segunda-feira, 04 de julho de 2011

RapaduraCast 242
Profissões: Roteiristas

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

O que é um roteiristas? Qualquer um pode escrever um roteiro? Qual diferença entre um redator e um roteirista? Quais os principais passos para criar uma história e escrever um script? Entenda tudo sobre as dificuldades e capte algumas dicas dessa que é uma das principais profissões do entretenimento.

Jurandir Filho (Juras) e Maurício Saldanha (Mau) receberam o roteirista Ilan Rawet (Ilan) para um papo espetacular sobre essa arte. Praticamente um palestra. Nessa edição entenda como um salvamento de um gato virou referência em Hollywood e os 10 tipos de filmes que você pode classificar qualquer obra cinematográfica. Dicas de livros, sites, formas e muito mais.

Use e abuse dos comentários para tirar dúvidas e dar sugestões.

|| RECOMENDAÇÕES DE LIVROS
Story, de Robert McKee (em PT)
Save The Cat!, de Blake Snyder (em inglês)
Manual do Roteiro, de Syd Field
Da Criação ao Roteiro – Teoria e Prática
Os Segredos dos Roteiros da Disney, de Jason Surrell
Por Dentro do Roteiro, de Tom Stempel

|| LINKS SOBRE O PROGRAMA
Programa pago para elaborar roteiros: Final Draft
Arquivo: Veja um modelo em DOC de um roteiro
Arquivo: Leia o roteiro do filme Cidade de Deus
Arquivo: Ficha Básica de uma História
Arquivo: Ficha Básica de Personagem
Site: Banco de dados de roteiros de filmes brasileiros
Site: The Internet Movie Script Database, roteiros em inglês

|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!

|| NOSSOS CONTATOS
Youtube: RapaduraTV
Instagram
: @cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook: /cinemacomrapadura
E-mail: rapaduracast@cinemacomrapadura.com.br

Compartilhe

Participantes

Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Mau Saldanha
Mau Saldanha
@mausaldanha

Ouça Também


  • old school nerd

    Primeiro!!!!ou nao

  • Downloading now!
    #vicioextremo

  • baixando no iTunes NOW!! o/

  • Lucas Rocha

    Ótimo tema ,vou ouvir agora
    depois comento o q achei —=]

  • Sthefany

    FIRST
    Hahaha
    Sempre tive vontade de fazer isso 😀

    • Sthefany

      Droga
      Nem foi dessa vez

  • Boa JUras saudades do Profissões! Ouvirei amanhã cedo!

  • Quase na Terça-Feira 🙂 hahaha

    Ótimo tema, Downloading now!²

  • fha

    Não sei o que acontece, mas tem um tempão que baixar os casts pelo Firefox da problema. O download para e tenho reiniciar. Pelo IE vai direto, mas não gosto do IE.

    • Também tenho esse problema às vezes .exclamation
      Haja paciência .raiva

  • Baixando….

  • Poxa, faltou o Barretão nesse cast!

    Baixando!

    • Poxa, faltou o Barretão nesse cast!
      Baixando! [2]

      • Erik HCT

        É… faltou, verdade, mas sempre falta alguém nos Casts. 😉

  • Paulo jr

    :p
    Tema super interessante… Esperando ansioso pela semana que vem com o cast sobre Harry Potter!

    • Opa!
      Esperando ansiosa pela semana que vem com o cast sobre Harry Potter! [2]

  • Poxa to assistindo animê agora, amanha de manha eu escuto (:

  • fha

    Sobre profissões de cinema, estou aguardando sobre o bilheteiro, lanterninha, atendente da pipoca, pessoal da limpeza, e o cara que fica no projetor.

  • O som do Ilan ta mais baixo, incomoda um pouco mais isso a gente releva

  • Download concluido, mas vou ouvir amanhã.
    Posso dormir sossegadinha hoje: ja tenho o meu RapaduraCast matinal de amanhã rs

  • Muito bom o tema, com certeza um cast bem informativo. E a volta do tema “Profissões”, casts com muito potencial! Só faltou a volta do Barretão, acrescentaria muito ao programa a sua participação (coisa que já não ocorre há um tempo, infelizmente… :S).

    Roteiristas, profissionais muito inteligentes (ou pelo menos deviam ser), com o trabalho de construir o “esqueleto” e a base de um filme. Eu mesmo já de aventurei a escrevr alguns roteiros para curtas… :p

    Baixando…

  • Esse RapaduraCast além de didático é ótimo para eu me tornar um escritor melhor. Muito obrigado por este tema 😀

  • Renan

    Puta tema! Gostei da idéia de disponibilizar esses arquivos pra download… isso deveria aparecer mais vezes!

  • Marcelo Neves

    Programa S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L !!!

    vou ouvir umas três vezes pelo menos.
    convidado mandou muito bem! Tomara que ele volte, que isso seja possível.

    .lol .lol .style

  • Gustavo Ferreira

    CARA

    Vocês não sabem a quanto tempo eu espero um Rapaduracast sobre roteiristas!

  • mau

    Foda.

    Um dos que eu mais gostei de participar.

    • Muito bom mesmo Mau… tá no meu top 5 de todos e qualquer podcast já ouvi até hoje. Só fiquei com uma dúvida, um filme em o protagonista é mais famoso por papéis do mocinho(Keanu Reeves por ex.), nesse caso o recurso “save the cat” já ficaria subentendido .question
      Parabéns pelo cast, muito melhor do que eu esperava 🙂

    • Parabéns Mau, Juras e Ilan! Programa sensacional! Oscar de Edição pro Jurandir. Transformar 2hs e meia de conversa em 60 minutos completamente enxutos foi genial! Sugiro que o próximo programa de profissões seja EDITORES!

  • Gostei tanto do cast, que vou ouvir de novo! Achei bem informativo!
    Bem legal também a participação do Ilan.
    Parabéns galera.

    x)

  • Adoro as apresentações dessas estruturas. Embora eu não me interesse muito por roteiro, esse tipo de informação me é muito útil.

    p.s.: A coisa do E.T. explodiu minha cabeça!!!

  • Emanuel Sodré

    caraca! minha área! ótima oportunidade de me aperfeiçoar
    baixandoooooo

  • Uma bela aula pra quem gosta de escrever, seja ou não roterista, porque é complicado escrever uma história que seja.
    As dicas apresentadas vão ajudar em muito os meus textos!

    Valeu, galera do Rapadura Cast!

  • Olá,

    Engraçado, antes de ouvir esse cast achava que existia o roteiro de minha vida, mas percebi que na verdade a vida tem dezenas de roteiros.

  • Porra, galera! Que tema maravilhoso! Eu sonho em ser roteirista (ou escritor), seja de cinema ou tv. Vou me deliciar com essa edição!

    OBRIGADO!

  • Eu nunca comentei aqui, mas confesso que hoje mesmo, antes de ver este tema, pensei: por que não fazem um tema sobre roteiristas ou diretores, ou até mesmo sobre os dois.

    Poderiam sugerir nos links, apesar de ja ter sido sugerido em outro cast, o roteiro de Bastardos Inglórios, eu tenho, e vale MUITO a pena o ter.

    Ouvirei em seguida esta edição. Volto aqui pra comentar sobre.

    🙂

  • Thiago Spegiorin

    Excelente! Muito bom esse Cast.
    Agora vou prestar atenção em tudo, vou até comprar um tenis verde HAHAhAHah..

    abrç!

  • Abner Antunes

    Muuuito aguardado!!!

    Baixando!

  • Muito bom o Cast !

    E esse negocio de falar o roteiro em 10 segundos é complicado, hehehe. Lembrou um antigo quadro do Rapaduracast que a Maira fazia, contava o filme todo em poucos segundos.

  • Marco Tulio

    Profissão tem q ter o Barretão!!!

    Mas ta blz…ótimo cast!

  • Mais um podcast de alto nível, parabens!

  • Wesley Oliveira

    Aaah que maravilha! Há tempos esperava por mais um podcast Profissões 🙂

    Baixando…

  • Caraca, ficou muito maneiro o podcast!
    Interessantíssimo, informativo, na dose certa… deu vontade de estudar sobre. Parabéns.

  • Parabéns pelo Cast galera!
    Achei muito bom, bem informativo.

    Eu gosto muito de animação, estudo para ser animador e uma das coisas que gostaria muito de estudar e entender é roteiro, acho q para mim iria ajudar muito.Vou pesquisar esses livros citados.

    Abraços pessoal!

