quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

RapaduraCast 524
Star Wars: Os Últimos Jedi

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

A franquia Star Wars chegou ao filme do meio de sua terceira trilogia. O Episódio 8 prometia ser o Episódio 5 da nova geração. Conseguiu? Quem são Os Últimos Jedi? Ou é só O Último Jedi? A Rey deixou de ser a protagonista nessa história? O diretor Rian Johnson conseguiu substituir bem J.J. Abrams? Star Wars precisava de uma revitalizada? Kylo Ren é o vilão que a gente precisava? Quais arcos em Star Wars: Os Últimos Jedi são dispensáveis?

Esse filme precisa de explicações? Por que tanta gente não está curtindo? Qual o impacto do backlash que a obra está recebendo? Luke Skywalker é poderoso ou não? Quais as melhores homenagens desse filme? O que esperar do Episódio 9? Vem discutir com a gente!

|| PARTICIPANTES
Jurandir Filho, Raphael SantosThiago Siqueira e Fábio M. Barreto

|| VESTIBULAR 2018 | UNINASSAU

Vestibular: https://vestibular.uninassau.edu.br/
Twitter: http://twitter.com/uninassau
Facebook: http://facebook.com/uninassau

|| LINKS RELACIONADOS AO PROGRAMA
[LINK] Texto do Barreto sobre Star Wars: Os Últimos Jedi
[VÍDEO] Documentário: Star Wars mudou nossas vidas!
[VÍDEO] Não entendeu Os Últimos Jedi? A gente explica!

|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!

|| NOSSOS CONTATOS
WhatsApp: (85) 999 335 662
Youtube: RapaduraTV
Instagram
@cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook/cinemacomrapadura

|| CRÉDITOS
Edição: Joel Suke
Artes: Jurandir Filho

Compartilhe

Participantes

Fabio Barreto
Fabio Barreto
@fabiombarreto
Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Raphael Santos
Raphael Santos
@phsantos
Thiago Siqueira
Thiago Siqueira
@thiagosiqueiraf


  • Gyselle P. Teixeira Correia Li

    Não ouvi o cast (baixando), mas amei o filme! Incrível!!!

  • silas.
  • Don Draper

    Vcs estão fodas no YouTube. Mas o Rapaduracast é o coração deste site.

  • Sauro

    Obrigado por tornar meus dias de férias melhores a todos do Rapaduracast!

    Mesmo sendo férias estou pesquisando, e resolvi ficar acordado até mais tarde porque vou ter rapadura p ouvir, pois mestrando, então o Rapaduracast está impulsionando a ciência no Brasil vejam só. Abraços!!

  • Edinho Bianchini

    Caraca ph vc e muito termos o cara nem termina O argumento e vc ja fala q n concordo, acho. Q faltou vc analisada o roteiro como foi e n como vc gostaria q fossse

  • Diego Miguel
    • Sauro

      AHsUASHAUShASAHUSHAUShAUSHAHUS

    • Filipe Isaías

      “Master Skywalker, there are too many of them, what are we going to do?”

  • Rafael Chipolleschi

    No livro que antecede o EP VII, no final se não me engano o Grão-Almirante Thrawn… não li o segundo livro ainda, mas será que pode vir a ser um personagem novo ? Por que ele não morre no Rebels…

  • Sauro

    eu não gostei do filme, mas vou deixar aqui os pontos que eu gostei p n irritar ninguém:

    O Kylo finalmente se definiu, uhul.
    A Rey não ter sobrenome
    A explosão da personagem da Laura Dern foi linda
    A luta dos dois, foi uma das melhores de todos os Star Wars.
    Projeção é um poder foda demais dos Jedi

    Nem todo mundo que não gostou, tá trollando, ou esperava isso ou aquilo, só não gostamos, como pode acontecer com qualquer filme.

    • Katia Barga

      É isso ai, sair o, to contigo em todos os pontos, exceto na origem da Rey que bora seja ok não explica o overpower que conflita com todo o cânone até agora. Mas enfim…. O jeito é ir em frente, novos tempos…

  • Alexandre de Paula

    To ouvindo o cast e comentando ao mesmo tempo…

    Concordo com o Barreto em que o Luke não tentou matar o Ben-Solo. Quando ele derrotou o Vader e cortou sua mão, por um momento o Luke quis matá-lo, mas sentindo que isso poderia levá-lo para o dark side, ele não o fez. Quando esteve frente ao Ben, aconteceu a mesma coisa. Por um instante essa idéia veio como uma sombra, mas logo foi deixada de lado. O azar é que seu aprendiz acordou na hora e causou esse mal entendido.
    E o Luke é O mestre: poderosíssimo e com novas técnicas fantásticas!

    Quando o Snoke morreu, primeiro eu vibrei pois a cena foi foda! Depois, fiquei pensando “Poxa, mas eu queria sabe mais sobre ele”. E por fim, cheguei a conclusão que foi a melhor coisa tirar ele da jogada. Afinal, senão teríamos apenas um novo Palpatine, onde a Rey venceria o Kylo no próximo filme, depois ela enfrentaria e perderia pro Snoke, pra depois o Kylo ajudar e matar ele. Seria reprise! Então, é melhor deixar o Kylo Ren andar com as próprias pernas e dar todo o tempo de desenvolvimento pra ele ser O fodão do último filme.

    E a cena da Rey e Kylo lutando contra os guardas do Snoke foi sensacional! Pela primeira vez vimos uma luta de sabres de verdade, com impacto na tela, contra não-protagonistas. Foi emocionante, muito bem coreografada e termina com os dois trabalhando em conjunto pra vencer. Por mais que não tivemos uma luta épica mano a mano, essa luta compensou um pouco.

    Cara, a visão do Juras sobre a grande busca da Rey pertencer a alguma coisa (e a cena mencionada no Ep.7) foi foda, mandou bem!
    Aproveitando, eu acho a Rey tem um outro grande diferencial em relação aos heróis anteriores. Comparando diretamente com o Luke, ele foi enfrentar o Vader para salvar os amigos, e depois, enfrentar o Imperador para salvar o pai. Ou seja, tinha motivações bem pessoais.
    A Rey vai enfrentar o Snoke para resgatar o Kylo Ren do Dark Side por pura empatia! Pessoalmente, ela não vai ganhar nada com isso. Ficou claro que a raiva dela contra ele foi se dissipando conforme ela foi ouvindo o lado dele. E com isso, ela se importou e quis salvá-lo apenas por querer libertá-lo. Entre os protagonistas, foi a que se mostrou mais nobre.
    E por fim, a revelação sobre a origem da Rey foi perfeita!

    Um dos melhores acertos do filme foi exatamente os ensinamentos do Luke sobre a Força pertencer a todos, e ainda, mostrar isso em tela. Se analisarmos toda a saga até hoje, realmente ficou parecendo que a Força era só dos Jedis. Ainda que o Yoda ensinou no Ep.5 que a Força está em tudo, não era mostrado isso antes. Tanto que o Obi-Wan diz para o Luke “A Força é o que dá poder aos Jedis” (Ep.4), dando essa visão.
    E ver que aquele garotinho demonstrando uma manifestação da Força no final, não sendo ligado a nenhuma religião, representa tanto pra expansão desse universo, que pode-se criar histórias infinitamente mais criativas agora.

    O Poe é tão foda que deu até um cavalinho de pau com uma X-Wing! Além da habilidade, o personagem ganhou maturidade num dos melhores arcos do filme. Novo general da Resistência com mérito!

    E eu gostei bastante da Holdo. Principalmente por ela ter protagonizado uma das cenas mais lindas que já vi no cinema, onde ela atravessa a nave do Snoke na velocidade da luz! O cinema ficou um silêncio total, pois a cena é linda, forte e triste ao mesmo tempo. Sério, eu quero um quadro daquela cena no meu quarto!

    A volta do Yoda muito especial! E o melhor, não foi apenas fan-service, pois ele trouxe um ensinamento muito rico pra trama.

    To com vocês que realmente o arco do Finn foi chatinho. Mesmo que eu entenda o propósito, foi a única parte do filme que deu sonolência na sessão de meia-noite rsrs
    E eu acho que seria épico se ele morresse naquele cena. Mas ao mesmo tempo, sem a Rey por perto pra presenciar, ficaria um “buraco” na relação que foi construída no Ep.7.

