terça-feira, 10 de março de 2015

RapaduraCast 415
A situação atual do Cinema Nacional

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

É muito fácil conhecer alguém que odeia o cinema nacional. Como chegamos a esse ponto? Será que os filmes nacionais são realmente ruins? Qual o papel da ANCINE e da Globo Filmes na popularização do cinema de comédia? Existe alguma solução para a democratização da distribuição das obras brasileiras? Aproveitando a conversa, demos dicas de alguns filmes que valem a pena serem assistidos!

PARTICIPANTES
Jurandir FilhoThiago SiqueiraWilker Medeiros e Bruno Costa

LINKS RELACIONADOS AO PROGRAMA
[VÍDEO] Caio Blat comenta sobre a Globo Filmes
[VÍDEO] José Padilha fala sobre Distribuição Audiovisual
[VÍDEO] Entrevista com Caca Diegues no Roda Viva
[VÍDEO] Entrevista com Wagner Moura no Roda Viva
[VÍDEO] Entrevista com José Padilha no Roda Viva

Duração: 115 min

ARTE DA VITRINE
Bruno Costa, o @zumbirosca

QUER SABER AS MÚSICAS TOCADAS NO PODCAST?
Siga a playlist do RapaduraCast no Spotify

SIGA/CURTA AS NOSSAS REDES SOCIAIS
http://instagram.com/rapaduracast
https://twitter.com/rapadura
https://www.facebook.com/cinemacomrapadura

ASSINE O RAPADURACAST NO ITUNES
Acesse aqui: http://itunes.apple.com/br/podcast/rapaduracast/

QUER O FEED PARA ADICIONAR NO SEU AGREGADOR DE RSS?
Adicione o nosso feed: feeds.feedburner.com/rapaduracast

SUGESTÕES, CR͍TICAS, DÚVIDAS E CHUTES NO SACO
Envie e-mails para: rapaduracast@cinemacomrapadura.com.br

Compartilhe

Participantes

Bruno Costa
Bruno Costa
@zumbirosca
Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Thiago Siqueira
Thiago Siqueira
@ThiagoSiQueiraF
Wilker Medeiros
Wilker Medeiros
@willtage

Ouça Também


  • leandro alves

    bacana o cast. e sobre o cinema brasileiro hoje, é a preferencia do pessoal pelos filmes blockbuster, acho que tropa de elite foi um dos ultimos nessa categoria; já anotei os filmes brasileiros que vocês mencionaram.

  • Marco Tulio

    Aff maria…finalmente esse tema!

    =D

  • eeeeeita, belo tema

  • Isis Selene

    PH??!! Cadêee?

  • Frederico Pena

    Oba! Uma hora de Jurandir reclamando de filme de Gordo gritando! 😀

  • Keilla Teixeira

    O pessoal que faz cinema aqui precisa é fazer um estágio com a galera da Argentina. Com urgência. Eu não aguento mais nem ouvir falar comédia nacional. Se tá no cinema eu nem vô. Se tá passando na TV a Cabo eu desligo na hora. 90% dos filmes BR é isso. E os outros 10% que têm qualidade e uma história boa os cinemas da minha cidade não tem a decência de colocar em cartaz. “Amiga, assim não tem como te defender”.

  • Alex Ferreira

    Poxa, por que tiraram os comentários via disqus? Tava MUITO melhor.

    Sobre o tema, estou baixando. Muito interessante o assunto, e participação novamente do Wilker e Bruno costa, muito bom.

    • Gui Oliveira

      Talvez seja mais prático para interação, porém a baixaria e as discussões ridículas e infantis nos comentários também foram ampliadas, infelizmente. Deve ter sido essa a razão para retirá-lo.

  • Wesley Rocha

    Muito bom o tema, baixando agora!

  • Camila Albuquerque

    Cara, muito massa ver a galera falando do cinema brasileiro, mas especialmente daqui de Pernambuco. O Wilker ainda mais, com esse amor pelo Janela e pelo Cinema da Fundação.

  • Camila Albuquerque

    Mas então, concordo com o Juras, os filmes não chegam. Quem vive de cinemão tem todo direito de achar uma merda, porque nunca viu as outras opções.

    Mesmo aqui em Recife que tem festivais e tem o cinema da Fundação, só estão lotados por divulgação boca a boca e não por publicidade ou programação divulgada.

    • Bruno Costa

      Camila, programas como Rapadura são fundamentais para mudar essa percepção..de um modo geral acredito que muita gente tem tentado debater a fundo o cinema brasileiro. Quem sabe com o tempo não conseguimos mudar esse jogo? Valeu pelo comentário e obrigado!

      • Camila Albuquerque

        Obrigado a você, que está se dando ao trabalho de responder a maioria dos comentários por aqui! 😀

    • Alex DAvila

      Camila se essas pessoas tem todo direito de acharem uma merda pq elas nao fazem um favor pra gente e deixem de assistir essas merdas de filmes de comedia da globo? soh assim daria espaço quem sabe pra filmes realmente bons! as pessoas tem o q merecem, se acham o cinema nacional uma merda elas deveriam parar de incentivar a producao destes filmes.