  • Cast ótimo, escutando pela segunda vez.
    Muito interessante, estão de parabéns !

  • Abner Antunes

    Eu nem vou esperar até ouvir tudo pra comentar.

    Que cast bacana e informativo! A cada minuto que passa eu me sinto mais por dentro do que nunca do processo de desenvolvimento do roteiro.

    Podia durar umas 4 horas, hehe!

  • Netuh

    Putz,

    Muito bom cast… voces tao de parabens geral!! O convidado Ilan Rawet mandou muuuito bem nas suas recomendacoes. Putz muito bom, primeiramente por deixar a minha experiencia de cinema mais legal, agora tento identificar os elementos que voces mostraram.

    Mas tem outra coisa, foi quase uma aula sobre como escrever um trabalho cientifico. Sou um doutorando, consigo fazer um paralelo sobre todos os elementos relatados, com os que eu tenho que escrever nos papers cientificos. =)

    Meus parabens a todos!!!!

    Ps: Desculpe a falta de acentos… meu teclado nao os tem.

    • Ilan Rawet

      Netuh,

      Um bom livro sobre técnicas para organizar a criação de qualquer texto, inclusive roteiros, é o Writing Fast, do Jeff Bollow. Ele também tem coisas interessantes e específicas sobre roteiros para cinema na internet… e de graça. Abraço.

      • Netuh

        Vlw pela dica… vou comprar… =)

        Eu tenho uma sugestao pra quem quer escrever, especialmente em ingles: Elements of Style, de William Strunk. Eh velhinho… mas continua super atual, referencia para varios jornais no mundo hoje.

        Mas mudando de assunto… depois do roteiro… quando vem o story-board? 🙂

        Abraço

        • Ilan Rawet

          Vou dar uma olhada no Elements of Style. Obrigado pela dica.

          O Story Board é uma etapa da produção em que cada enquadramento (plano) é desenhado em sequencia formando uma espécie de história em quadrinhos. Já foi muito usado em publicidade, não sei se continua sendo. EM cinema é utilizado no planejamento da filmagem de cenas onde é necessária maior precisão, como na hora de filmar efeitos especiais. Tenho a impressão que em animação se faz story board do filme inteiro.

  • Diogo

    E o Ilan Rawet lendo sinopse do imdb? Pior foi errar San Fernando Valley com San Francisco valley o.O

    • Ilan Rawet

      E pra caprichar na pronúncia quase que eu destronco a língua. Valeu a correção.

    • A plot que tem no iMDB é colocada justamente por quem faz o filme. Por isso o IMDB é central e o mais conhecido banco de dados do mundo, justamente por estudios terem liberdade de colocar informações oficiais.

  • JB

    Pessoal, que aula!
    Primeiro, isso mostra uma reviravolta por parte do Maurício. A discussão e os problemas do passado o fizeram correr atrás do conhecimento, parabéns!

    Sobre o assunto, fiquei impressionado com os padrões, principalmente do file E.T., mas não muito porque já tinha lido sobre isso no livro “Cinema & Fé Cristã” tradução do livro do ótimo roteirista Brian Godawa.
    Indico esse livro a todos, mesmo os que não são cristãos porque ele faz exatamente essa análise associativa de histórias, no caso do livro associando com a vida cristã e histórias Bíblicas.
    Esse exercício é maravilhoso e faz com que enxerguemos o contar histórias de uma forma muito mais profunda!

  • O RAPADURACAST é o programa de rádio que pega sem sinal e me faz rir no metrô de SP!

    Depois comento o tema, valeu!

  • Bom, fui fazer um teste e fiquei com umas dúvidas.

    Até que ponto um roteiro pode se diferenciar do material final (filme)?

    Tudo escrito no roteiro, seja descrição de cena/ambiente ou diálogo, deve permanecer intacto durante a filmagem?

    Esse exemplo que estou dando provavelmente é falho, já que peguei o roteiro do site que vcs passaram (www.imsdb.com). Acredito que muitos ali não devam ser a versão final.

    ATENÇÃO! SPOILER V V V V V V V V V V V

    Estou falando de The Adjustment Bureau. Não reassisti o filme por completo, porém fui em uma das cenas que mais gostei do filme. Essa cena é a que David e Elise fazem sexo e dormem no apartamento dela. Procurei pela cena no roteiro e nela há grandes diferenças. Para começar o homem que aparece olhando para o casal aos pés da cama não está no roteiro. Quando Elise acorda ela não está sozinha, nem mesmo seu celular toca (era o ex namorado).

    Queria seguir um filme lendo o roteiro, por isso gostaria de saber até que ponto acontecem esses casos ou se é realmente problema de versão. Se for problema de versão, passem alguma dica de roteiro que esteja disponível e que seja a versão final.

    Bom… é isso. Mais uma vez obrigado por essa edição!

    😉

    • Ilan Rawet

      Oi Guxta,

      Dizem que um filme nasce três vezes: quando o roteiro é escrito, quando é filmado e quando é montado (editado). Quase todos os roteiros que baixei da Internet e comparei com o filme apresentaram diferenças grandes em alguns momentos. No True Lies uma subtrama inteira que está no roteiro não está no filme. Pra mim é interessante e educativo se questionar se as mudanças foram boas e especular o porquê de terem sido feitas. Poderíamos fazer um Cast inteiro sobre isso. Mas antes eu vou ter que estudar. Muito. Abraço.

      • Valeu pela resposta, Ilan. Pensando assim é realmente interessantíssimo ler o roteiro e ver essas diferenças.

        O que citei, por exemplo, me fez achar que no filme a cena acabou ficando melhor. (não sei se vc assistiu e nem sei se vc leu o spoiler, portanto, lá vais mais spoiler! hehehe…)Primeiro pq um dos homens que estão perseguindo David aparece no meio da noite ao pé da cama, observando o casal, o que preenche ainda mais o mistério que os envolve. Segundo que a conversa de Elise com o ex acabou estimulando e dando mais veracidade ao papo que ela e David tiveram.

        A inclusão do homem ao pé da cama pode, na verdade, ter deixado mais confusão e dúvidas que explicações. Porém eu acho legal incluir elementos que nos façam tirar nossas próprias conclusões. As vezes parece ser gratuito, mas vale a pena se entrarmos no clima.

        Aê, Juras! Sucesso garantido, hein? Prepare uma nova edição com o Ilan sobre roteiro, só que sem ter como foco a profissão em si, e sim um estudo entre amigos, comparando alguns roteiros e verificando as diferenças nos filmes.

        Abraço!

  • Rafael

    SHOW DE BUELA! Baixando pra assistir depois!!! PRomete!

  • Na história do ET ainda tem muito mais semelhanças em relação a Jesus se formos mais a fundo: Perseguido quando “chegou a terra” até “perseguido+preso+morto”.
    Acho que está no inconsciente coletivo esses 10 esqueletos de história citados no programa, não tem como fugir.

    Parabéns pelo ótimo cast!

  • Marcos

    Sempre tive curiosidade sobre esse trabalho.
    Afinal! Depois de tudo pronto nós meros mortais assistimos e nem imaginamos como tudo é criado a partir do zero.

    😉
    Obrigado por mais esse Cast

  • André N.

    aeeeita eu tava esperando essa!

  • GabrielRR

    Começei ouvindo baixinho o RC e pensei que era o afonso solano cantando na entrada

  • Danouts

    Saudades da série profissões.
    Tema incrível!! Ouvindo agora.

  • Caramba, muito bom o cast, muitas informações que é legal de saber, sobre os roteiros, a base da estória!
    A voz do Ilan, lembra a do Eduardo Spohr!
    O Mau, tentou mas magnolia é um porre, ele não conseguiu nem resumir, ficou engraçado, rsrsrs
    Valeu!

  • Só agora tô sabendo do tema. Esse promete, e pelo que parece acho que esse vai pro meu TOP 10 do Rapadura Cast.
    Baixando já!

  • Rafael CS

    Demorou mas saiu 😀

  • Bruno Valerio

    Eu não entendi muito bem como funciona a divisão de atos .boring

    Seria, por exemplo, no Bastardos Inglorios

    o primeiro ato é onde somos apresentados a Shosanna e ao bastardos

    o segundo, obviamente o meio

    e o terceiro o da cena do cinema até o final

    estou correto .question

    • Olha, decifrar os atos do Tarantino é sempre difícil, mas eu acho que no bastardos fica assim:

      1 ato, do primeiro capítulo até o terceiro. Apresentação do Landa, Bastardos e Shoshanna.