    Gente, não admito as reclamações em cima da Phasma (que até teve uma luta legal) enquanto houver idolatria em cima do Boba Fett, que apesar do visual maneiro, sempre foi um inútil (to falando de cinema).

    Eu me incomodei um pouco com o uso da Força da Leia, talvez pois nunca vimos ela usando antes. Se no filme anterior (ou no começo deste) tivéssemos visto ela usando um pouquinho ao menos em outra situação, talvez não causasse estranheza.

    Não me incomodo com o humor do filme, tirando uma ou duas piadas que não encaixam.
    Em resumo, esse filme é muito bom! Expandiu conceitos, quebrou o formato tradicional, surpreendeu em muitos momentos (e quem assiste muitos filmes, sabe o quanto isso conta), e encheu os pulmões da saga pra muitos e muitos filmes pela frente.

    Nota 9.

    Comentário rápido sobre as críticas que o filme tem levado… a maioria das críticas contém o trecho “…eu esperava…”. Seja uma espera em cima de personagens, em cima de explicações, em cima de arcos.
    Acho que é um momento de Star Wars crescer. Nada vai mudar o que SW já construiu, então, não devemos nos preocupar se for diferente a partir de agora. Se não fosse pra ser assim, então bora assistir os episódios de 1 a 6, em loop, eternamente.
    Eu prefiro a evolução e estou com a mente aberta pra avaliar o SW que me entregarem, dizendo se é bom ou não. Ao invés de avaliar sobre o que eu queria que fosse.

    O bate papo foi maravilhoso! Rapaduracast, como sempre, sendo o melhor podcast de cinema!
    #RapaduracastForever

  • Carolina Alvarenga

    Eu não gostei de nada

  • Edson Francisco

    Se a Leia, uma inexperiente usuária força, conseguiu sobrevier ao espaço, será que O Darth Sidious tbm não conseguiu quando o Vader o jogou da plataforma? Sempre fiquei com isso na cabeça. Poderia o Snoke ser o Palpatine que “sobrou” daquela luta? Esse cara sabe muita coisa e é muito poderoso pra ter surgido tão depois assim do começo da história.

    • silas.

      O jeito como o Snoke olhou para o chão – parecendo uma expressão de pesar –
      quando falou ao Kylo sobre este não ser um Darth Vader… Aquilo me deixou pensando em “Snoke é Palpatine?”, por um momento.

  • Lilian_Lili_Li

    😀😁😂😃😄😅😆😉😊☺🙂🤗🙄

  • Doutor Estranho

    Alguns fãs romantizam demais e acabam vendo coisa onde não tem. Vendo acerto em erro. Isso é mais forte ainda por Star Wars ser uma das franquias mais amadas. Esse filme foi um erro, infelizmente. Não chega a ser um filme ruim, mas não valeu o ingresso. Curioso como o filme mais longo da franquia é o que tem menos conteúdo. O diretor não pareceu se importar com o que o universo pede. Ter o carinho de entender qual o caminho mais plausível pros personagens e a história. Ele pareceu simplesmente forçar qualquer história que teve vontade de fazer (uma verdadeira fanfic, ou um spin-off). Vamos ver se JJ consegue limpar essa barra. Encerro com esse vídeo que diz muito sobre o filme: https://www.youtube.com/watch?v=EIY-PsHrj9A

    • Davos, o lord cebolito!

      Não valer o ingresso? carai.
      Eu entendo você não gostar do filme, mas chegar ao ponto de dizer que não vale o ingresso, que você encontra tipo a 8 reais por ai sem uso de beneficio adicional é exagerado demais.

      • Doutor Estranho

        Eu só falei isso por o filme ser muito grande sem motivo. Eu saí da sala cansado :/ Sem falar que fui pro Imax que é caro pakas. Um ingresso de 2Dzin claro que vale. Como disse, não achei muito ruim, mas não me valeu.

      • Carolina Alvarenga

        Eu também acho que não vale

    • Marco aurelio

      Bota seu nome aí o seu cú de pica,não tem vergonha na cara de vir aqui escrever esse monte de merda e ainda pagar de DR. ESTRANHO??? estranho é meu OVO. Tá pagando de crítiCÚ como se fosse um expert no assunto e nem mesmo tem a qualidade de usar seu próprio nome ein seu Zé ruela. Vai caça o que fazer seu otário ,vem aqui em casa lava minhas cueca seu jão.!

      • João Eduardo

        Esse cara é batido, em todo filme ele aparece com ar de autoridade

        • Doutor Estranho

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK caramba vocês são ridículos mesmo hein. Não sei cadê a moderação que não apaga os comentários de vocês. Depois ainda vão dizer que só quem não gostou sai por aí xingando os outros. Fanboy é tudo a mesma coisa independente se gostou ou não.

          • Marco aurelio

            Fanboy é meu Ovo,deixa de conversa fiado e vá dormir numa moita que é melhor pra tu seu jão

          • Doutor Estranho

            Se não sabe conversar e se não tem moderador aqui, só digo uma coisa: Vá chupar o pau do Chewbacca, fanboyzinho ARROMBADO! flw

          • Marco aurelio

            vai toma no seu cú seu vagabundo podre,filha duma égua vagabunda que é a tua MÃE AQUELA PUTA PODRE QUE FOI ARROMBADA PELO CAVALO E DAÍ NASCEU TU SEU BASTARDO DE MERDA,TU É CRIA DO BAGUAL PORQUE BASTARDO SUJO NÃO TEM PAI

          • Marco aurelio

            SEU VIADO DO CÚ ARROMBADO,TEU CÚ TÁ SEMPRE CHEIO DE PORRA DE MACHO SEU MERDINHA,LIXO,RESTO DE ABORTO PODRE

          • Marco aurelio

            VIRA HOMEM SEU MARICAS E PÕE SEU NOME AÍ AO INVÉS DE PAGAR DE ESTRANHO SEU PAGA PAU DO CARALHO.ESTRANHO VAI FICA A TUA CARA QUANDO EU TE PEGAR E ESFREGAR O OSFALTO COM ELA SEU JÃO SEBOSO FEDORENTO

          • Doutor Estranho

            KKKKKKK ta com o cu ardendo putinha???

    • Degas

      Concordo com o Doutor, esse não é Luke que a gente merecia.
      O filme tem momentos bons e momentos esquecíveis, mas fica na categoria de filme levemente bom.

    • Carolina Alvarenga

      Concordo

    • Shinichiro Victor

      Concordo, a decepção na saída do cinema foi muito maior que o dinheiro gasto.

  • kamilla lopes

    Aquela cena linda das crianças contando as histórias com os bonequinhos, me fez lembrar do C3-PO contando as aventuras do grupo para os Ewoks. Li em algum lugar que estamos vivenciando uma “democratização da força” e isso é o legado mais incrível dessa nova trilogia, vamos para além dos Skywalker.

    • silas.

      “vamos para além dos Skywalker.”

      E já era hora!

  • john frogman

    cara, deve ser muito bom trabalhar cobrindo cultura pop, indo em cabine de imprensa, fazendo entrevistas e etc. especialmente com a disney, que agora é dona das franquias mais amadas do cinema. esse cast foi um delírio de 2h. uma viagem pura. vcs ficaram o programa inteiro tentando melhorar o filme. nada do vcs disseram está na tela. a tentativa do siqueira de amarrar/justificar a motivação do kylo ren beirou a fan fic. se a disney tivesse me entregado um filme adaptando a conversa de vcs nesse cast, eu com crtz teria gostado. mas o q eu vi foi um filme cheio de falhas que levou a franquia para um outro lado no momento errado para metade dos fãs, principalmente os da velha guarda. eles abriram mão de desenvolvimento de personagens e aprofundamento de conceitos da mitologia estabelecida para ir no sentido de renovação e expansão. mas, na minha opinião, foi mal executado. simples assim.