      • Camila Albuquerque

        Poxa Alex, mas aí é uma questão de massa. A gente que tá aqui no Rapadura e escuta dicas de filmes nacionais e se interessa, não é nem 10% do público. O povo que curte a globo e tá passeando no shopping acaba assistindo esses filmes, é falta de informação mesmo. :T

        Se não tivesse público, garanto que eles não estariam fazendo né.. se o filme tá lá é porque alguém tá ganhando dinheiro com isso.

        • Barbarian

          Tem o agravante dos incentivos e da Lei Rouanet, nesse caso. Se não pela Lei, as propagandas inseridas fazem com que o filme saia praticamente pago, e o povo que assistir já é lucro líquido.

          Aí sim: não ajuda filmes como “Até Que a Sorte nos Separe 2” ser um puta sucesso de público como foi.

        • Barbarian

          Isso sem nem citar que a maior parte da população não vê cinema como nós vemos; normalmente vão ao cinema porque já tão no shopping, pra matar tempo ou só pra desligar o cérebro durante umas horas – e não há nada de errado com isso. O caso é que o grosso (de público e cacife) da nossa indústria cinematográfica vive disso.

        • Alex DAvila

          verdade Ca … infelizmente ainda vai ter gente q assiste Zorra Total e Esquenta rs

  • Excelente episódio, parabéns, estava fazendo falta uma discussão madura
    sobre o cinema nacional, com críticas ao que não é bem feito e
    recomendações de coisas boas.
    Obrigado, espero que venham mais episódios com este tema.
    Minha
    sugestão, não assistam “Quando Eu Era Vivo”, antes de assistir
    Trabalhar Cansa (2011) e todos os curtas do diretor dele
    http://www.imdb.com/name/nm1824290/. 🙂
    É que por uma triste coincidência esse é o filme menos bom deste diretor.

    • Bruno Costa

      Valeu Ivan, tentamos englobar o máximo de filmes bons possíveis para indicações e o debate foi muito rico. Vou atrás dos curtas Ivan!

      • Vou mandar um flood deles no seu twitter.
        🙂

  • Khayn Jurubeba

    O PH Santos morreu ???

    • Morreu não mah. É que nós engatamos uma sequência de podcasts sobre filmes que ele não tinham visto a tempo de gravar. E essa semana é porque o time já estava fechado, que seria o mesmo do Oscar. 😀

      Mas ele volta nas próximas edições o/

      • Khayn Jurubeba

        Que ver que nada Jurandir, o importante é dar sua opinião, mesmo sem saber do que está falando. É assim que funciona na internet kkkkk.
        Mas é bom saber que ele está vivo.

  • Alex Ferreira

    Ótimo cast. Como falado, realmente para poder ver um cinema nacional de qualidade, tem que correr atrás, caso contrário irá ficar preso nas comédias globais.

    Bela participação tanto do Wilker quanto do Bruno costa. Do que não foi citado no cast, indico São Paulo Sociedade Anônima, O Cheiro do Ralo, O que é isso companheiro, O Homem que copiava, Depois daquele baile, Narradores de Javé, os filmes do Mazzaropi e etc.

    Que continuem a a falar um pouco mais do cinema nacional.

    • Bruno Costa

      Muito Obrigado Alex, adoro narradores de javé e citamos cheiro do ralo no programa não? Citamos tantos filmes…rs! Boas indicações.

    • Rodrigo Deway Bacelar

      “O Homem que copiava” é ótimo!! Recomendo também o filme “Saneamento Básico”, outra obra do Jorge Furtado.

      • Ainda não ouvi o cast, mas gosto bastante dos filmes da Casa de Cinema de Porto Alegre. Se não me engano, o Gerbase e o Furtado se separaram, até por que tem algum tempo já que não vejo filmes novos deles.

    • Jader Soad

      recomendo Redentor.. é meio maluco, mas eu curti bastante..

  • carlos

    aposto q virá treta…..
    alguuem nos comentarios ira reclamar de algo

    • eu acabei de “reclamar”, na verdade só coloquei minha opinião educadamente. uashuahsuhas

  • Vitor Urubatan

    Que bizarro, hoje de manhã o “Discuss” estava desligado.

    • Alguns comentários feitos quando bugou (uns 15), se perderam :/

      • Vitor Urubatan

        Que estranho cara, é a primeira vez que acontece com a rapadura.

        Seria legal se colocasse o Discuss no 99vidas também. Mas não sei se a parada é paga ou o quanto isso é difícil.

  • Rodrigo Deway Bacelar

    Moro em São Paulo e mesmo aqui é difícil ver cinemas de shopping com mais de uma sala dedicada ao cinema nacional. Exceção às produções da Globo Filmes. Imagino que em cidades menores seja quase impossível.

    • Bruno Costa

      Pois é Rodrigo..pois é..o que salva são os cine clubes e os cine artes de algumas cidades.