      2 ato, o quarto capítulo inteiro, que é a Operação Kino

      3 ato, o quinto, e último capítulo, o desfecho em “A vingança do rosto gigante”.

      Como eu disse, eu acho que fica assim.
      Mas, por exemplo, em Pulp Fiction não teríamos como fazer isso… hahaha

      Aliás, fica a dica: compre o roteiro do filme. É sensacional.

  • Roberto

    Não ouvi ainda mas, na minha opnião, é o melhor cast que vocês já lançaram. Espero isso desde o episódio 25 e finalmente chegou. Faço Engenharia, mas muitas vezes deixo de estudar pra prova pra ficar lendo Syd Field, já que meu verdadeiro sonho é em tornar roteirista.
    Obrigado pelo cast!

  • Sensacional.
    Um dos melhores sem dúvida.

  • Altiéres Estevam

    Oi galera gostaria de informar que tem um software free pra formatação de roteiro…
    ai vai o link…
    http://www.celtx.com
    Valeu…

  • Para quem gosta de escrever e entende inglês, recomendo este canal do Youtube:

    http://www.youtube.com/user/MyFlik1#p/u/5/s2K6ZgywjBo

    Bastante instrutivo.

    • Ilan Rawet

      Alex,
      já estou assistindo. Aproveito para esclarecer que os termos usados por um autor são muito pessoais e variam. O Inciting Incident desse video que vc recomenda corresponde ao Plot Point 1 do Syd Field e não ao que eu chamei de Inciting Incident no Cast. Abraço.

  • vinicius

    OTIMO TEMA!!! O PLAY ACABOU DE SER CLICADO!!!

    PARABENS

  • Victor Cho

    overdose de rapadura

    d+++!!

  • Gui Neves

    Fala rapadurianos! Ótimo cast! Tema genial!

    Fiquei muito feliz com a participação do Ilan Rawet pois soube além de passar com muita clareza alguns aspectos da estrutura de roteiro, indicou livros excelentes sobre o assunto. Save the Cat, Story e todos os livros do Sid Fyeld são minha leitura de cabeceira!

    Ano passado tive a oportunidade de concluir meus estudos em Roteiro de Cinema (screenwriting) em uma das mais conceituadas escolas de cinema dos EUA, a New York Film Academy e aprendi como é dificíl porém compensador embrenhar-se na arte da escrita de roteiros.

    Como resultado, escrevi meu primeiro roteiro para longa metragem. Como o Ilan disse, não é um trabalho para uma semana. Foram três meses intensivos só para concluir o primeiro tratamento. Um roteiro pode ter dezenas de tratamentos antes de ir de fato para produção.

    Quanto a softwares para roteiro, existe uma opção freeware muito bem recomendada por vários profissionais e professores da área, o Celtx (celtx.com/) que apresenta quase todas as funcionalidade do Final Draft.

    Para quem tem interesse em ler roteiros e tem um tempinho de sobra para dar feedback, deixo o link do roteiro que produzi nesse curso para sua apreciação. Está em inglês, mas já fica como um exercício para aqueles que querem se aventurar nesse universo.

    The Last Man in The Universe – Um jovem ilustrador de histórias em quadrinhos esforça-se para concluir sua melhor obra após a morte de seu parceiro roterista.
    LINK: http://www.slideshare.net/badjolo/the-last-man-in-the-universe

    Ilan, disponibiliza seu roteiro para leitura aqui! Tenho muito pouco contato com produção nacional e ia ficar contentão em ver teu trabalho! Ablação!

    • Ilan Rawet

      Oi, Gui.

      Me manda por favor seu email.

      Abraço

      o meu é ilan.rawet@uol.com.br

    • Olá, Gui. Vou tentar ler o seu roteiro, mesmo tendo pouca experiencia no assunto… ^^
      A ideia é bem interessante…
      É sempre bom admirar o trabalho dos outros, além de ser gratificante para o autor… 😉

      Ah, se você e/ou o Ilan, que já tem mais experiência com roteiros, se puderem ler um roteiro para um curta-metragem que fiz (e que atualmente dirijo e produzo para um trabalho da escola), seria bem gratificante… XD
      http://www.4shared.com/document/a9Of9fsv/Mscaras_-_3_Verso_-_Final.html?
      Tem só 10 páginas e foi feito com pouquíssima experiencia no assunto (e no Word mesmo), há alguns meses… :p

      • Ilan Rawet

        Gabriel,

        li seu roteiro e aqui está a minha opinião: vai fundo que você é de cinema! Tá no teu sangue. “Vi” o filme com facilidade e isso é um excelente sinal. Espero que o resultado faça jus ao roteiro. Mete bronca e dê notícias. Abraço.

        • Nossa, cara, valeu mesmo… XD

          Eu acabei de editar a versão final do trailer do filme hoje e já upei no YouTube, se quiserem ver…
          http://www.youtube.com/watch?v=aCgw4bP05t4
          (Disponível em HD 720p)

          Falta só uma cena para filmar, que pretendo nessa quinta (07/07). Aí acaba a produção e eu parto para a finalização da edição.
          O trabalho é para ser entregue no começo de agosto, mas se tudo der certo, já vou poder upar ainda esse mês… XD

          Se quiser que eu envie a versão finalizada para você nesse e-mail que postou aí em cima… 😉

          • Ilan Rawet

            Pode mandar. Abraço.

          • Ilan Rawet

            Acabei de ver o trailer e confirmo: você é de cinema! Permissão para decolar concedida.

  • Quero reiterar a minha satisfação com os dois programas semanais! Gás total aí pra vocês pessoal! Vida Longa ao RC!

    PS:Essa noite sonhei que participava de um cast sobre o schwarzenegger com Juras, Afonso e Mau. Sugiro um biografia Arnold Schwarzenneger então pro futuro. O cara aparece duas vezes na vinheta do RC!

    PRa que curte a “obra” do cara:
    http://www.youtube.com/watch?v=xuN3XNvr1Ak

    • Quais são as duas vezes? 😛

      • Olha Juras… se a idade não corroeu os meus ouvidos… Eu consigo identificar o “I’m a cop you idiot” de UM TIRA NO JARDIM DE INFÂNCIA e “I’ll be back” de TERMINATOR2. A não ser que tenha mais alguma fala do Arnie escondida… são essas.

  • Existe um progrma muito bom (e GRATUITO) específico para criação de roteiros em várias mídias (filmes, quadrinhos, animação) e tem vários recursos úteis, como formatação automática nos parâmetros internacionais, exportação pra PDF, etc. O link para o website do CeltX é http://celtx.com/

  • Antonio Geraldo Nardini

    Importante, Instrutivo, Indispensável, Inacreditável e creio necessário fazer uma segunda parte. Parabéns.

  • Evelyn

    Baixando =D

  • Phelipe Vieira

    Otimo tema! Acho que é a profissão ligada a cinema mais disputada de todas :p

  • Ótimo tema !!

    sempre quis saber como trabalhar um retorista !!

  • Vitor

    caras, esse é um dos podcasts mais informativos e com uma quantidade de “tá aí, essa eu não sabia…” que um já escutei aqui pelo Rapaduracast, além de ser muito divertido é claro.

    Parabéns!

  • E ai galera!!! Simplesmente um dos melhores programas!!!

    Fico feliz ao escutar um programa assim, alto nível, muito conteúdo e um convidado excelente. Em linhas gerais gosto muito de todos os programas, mas, por ter escutado os últimos 30 programas consecutivamente um atrás do outro, durantes uma série de viagens que fiz, digo que os Casts: Biografia – Darren Aronofsky, A Evolução dos Efeitos Especiais/Visuais, Forever: O Exorcista, Pixar Animation Studios e Profissões: Roteiristas, até agora são meu Top Five. Não quero desmerecer os outros programas, mas simplesmente são os programas que mais se aprofundaram, e particularmente falando foram a meu ver os que mais nos acrescentaram em conteúdo. Gostaria de fazer um elogio especial que é ao Maurício Saldanha, pra mim neste Cast está em um dos seus melhores momentos, só perdendo mesmo para o programa Forever: O Exorcista, onde ele foi brilhante com suas observações absolutamente interessantes e muito pertinentes, o cara estava tunado, mostrou com sua análise realmente que sentir o filme é bom, mais degustar criticamente quadro a quadro, é melhor ainda. Parabéns a todos da equipe Rapadura Cast, e obrigado, pelo conhecimento. CAST SENSACIONAL!!!!!

