainda acha que traficante só mora em morro…

    E de quebra mostrar a lavagem de dinheiro que algumas igrejas (que ficam ricas de repente) fazem, fora a conhecida exploração criminosa da fé nos desesperados do Brasil, que hoje serve para muitos acumularem poder político, de comunicação e já sonharem com um Estado Teocrático – tema para um filme a parte!

    Roteiro sobre bandidos é que não falta aqui!!! Desde o descobrimento… hehe
    ACORDA BRASIL!

  • Alejandro

    Como linguagem cinematografica, este filme nada acrescenta, nada ousa.
    Mas como cronica policial da cidde do Rio, eh um bom filme, que merece ser visto.
    Comparar Wagner moura com Al PAcino, eh dose, eta nacionalismo deslumbrado o seu, heim?

    E seh eh pra aprofundar, imagine tocar na questao da entrada de armas pesadas no país, arquitetada por senhores engravatadois que nao estao fugindo desesperados de balas nos morros…e os banqueiros, que amam dinheiro, nao importa de onde venham. Falta muito o que aprofundar neste Brasil fscista.

    Pense mais e deslumbre-se menos, rapaz.

  • Gustavo

    O filme é bom, mas o primeiro é muito melhor. Não estou falando de produção porque o segundo foi muito melhor, estou falando da história em si.

    Tropa de Elite 2 foi um pedido de desculpas de José Padilha por ter feito o Tropa de Elite 1, já que o primeiro rendeu muita gritaria dos intelectuais e humanistas brasileiros, que não veem problema nenhum quando acendem um baseado de maconha, mas ficam escandalizados quando o povo aceita o Capitão Nascimento como herói.

    Apesar de muito bem feito, eu não gostei de Tropa de Elite 2. História um pouco clichê sobre o sistema corrupto, políticos e policiais desonestos, bla, bla bla. José Padilha, no Tropa 2, esqueceu-se do verdadeiro financiador do crime organizado, que se chama “usuário de drogas” e esqueceu-se dos traficantes e resolveu pôr a culpa no sistema. Foi um filme para acalmar a esquerda e seus intelectuais.

    Aliás, acho que não poderia passar despercebido a clara propaganda política havida no filme, no qual o verdadeiro herói foi um deputado comunista, defensor de bandidos e que acreditava que em 2081 quase toda a população brasileira iria estar presa (ou seja o herói do filme também era burro).

    Digo propaganda política porque este herói maluco do filme foi inspirado num notório defensor de bandidos do RJ, o deputado Marcelo Freixo, do Psol.

    É uma pena que Padilha tenha se acovardado tanto assim. Embora o filme pareça ousado como o primeiro, isso é apenas impressão.

  • num achei graça tendeu tio aqui é cv comando vermelho po… esse imail é rackiado taligado tru

  • igor

    esse mauro nao entende nada de filme cara!!! como criticar um filme q mostra tudo q acontece no brasil, coisas que nao vemos, como quando invadiram o morro, q no momento nao me vem o nome na memoria, e nao acontece nemhuma briga direta com os traficantes? ninguem acha isso estranho? á populaçao ta pensando q á policia ta fazendo o papael dela? tao facil assim? entao porque só agora? ai o povo poe bandeiras do brasil nas janelas todo mundo feliz… abre o olho povo, principalmente esse mauro ai!!! quase duas horas quen eu agradeço por ter passado elas na frente da televisao. FILMAÇOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!

  • nikolas T.

    Muito bom esse filme, genial, mostra a corrupção e falência do sistema político em que vivemos, pena que algumas pessoas não conseguem entender o filme e o cotidiano em que vivemos.
    Agora só falta mostrar a corrupção no Judiciário (Tribunais superiores e outros) quero ver eles retratando a punição (aposentadoria compulsória) dos juízes que cometem crimes, vendas de sentenças, desvios de verbas, absolvição de políticos convictamente condenados e por último que ninguém é de ferro, MOSTRAR A CORRUPÇÃO DO BRASILEIRO, A SUA DESONESTIDADE, A SUA PACIFICIDADE DIANTE DOS ABSURDOS, DAS GOZADAS NA CARA QUE OS SEUS POLÍTICOS DÃO, NÃO SÃO TODOS BRASILEIROS, MAS UMA PARTE SIGNIFICANTE É SIM CORRUPTA.