  • Jhonatan

    Assisti ontem, e tive uma das melhores experiências da minha vida no cinema, isso porque euw praticamente não tinha assistido a nenhum trailer, somente uma vez quando fui assistir Thor ou Liga(não lembro), e não me lembrava de quase nada do trailer, e eu acho que era o primeiro trailer, amei o filme, cada detalhe visual dele, o desenvolvimento do Kylo, traz coisas novas a franquia Star Wars, e repete algumas, mas que não atrapalham, foi interessante ver o Luke afetado, sem querer mais usar a força, e a Leia, sempre surpreendendo, não achei o humor fora de ora, cada minuto do filme valia a pena, nota 10❤

  • Davos, o lord cebolito!

    O rapaduracast está meio abandonado, hein, Sr.Jurandir. Tipo um mês mais ou menos, religiosamente passo por aqui todo dia pra ver se tem podcast novo e nada. Poxa, vocês são meus companheiros de busão, não me abandonem não!

  • João Eduardo

    Teve muita gente que achou o melhor da franquia, eu particularmente não acho, mas é infinitamente melhor que as prequels.

  • john frogman

    a verdadeira realização desse filme foi reduzir a familia skywalker a um vilão mimado e pitizento.

  • droantjk

    A queima da árvore com os ensinamentos Jedi é uma metáfora pra desconstrução que a Disney está realizando sobre os fundamentos clássicos da franquia.

  • San Ramon

    Fazer da Rey alguém sem uma “origem real” é uma ótima escolha pra tanto voltar ao essencial do que era Star Wars no filme original quanto suprimir muito do elitismo que arruinaria a própria Ordem Jedi. E é uma rima interessante com o Kylo Ren que é a encarnação do pior da geração milênio pós-guerra. Rey é o simples, o básico, sem toda a balburbia das guerras de ego das redes sociais ou as altas expectativas que se põe nos jovens hoje quando um serviço qualificado é tão difícil, ela é aquela pessoa comum que com o próprio esforço alcança os seus objetivos, o tipo de herói que uma sociedade democrática como a nossa deveria ter, não velhacos da políticas, super-celebridades e afins.

  • PatrickDamian

    Eu não concordo nenhum pouco com oque foi colocado para o luke nesse filme,foi desanimador, eu esperava ele, um meste jedi foda, e nada mais é que um covarde, que viu que iria dar merda e tentou matar Ben Solo, e criou Kylo ren, e ao invés de confrontar o seu problema, fugiu para se esconder, e deixou ele tocando o terror na galaxia, e no final, quando poderia se redimir, não foi nem capaz de enfrentar ele frente a frente, eu achei isso decepcionante

    • Raul Luzetti

      Quais Jedi são foda pra você?

      • PatrickDamian

        Então, o final dele morrendo no Sol foi lindo, não chorei, mas lacrimejou, espero que vc não tenha entendido isso errado,
        a questão é justamente a minha quebra de expectativa, eu sei que isso é culpa minha sim, mas nos meus sonhos eu queria ver ele fodão,
        Obi wan e Gui gon, são os que eu mais gosto,

        • Raul Luzetti

          Entendi. É que eu parto do clássico. Jedi não precisa sair por ai dando porrada, ao meu ver. Vide Yoda no EP5, se mostrou um mestre quase em absoluto sem largar a bengala kkkkkkk. Aliás, é por isso que eu tnh ele tatuado no meu braço.

  • john frogman

    o único q tentou levantar os reais problemas do filme foi o barreto e ele foi confrontado e tentaram desconstruir os argumentos dele.

  • Sauro

    Foi muito divertido o cast, só acho que foram muito passionais.

    “É STAR WARS, ESTOU DANDO NOTA PARA A MINHA VIDA”
    um filme gigante, ainda é só um filme.

    Mas parabéns a todos os integrantes, que reconheceram isso, e tentaram ser críticos.

  • john frogman

    episodio VIII é o BvS de SW.

  • Arthur Simone

    Morreu a VOZ do Ackbar… o dublador…

  • Vinicius Tadeu

    Rapadura, disponibiliza no spotify tbm….faz frente pra concorrencia rsrs

  • Leonardo

    Obrigado por retornarem e por favor não deem esse espaço entre um e outro.

    Sobre o filme, que filme foda, gostei demais, e me emocionou muito, tem problemas, mas mesmo assim me agradou bastante. Me lembra muito alguns filmes que assistia na década de 80/90, que tem inúmeros problemas, mas mesmo assim me divertia bastante. Mesmo não sendo perfeito, é um filme correto com a memória que eu tinha dos personagens e uma ótima maneira de passar o bastão.

    Nota 9.5 de 10.

  • Leandro Marchiori Ferreira

    Opa já tava com saudade do Cast. Gosto muito de vocês, uma vez por semana tornando a ida e volta do trabalho mais divertida ainda. Ainda não terminei de ouvir tudo mas ouvi bastante e tenho algumas colocações a fazer sobre o Snoke, eu achei que ele foi pouco explorado sim, ainda acho que devam pelo menos fazer um flashback sobre ele e o Kylo, nem que seja começar o próximo filme tipo O retorno do rei, mostrando a transformação do Ben

    Enfim vamos a alguns fatos que até onde eu ouvi do cast estavam diferentes dos apresentados no filme. O Snoke não ofendeu o Kylo por ofender, Quando ele fala aquilo tudo para o Ben ele tinha um objetivo, na cena em que ele fala que fez a ponte entre as mentes deles ele também fala “eu plantei duvida na mente do Kylo para que ele fosse ate você, eu fiz isso para você vir até ele e você mordeu a isca”. Ou seja o Snoke ofendeu o Kylo para ele ficar em duvida mesmo, se aproveitou do temperamento explosivo dele para que ele ficasse vulnerável e a Rey achasse que poderia traze-lo para a luz. Outro ponto é, no cast falaram que o Snoke errou achando que a Rey era facilmente corrompível, ele fala que conforme o poder do Kylo cresceria, a forca que sempre busca o equilíbrio geraria um oposto e que ele falhou pensando que este oposto seria o Luke mas era a Rey. O Snoke sabia que a Rey nunca seria corrompida por isso, ele acreditava que a força para manter o equilíbrio escolheu alguém que não iria para o lado negro, o que o queria ao atrair a Rey era a localização do Luke, tanto que fala você me dará a localização e depois eu vou te matar,, aquela tortura que ele fez com ela é a mesma que o Kylo fez com o Poe e que tentou fazer com a Rey mas não conseguiu, inclusive após essa cena ele fala para a Rey, “após destruirmos seus amigos rebeldes iremos para a ilha e mataremos o Luke” ou seja ele conseguiu arrancar da Rey tudo o que queria e manda o Kylo mata-la.

    Depois que conseguir ouvir o Cast todo comento mais abraços e continuem o ótimo trabalho que fazem

  • Joshua Hellman

    Esse filme destruiu Luke, até Mark Hamill odeia o que fizeram com o personagem:

    https://www.youtube.com/watch?v=i0biqMZrxJ0

    • Vitor Amado

      se ator apitasse alguma coisa nesses filmes, Han Solo teria morrido no Império Contra Ataca

    • Carolina Alvarenga

      Destruiu mesmo

    • Eu já acho que o Hamill não prestou atenção na história dos filmes anteriores e nem na personalidade do Luke nesses filmes, mas tudo bem…

      • gandralf

        O cara que interpretou o Luke não conhece o personagem?!
        Tá serto.

        • Ah isso nunca acontece?
          Jared Leto entendeu bastante do personagem q fez no Esquadrão Suicida né?
          Jesse Eisenberg não confundiu o Charada com o Lex Luthor né?

          • gandralf

            Vamos lá…

            Ele interpretou o mesmo personagem em três filmes, com um arco em que o personagem teve um amadurecimento consistente. Não um, três. Num processo que tomou alguns anos de reflexão e contato direto com o criador e toda a equipe. Todos estes elementos ajudam na compreensão do personagem.

            O que um ator faz senão mergulhar em seu personagem? Neste processo, ele tende a conheçê-lo muito melhor do que quem está de fora(1). Ou até mesmo de quem está de dentro! Por exemplo, o “eu sei” do Han Solo foi uma intervenção do ator. E olha como esta simples intervenção mostra o quanto o Harrison Ford conhece o Han Solo!