  • vader

    Galera do Cinema com Rapadura,

    To baixando agora esse Cast por mim tão aguardado. Adoro quando esses programas que se focam em areas especificas do cinema é abordada por vcs.

    Um grande abraço e sucesso sempre.

  • Muito Bom!

    O Ilan Rawet é dublador? achei a voz dele muito familiar.

    Nicola Piovani perto do final estava belíssimo, mas o Monty Python fechando foi inspirador!

    Agora me deem licença que tenho muitos livros para ler antes de escrever meus roteiros 😉

    • Guilherme

      Também tive essa impressão, senão for o timbre de voz é praticamente o mesmo.

  • Gui Neves
  • Erik HCT

    Sensacional o Cast, e finalmente saiu um novo: Profissões.

    Muito interessante às regras e os clichês de roteiro, achei o Cast muito informativo, me deu até vontade de me arriscar e escrever algo, Mesmo sabendo de sua complexidade. Isso graças ao convidado, o “Ilan” que entende muito do assunto.

    Tenho algumas dúvidas em relação à narrativa do roteiro, Um exemplo: “Pulp Fiction” cuja narrativa é quebrada e não segue em ordem cronológica, é possível identificar os três atos no filme? Ou em “Kill Bill” que é um filme só dividido em dois, ou “O Senhor dos Anéis”. .assustado

    • Apesar de uma filme tem uma sequência anunciada, divisão mesmo, ainda dá para notar os 3 atos. Em Senhos dos Anéis, eu diria o seguinte:

      ATO 1

      Todo inicio, apresentação de personagens. Tem o Save the cat todo, com o Frodo gente boa com seu tio, com o Gandalf. Até que surge a chamada a ação e ele tem que sair da vila junto com seus amigos. Mas ainda não finaliza o primeiro ato. Finaliza quando é formada a Sociedade do Anel. É o ponto de virada ali.

      ATO 2

      Todo o desenvolvimento e a preparação para o embate final do filme.

      ATO 3

      Acho que ele começa quando o Boromir tem uma discussão com Frodo, e tenta roubar-lhe o Anel do Poder, nas cataratas de Rauros. Até acontecer a batalha contra o Uruk-hai.

      Fui dar uma olhada no roteiro do filme http://bit.ly/oIAqNe e nele não tem divisão dos atos. Mas acho que é por aí mesmo…

      • Erik HCT

        Concordo com sua divisão Juras, se aproxima de como eu imagino, mas ainda acho complicado dividi-lo em atos, não sei se, por ele ser tão extenso, ou por não ter fim, como em “Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1”.

        • O importante é perceber quais são os pontos de viradas do filme. Percebendo isso, fica mais fácil perceber. A ideia é essa:

          ATO I (30%)
          |
          Mundo Ordinário e/ou Gancho (Hook)
          |
          O Incidente – Distúrbio (Inciting Incident) e/ou Gancho (Hook)
          |
          Estabelecer situação e conflito
          |
          Primeiro Ponto de Transição (Plot Point)
          |
          ATO II (55%)
          |
          Desenvolver e complicar a situação
          |
          Ponto Central (Midpoint – opcional)
          |
          Desenvolver e complicar a situação
          preparando para o Clímax
          |
          Segundo Ponto de Transição (Plot Point)
          |
          ATO III (15%)
          |
          Eventos iminentes que levam ao Clímax
          |
          Clímax – Impacto Visual Destacado
          |
          Epílogo (Denouement) ou Cliffhanger (Gancho para a continuação)

          • Erik HCT

            Filmes mais redondinhos são mais fáceis de se situar quanto aos atos, “De Volta Para o Futuro” Parte 1, por exemplo:

            Ato I

            Marty acidentalmente viaja para o passado, e conhece seus pais.

            Ato II

            Marty está preso no passado, precisa encontrar Doutor Brown, e convencê-lo de sua história.

            Ato III

            Marty têm que unir seus pais, sendo que sua mãe está apaixonada por ele. Além de enfrentar Biff, chegar a tempo para a tempestade de raio e voltar para casa.

            Acertei?

            Acho que um exemplo de um bom Cliffhanger: o Season Finale da 5ª Temporada de Lost, com Juliet “explodindo” a bomba. 🙂

  • francis_davis

    Humm… profissões é uma série muito bacana… melhor ainda com um profissional da área… além de ter o Mau representando os diretoes… já to baixando…

    • A ideia agora é sempre trazer alguém que trabalha na área que vamos abordar na série profissões. Principalmente estudiosos.

  • Roy Mustang

    Não sei se o Ilan Rawet é um bom roterista, mas com essa voz ele daria um ótimo locutor de rádio.

  • Henrique Vieira

    Vou ser sincero, eu sempre tive dúvidas sobre a diferença entre o diretor e o roteirista…
    Eu sei que são “cargos” distintos… mas o que eu não entendia era quem é, na verdade, o “dono”/responsável pelo filme…
    Ex: Transformers – É um filme do Michael Bay ou do Ehren Kruger? Quem deveria levar os créditos do sucesso/fracasso do filme?
    Eu não sei se estou sendo um idiota por ter essa dúvida, mas é isso ai…

    Fora isso, foi hilário os 10 segundos do Mau…

    • Ilan Rawet

      Henrique,
      Acho a sua pergunta bastante pertinente. Normalmente considera-se o Diretor como o pai da criança, já que ele centraliza o processo criativo, inclusive modificando o roteiro se lhe derem poder para isso. Existe um livro chamado “Afinal Quem Faz os Filmes” (em português) de Peter Bogdanovich, onde fica bastante claro que o Diretor é considerado o responsável pelo resultado final.

      • Henrique

        Ilan,
        Muito obrigado pela atenção. Eu sempre tive essa dúvida, mas nunca tive atitude para correr atrás de uma resposta. Agora, depois de sua dica, vou pesquisar melhor os fatos.
        Mais uma vez, obrigado pela atenção, foi muito esclarecedor.

  • FANTÁSTICO

    Como não via a algum tempo.

    Adorei, irei aplicar isto em meus contos literários.

    Excelente!

  • Danny Maia

    Finalmente a série “Profissões” resolveu dar o ar de sua graça novamente por aqui. Muito ansiosa para ouvir.
    Vamos ao cast…

    • Danny Maia

      Um cast maravilhoso! Muita informação, mas transmitida de maneira clara, direta e com exemplos. Isso faz com que, além de deixar o tema mais acessível, consegue instigar quem está ouvindo, causando interesse ou no mínimo curiosidade.
      A participação de Ilan Rawet agregou um conteúdo fantástico e só posso parabenizá-lo pelo seu conhecimento.
      Agora todo filme que assistir já vou tentar encaixar em algum dos dez tipos citados.
      Escrever bem não é o bastante. Um roteiro precisa de técnica e disciplina em sua confecção. Os profissionais desta área por mais conhecidos que possam ser, sempre me parecem menos valorizados que outros, como por exemplo os diretores. Depois de ouvir o cast e constatar ainda mais a complexidade de se criar um roteiro de boa qualidade, mais reverencio aqueles que conseguem através das palavras abrir caminho, dar corpo para que belas e interessantes histórias possam ser contadas.
      As dicas dadas no programa servem para todos que gostam de escrever, independente se pretendem criar roteiros.
      Acho que só faltou comentarem, na opinião de cada um, o que eles acham mais fácil: criar um roteiro original ou adaptar de uma outra mídia?
      Para quem gosta de HQ, a recente edição de Fábulas – Lobos, traz em suas últimas páginas o roteiro da edição 50. É bem interessante ler o roteiro e comparar com o resultado final.
      Aprendi muito com este cast, valeu rapazes!

  • Galera parabéns pelo ótimo trabalho!!!

  • Anderson

    To ouvindo ainda, to adorando isso! xD

  • wagner silva

    ae meu!!!

    esse tema to esperando faz tempo, sempre me interessei por roteiro e gostaria de me aprofundar no assunto, baixando agora!!!

  • Caras, quando vai ter um evento do Cinema com Rapadura aqui em Porto Alegre? Agiliza ae Mauricio! Vai lotar certo! Abraços.

  • para quem quiser um programa para escrever qualquer tipo de roteiro é so abaixar o programa Celtx

  • Cast sensacional! Tá na minha lista Top 5.

    Muito legal a brincadeira dos 10 segundos.

    Parabéns!

  • Para mim, um dos melhores do ano.
    Mto foda.

  • wagner silva

    e ae seres rapadurianos!!!

    esse foi na minha opnião o melhor cast ever!!!!

    parabens

  • D.A.M.