      • Rodrigo Deway Bacelar

        Para assistir “Praia do Futuro” eu lembro que tive que pegar uma sessão às 12:15h numa terça-feira.
        Ficou em cartaz apenas uma semana no cinema que frequento, sendo que cada dia num horário diferente.
        Logicamente a sessão estava às moscas.
        Assim não tem como as pessoas conhecerem as boas obras nacionais.

  • Apesar de entender os argumentos do wilker e demais participantes, as leis de proteção ao filme nacional geram uma intervenção no mercado que é extremamente danosa, além de culpar o termometro pela febre. Ao invés de proteger os filmes nacionais punindo o telespectador comum, que quer ver vingadores e etc, e por causa dessas “cotas” vai ter que esperar mais em filas, por ter menos salas, como ocorreu no caso dos Jogos Vorazes, porque o governo não desonera os impostos cobrados dos cinemas pequenos e cinemas de rua, que simplesmente fecharam por falta de competitividade e altos custos? Achei a visão dos participantes muito direcionadas para um mesmo lugar, um mesmo posicionamento, de cunho estatizante, acho que faltou debate no cast, apenas o juras esboçou uma opinião um pouco diferente. Enfim de toda forma sempre é interessante ouvir o rapaduracast.

  • Douglas Costa

    Faço mea culpa, pois vejo a expressão “cinema nacional’ e fujo. Porém, o que nos chega é só porcaria, os bons filmes nunca chegam ao público e, sinceramente, não tenho tempo nem saco para ficar procurando qualquer coisa na internet, quero facilidade. Liga o Netflix.

    Sou contra financiamento público puro e simples ou reserva de mercado, pois isso leva à distorção, não à melhora da indústria atingida por essa “proteção”, existem muitas provas em nosso país disso.

    Agora, quanto a Globo Filmes, pelo amor de Deus, estamos falando de uma empresa e, se está dando dinheiro, eles não tem que mudar o que fazem, cabe a nós exigir algo mais. E pergunto, sem eles o que seria conhecido pelo público? sem eles será que o cinema nacional chegaria onde está? será que o cinema brasileiro teria renascido? Acredito que não! Desculpem, mas pegar uma empresa e tomar para Cristo – não foi isso que se fez no cast – é covarde.

    Vou procurar alguns dos filmes indicados para ver, obrigado pelas indicações.

    • Douglas concordo e inclusive comentei algo semelhante, acho que no debate faltou alguém para defender essa nossa visão. Todos os participantes rumaram para uma mesma ideia estatizante e protecionista, com exceção do jurandir que se distanciou um pouco mais dessa idéia. O mais interessante é que filmes de sucesso que foram citados, como Tropa de Elite, chegaram onde chegaram sem reserva de mercado, porque com outros filmes deve ser diferente?

      • Bruno Costa

        Fala Wesley, então..sobre todos rumarem para uma mesma direção eu acredito que o contraponto vem pelos ouvintes que – pelo que podemos notar – acabam não gostando de cinema nacional e o vendo com maus olhos. Nós falamos sobre filmes ruins que foram produzidos no Brasil, principalmente explicamos motivos para isso e etc. A nossa idéia era apresentar uma nova visão sobre o cinema nacional pós-retomada e etc. Acredito que fizemos de uma forma honesta e responsável essa discussão. Obrigado pelo comentário! 😉

        • Entendo seu ponto e vejo que o tema estabelecido no podcast foi honesto e responsável, mas acredito que para o público em geral, a ausência de contra-pontos no programa enfraquece o debate, pois é premissa do mesmo termos dois pontos discordantes, caso o contrário vira entrevista. Não acho que seja uma questão de que alguns ouvintes não gostem de filmes nacionais, pois eu mesmo não tenho discriminação quanto a isso, desde que o filme seja interessante ao meu gosto, pois gosto é algo subjetivo e não pode ser forçado através de reserva de mercado. Acho que os financiamento culturais são mais danosos a longo prazo, o estimulo que eu considero mais efetivo ao cinema nacional deve ser com desoneração ao invés de financiamento. Por que não podemos zerar impostos para cinemas com menos de 3 salas, para ficar somente nesse exemplo? Basta vermos que mesmo com leis de proteção os pequenos cinemas acabaram, cinemas estes que eram os principais exibidores de filmes nacionais, e um dos principais motivos dessas quebras são os excessos de encargos, a notícia é antiga mas serve como base para entendermos porque o Estado inchado prejudica inclusive a produção de arte.
          http://www.culturaemercado.com.br/mercado/quase-metade-do-valor-cobrado-em-ingressos-e-de-impostos/

          • Douglas Costa

            È preciso olhar o problema com muita calma. E o problema é: se temos bons filmes, por que eles não chegam ao grande público, ficam restritos a grupos específicos, esta a questão. A resposta passa pela salas insuficientes (o Brasil inteiro tem menos salas do que Paris e grande Paris), mas passa também pela nossa cultura de esperar que o Governo sempre lute nossas lutas. O que temos que aprender é a fazer diferente, uma ideia legal é usar as plataformas que nos são colocadas e a internet tem várias, o Netflix que citei é uma, exatamente como o itunes foi para os podcasts que hoje não são mais marginais e temos muitos exemplos disso, o Rapadura, o Nerdcast, o Braincast, o 99Vidas, o Café Brasil, é preciso parar de considerar a sala de cinema como a única saída, o objetivo, ela não é um fim em si mesmo. Precisamos também parar de nos comparar com o cinema americano, eles fazem o deles e nós fazemos o nosso, culturas diferentes são espelhadas de formas diferentes. Enfim, temos que parar de querer ser os outros e sermos nós mesmos, só assim para resolver o problema.