            Quanto ao isso nunca acontece?, para se ter uma visão acurada sobre o caso, deve-se ver tanto os atores que deram declarações contrárias à natureza de seu personagem (que existem!) quanto os que deram declarações alinhadas. Eu ouviria o ator com mais atenção e carinho(2).


            (1) Contra-exemplos clássicos são atores que interpretam personagens consagrados e os recriam de maneira desleixada. Mesmo assim, isso tem, no melhor caso a conivência do roteirista/diretor e no pior caso, a orientação.

            Subversões são possíveis e até bem vindas, mas são altamente dependentes da proposta e contexto. Por exemplo, “Flash Point Paradox” sugeriu que uma série de eventos alternativos alterou completamente a personalidade de alguns personagens consagrados, e tudo bem. Mesma coisa para universos alternativos.

            À luz disso, reveja os casos do Mark Hamil e dos exemplos que você deixou.

            (2) Mas nem precisa, pois só Matahachi acredita que Musashi é um igual. Não é. Nem em seus piores momentos.

  • Rodrigo Inacio

    Eu acho que quem não gostou, não deveria assistir o SW9 como protesto. Eu odeio assistir o filme na estréia com cinema lotado.

  • Eduardo Augusto Isii
  • Thiago França de Oliveira

    Obrigado seres rapadurianos, não parem gosto muito de ouvir-los
    Apesar de ter alguns furos nesse filme, e ter muitas pessoas que não gostaram dele.
    Você tem que admitir que quando descobre que o Luke esta em outro planeta bem distance, flutuando na pedra, é de tirar o folego!
    Essa cena com certeza vai para os clássicos do cinema, tipo quando apareceu o T-rex em Jurassic park!
    um abraço a todos!

  • nerd natal

    Passei a ser fã de STAR WARS com The force awakens. Eu achava que seria impossível surgir outro filme da franquia que superasse meu amor por esse filme, e logo em seguida me aparece esse The last Jedi para destruir/acabar comigo. Sai do cinema maravilhado, extasiado, ainda mais apaixonado por Star wars. Gostei muito, foram 2h e meia que passaram voando, queria que tivesse mais. Foi incrível ver aquele final com Luke, aquela luta de Rey e Kylo juntos, Poe arrasando, Yoda dando uma lição para a vida, aquela cena final do garoto usando a força e contando histórias sobre luke, muitas cenas não consigo esquecer. Concordo com PH que achar Rey e Kylo um casal é reduzir/simplicar a história e importância deles dois. Não senti essa atração ser de um casal apaixonado neles dois, senti ser algo fraternal. Gostei do cast, espero que vocês não abandonem nunca esse projeto devido ao sucesso do novo canal do youtube de vocês. Abraço a todos.

  • EL lo

    Acho louvável a intenção do Rian Johnson de fazer um filme que tarte de novos temas. O filme trata de fracassos e seus ensinamentos. Entendo a crítica aprovar os filmes que tenham uma mensagem forte por trás. Contudo a forma como isso é feito não pode ser tão relativizada. As tramas que envolvem a missão do Finn e a perseguição das naves são extremamente forçadas. Se o Finn passasse o filme em recuperação pouca coisa mudaria na história. Basicamente aquela trama só serve para que o Poe cometa mais erros durante o filme. Toda essa trama seria resolvida com uma resposta de trinta segundos da almirante sobre o plano. Ela não tinha obrigação de contar, isso é verdade, mas manter o segredo depois do motim é estupidez, uma solução muito conveniente do roteiro para manter a perseguição. É difícil acreditar também que a primeira ordem não possuía meios de finalizar a perseguição e terminar essa guerra de mais de quarenta anos de uma vez por todas de forma mais rápida. Mesmo que os caças não alcançassem a velocidade da nave da resistência eles poderiam atirar a distância de ângulos diferentes na parte desprotegida da nave. A decisão da Rey de salvar o Kylo Ren foi muito repentina, não houve construção suficiente para que ele se arriscasse tanto e entrasse num plano tão idiota.
    Por fim o meu maior problema com o filme e minha maior decepção foi a forma como esse filme desconsidera o que foi estabelecido nos outros. A transformação do Luke é inexplicável. Virou norma em Hollywood que pessoas em torno de 50 anos não possuem mais os valores de vinte anos atrás ? O trauma do Luke na ilha é até aceitável, considerando as consequências com o aprendiz, mas o pensamento de matar o sobrinho dormindo é inaceitável. Como alguém que é fã da franquia aceita que o seu maior herói é capaz de algo tão cruel e tão fora do personagem. O arco do Luke na primeira trilogia foi a luta contra o lado negro. Ele venceu e se tornou de fato um Jedi quando desistiu da luta e apostou no lado bom do pai e de repente mesmo acreditando nos Jedi e na luz (ele criou uma academia) ele cogita matar o sobrinho porque o mesmo estava sendo seduzido pelo inimigo.
    O JJ Abrams usou do mesmo acontecimento para justificar o isolamento do Han Solo e o arco desse personagem no episodio 7 deixa claro a diferença entre quem respeita os criadores, os fãs e a história e mesmo assim tem coragem para mexer e de certa forma surpreender. O Han exita em voltar para a luta, mas no fim aceita lutar para proteger quem ama e a causa por qual lutou. E morre de forma chocante tentando ajudar o filho a voltar pro lado certo. O Kylo Ren que inicia esse novo filme é o mesmo personagem que terminou o anterior. O ato brutal que cometeu, e deveria marcar a transição definitiva pro lado negro, não teve consequências para o personagem que se mostra ainda imaturo e fraco. Isso entre outras coisas deixam claro que não houve compromisso do diretor/roteirista em seguir com o que foi contado no filme anterior há apenas dois anos.
    Existe muita paixão no julgamento de filmes de Star Wars e não me excluo desse mal, no entanto sinto que a crítica tem usado critério e rigor muito diferente na análise desse filme em comparação com tantos outros que são lançados no ano.

  • Vinicius Vale

    Gostaria de deixar meus parabéns a vocês por não ignorarem a infame segunda trilogia.
    Eu entendo o porquê as pessoas não gostam dela, mas ela foi a minha porta de entrada para o mundo Star Wars então eu tenho muito carinho por ela. E eu tenho percebido que é só quem é fã mais antigo de Star Wars que detesta a segunda trilogia, pois eu e meus amigos que somos mais jovens não achamos ela tão detestável a ponto de fingir que não aconteceu.
    Parabéns novamente. Ainda ouvirei muitos podcast dos senhores.

  • José Neto

    Rapaduracast <3 <3 <3

  • SergiusXL

    Que filminho mais ou menos. As batalhas da Vingança dos Sith eram muito melhores.

    • Diego Verri

      “Batalhas”

  • Calebe Sagaz do Spoilerzando

    Achei DE LONGE o Star Wars mais ousado de todos. Vemos uma constante tensão do início ao fim do filme, talvez por isso tenham comparado com Empire Strikes Back, mas fora isso não vi semelhança alguma com o Episódio V. Além disso, fui pensando que veria algo e fui pego totalmente de surpresa – e admito que amei isso. Os Últimos Jedi é um filme ousado que avança muito com os personagens, e também mostrou-se corajoso ao não ter piedade com os personagens. A evolução de Kylo Ren e Rey, diga-se de passagem, é uma das coisas mais lindas do filme. Mas o final do filme… o final é simplesmente emocionante. Para quem se interessar, fiz uma crítica (porém com spoilers) sobre tudo que gostei – e o que não gostei tanto – de Os Últimos Jedi: https://www.youtube.com/watch?v=EIAr-LvF4UM&t=1175s

  • Diogo Maia

    The Last Jedi: o filme que veio para chutar as bundas dos conservadores mimizentos que não suportam assistir aos alicerces de sua cinessérie preferida serem contestados.

    Filmão, um dos melhores do ano e só não supera dos dois primeiros por conta da originalidade do primeiro e do roteiro surpreendente do segundo. Já vi que, do mesmo jeito que o Império Contra-Ataque, este aqui vai ser valorizado da forma devida no futuro. Nota 9/10.