    Um dos melhores casts!!! Simplesmente fantástico!! Parabens seres rapadurianos!!

  • luis fernando

    Caracaaaaaa cara.como é dificil desenvolver um roteiro…. .assustado

    eu sempre fui fera em redação desde da 4 serie.até pensei em futuramente embarcar na carreira de roterista,mas agora eu percebo do quanto eu to bem fantasioso ainda.

    já penssei em inumeras historias,desenvolvi até alguns roteiros,mas caramba…..tenho muito que aprender ainda,e hoje eu aprendi pacas com o cast.

    alias,Ilan Rawet um exelente professor.

    continuem sempre com essa serie profissões.

    valeu.

  • JUAN

    go go go rapadura 10000000!!!!

  • luis fernando

    ahnnn,super bad pode ser um bud love!!

    • Ilan Rawet

      Luis,
      Acho que são três caras com o mesmo problemão: se dar bem com as mulheres apesar deles mesmos. Concorda? Abraço.

      • luis fernando

        Tem razão.mais uma vez valeu pela aula!!

  • Boa dia/tarde/noite/madrugada a todos
    Eu sou Ricardo Junqueira tenho 34 anos sou administrador de empresas.
    Ao ouvir o podcast fiquei com uma dúvida, nas refilmagens os filmes podem ao receber novos roteiros mudar de tipo de roteiro ? Por exemplo um filme que nem poderoso chefão, poderia virar um filme do tipo bud love (sei que forcei ao trocar o tipo ) ? E justamente aí conhecer cada tipo de roteiro pode fazer a diferença , pois pra utilizar o mesmo roteiro acredito que não teria muita graça e se o roteiro for mal elaborado ( por mais que toda história ja tenha sido contada e tudo mais ) um filme fantástico pode ir pro ralo , só mudando alguns elementos .

    Muito bom o podcast assim como todo o site . Estão realmente de parabéns .

    Obrigado e um abraço a todos

    Ricardo

    • A definição do filme tem que ir pelo mote principal da história. Poderoso Chefão não tem como foco o Buddy Love, mas sim a instituição.

  • psouza

    gostei muito do programa, bastante esclarecedor. Eu já tinha lido um roteiro, foi o de Steve Kloves: Harry Potter e as Reliquias da Morte parte 1. É interessante ver como o filme vai se estruturando a partir do roteiro.

  • excelente cast! o ilan já entrou na lista de melhores convidados, junto com o briggs!

  • Fabricio Freitas

    Adorei o programa!!!

  • Wallacywm

    Explosões múltiplas de cabeça! Nunca mais será a mesma coisa assistir um filme! 🙂

  • JDM

    Excelente cast! Já acompanho o site a algum tempo(comecei com o episódio de Kick-Ass, e daí caí no vício), e este foi um dos mais úteis pra mim, já que aspiro a carreira de escritor, e esse com certeza foi de grande ajuda. Continuem o ótimo trabalho, e espero mais programas sobre profissões!

  • Lilyan

    Muito bom!
    Estarei ouvindo e depois volto para dar minha opinião. 😉

  • Braz

    Bacana o cast, mas apesar de querer ser um motivador, é quaase um desanimador. Tenho várias idéias, muita vontade de escrever roteiros, mas nunca tive a audácia de me arriscar em um roteiro, ja q toda minha base é só a escola, mas como ja disse aqui anteriormente tenho muita vontade de me profissionalizar no cinema, mas antes disso tenho q da uma sofisticada no meu inglês claro… e principalmente no meu português, que apesar de não terem comentado é fundamental, afinal ainda somos brasileiros, e pra sair daqui precisamos nos dar bem por aqui primeiro. Muito bacana o tabalho que vcs estão fazendo, e sucesso!

  • leandro

    pessoal não estou copnseguindo abrir este arquivo (- Arquivo: Veja um modelo em DOC de um roteiro) vc’s podem ajudar.?

  • Muito bom uma verdadeira aula de roteiro. Não tem nada a ver com o assunto mas o Ilan Rawet tem a voz do Gilberto Barolli dublador do Saga de gêmeos de CDZ!

  • show de bola…o melhor cast do ano.
    ja li livro sobre roteiros e minha dificuldade é estrutura do roteiro,pois é muito diferente de se escrever um livro.

  • Marco Tulio

    Parabens pelo cast Juras, Mau e Ilan.

    Mandaram bem dmais!!!

    😀

  • Luucas Rocha

    Nossa,parabéns,que cast incrível,muito boom,nunca imaginava o quão foda e difícil deve ser fazer um roteiro pra um filme…

    Adorei a parte q vcs tentaram vender o roteiro em menos de 10 segundos, Geeniaaal..

    Agora ,daki pra frente vou começar a reparar mais em alguns filmes q assisto ..

    Mais uma vez Parabéns pelo Cast =]

  • Ae galera do Cinema com Rapadura! Esse podcast chegou em boa hora! Há algum tempo tava pensando em escrever coisas, mas nunca deu muito certo escrever contos/histórias/romances.

    Há um tempo comecei a me interessar em roteiro, em como criar um, etc. Até comecei a ler material sobre o assunto, inclusive estou com o Story e agora com o cast mais materiais de leitura foram enfileirados!

    Queria saber se vcs conhecem algum site, forum, comunidade de usuários que compartilham ou montam roteiros em grupo, com o intuito de aprender na prática e tudo mais?

    Se não existir nada legal nesse sentido, que tal começar aqui um movimento roteirístico internético?

    Abraços! E mais uma vez parabéns a esse podcast, aos outros e ao site!

    • Ilan Rawet

      Já existe alguma coisa assim para roteiros em inglês. As pessoas fazem acordos entre si para um ler o roteiro do outro. Como no Mercado Livre, depois da “transação” realizada as pessoas se dão notas pela seriedade, comprometimento, qualidade das opiniões. Por que não criar um site assim no Brasil? Só aconselho a quem for postar seu roteiro na Internet que antes o registre na Biblioteca Nacional. E que fique claro também que roteiros se registram. Ideias não. Vide Armagedon e Impacto Profundo. Abraço.

  • Cláudio

    Muito bom o cast, parabéns…

  • Muito bom o cast! Bem informativo, divertido e cheio de conhecimento a nos oferecer, leigos… Realmente, uma aula de roteiro! XD

    Diria que é um dos melhores RCs… E já pretendo ver novamente, em algum momento das férias… 🙂

    Muito boa a participação do Ilan, adicionando muito ao cast, com uma fonte de conhecimento sobre o tema, além da ótima participação do Jurandir e do Mau, todos bastante inspirados nesse cast. 😉

    Eu já escrevi um roteiro para um curta-metragem que atualmente dirijo/produzo (e faço todo o resto também, dando uma de Robert Rodriguez :p ), para um trabalho da escola, que já está quase finalizado…
    Não é muito bem escrito, não tenho muita experiência com roteiro, foi feito meio na base de olhar alguns roteiros de filmes americanos…
    Se alguém quiser ler ou dizer o que achou, seria bem gratificante…: :p http://www.4shared.com/document/a9Of9fsv/Mscaras_-_3_Verso_-_Final.html? XD

    Ah, duas dúvidas, se alguém puder respondê-las…

    – Em filmes onde o protagonista não é originalmente tão bom (podendo ou não mudar com o decorer do filme), ainda há o “save the cat”?

    – Roteiros de curta-metragens e series também costumam apresentar essas mesmas “regrinhas” e classificações citadas no cast?

    • Gui Neves

      Gabriel, quanto as suas dúvidas, ouso responder:

      – O protagonista do filme não precisa ser “bom”. O recurso do Save The Cat é utilizado não somente para mostrar a boa índole do personagem, mas sim criar EMPATIA dele com o público. Isso porque vamos acompanha-lo durante duas horas e precisamos estar cativados por sua história e personalidade. Um ótimo exemplo é o personagem do De Niro em Taxi Driver. Ele não é um cara bom no começo e só vai ficando pior, mas a maneira como o roteiro foi estruturado faz você entender o porque dele fazer o que ele faz.

      Simpatia é opcional, empatia é essencial. Ou seja, você não precisa necessariamente concordar com tudo que o personagem principal faz, mas precisa compreender porque ele está fazendo isso.

      – Qualquer tipo de produção audio-visual tem roteiro. Séries de TV, curtas, animações, documentários, clipes musicais, etc. O que muda é a estrutura de roteiro de cada um. Existem livros específicos para cada uma dessas plataformas (em inglês, obviamente 🙁 ), da uma procurada na Amazon.com que você se surpreende com a quantidade de literaturas dessa área.