          • Concordo, mas infelizmente não vejo as associações de diretores se unindo e buscando essas alternativas, como colocar no youtube, netflix vender a cópia do filme em DVDs a 10 reais, botar o filme na mão do “pirateiro”, o que eu mais vejo são essas associações pedindo intervenção estatal para um problema que poderia ser resolvido por eles mesmos. O melhor exemplo disso no Brasil são os Tropas de Elite, foram sucesso na pirataria, sucesso no cinema e garantiram um filme do Robocop para o Padilha.

          • Douglas Costa

            Aqui é um exemplo clássico do que devemos copiar deles, procurar investimento privado e o Governo já faz a parte dele ao dar desconto de impostos a quem investe em cultura, basta procurar este modelo, não o de financiamento público

          • A respeito da comparação eu acho justo que ela seja feita, pois esse ato nos ajuda a criar parametros para que saibamos se o que estamos fazendo está dando certo ou não. As vezes vejo que no Brasil existe um ranço antiamericano, que quer sempre colocar o modelo americano de enxergar o mundo, como errado e incompatível com o nosso, quem garante que não pode funcionar?

          • Douglas Costa

            Não acho devemos parar de comparar, pois sem isso não podemos evoluir nosso modelo. Porém, o que critico é a comparação só por ser a mesma mídia. O modelo americano tem muitas qualidades, assim como o europeu, cabe a nós comparar e ver o que serve para o Brasil, sem copiar, mas adequando, sem achar o deles necessariamente melhor do que o nosso…

  • Gledon

    Que tal um debate sobre a decisão da ANCINE de suspender o financiamento de uma série brasileira que passa na HBO sobre mulheres de várias regiões do Brasil sendo desenhada por um artista em poses em que elas estão nuas ou semi-nuas, alegando que a mesma é pornográfica?

  • Lucas Dias

    Quando o filme é bom (independente da origem) não precisa de uma “cota” imposta para que as pessoas assistam. Simples assim

  • Victor Hugo Rocha

    Por algum motivo senti falta de Lully nesse cast, acho que ela tem muito a acrescentar sobre o assunto num próximo programa. Achei o Cast muito boa com boas recomendações que eu irei procurar.

    • LUNATIC

      Oh sim, adoraria ouvir a Lully de novo.

  • Arnaldo Junior

    Grande cast! O melhor dos últimos tempos, na minha opinião. Anotei todos os filmes que eu ainda não havia assistido. Começarei por “O lobo atrás da porta”. Parabéns pela competência e pela paixão com que fazem esse trabalho. Valeu! #99vidas

    • Bruno Costa

      Valeu Arnaldo, se você começar pelo Lobo atrás da porta não vai se arrepender meu amigo!

  • OK

  • Bunitinho mas Ordinário

    Um filme nacional muito elogiado , mas que não gosto nem um pouco é O SOM AO REDOR , filme paradão que vai pra lugar nenhum, talvez os aspectos técnicos sejam relevantes , mas como uma obra completa , EU não gostei.

    • Bruno Costa

      Acontece meu amigo, tem filmes que as vezes não nos pegam..Som ao Redor é um filme que acaba me ganhando pela narrativa, pelo uso expressivo do som, pelo problema de comunicação entre as partes..rs. Eu gosto do filme, talvez conforme você for se aprofundando em outros aspectos do cinema, um dia você revisite esse filme. Valeu pelo comentário.

  • sem nome

    tínhamos filmes bons , hoje em dia a cada 20 filmes 1 se salva !

  • Anderson Melo

    Muito bom. Vcs abriram as portas para o bom cinema brasileiro. Esclarecedor. Excelente!!!

    • Bruno Costa

      Valeu garoto! Obrigado e vamos torcer para mais casts sobre cinema nacional!

  • Excelente programa! Realmente bem pontuado que o fato de as produções nacionais não chegarem como deveriam ao público não significa que o cinema nacional só faz coisa ruim. Ah, e obrigado pelas dicas, algumas eu realmente não conhecia.

    Outra, muito feliz de ver meu chapa Bruno Costa participando do RapaduraCast. É algo que eu sempre achei que seria perfeito, pois o cara manja muito de cinema e é um grande fã do programa!

    Abração a todos!

    • Bruno Costa

      Valeu grande Edu! Obrigado pelas palavras, fica fácil quando se está cercado de gente que entende de cinema tb.