  • Adam Duarte

    Tô no começo do episódio ainda, mas como é bonito ouvir o Barreto falando de Star Wars! <3 rsrs

  • Paulo Gurgel

    Sobre o Luke ter tentado ou não matar o Kylo… Acho que o Luke nunca saiu daquela linha tênue entre o lado sombrio e o Claro, apesar de estar na maior parte no lado claro. O medo que ele teve quando sentiu o lado escuro no seu pupilo o fez cair por um instante para o lado sombrio. E ele olhar para a sua mão robótica o fez voltar a si, fazendo uma referência à cena do EP VI em que ele é provocado pelo Vader, cai para o lado negro, parte o punho do Vader, olha para a sua mão robótica e enxerga o que ele pode se tornar se continuar por aquele caminho. Para mim, foi isso que aconteceu. Luke caiu para o lado negro pelo medo que sentiu, mas voltou a si. Deu azar do Kylo acordar bem na hora. Falhou e se exilou.

  • Meu problema com o filme foram as piadocas nossa, para mim estragou completamente a MINHA experiencia

  • LUNATIC

    Mmmm, desde quando o rapaduracast defende personagens mal desenvolvidos ou os problemas (graves) do filme não afetam a nota perfeita no final? Snoke, a sidequest do Finn e a burrice da Holdo são falhas graves demais. Filme muito decepcionante. 5/10

  • Sauro

    Não sei se deletaram, ou se não enviou mesmo, mas só queria lembrar duma coisa:

    O jovem conturbado com treinamento jedi, vestido de preto, seduzido pelo lado negro, tenta convencer a mocinha (de branco) a governar a galáxia com ele, ela o admoesta para para não ir por esse caminho, se recusa a acompanhá-lo, o jovem então a ataca com violência, o confronto é subitamente interrompido, a mocinha foge numa nave, e o jovem então tem que enfrentar um mestre Jedi, que o derrota.

    Isso mesmo, estou falando do episódio 3 (e do 8).

  • Paulo

    Mano esse mesmo PH sem sentido, que mais fala do que diz alguma coisa, que fala que aquilo é melhor, que aquilo é colossal e mais enrola do que se expressa, falou no youtube que a Gwen de Homem Aranha 3 é a Gwen Definitiva kkkkk. Video “VALE A PENA VER OS FILMES DE NOVO?” Minutos 21:48 kkkkk. Veja a categoria da nota do siqueira que se expressa tão bem comparada a enrolação da nota do PH. Eu já tive Mau Saldanha nesse cast, não aceito PH. Só não paro em respeito a Jurandir Filho e Thiago Siqueira, pessoas coerentes. Barreto se diz entendedor de cinema, pra mim não passa de um amador profissional. Eu consumo o conteudo de vocês e não sou obrigado a engolir tudo.

    • Diego Verri

      Não aceita ?!
      ENtão não paga por ele 😉

    • Dennis RBG

      Discordo

  • Lindomar Silva

    Como sempre uma experiência única com o cinema indo a loucura em diversos momentos, neste cast vcs abordaram todos os pontos mas gostaria de salientar “quem foi snoke? ” Faltou sim uma explicação, ele cumpriu o papel mas precisa de um background do por que o kylo seguiu ele, como achou o snoke enfim.

  • NapoliThanos

    O Rian Johnson descartou quase tudo do Episódio 7 que prometia um grande desenvolvimento: Snoke, como a Primeira Ordem surgiu, Cavaleiros de Ren, Finn, o mistério dos pais da Rey (obs: eu não me importo de serem pais comuns, mas o filme anterior deu um ar de mistério sobre isso como se o Han Solo já conhecesse a garota), Capitã Phasma… acabou que as terorias dos fãs eram bem mais empolgantes do que realmente aconteceu. Não achei necessariamente ruim, mas esperava mais desse filme.

  • Dennis RBG

    [Espaço para comentário inteligente]

  • El Luchador

    Poxa, falar que “o Luke nunca fez isso antes, então não faz sentido” sendo que FAZ QUASE 35 ANOS que a gente não vê ele fazendo qualquer coisa, é um argumento bem furado. 35 anos é mais tempo do que a maioria aqui tem de vida! Imagina o quanto uma pessoa pode mudar nesse tempo, ainda mais passando pelo que o Luke passou.

  • Fala pessoal, eu particularmente achei TLJ um dos melhores de toda a saga, para mim está no top 3, acompanho Star Wars a mais de 20 anos e não vi as diferenças de caracterização que tanto tem se falado, acho até que pessoal tem pintado um Luke integro e incorruptível, coisa que nunca foi, as recentes noticias colocando uma declaração do Mark Hamill falando que esse não é Luke dele me faz pensar se ele parou para analisar de verdade a personalidade do personagem q ele interpreta. Eu acho que a única parte do filme que ficou meio sem sentido e que poderia ser bem menor é a da “Las Vegas de SW”, ela é necessária para a apresentação do personagem do Benicio Del Toro (concordo q foi mal aproveitado), no restante acho que foi tudo muito bem desenvolvido.

    Outra declaração do Hamill q me faz pensar se ele realmente prestou atenção na história dos filmes anteriores, “Um jedi jamais desistiria…”, huuuuuum, então o que foi que o Yoda fez por mais de 20 anos em Dagobah? Falar que sabia q o Luke iria chegar lá é ir contra o que ele mesmo diz para ele durante o treinamento, de que o futuro é incerto pq está sempre se movendo, nesses 20 anos ele poderia muito bem sair a procura de alguém sensível à Força e ensinar o caminho correto para esse ser.
    E o Obi-Wan? A missão dele era proteger o jovem Luke em Tatooine, mas precisava mesmo proteger a distância? Não poderia ter pego o moleque desde pequeno, ensinar ele a usar a Força, fizesse um treinamento correto, o ensinasse a resistir as tentações do lado Negro e ser uma pessoa mais equilibrada, para ai quando chegasse o dia de encarar o pai dele (se chegasse mesmo, pq era incerto isso!), ele não tivesse tantas duvidas? Acho que poderia sim.
    Olha, se esses dois exemplos não são de desistências, acho que não sei mais o que é desistência.

    • Henrique Tavares

      Peraí, vamos com calma. Em que parte da trilogia ele não foi integro e incorruptível, ainda mais “nunca” ter sido? Talvez eu não esteja entendendo a definição que você tá dando pra esses adjetivos, não sei. Eu sei que ele foi tentado pelo lado negro muitas vezes, mas não sucumbiu e por isso não considero que ele tenha se corrompido. Na verdade sempre achei um personagem um pouco raso por não ter tantas nuances assim, volto nisso lá pro final.

      Sobre o Mark Hamill não saber bem seu personagem, bom, digamos que se tem duas pessoas nesses sete bilhões que tem alguma propriedade pra dizer que conhecem o personagem, é o criador do personagem e o ator que dá vida a ele, né. Talvez ainda mais pelo fato de ele ainda se importar com o personagem dessa maneira, sendo audacioso e até meio incauto de criticar a direção do filme (acho que nunca vi um ator se apegar assim), vejo que foi importante pra ele. Bom, então nisso acho que discordamos, acho que nesse aspecto não temos condição de dizer que a gente sabe mais sobre o personagem do que ele, no máximo discordar mesmo.

      Eu acho que rende uma ótima conversa a desistência do Luke ser comparável à do Yoda e do Obi-wan, e essas discussões são pontos positivos do filme. Mas um ponto que eu teria de que não são parecidos, é que nenhum dos dois se desligou da força, os dois tinham um propósito ainda. Nem o Yoda ou Obi-wan se isolaram “para morrer”. A história do Kenobi eles tão dando retcon até hoje sobre ele estar em Tatooine, então não tenho dados pra argumentar, mas sei que em Rebels tem uma cena interessante quando ele percebe que um perigo chegou em Tatooine e ameaça o garoto. Sobre o Yoda, aparentemente Dagobah é forte no lado negro, e o Yoda foi lá pra aprender mais sobre isso (algo no ep 3 menciona isso?). Bom, basciamente coisas de universo expandido que tentam diminuir algumas forçadas de barra, né, hahaha. De fato fazer merda e se isolar é um modus operandi clássico dos jedi, nisso eu acho que concordo em discordar do Mark Hamill, de que Jedis não desistem.