      • Ilan Rawet

        Concordo com o Gui e acrescento que o De Niro não salvou um gato, mas também não chutou um gato. Já pensou se ele faz uma coisa dessas? Já em “As Good As It Gets” (Melhor é Impossível) o herói interpretado por Jack Nicholson joga um cachorrinho bonitinho pela lixeira logo no início do filme, e mesmo assim é uma personagem adorável. Como conseguiram isso?
        Em “Selling You Story In 60 Seconds” o autor – Michael Hauge – dá umas dicas para criar esse interesse pelo herói. (1) Coloque-o numa situação que dê pena. (2) Coloque-o numa situação em que sua vida esteja em risco. (3) Mostre que ele tem bom coração (Save Te Cat) – (4) Faça-o engraçado. As pessoas se interessam por quem as faz rir. (5) Mostre que seu herói é supercompetente em alguma coisa. Não precisa ser um super herói.
        Acho que no caso do Jack Nicholson, nós gostamos do personagem porque ele é tão doentio que chega a ser engraçado. No caso do Taxi Driver eu deixo para o Gui dizer qual dessas dicas o personagem do De Niro segue. No Rede Social também não tem Save The Cat, mas o herói, nós já sabemos antes do filme começar, ficou bilionário aos 25 anos, e logo no início dá uma desbundada no professor – o roteirista seguiu a quinta dica para criar um personagem interessante. Podem existir outras maneiras de conseguir esse efeito. Abraço.

  • Thiago Xavier do Nascimento, 20 anos, São paulo.
    Olá a todos do cast, eu não comento muito, mas sempre estou ouvindo os podcast, conheço o cast há um bom tempo, desde os primeiro Podcast, igualmente tbm os do Guanabara.info e Jovemnerd…
    Vejam o video que achei na internet, se referindo ao transformes 3, onde eles reutilizam algumas cenas do Filme: A ILHA!!!

    .point
    http://www.youtube.com
    /watch?v=H7kcqB3thJM&feature=player_embedded

  • Major Meatbone

    Galera da rapadura sempre se superando! Cast excelente… obrigado Ilan, Mauricio e Jurandi. Um cast como esse muda nossa visão e forma de assistir filmes.
    Outra coisa… o nível dos comentários também está ótimo, dando continuidade ao cast por aqui! Valeu!

  • Fernando Nunes

    Este Cast foi um aula, obrigado
    vida loga ao RC!
    Valeu

  • Muito bom o programa!!!

    Vocês conhecem a jornada do Heroi do Eduardo Spohr ???

    É bem semelhante.

    • Gui Neves

      Lucas, de fato são semelhantes porque a estrutura clássica de roteiros cinematográficos do ocidente é baseada na jornada do herói. Só que essa teoria não é do nosso querido Eduardo Spohr, é da humanidade e, acredite, vem sendo desenvolvida a, literalmente, milênios. Foi utilizada em mitos, em religiões (vide Jesus Cristo), literatura, teatro, etc etc etc e recentemente cinema.

      Os workshops do Eduardo Spohr são baseados em duas obras principalmente (acredito eu): O Herói de Mil Faces do Joseph Campbell e A Jornada do Escritor do Christopher Vogler. Duas recomendações obrigatórias para quem se interessa no assunto.

      • Me referi ao eduardo por que ele da palestras sobre o assunto.

        Não quis me alongar no comentário.

    • Foi falado no cast tanto sobre Campbell, como o seu livro e sobre a jornada.

  • Eduardo Rodrigues

    Cast fantastico, parabens

  • Kassia

    Parabéns pessoal do Rapadura, mais um cast excelente. Divertido e instrutivo. Durante o cast você entende que fazer um roteiro é algo bem complicado, mas quando você começa a ler (comecei a ler o roteiro de Cidade de Deus que vcs disponibilizaram) é que você percebe a verdadeira dimensão da coisa. Fazer a descrição de cada cena daquele jeito parece insano. Mas ainda bem que temos essas pessoas talentosas e dispostas, sem eles não teríamos cinema né?

  • Cara, duas semanas consecutivas e dois casts históricos. O cast sobre a Pixar e agora esse. Sinceramente, se eu fosse dono de um canal de TV, contratava o Maurício e o Juras para fazer um programa sobre cinema…tanta porcaria passando na tv e um programa tão bom desses agente tem que se contentar em só ouvir.

  • Sensacional cast…
    Vocês não imaginam como vai me ajudar tudo o que foi dito nele…

    Valeu Juras, Mau e Ilan…

    Vcs vão ouvir sobre mim um dia…

    rsrsrsrsr

  • Bruno Paschoalotti

    Muito bom rapaduras, isso não foi um cast, foi uma aula para se ouvir com o caderninho de anotações do lado.

  • Evelyn

    Cast fantástico, nossa, uma verdadeira aula de roteiro. Amei tudo, maravilhosa participação do Ilan *_*
    Adorei os 10 tipos de filmes e o “Save the cat”, repassando os filmes que já vi na minha cabeça, todos os que consegui lembrar se encaixam perfeitamente nas descrições ditas neste cast. Parabéns por esse excelente trabalho Ilan. Adorei a tentativa do Mau de falar sobre Magnólia em 10 segundos haha, Juras foi muito bem e adorei o Ilan falando sobre O poderoso chefão.
    Parabéns mais uma vez, cast excepcional =D

  • Episódio Fodástico!

    Esse cast foi praticamente uma audio aula! Adorei! Fiquei me coçando para fazer o meu roteiro heheheh

    Está no meu Top 10 com certeza!

    Parabéns Rapadurianos!

  • Cast aula fenômenal! Parabéns Juras, Mau, Ilan!

    Eu só gostaria de saber, não sei se foi dito no cast, to ouvindo pela 3ªx até pra tirar a dúvida, quando se tem um filme feito de um livro, qual o papel do roteirista, no caso ele vira um redator em cima de um texto já escrito? Ou cria tudo baseado nas idéias do escritor original? Sempre que vejo esses filmes, com aqueles tipos escritos “baseado na obra de fulano de tal”, fico pensando nisso, o trabalho que o roteirista teve pra ler, entender o que o escritor tentou passar nas entrelinhas, (ou não), fazer seu próprio trabalho em cima daquilo pra que o diretor venha fazer ou até mexer em muita coisa depois.

    • Ilan Rawet

      Alexandre
      Um livro é um meio de comunicação “consumido” de uma determinada forma. Tem suas próprias necessidades e possibilidades. Um filme é “consumido” de forma completamente diferente e também tem suas limitações e necessidades. Para começar, câmera não filma pensamento – tudo o que está no roteiro tem que ser filmável. O diálogo ajuda, mas não deve ser o mais importante. Quando se adapta um livro para o cinema, é preciso escolher quais os elementos são filmáveis e passíveis de serem exibidos em duas horas. Aí muita coisa fica de fora e outras coisas precisam ser acrescentadas para dar sentido à história. Fellini disse certa vez que para fazer uma adaptação, o roteirista deveria ler o livro uma única vez e colocar no roteiro o que conseguisse lembrar. Faz sentido. Meu primeiro roteiro foi baseado num fato real. Isso me ajudou? No início sim. Depois foi uma fonte de dificuldades já que me senti obrigado a contar a história como realmente tinha acontecido. Não ficou muito bom. Tive que fazer algumas mudanças que me apertaram o coração, mas tinham que ser feitas. Daí aquela mensagem de desapego no Cast. Acho que o público também deve fazer a sua parte e se desapegar do que leu ao assistir o filme. Abraço.

      • Caramba, muito obrigado Ilan, pela aula no cast e por mais essa depois dele. Não sou roteirista mas trabalho como colorista de HQ’s, convivo com roteiristas e desenhistas. Um roteirista amigo meu, esta batalhando pra fazer roteiros pra fora, mas o agente deu o caminho das pedras, no caso pra quadrinhos, você precisa de no minimo ter algo publicado no pais de origem e inglês é fundamental (como foi dito no cast), além de que você precisa demonstrar conhecimento de cidades, ruas, no minimo, tipo Manhatan onde se passam a maioria das histórias do Spiderman (no caso de pretenção de escrever HQs do Spiderman). Mais uma vez obrigado.

  • Caio Andrey

    aula-cast, episodio muito bom.no aguardo de HP.

  • AMO os casts de profissão!

  • JammVerde

    Podiam ter feito um cast Biografia – Jim Carrey.