  • Thomas Edison Marques Santos

    alguém consegue fazer uma lista com as recomendações que deram no final do cast? hahaha

    • Bruno Costa

      Coloquei uma com todos os filmes falados.

  • Don Ramon

    O cinema brasileiro é um cinema de esperanças perdidas.

    E sobre o mercado… Falta mercado. Falta empreendedorismo. Ancine não vai enfiar empreendedorismo em ninguém, no máximo abrir o espaço.

    • Bruno Costa

      Não sei se concordo Don..acho que é um cinema de diversidade e que busca o seu espaço com melhores produções ano após ano. Sobre a ANCINE, eu concordo, sobre empreendedorismo eu acho que estamos começando a ganhar mais maturidade nesse ponto.

  • Rafael Pereira

    O Lobo atrás da Porta; O cheiro do Ralo; Praia do Futuro; O palhaço; Estômago; 2 coelhos; Apenas o fim; As melhores coisas do mundo; Histórias de Amor duram apenas 90 minutos, O homem que copiava… Gosto bastante desses. Lembrei aqui de bate e pronto.

    • Bruno Costa

      Falamos vários desses no cast Rafael, foi um bom bate-papo sobre cinema nacional.

    • Diego Ritzel

      Estômago. Ótimo filme!

  • Ademar Abiko Jr.

    Deixar aqui a opinião do Paulo José sobre o estado do cinema nacional =D

    http://www.noobz.com.br/2015/03/ator-paulo-jose-diz-que-cinema.html

    • Isso rolou outro debate entre nós, esses dias… Hahaha…

    • Bruno Costa

      Paulo José, como citei no cast, é alguém que merece ser respeitado e aplaudido de pé..no entanto o que ele se refere no texto é sobre o cinema que comentamos, o que chega ao grande público, repare em algumas partes do texto como:
      Há uma mistura ótima para o sucesso: atores e atrizes da TV fazendo caretas nas cenas de riso, vertendo lágrimas nas de emoção. Ainda há quem faça cinema por necessidade de expressão, mas são poucos
      Sacou? Ele está falando – em grande parte – do cinema que replica a estética da TV principalmente.

    • Ademar Abiko Jr.

      Mas pelo que dá a entender, o Paulo José enxerga um mainstream cinematográfico e é a ele que dirige a crítica. Ou seja, o público tem por onde fazer a mesma generalização.

      A questão é como quebrar esse ciclo? Como fazer filmes interessantes E rentáveis… num ciclo que $ustente produções menores, autorais.

      (Ps: Só deixar aqui a tristeza que foi não ouvir sequer a menção ao 2 Coelhos haha Tinha tanto potencial e passou batido na sua época =P)

  • Rodrigo Bellusci

    KID MORINGUEIRA NA ABERTURA!!! MUITO BOM!!!!

  • michel

    O incentivo que o governo dá a certas expressões culturais é uma maneira de compensar a incapacidade do mesmo em educar as pessoas para que possam usufruir desta produção. A maioria das pessoas não de frequentam teatro, exposições de pintura, dança, etc porque não têm um mínimo de contato durante sua formação. Se em países cujo cinema é muito mais estruturado que o nosso como França e Itália, acontece este tipo de incentivo/proteção, porque nós não deveríamos tê-lo? As distorções sempre ocorrerão mas é melhor ter de aturar dez comédias do Leandro Hassum para que um “Lobo atrás da Porta” possa ser realizado.

  • Felipe Vianna Rodrigues

    É impressão minha ou alguém falou sobre o cinema da UFF no cast? Sou de Niterói e eu e meus amigos somos muito fãs do programa. Abraços de Niterói, galera. Ótima conversa que vocês trouxeram.

    Acho que o filme Mato Sem Cachorro também merece ser destacado. Não só pelo fato de ser um filme de gênero (comédia romântica), mas por ter atuações muito boas de Leandra Leal ❤️ e Bruno Gagliaso e, acima de tudo, por ser bem divertido.

    • Bruno Costa

      Eu falei Felipe, sou de Niterói e o Cine Arte UFF é importante para aqueles que buscam bom cinema na cidade. Forte abraço!