      Bom, dito tudo isso, eu não tive problemas com o personagem nesse filme, inclusive tudo bem interessante nesse núcleo. Dos meus problemas, o arco emocional do Luke não é um deles e pra mim está praticamente impecável, e acho que ele é mais interessante de se entender psicologicamente nesse filme do que tudo que ele aparentava na trilogia. O terceiro ato do arco dele é incrível e seu momento final vendo o pôr-do-sol é simplesmente poético demais. Mas quem achou que não ficou bom assim, bom, paciência, tá válido também.

      • Eu também adorei como colocaram o arco do Luke nesse filme, acho que é algo bem racional tudo que colocaram para ele, sobre não ter sucumbido ao lado Negro q eu discordo, no Episódio 6 ele sucumbi mas volta, isso acontece na luta contra o Vader, ele deixa a ira controlar as emoções dele, fazendo com que ele fique mais forte e derrube o sith, mas ao perceber que estava indo pelo mesmo caminho que o pai, ele retoma o controle e baixa totalmente a guarda, ai o Darth Sidious pega ele; a mesma coisa quando ele vai até a cabana do Ben, ele vai lá apenas para verificar se a suspeita dele que o sobrinho tinha se deixado ser seduzido pelo lado negro e ao confirmar isso ele deixa o medo tomar conta e resolve eliminar o jovem, mas novamente, ele volta e percebe o terrível erro que iria cometer, se sentindo ainda mais vergonhado, pois falhou como mestre em todos os sentidos. Mas é as vezes que ele sucumbe ao lado negro não é aquela ida sem volta, é só aquela de colocara os dois pés na casa e logo em seguida voltar atrás.
        Ah cara, sei lá, concordo que quem entende bem o personagem em tela é quem o cria, quem o interpreta nem sempre entende 100% o que o autor colocou no papel, vide recentemente Jared Leto, Jesse Eisenberg (2 exemplos negativos) e Robert Downey Jr (q mudou por conta o Tony no 1º Iron Man e ficou bom), não acho que entendeu totalmente errado, só esses pontos de que um jedi não desiste e que o Luke é 100% integro, acho que tem muito do que ele deve ter lido do antigo Universo Expandido ou até mesmo de coisas que ele deve ter imaginado e sugerido ao longo dos anos de como deveria ser o futuro do Luke, ai por isso talvez como muitos se decepcionaram, ele se decepcionou por não acontecer como ele imaginava q aconteceria.

        Sobre o Kenobi sentir perigo em Tatooine é quando o Maul chega no planeta, mas não é para ir atrás do Luke, era um perigo para ele mesmo somente, o Maul só percebe o Luke ao chegar no planeta mas o ignora, o episódio por sinal é muito bom e o combate entre os dois, apesar de muito curto, é incrível e mostra o quanto o Obi-Wan cresceu.

        No restante concordo totalmente com vc cara! Cena final do Luke é linda, aquilo me fez segurar as lagrimas. rs

  • Daniel de Paula

    Esperava muito que o cast respondesse uma coisa, que até agora não entendi:

    Quando o Luke aparece pra enfrentar Kylo, antes do confronto, ele dá um afago na Leia e ELES SE TOCAM!

    Isso realmente seria possível, tendo em perspectiva que o Luke nem está ali fisicamente, sendo apenas uma “projeção astral”?

    Alguém responde aí! rsrs

    • Haniel Lucas

      Rey e Kylo “se tocaram” naquela hora da telepatia. A questão é que eu me lembro que Luke entregou uns dados à Leia, isso sim é impossível. Mas é um detalhe tão pequeno que eles nem perceberam.

      • Daniel De Paula

        Pois é. Eu tô de boas com isso pq foi uma cena lindíssima! Achei muito lindo mesmo. Ainda mais por conta que a Carrie Fischer morreu e talz. Mas fiquei meio assim, tentando achar uma explicação válida.

        Quanto ao toque do Kylo e Rey, acho q é um pouco diferente, pois nenhum tava se projetando né. Sei lá. O Snoke usou uma conexão diferente alí rs. Muito loko.

    • Jhonathan Francioli

      Claramente uma homenagem a atriz Carrie Fisher, criando uma analogia de que o seu corpo físico não mais existe, dessa forma, possibilitando o contato com a projeção astral do nosso querido Jedi… nah, foi só um furo no roteiro mesmo.

    • Leonardo Linton

      Pelo jeito ele ficava sólido quando o roteiro queria, pois os dados que ele deu a Leia eram sólidos, já os tiros e o sabre do Kylo Ren passavam por ele.

    • IGOR AZRAK

      Foram as forças que se tocaram, simples.

  • Daniel De Paula

    Excelente cast! Já tava com saudade do Rapaduracast! Que bom que agora vai voltar com tudo, semanalmente!

    Grande abraço caras! Juras, PH, Sicas e Barreto!

    Vcs são fera!

  • Gabriel

    Eu não vejo problema em o Luke estar quebrado, isolado, que falhou e tudo mais.
    Como disseram, nas lendas, e nos 30 anos que passaram entre os filmes, vimos ele sendo herói sempre.

    Ai chega no filme, não podemos (finalmente) ver nada disso. O que me incomoda é ele não ter demonstrado isso…não temos um vislumbre do Luke herói.

    Entendo ele não ter aceitado o chamado da Rey, mas acho que no final ele poderia ter ou ido lá pessoalmente, tido algum final mais heróico. Derrubado os walkers com a Força, sei lá.

    Ou pelo menos não ter morrido. Quando ele fez algo incrivel, essa projeção toda, pensei em extase “finalmente ele está sendo o nosso Luke herói!”, ai ele se une a Força e acabou. Fim do Luke, não teremos mais ele nos filmes (como fantasma sim, mas não é a mesma coisa). Acabou.

    Isso é a frustração. Daria para ter ele quebrado, fracassado E mais heróico, nem que fosse pouco, no final.

  • Guilherme Nocelot

    Ola! Primeiramente queria dizer que sou teu fã Juras (escuto o rapadura do tempo sarrabui), no entanto acho que há algum tempo os teus outros podcasts superaram o Rapadura, por exemplo: Canal42 gera mais discussões interessantes por ter opiniões conflitantes ( usualmente trazida pelo Rente). Nesse podcast o que ouvimos foi um host e três advogados de defesa do Ryan Johnson. Cada ponto polemico do filme saltava um deles com uma defesa pronta e as vezes até “sem pé nem cabeça” pra justificar todos os erros do diretor. Esse cast me lembrou o de The Dark Knight Rises onde todos integrantes deram 10 na empolgação e o tempo provou que o filme era pior que seus antecessores. Ta faltando contraponto no cast.
    Sobre o filme achei mediano, lembra uma fanfic do que um filme canone. Um jedi que saiu duma fazenda pra salvar uma princesa, que abandona o treinamento com Yoda para salvar os amigos e que entra na estrela da morte pra tentar salvar o pai na esperança de haver algo bom nele ainda. Não é esse senhor covarde que tenta matar o sobrinho dormindo e pelas costas e que não tem nem dignidade de morrer no campo de batalha preferindo ficar no alto da montanha projetando a sua imagem. A cena final de despertar da força onde todos os fãs ficaram empolgadíssimos e o J.J. deixou “a bola no chão e o goleiro deitado” pro johnson fazer o gol, tem aquele desfecho bizarro do LUke atirando o sabre pra cima. Piadas fora de lugar e contexto. Snoke? Quem é ele? O que é ele? daonde veio? do que se alimenta? Nunca saberemos! Finn aquele personagem sensacional do 7? Sumiu. Aquela sequencia do cassino é uma das partes mais lamentáveis de toda franquia. E os cavalheiros de Ren? Enfim acho que o tempo provará que esse filme foi um grande equivoco na franquia, Abrams terá muito trabalho pra consertar tudo isso. Não é a toa que em cada entrevista que concede, o Mark Hamil da uma dica da sua contrariedade quanto ao destino dado ao seu personagem.
    Um abraço a todos rapadurianos!