  • Elieser

    Filme genial, certamente um dos melhores que eu ja vi. E o pior é que tem gente que ainda acredita que só filme internacional tem qualidade.
    Mas o que eu espero mesmo é que as pessoas que viram o filme consigam transportá-lo p/ a realidade e ver que todos os politicos que participam como protagonistas do nosso sistema (PSDB, PT, DEM, PMDB etc) ou são agentes ativos da corrupção (como o deputado e apresentador de programas policias representado pelo Andre Mattos e o chefe de segurança pública espancado pelo Nascimento), ou são “passivos” (como o governador, que sabe de tudo que se faz de irregular e, além de não combater, ainda se beneficia disso).
    E, por outro lado, que o papel do Fragra é inspirado nos candidatos de partidos de esquerda nanicos (como o PSOL), que não tem a mínima representatividade politica p/ enfrentar esses tubarões justamente porque a população é iludida e manipulada pela nossa inescrupulosa mídia (Globo, sobretudo).
    Como a analogia com a realidade feita pelo diretor é essa e 99% das pessoas que assistiram (p/ não dizer 100%) concordam que de fato representa a realidade, esse filme deveria servir de instrumento educativo nas escolas e p/ votação.
    Em vez de o TSE mostrar aquelas propagandas sobre a importância do voto, deveria mostrar esse filme em cadeia, no lugar do horário eleitoral, durante um ou dois dias.
    Mesmo sem citar que o Fraga representa os candidatos do PSOL e que os políticos corruptos e omissos são todos os outros, garanto que uma parte significativa da população, em que pese a falta de ensino de qualidade, conseguiria perfeitamente identificar quem é quem.
    O problema é que grande parte da massa manipulada acha que, por exemplo, o Cabral (PMDB, governador do Rio), o Serra (PSBD, ex-governador de SP), o Kassab (DEM, prefeito de São Paulo) e a Dilma (PT, presidente do Brasil)não sabem de nada (e, pior, não se beneficiam com nada), motivo pelo qual, inclusive, o governador do filme foi reeleito.
    Senão, realmente, a perspectiva de mudança fica so nas costas de Deus, como o final do filme deixa claro.
    Parabéns a todos os que fizeram o filme (direção, atores, equipe técnica etc): vocês podem se orgulhar de ter feito algo p/ tentar mudar o país, p/ acabar com a miséria, fome, falta de atendimento hospitalar e educacional que nos cercam.

  • CAMARGO

    OLHA É TRISTE MAIS É A PURA REALIDADE DE NOSSO PAÍS QUANDO NÃO TEM NENHUM VAGABUNDO VENDENDO DROGA OU ARMAS EM MORROS TEM POLICIAIS CORRUPTOS FAZENDO MILICIAS ISSO É UMA VERGONHA PARA NOSSO PAÍS CLARO AUTORIZADO PELOS CORRUPTOS COLARINHOS BRANCOS (OS POLITICOS) OLHA SE NOS COMO CIDADÕES NÃO TIVEMOS DEUS NO CORAÇÃO EU NÃO SEI ONDE IREMOS PARAR ALIAS SABEMOS SIM !…

  • Juliano Reisz

    Li um comentário sobre quem seria o governador, de quem o filme fala.
    Cm certeza absoluta é o CABRAL. A reunião retratada com a milícia no filme aconteceu realmente!!! Cabral se reuniu em Bangu com milicianos, pra negociar votos (Fato que todo motorista de van sabe!!!!). Tanto que a milícia na zona oeste permanece intocada.
    Cabral é Bandido!!!!Marginal dos grandes!!!! A tomada da rocinha não é plano social e sim político. Tanto que na maior parte das UPP’s a parte social não existe e eu conheço todas!!!!