  • andrecatapan

    Eu acho que o Brasil produz excelentes filmes, assim como faz muito bem uma série de outras coisas. Temos, quem sabe, um certo preconceito intrínseco que nos faz pensar que tudo que é de fora é melhor, mesmo quando não o seja.
    Eu ainda acho que a ANCINE merece um cast só para ela e, na minha opinião, as novas leis e cotas que ela impõe só irão sufocar ainda mais os cinemas e, de uma situação em que poucos filmes nacionais chegam aos cinemas, podemos passar para uma realidade em que hajam poucos cinemas de portas abertas para passar qualquer tipo de filme.
    Acho uma pena que boa parte da produção nacional tenha de depender de editais. Os filmes podem então falar com apenas uma dúzia de pessoas que o resultado final é o mesmo. Não parece haver qualquer incentivo para que um filme desses faça sucesso (sim, mesmo com todas as dificuldades de distribuição, etc).
    Já faz muito tempo que ouvi um Rapadura sobre roteiristas e, recentemente, comecei a ler o livro Save the cat! lá indicado. Logo no começo ele fala que é muito importante saber contar em mais ou menos uma frase do que se trata o filme, já que nós decidimos o que queremos ou não assistir em cerca de 30 segundos. Eu pensei muito nisso na parte em que vocês estavam indicando filmes: poucas vezes o mote da obra era mencionado (o que mais me marcou foi Saneamento Básico). Eu sei que toda essa questão de conflitos entre personagens, fotografia, direção de arte, atuação e tudo mais é importante, mas me parece que muitas vezes elas se sobrepõem a história do filme. Em outras palavras: para os olhos bem treinados de críticos de cinema, cinéfilos e rapadurianos a obra terá um grande valor, mas talvez o mesmo não ocorra com o público em geral.
    Confesso que a primeira coisa que me vem a cabeça quando penso em filme nacional é aquele filme chato, que ninguém entende, ninguém gosta e no fim o diretor diz que a culpa é nossa por não compreender todas as minúcias que ele colocou na obra.
    E não sei é muita viagem minha, mas se o modelo de hoje desfavorece o produtor nacional, então precisamos pensar num outro modelo. Sei lá, gravar e distribuir pelo YouTube ou algo do tipo.
    Ah, eu gostaria muito de um programa que explicasse o que os argentinos tem que nós não temos.

  • Igor Fernandes

    Façam mais podcasts sobre o cinema nacional, estava sentindo falta disso! =D

  • Talita Reame

    Primeiro podcast de vocês que ouvi, já adorei! Precisei fazer o caminho de ida e volta três vezes mas só pela lista de filmes já valeu a pena hahahah. Esperava um pouco mais de Selton Mello e Wagner Moura, mas conheci vários outros diretores e roteiristas que com certeza vale a pena pesquisar sobre. Ótimo trabalho, grande abraço.

    • Bruno Costa

      Talita obrigado! A idéia que o Juras passou para gente era explorar um outro lado do cinema nacional. Tentamos trazer ao máximo filmes menos conhecidos ou que a galera não teve tanto acesso, apesar de já ter ouvido falar e tal, acredito que conseguimos fazer isso. Abs e valeu pelo comentário! 😉

  • j0hn

    Sempre quis saber mais sobre essa parte BOA do cinema brasileiro, com exceção dos grandes sucessos (cidade de deus, tropa de elite, central do brasil). Mas é muito difícil conseguir estar ~por dentro~.
    Alguém consegue listar alguns filmes dos que foram citados? 😀

  • O Cinema Nacional sempre foi algo capaz de despertar meu interesse e, por isso, fiz questão de ouvir este cast e vir aqui deixar meu comentário. Gostei muito das indicações dadas pelos participantes, principalmente as que ainda não conheço como Som ao Redor. Sobre o tema em si, devo dizer que o nosso cinema sofre de um problema comum a outras áreas de cultura e entretenimento que é a preferência por parte do grande público pelo produto estrangeiro. Talvez por isso a arte nacional sofra tantas dificuldades em criar o seu espaço e aumentar o interesse do público. Talvez por isso também é que essa obrigação de exibição de filmes nacionais nas redes de cinema sejam necessária para impor um lugar ao sol. Pena que com tantas produções recentes haja pouca qualidade, prova disso está nas inúmeras comédias nacionais ruins ao qual somos ´´presenteados´´.

    Claro que sempre há o lado bom. Existem uma lista enorme de bons e ótimos filmes nacionais, recentes ou não, que merecem ser citados e até reverenciados. Se fosse listar apenas alguns eu colocaria os Tropa de Elite, O Homem que Copiava, Deus é Brasileiro, Central do Brasil, Auto da Compadecida e por ai vai.

    Voltando a questão da preferência do público, problema essa que acabo contribuindo também, acho que deveria se investir mais em produtoras de cinema, melhor dizendo, em uma indústria desse tipo no país. O mesmo pode ser dito em relação a diversidade de temas abordados em filme.

    Na minha época de faculdade, tive o desafio de pesquisar sobre as relações entre cinema e histórias em quadrinhos no Brasil. Foi um desafio e ao mesmo tempo um prazer. Conheci alguns cineastas e desenhistas além de uma lista extensa e variada de filmes que adaptam, referenciam e se relacionam com a linguagem das HQs. Por exemplo: O Judoka, As Sete Vampiras, Cidade Oculta, Ed Mort, Menino Maluquinho 1 e 2, Nina (citado no cast), O Homem que Copiava, entre outros.

    O mais curioso nesse trabalho foi conhecer também a história dos quadrinhos no Brasil. Já tivemos muitos quadrinhos de super-heróis por aqui, o que por sua vez até gerou um livro sobre o assunto. Inclusive, houve até uma inciativa por parte de vários desenhistas que tentaram financiamento para um projeto que buscava incentivar a produção nacional de quadrinhos. Fiz a minha parte pra ajudar e ainda divulguei, mas infelizmente essa iniciativa ainda não ganhou lugar ao sol.