    • Leonardo Linton

      Obrigado pela dica do canal 42.

    • Katia Barga

      Acho que teria sido muito bom ter o contraponto do Ricardo, nem sempre concordo com ele, mas enriquece muito a discussão

  • Kvothe O Sem Sangue

    Canon mesmo e a trilogia Thrawn e Mara Jade Skywalker, esse filme foi simplesmente ridículo, Luke nunca foi covarde e medroso.
    Nunca que ele tentaria matar um garoto dormindo, só porque o lado negro ta crescendo nele, sendo que o mesmo viu bondade em Darth Vader e tentou traze-lo para a Luz, mesmo com Yoda dizendo que Anakin já estava perdido, ele ajudou a resgatar Leia que ele nem sabia era irmã dele no episódio IV, arriscou a vida pela república e foi decisivo para vitória dos rebeldes na rebelião. Havia várias maneiras de trazer Ben Solo para luz sem apelar para covardia de tentar mata-lo dormindo. O próprio Luke já foi pro lado sombrio como um espião para acabar com os remanescente do império e dos Sith.

    ai vem disneyzetes falando que esse filme horrível e o melhor da saga, por causa de explosões e piadinhas forçadas rsrsrsrs.

  • Marcel

    Acho que tenho que ver o filme mais uma vez: esse rapaduracast não tem nada haver com o que assisti. Parabéns ao Jurandir e equipe que melhoraram (e muito) o filme com esse episódio. Aconselho a qualquer um que não viu o filme (ainda) a primeiro escutar o episódio (sim, ele tem spoilers) e depois assistir.

    Um abraço e bom fim de ano a todos

    • Katia Barga

      Assiste sim que melhora. Eu vi 4x até agora e a cada vez ficou melhor. A primeira vez foi uma bofetada, fiquei malzona. Tem muita coisa que ainda não gosto, rumos que não concordei, mas em nenhum momento dá pra dizer que o filme é ruim.

    • Matheus Augusto G. Ramos

      Na primeira vez eu gostei mas fiquei com um pé atrás. Depois de refletir e ouvir opiniões criticando e elogiando, na segunda vez eu ADOREI o filme

    • Leonardo Linton

      Cara… se você faz isso, vou já está sendo influenciado. É o mesmo que ver nota do rotten antes de ir no cinema

  • anderson vian

    essa historia da primeira vez do sabre de luz era um cabo de vassoura e tal eu lembrei da minha primeira vez, eu não sei se alguem me ensino isso, mas eu tinha uma lanterna e coloquei uns papel nela com fita formando um cilindro, acho que uns tres papeis de caderno fico do tamanho exato do sabre e eu ligava no corredor escuro e ficava brincando

  • Vinicius Mendes

    Muito bom o trabalho de vocês! Meu companheiro de transporte publico de todo dia!

  • Lívia Rodrigues Dos Santos

    Ai que bom que vocês fizeram um rapaduracast! Tava esperando ansiosamente seus lindos!

  • Thiego Costa

    Eu pensando que esse Cast séria dividido, Eu espero que que continue o Rapaduracast mais na boa 4 pessoas defender um filme cheio de furos e ruim ai ñ dá sinto muito

    • Matheus Augusto G. Ramos

      Afinal, se for contrário à sua importantissima opi ião então tá errado

      • Thiego Costa

        ui tá bom

    • Leonardo Linton

      Eu tbm não gostei. Os outros 2 podcast que eu escuto tbm tiveram o mesmo problema. Mrg todos odiaram e nerdcast tbm todos amaram. Mas aqui foi pior pois eles desdenham de quem não gostou chamado de gerações mimimi, quando os próprios são amigos dos caras do MRG que não gostaram do filme.

  • Mr White (Luis Mendes)

    Sinceramente, sobre a nota do Rotten e Metacritic É BOOT SIM. É SIM. TEM CRITICA DE THE LAST JEDI ATÉ EM JUMANJI., não acham isso estranho??

    Eu ja vou ser direto, e se haters começarem seus ataques pestilentos com quem gostou, fo***, EU GOSTEI MUITO DO FILME!

    Eu vou continuar batendo o pé. Me perdoem, mas o Luke que ele construiu é PARA MIN, incrível. Acho que Mark foi apegado ao Luke clássico, mas esse Luke é o resultado de tudo o que houve com todos os jedis. Ele errou igual a todos os jedis,temeu o lado sombrio igual a todos os jedis, se isolou igual a todos os outros , se redimiu com a força, porque entendeu que a Força não está somente em um grupo recluso,e virou uma lenda – Uma lenda que perdura em todas as histórias em várias galaxias que o figuram como o maior herói da galaxia, e o motivo pra pegar um republica despedaçada pela Nova ordem, e ao invés de fugirem ou serem escravos como o menino, lutarem. KARALHO. Parabéns pelo cast..

    ah so pra deixar bem claro. Não acho o filme nota 10, muito pelo contrario. Um nota 8,5 perfeito. Perde demais com o arco do Finn que realmente foi meio desnecessário

    Enfim excelente rapaduracast (finalmente ferias pra tirar o atraso)

  • Cesar Constantino

    Não aguentei ir além do 21º minuto de audição! Tá muito chato!
    Já escutei o do Cine Alerta e agora estou escurando o do CinemAção. Bem melhores.

  • silas.

    Sabe, eu gosto muito de notar sutilezas numa obra de arte. Um dos lances que eu mais gostei e ainda curto do Cinema são a moeda e seus simbolismos, por exemplo, em X-Men: Primeira Classe. Em Os Últimos Jedi,os dados do Han Solo, a Leia pensativa e pesadora durante a viagem no hiperespaço – sentindo fisicamente e através da ligação com a Força o grande número de perdas, principalmente de vidas, que já ocorreram e continuam ao longo da sua trajetória em meio a guerras -, a Rey molhando a mão e sorrindo quando chove em Ahch-To…são detalhes valiosos e que fazem diferença, para mim.

  • João Vitor Rezende

    Em relação ao abandono, talvez Han e Leia não tenham o abandonado, porém o Ben se sentiu abandonado, ele não enxergou outra coisa além disso!

  • IGOR AZRAK

    Kylo Ren e Rey é igual Luke e Leia, amor fraterno.

    • Leonardo Linton

      Mas cara… Ela esqueceu que esse malandro matou o Han Solo semana passada. Ela ta de gracinha com o cara que semana passada ela estava lutando e chamando de monstro.

      • IGOR AZRAK

        O Luke fez o mesmo com o Vader.

        • Leonardo Linton

          Cara… primeiro se passou 2 anos até o Luke ver o Valder após a morte do Obi Wan. Segundo o Luke vai pra resgatar os amigos e se vingar do Valder em Bespin. E terceiro se se passou mais 1 ano até o Luke decudir salvar o PAI. Nesse filme fizeram a Rey se engraça um cara que matou o Han solo semana passada e que não é nada dela.

  • IGOR AZRAK

    O filme me deixou arrasado, mas não por ser ruim, pelo contrário. Essas perdas, tanto de Luke no filme da Carrie Fisher na vida, esse medo do desconhecido, o mundo conhecido ruindo, o renascimento dos Jedi…

    me tirou o fôlego… esperar 2 anos é foda!

  • Argo Tele

    Péssimo episódio do podcast!

    Já começa com os caras dizendo que quem não gostou é porque não foi exatamente como queria, e são da geração nutella e estão de mimimi. Ficou parecendo mais uma defesa de fanboy que não aceita opinião contrária do que um podcast sobre cinema.

  • silas.

    Há partes que dificultaram ouvir essa edição, sinceramente; não pela parte técnica, mas por causa de interrupções que eu achei fora de hora e colocações que acabaram sendo silenciadas porque os momentos de fala não ficaram tão bem distribuídos. Por exemplo, o Thiago Siqueira apenas começando a comparar as trajetórias de Anakin Skywalker e Ben Solo e, infelizmente, o Raphael Santos dando um alerta exasperado ao Siqueira e que não tinha nada a ver com o que este tinha dito até então… foi o tipo de coisa que me deixou impaciente. Por favor, participantes do querido RapaduraCast, tenham um pouco mais de cuidado de ouvir atenta e pacientemente a opinião alheia, antes de tão rapidamente começarem a discordar!