    • Leo

      Seria bom um cast sobre o Jim Carrey mesmo, acho que eles vao fazer sim 😉

    • Ia, mas ficou no ia…

  • Tinha uma opinião totalmente diferente do que era roteiro.
    Após ler alguns (folhear) vi como eles são escritos, achei que ele contava a historia como em um livro.
    Mas o roteiro descreve as cenas, falas e também como são as viradas de cenas e tudo mais.
    Tirou um pouco da minha ilusão poética de como seria um roteiro e com isso deixando ele bem técnico, sem aquela paixão de escrever um filme.
    Otimo cast, parabens a todos os participantes.

    • Ilan Rawet

      Marcelo, dominar as técnicas de modo algum exclui a paixão. Os bons roteiros “cantam”, emocionam, devem fazer você querer ler até o fim como um livro. O que não se pode esquecer é que ele tem a função de ser claro para as equipes de produção, técnica, o diretor, etc. E aí ele precisa ser muito objetivo quando ao formato. Não acho que um roteirista seja menos poeta que um autor de livros. Ele apenas precisa aprender como superar as restrições inerentes ao veículo cinema. É mais difícil, mas também mais divertido.

      • Ilan,

        Não entenda meu comentário de forma errada, hoje (após o cast)acho que o roteirista tem uma importância muito maior do que eu achava, mesmo sendo difícil impor valores para um profissional de cinema. E a poesia de um livro na qual citei foi apenas no caso da escrita (prosa e verso) e não da emoção e alegria de escrever.
        E com certeza é mais difícil escrever um roteiro pois nele não se pode dar espaço para imaginação com em um livro, o roteiro (acredito) tem que ser muito bem escrito e claro em suas definições e descrições.

        • Ilan Rawet

          Desculpe,

          te entendi errado.

          abraço

  • Ivan Mota

    Façam um cast sobre Entourage! Melhor serie do mundo! Poucas pessoas conhecem, mas como vocês são fãs dela, poderiam divuga-la em um programa especial.

  • Edmilson

    Ouvi o cast e gostei bastante! Mas desisti totalmente de ser roteirista kkkkk

  • Alessandro Shigematsu

    Cast muito bom, mudou meu conceito de ver o cinema!!!

  • Ótimo programa, parabéns…

  • Barrigoni

    Cast muito bom!
    Parecia um grupo de crianças brincando!

    Tenho pena dos roteiristas, se eles fossem jogadores de volei, eles seriam os líberos:
    Fundamentais para a obra, os primeiros a apanhar e os últimos a serem lembrados na vitória! E mais, os únicos de os valorizam, são aqueles que entendem alguma coisa do assunto!

    Mais uma vez parabéns!

  • …fiquei pensando que pra caras phodásticos nos roteiros como o Ilan, deve ser até meio chato ver um filme. [tipo: agora acontece isso, esse roteiro é desse tipo, em tantos minutos vai acontecer aqui] sem muitas surpresas.
    #BaitaCast
    Eu gosto muito de escrever contos, e já fiz alguns estudos de roteiro pra transformá-los … agora com uma ajuda desse tamanho, não tem como errar.
    uma pena que foi pouco tempo … podia ter mais umas 3hs de papo, e o Ilan tinha coisa pra dizer. deixou todo mundo de boca-aberta. até o juras que tinha se preparado [pareceu que sim] tomou de lavada [no bom sentido]!
    obrigado pelo cast, parabéns pra vcs, e sucesso!

  • Vocês me ajudaram a entender e diferenciar um pouco o trabalho de um bom Roteirista e de um Diretor que se sobressai ao roteiro.

    Vida longa a todos as pessoas que ajudam direta e indiretamente o RapaduraCast e maior e melhor podcast de cinema de todos os tempos.

    Fiquem em paz!!!

  • leo

    .style

  • Julie

    Muito bommmmm,adorei,obrigado pelas dicas,valeuuuuuuuu.

  • andcomand

    Parabéns, meus parabéns mesmo…Puta que pariu, como gostaria de conhecer o Jurandir Filho e o Mauricio, estou esperando e aguardando até agora o evento que, sei que não irá ocorrer em São Paulo junto ao Nerdcast [ Alexandre e Azhagal ] e o Matando Robos Gigante [ Diogo, Roberto e Afonso].
    Vocês fazem meus dias mais informativos e cada vez mais, supreendente…
    E bem, gostaria de agradecer a palestra, aula e a tudo…Porra, como fiquei supreso ao ouvir os tipos de filmes e pensar, PUTA QUE PARIU…É ISSO MESMO, NÃO ACREDITO…NÃO PODE SER…É IMPOSSÍVEL..Fiquei mega supreso…
    Vocês estão de parabéns pelo ótimo trabalho e continuem com o novo formato, é tanta informação que PUTA QUE PARIU…me perco digitando ou anotando em cantos de folhas..

    obs: Jurandir, suas piadas são tão vergonha alheia que eu sempre dou risada de você, me desculpe.

  • 🙂 vamos la mais um rapadura……. cast. .assustado

  • luis fernando

    ae jurandir,o Ilan já é praticamente um ser rapaduriano,então traga ele mais vezes nos casts.

  • Olá,

    Achei muitíssimo bom esse cast, e pra mim é mais do que essencial pois estudo Rádio e TV, mas isso não impede que eu entre no mercado cinematográfico.
    Ilan, gostaria de saber qual é a sua área de atuação e o que você já fez. Compartilhar esse tipo de experiência pra quem vai trabalhar com isso é essencial, e ajuda a trazer a gente de volta pra realidade – aliás, isso dá outro cast haha
    Outra pergunta, você também dá palestras ou oficinas?

    Obrigado pela atenção e parabéns a todos!

    • Ilan Rawet

      João Vitor, obrigado pelo interesse.

      Minha experiência é das mais variadas. Fui sonoplasta de teatro, técnico de PA (som pra show), operador de áudio numa emissora de tv aonde depois virei sonoplasta, editor, diretor e roteiristas (jornalismo). Sai da TV e me tornei diretor e editor de vídeos institucionais, documentários, clips, campanhas políticas, tv´s corporativas, etc – tudo misturado. Há alguns anos tive uma experiência na TV Globo fazendo uma espécie de meio de campo entre os roteiristas, direção, estrelas e produção do seriado Carga Pesada. Foi nesse período que minha paixão reprimida por roteiros de ficção reacendeu e resolvi meter as caras. Meu primeiro projeto de roteiro para cinema foi um dos dez selecionados do edital do Minc (Ministério da Cultura) para Desenvolvimento de Roteiros 2009 – categoria estreante. Foi um tremendo incentivo. Obrigado, Minc! Esse meu primeiro roteiro é o meu cartão de visitas. Quem quer seguir na profissão tem que ter o seu cartão. Não adianta dizer “sou roteirista”. Tem que mostrar. Não esperem pelo Minc. Eu não esperaria.

      Recentemente voltei a trabalhar como diretor e roteirista de vídeos institucionais (minha especialidade é fazer o Lula chorar de emoção – depois eu conto essa aventura).

      Não sou palestrante, nem professor de roteiros. Sou um tipo meio obsessivo. Li bastante, escrevi bastante e gosto de falar (você deve ter percebido). A responsabilidade pela minha participação nesse Cast é do Maurício Saldanha que conheci por ser fã do Cabine Celular e de quem virei amigo pelo Skype – o cara é uma enciclopédia de cinema. Se eu fiquei “bonito” no Cast foi graças à habilidade dele e do Jurandir – outra enciclopédia de cinema. PQP! – de conduzir o papo. O Jurandir ainda teve o trabalho de reduzir a conversa de duas horas e meia e tirar as minhas titubeadas. Aliás, parabéns ao Jurandir pelo excelente trabalho de edição e sonorização do Cast, e pela qualidade do site como um todo. Hip. Hip. Urra!

      Se me chamarem para conduzir uma oficina, eu vou com o maior prazer, mas não como professor. O título de CDF da turma eu aceito. Saudações Rapadurianas!

  • Murilo Herik

    Só uma correção a cena do Clint Eastwood no citado “save the cat” é do filme Hang ‘em High.
    Ta ai a cena até com uma explicação e tal, http://www.youtube.com/watch?v=71EFqcrw1Ac

  • excelente Cast!

    Muito informativo, me fez aprender muito!