    Enfim, encerro aqui meu longo comentário parabenizando a todos pelo ótimo cast e pedindo por mais programas como esse que relembrem o cinema nacional, discutam os filmes e contribuam para o despertar do interesse do público.

  • O que eu pego mal em filmes brasileiros é que 80% dos filomes brasileiros tem cenas de sexo explicito ¬¬”

    • Alex Ferreira

      Explicito? Nunca vi nenhum.

      • Não é alá nível red tube, mas ter que ficar pulando parte do filme toda hora enche o saco, eu fui ver com meus sogros Agamenon e tive que sair antes do meio do filme

        • Aquaman, O Anti-Chinchilas

          Sem querer entrar no mérito do flme(Agamenon é bem ruim mesmo), mas eu não me lembro de ter visto nada demais em questão de cenas de sexo, etc. Mas se te incomodou, também cabia dar uma olhada e tal, na censura do filme, que geralmente já é indicativo do que a gente vai encontrar nele.

    • LUNATIC

      Também não curto esse tipo de cena, não só em filme brasileiro.

    • André Pedrassi

      Parece que tu não viu O Lobo de Wall Street, Clube da Luta… não é só filme brasileiro que mostra cenas de sexo. A questão é aceitar (porque é algo comum, não!?), prestar atenção em como a cena é apresentada, e se você valorizou mais a cena de sexo em si, do que todo o enredo principal e o sentido desta cena.

    • Vinicius

      Ué, assiste filmes PG13, existe classificação indicativa pra quê? que reclamação absurda.

      • Sim concordo que os filmes lá de fora tenha isso também, mas os filmes brasileiros quase 95% deles existem isso

        • Aquaman, O Anti-Chinchilas

          “Quase 95%”

          Mostra as estatísticas aí.

        • Vinicius

          Pq 95% deles não foi feito para ser PG13. É como reclamar que todos os episódios de Peppa Pig seja feito para crianças de 5 anos.

  • Alexandre Copi

    Fiz uma lista do que consegui anotar, algo do começo do cast pode não aparecer, mas aí vocês podem completar (ou corrigir algum nome escrito errado 😛 ):
    O Lobo atrás da porta*
    O som ao redor
    História de um amor e fúria
    As Melhores coisas do mundo
    Hoje eu quero voltar sozinho
    Saneamento Básico
    Meu tio matou um cara
    Mercado de notícias
    Helena
    O baile perfumado*
    Amarelo Manga
    Eu receberia as piores notícias de seus lindos lábios
    O invasor
    Crime delicado
    Sinfonia da Necrópole
    O ceu de sueli
    Tatuagem~~
    Cine paradiso
    Corações sujos
    Cinemas Aspirinas e Urubus*
    Estrada 47
    O ano em que meus pais saíram de férias*
    Raul – Inicio o fim e o meio*
    Febre do rato~~
    2 filhos de francisco
    Casa de Areia
    Viajo por que preciso e volto por que te amo
    Cassia Eller
    Cabra marcado
    Doutor do baião
    O palhaço*
    O bandido da luz vermelha
    Tarantino’s mind
    Ônibus 174
    Texas hotel
    O outro lado da rua
    Chega de saudade
    Lisbela e o prisioneiro
    Mulher invisível
    O Homem do futuro
    Deus é brasileiro
    Alto da Compadecida
    Cidade de Deus
    Tropa de Elite (1&2)
    Central do Brasil

    • Fernanda Caleffi Barbetta

      Valeu, Alexandre.

    • Adriano Alves de Sousa

      Aew! Senti falta disso no post. Obrigado.

    • Rodrigo Deway Bacelar

      Ótima lista.

    • André Pedrassi

      Vamos dar uma Positivada aqui, pra subir essa lista =)
      ou o Juras já pode dar uma Editada lá no post. Bj mãe !

    • Luis Carlos Rodrigues

      Show. Vou vendo aos poucos.

    • Katia

      Valeu pela lista, ouvi o podcast no carro e não tinha como marcar.

    • Juliano

      Valeu, isso q eu queria!

    • Hagane Oboro (Pablio)

      Aja tempo eim,… preciso de muito pra ver todos …
      Mas tentarei ver alguns…

    • Luis Carlos Rodrigues

      Já vi “O lobo atrás da porta”, tecnicamente perfeito. Próximo, Som ao redor…

      • Luis Carlos Rodrigues

        “A noite da virada”…legalzinho…

    • Allan Peterson

      Valeuuuu brother!

    • Murilo Cruz

      Muito obrigado, cara!

      Desses eu já vi:
      As Melhores coisas do mundo
      Hoje eu quero voltar sozinho
      Meu tio matou um cara
      O baile perfumado
      2 filhos de francisco
      Ônibus 174
      Lisbela e o prisioneiro
      Mulher invisível
      O Homem do futuro
      Deus é brasileiro
      O Auto da Compadecida
      Cidade de Deus
      Tropa de Elite (1&2)
      Central do Brasil

      O resto eu vou colocando na lista pra ver.