  • Thaline

    PARABÉNS ao RapaduraCast por episódios como esse … opiniões e pontos de pontos de vista … cabe a nós que escutamos moldar nossa forma de pensar a a partir dos elementos trazidos por vocês , obrigada por trazerem bastantes ! Se me permitem uma observação : tanto em Rogue One , quanto neste filme são personagens (aparentemente) de etnia asiática que , apesar de comuns ( não-jedis ) demontram uma crença e uma ligação com a força , enquanto os demais personagens da resistência pouco a ela se refereciam para além da saudação clássica , algo que vcs tenham notado ou possam apontar sobre isso ?

  • Parabéns pelo ótimo cast!

  • Arthur

    É o tipo de filme que precisarei rever para consolidar algumas opiniões mas, como um todo, gostei muito. Tem mais personalidade do que Despertar da Força, o que por si só já é um mérito.

    A trajetória do Luke é sensacional, com um final apoteótico, à altura do personagem. Toda a parte da conexão do Kilo e da Rey, culminando na luta contra os guardas do Snoke, é fantástica.

    No entanto, entendo que há alguns pequenos problemas. Acho que falta um peso e um background ao lado negro nessa nova trilogia. Não consigo entender a origem e a motivação da Primeira Ordem, o lado político da coisa. Explorar o personagem do Snoke poderia ajudar a compreender, mas vimos o que aconteceu.
    E que desperdício a Laura Dern nesse filme. Pensando bem, a personagem dela realmente cai de pára-quedas para servir unicamente à uma missão suicida. Não há tempo de entender a personagem ou de construir qualquer vínculo afetivo. É pouco para uma atriz do calibre dela.

  • HELIO VASCONCELOS FRANCA GOES

    Boa tarde. Não sou um ouvinte das antigas, mas os senhores pediram feedback, então lá vai.
    Gosto muito do trabalho de vocês. Parabéns pelo formato, pela análise cinematográfica e pela agilidade.
    O formato cast e a equipe do rapadura casam muito bem. Gosto da química, da dinâmica. Da organização do PH ao aprendizado padauã do Siqueira. Da narração do Jurandir aos comentários do Barreto.
    A análise é especial também. Humor é importante? Sim. Mas vocês vão além. Debatem cinema, roteiro, personagem… isso é difícil. Não é só especulação. Tem fundamento, se sustenta.
    E estive no f5 (arualizando direto) nos dois cast que acompanho. E o rapadura publicou primeiro. Saciou essa necessidade de debate sobre o filme primeiro. Muito agil.
    Parabéns. Estão indo muito bem no youtube. Mesmo assim, esse formato aqui tem algo (possibilidade de maior tempo de debate por exemplo) que me satisfaz muito mais. Acho que não sou o único. Feliz Natal

  • Wanderson Barcelos

    Boa Tarde. Parabéns pelo trabalho ….

    Nunca abandonem

    Esse ano comecei a acompanhar podcasts e o de vocês é sensacional, um dos melhores.

    Estou assistindo os filmes com um olhar mais critico.

    Feliz ano novo a todos.

  • Fellipe

    Excelente podcast, foi tão bom que daria pra ficar ouvindo por mais 2 horas sem nem perceber o tempo passar. Sou ouvinte há anos (desde aquele tempo que vocês tinham o Rapadura Responde. Pois é, bem antigo) e ainda não migrei pros vídeos no canal do YouTube (que devem ser tão bons quanto), pois acho o podcast um pouco mais pessoal (isso ou então eu me acho um membro do time e fico comentando sozinho com vocês enquanto escuto kkkkk).

    Sobre o filme, eu o vi novamente e ele vai cada vez mais melhorando e até chorei da segunda vez. Concordei com bastante do que disseram, achei este episódio bem espetacular em diversos aspectos e as poucas coisas um pouco destoantes meio que desaparecem no final e você até acaba encontrando um sentido maior pra elas. Dou meu 10 de coração.

  • Jar Jar Binks Was Right

    eita

  • David willians

    Muito bom esse podcast, gostei pra caramba do filme principamente por ser diferente e me surpreender. Voces nao falaram aí, mas gostei da cena do kylo e da rei lutando contra os soldados vermelhos do snake, que luta fantastica..

  • Rodrigo Basso

    Eu adoro as participações do PH! As opiniões dele são as mais equilibradas e ponderadas. E o Siqueira é incrível tb.

  • Bruno Costa

    Fala aí seres rapaduriamos, ainda não ouvi o podcast todo, mas até agora ninguém falou o que eu achei. O mal que assolou tanto o Luke, quanto o Snoke foi a arrogância. Para mim, os dois foram derrubados por ela.

    Referente ao feedback, gente a rapadura não pode acabar. Esse ano posso falar que vários filmes eu vi por causa de vocês.

    2018 e até o fim estamos juntos.

  • Alexandre Pereira

    Olá. Eu estou ouvindo a parte sobre o Luke e o desfecho final dele na história e lembrei do filme Os imperdoáveis em que o personagem do Clint Eastwood era uma lenda entre os matadores, com uma mira excepcional, mas durante o filme todo o cara não acertava um tiro, tinha desistido da profissão e negava o seu passado. No final, as circunstâncias levam ele a agir e ele age de forma espetacular.

  • Fernando Eduardo Do Amaral Gal

    Escuto e leio o rapadura desde o início de sua “força” mas nem sempre consigo acompanhar os podcast devido morar em um lugar onde não tem cinema. E sempre que posso vocês são minha companhia no trabalho. Parabéns por mais um ano de sucesso. Adorei o podcast só achei falta vocês falarem das questões sociais que o filme abordou, uma grande franquia entrando o com mais força nestas questões..

    • luix

      Na minha opinião abordar questões sociais prejudica um pouco, pois eu quero ver um filme para me divertir e esquecer um pouco dos problemas, no entanto tbm achei que poderiam ter comentado essas questões.

  • DS9/BSG

    Muito feliz com esse rapadura…e mais ainda pelas referencias a BSG e pela franquia estar se preparando para novos caminhos.

    PH definiu perfeitamente a trilogia dos anos 2000.

  • Heider Mesquita

    Impressionante como tem gente que aceita QUALQUER coisa que a Disney vomita.

    • luix

      Psé, é pq é a Disney né tem q aceitar kkkk se fod@@# filme ruim do carilho

  • Adriano Marinho

    Adorei o cast e a melhor parte foi a reflexao do Barreto quando ele fala que Star Wars conseguiu uma nova vida. Gostaria de escrever mais mas nao tenho mto tempo disponivel, portanto deixo a mensagem: por favor, nao abandonem o Rapaduracast.

  • Shesmman FERNANDES BARROS DE M

    Mais um programa incrível de vocês!!!!!

  • DS9/BSG

    Eu vou dar muita risada em alguns anos quando muito fã que ataca esse filme tiver que repensar sua posição… esse filme tem muito conteúdo… muita coisa pra refletir….além de ser um excelente filme de ação com batalhas espetaculares.. olha temos que ficar de olho nesse diretor…. a sra. Kate sabe das coisas…

    • WalcimarJr

      concordo.

    • Pois eu penso o contrário. Vou achar engraçado ver as pessoas que gostaram e defendem demais começarem a refletir que o filme tem vários problemas de roteiro, que conecta mal as boas cenas, que encerra precocemente vários arcos de personagens e sub-aproveita outros.

  • Gente, esse negócio de que Star Wars: The Last Jedi é o filme do meio então não podia entregar tudo… Pelo amor de Deus, poe tudo e no último surpreende ainda mais, é assim que se faz trilogia!

  • Gellys

    Muita justificativa sem noção para o filme se bom!

  • Andrade

    Gostei dos pontos de vistas, mas desculpa, não conseguir ouvri até o final… Quando fala que Snoke e tão mal explorado qunato o palpatine, isso me perdeu, a gente viu o Palpatine em 6 filmes, montando todo o esquema pra derrubar o cenado e acabar com os Jedi, e sobre o Snoke eu só sei que ele quis impulsionar o Kylo…. meio sem nexo essa comparação.