  • Fabiano

    espetacular cast … sinceramente deu vontade de ler os livros citados

  • Po, eu to com muita vontade de ler o “Story”, mas R$65?! Vou ter que esperar um pouco pra conseguir o dinheiro… XD

  • Um ótimo exemplo de “Save the Cat”, no início do filme Os Incríveis, da Pixar.

    Ótimo cast! Muito didático! Parabéns!

    Abraços!

  • Uau! Que Rapaduracast sensacional!
    Há quanto tempo não esperava um cast sobre a profissão de roteirista, profissão na qual estou finalmente investindo após anos ficando apensa na vontade!
    *Dica aos rapadurianos que, como eu, estão investindo nessa carreira: cogitem escrever SIM seus roteiros em INGLÊS, pois o mercado americano está passando por uma crise de criatividade já há algum tempo e estão buscando pessoas com ideias novas por todo canto! #fikdik

    • Ilan Rawet

      Marc,

      eu gostaria de esclarecer o que eu quis dizer sobre escrever em inglês. Quando o brasileiro escreve em inglês, por melhor que faça isso, não fica natural. Eu fiz essa tentativa e foi esse o retorno que recebi de um profissional de produção de lá. E olha que eu mandei uma tradução feita por uma das pessoas que mais entende de tradução nesse país. Minha sugestão para quem pensa em investir no mercado americano é fazer uma parceria com um roteirista americano. Pelo menos para escrever os diálogos. Good luck everybody.

      • Ilan, obrigado por responder e dar ainda mais essa dica para nós! Uma parceria com um roteirista americano seria realmente show! Tenho um amigo americano da época que morei lá quando criança ainda que fiquei sabendo que se aventurou para esse universo, vou tentar entrar em contato com ele e sondar essa possibilidade! Valeu e boa sorte em todos os seus projetos!

  • Caramba. O Ilan Rawet é dublador??? Tenho a impressão de ter ouvido a voz dele em algum filme.

  • Monalisa

    Sensacional, muito boa essa série das profissões! Estou desde ontem encaixando filmes nas estruturas que vocês mostraram no cast.

    Parabéns pelo cast!

  • Thiago Ibrahim

    Juras e Maurício,

    Obrigado por nos proporcionar essa aula sobre cinema. Podcast muito educativo! Passei a ver filmes de forma muito mais inteligente a partir de agora.

    Muito bom!!!

  • Vítor, 27 anos, Porto Alegre

    Buenas seres Rapadurianos,

    Quem aí não terminou de ouvir o podcast com vontade de sentar e escrever um roteiro?
    Sem contar os livros para ler, e os filmes que eu vou ter que rever com outros olhos…
    Não resta nada a dizer além de um “Muito bom, muito bom, excelente cast!”

    Grande abraço!

    Vítor Padilha
    issodavaumpodcast.com.br

  • Um dos melhores casts! Esperava muito esse tema! Convidado sensacional!

    Queria indicar um livro: Cinematic Storytteling, que mostra 100 exemplos de narrativas sem diálogo para mostrar algo além de mostrar exemplos de filmes que utilizam essas narrativas.

  • Ilan Rawet

    Raphael,
    Grande dica. Acabei de colocar na minha wish list da Amazon. obrigado.

  • Jony Rendrex

    Cast muito foda pessoal! Um dos melhores, adorei o assunto sobre os roteiristas.

  • Parabéns pelo Podcast, em especial esse último que acrescentou e muito.

    Abs.

  • Sensacional. Parabéns mesmo pelo programa, muito informativo e também bastante prático com os diversos exemplos citados. Sempre tive a idéia de “ah, um dia eu sento e escrevo o meu filme”, mas entendi que é um processo bem mais longo e por que não mais apaixonante.
    Grande participação do Ilan. Parabéns, mais uma vez, a todos os envolvidos.

  • A cada minuto do cast eu fazia isso: .assustado MUITAS coisas interessantíssimas .exclamation
    Sempre que eu ver um filme agora vou lembrar deste programa.
    Me esclareceu bastante sobre o quem é o roteirista de um filme, e como é feito um roteiro. Não só durante o programa, mas lendo os comentários também com o Ilan tirando vários dúvidas do pessoal.

    E.T. como Deus/Jesus OMG!! Não é que é verdade!

    Não vou nem tentar falar o roteiro de algum filme em 10 segundos!

    Adorei a particição da Ilan, mais um ótimo cast com conteúdo, divertido… Parabéns seres rapaduianos!
    😉

  • Obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado, obrigado.

  • Foi com certeza um dos melhores casts, Juras. Dicas que valem ouro para quem se interessa por roteiros!

    Congrats para todos!

  • neto cardoso

    Confesso que no começo achei meio chato,
    mas ficou melhor do meio pro final.
    O porque não sei responder.

  • Melhor forma de ter um mercado de roteiristas é estimular um debate como esse.

  • Twolve

    Quem usa Mac e estiver disposto a gastar umas “doletas” em um programa de roteiro tem esse que é bem interessante http://www.moviedraft.com/se/index.html?from=www.moviedraft.com no site tem um video mostrando o funcionamento e da para comprar pela app store.

  • Alexandre

    Quando vi o tema já fiquei esperando que vocês falassem do Adaptação, o primeiro filme que vem à cabeça quando penso em roteiro e, fora do assunto, em metalinguagem.

    Aliás, já tem um cast sobre metalinguagem? Se não tem, vocês pretendem fazer?

  • Alessandro

    Incrível esse cast !!! Viajei no tempo indo direto para minhas aulas de roteiro na faculdade de comunicação. Mas com uma observação… FOI MUITO MAIS INTERESSANTE E EMPOLGANTE!!!Também me fez ir resgatar das profundezas o meu livro do Syd Field (Manual do roteiro)… risos. Parabéns galera :p

  • Nunca havia me interessado muito pela profissão de roteirista e confesso que relutei um pouco a ouvir esse cast, mas, como sempre, me surpreendi. Fiquei com muita vontade de voltar a criar minhas histórias usando as dicas passadas pelo Ilan.
    Continuem o bom trabalho!

  • francis_davis

    Nossa me imaginei várias vezes como roteirista durante o cast… muito bom vou ouivir dee novo..

  • EQUIPE RAPADURA
    Vou desabafar…
    Estou no Terceiro ano do Ensino Médio e vou fazer Faculdade de Cinema ano que vem…
    Aqui onde eu moro, quem não faz a faculdade federal já é mal visto… e quem quer fazer Cinema ? Nem falo.
    Sempre que eu falo que vou fazer Cinema quase todos fecham a cara como se fosse um curso pra vagabundo…
    Era pra eu ficar triste acho, mas eu sempre lembro de quem mais me influencia e influenciou nessa minha escolha… CINEMA COM RAPADURA E MAURÍCIO SALDANHA FORAM CRUCIAIS PRA MINHA ESCOLHA !
    Hoje eu não tenho dúvidas do que quero e não tenho dúvidas de quem eu devo agradecer…

    OBRIGADO CINEMA COM RAPADURA, OBRIGADO MAURÍCIO !!!

  • Muitoooo legal o cast! Agora sempre vou ver os filmes procurando o “Save the Cat” e o “Call to action”. Obrigado por esse cast.

  • Felipe “Legion” Raabe

    Meu, capaz que tem save the cat sempre!
    Cadê o save the cat em Os Incríveis?
    ….
    oh…

    • Beto Pêra ajuda a velhinha na empresa em que ele trabalha, mesmo não podendo ajudar.

      • Felipe “Legion” Raabe

        Eu achei que o gato que ele tira da arvore já valia, heheh.

        • Ilan Rawet

          Em Kick Ass o herói tenta salvar um gato logo antes da cena em que fica famoso. Bem antes disso tem um save-the-cat em que ele vai puxar conversa com um colega rico, mas que não tem amigos.

  • Isa

    Um dos melhores casts até agora! Fantástico!!! Muito obrigada a todos os envolvidos, especialmente ao Ilan Rawet. :p

  • eduardo metello

    cast fodastico, interessei pelo cast vendo as recomendaçoes dos ouvientes nos melhores do ano

    nao é a toa que foi indicado por muitos como um dos melhores de 2011

  • O Final Draft não é a única opção profissional. Você tem uma opção nacional desenvolvida pela o2 o story touch, e o melhor gratuito chamado CELTX, que é limpo e formata perfeitamente o roteiro.

  • ÓTIMO! e com informações execelentes! Profissões de cinema são sempre Boas de se desvendar!

  • Jonathan Kennedy

    finalmente um podcast sobre profissões, sobre roterista, vamo lá! :p

  • JuniorOnline

    Muito bom !!