    • Yasmin Ferraz

      Valeu!! Não tive como anotar enquanto escutava e vc me salvou 🙂

    • leonardo

      O cheiro o ralo

    • CHANGE SOZINHO EM CASA

      Deus te Abençoe

    • Diego Ritzel

      O Invasor: comecei a ver mas não curti, acho que pela qualidade que estava o filme. Vou dar uma nova chance. Pena que nem pra remasterizar se prestam aqui. 🙁

    • Thabata Tailer

      Loki, Edifício Master, Entre Nós, Doméstica, A princesa xuxa e os trapalhões e Bicho de sete cabeças.

    • Fábio Nazaré

      Boa, vim justamente pedir isso!

  • Lucas Lorenzet

    O que vocês tem a comentar a respeito dos canais do youtube, que em qualquer vlog tem 200 mil visualizações, e os filmes nacionais lutando para tem 20 mil.

    • Bruno Costa

      Tem filmes nacionais que passaram da casa dos 5 milhões de audiência Lucas, fora depois blu-ray, dvd e etc…isso é muito relativo. Eu acho que podemos ter produções para o You Tube sim como forma de incentivar a produção audiovisual no Brasil, é um canal para distribuição no futuro..quem sabe? Assim como o Vimeo, temos ótimos curtas publicados no Vimeo..material de primeira qualidade.

    • Lucas Dias

      è um ponto interessante.. se você esquecer que o Youtube é de graça e vc pode ver a hora que quiser e quantas vezes quiser… Não da pra comparar algo pago que vc tem q sair de casa pra ver:)

    • Tem um parâmetro que diferencia aí: Youtube é de graça. Não existe risco pra quem tá assistindo. Já um filme nacional, além de você pagar pra ver no cinema, o histórico de chegarem – em sua maioria – filmes ruins ao cinema, o cara não quer arriscar. Público de Youtube é totalmente discrepante. Tem um monte de criança de 2 anos que tá mexendo no tablet e dá audiencia pra vários canais, mas nem entendem o que está sendo falado (digo isso pelo meu cunhadinho de 2 anos).

      De toda forma, muitas produções estão fazendo sucesso no Youtube. É mais questão de distribuição mesmo. Se o filme for bom, ele vai funcionar.

      • Aquaman, O Anti-Chinchilas

        Não sei se dá pra ter esse parâmetro todo. Tem filmes não-brasileiros que chegam aos cinemas. Aos montes. E muitos deles são ruins mesmo. Mas não tem esse mesmo estigma. Até a franquia Transformers, detonada por muitos. Tem má fama. Mas tem bilhão.

    • Sem falar que existem centenas de filmes brasileiros que, sim, estão gratuitamente no Youtube, até pelo fato das produtoras fazerem descaso com o troço. Vejam lá, alguns deles tem milhões de visualizações. Mas o retorno disso, será que é de grande valia?

  • Daniel Bras

    Qual foi o filme q vcs falaram da Leandra Leal? (Que era pros machões) Huahuahauha Quando o Juras falou q o pessoal tava “pegando o caderninho pra anotar as indicações” era exatamente oque eu estava fazendo huahauhau

  • Como que não teve divulgação para A Estrada 47?? Como??

  • Lucas Dias

    Ir no cinema é muito caro pra arriscar ver filme nacional e ver uma merda.. Perco a chance de ver filmes bons na telona como “O Palhaço”… mas pelo menos nao fico com raiva como o povo que pagou 14 reais pra ver “Os caras de Pau”

    • Bruno Costa

      Lucas, talvez antes de ir ao cinema seja legal ver uma crítica, procurar um pequeno review sem spoilers..aqui no Rapadura o Tiago e o Wilker costumam fazer ótimas críticas sobre os filmes e o melhor: sem spoilers pesados da trama. Tente ir por esse caminho e veja se dá certo contigo! Abraços!

      • Lucas Dias

        Mas até isso… os caras elogiaram filmes que eu nem curto hehehehe Gostar de cinema nacional é como gostar de Vinho… depende do paladar.

  • Luiz Araújo

    Pô Juras, devia botar o nome dos filmes citados!

    • Foram muitos filmes comentados. Melhor anotar enquanto escuta 😀

  • Fernanda Caleffi Barbetta

    Não poderiam faltar Abril Despedaçado e Lavoura Arcaica.. excelentes!!!

  • Rodrigo Lourenco

    ótimo cast

  • Walter SuperMercado

    O grande problema é que os filmes bons ficam ou em circuitos alternativos ou duram pouquíssimo tempo nas grandes salas, na penumbra de blockbusters e filmes nacionais repletos de atores de novela e com roteiros toscos. Falta uma divulgação mais apropriada a estas obras e um marketing maior para atrair não uma grande massa, e sim um público significativo que possa apreciar a obra.

  • João Paulo Paes

    Jurandir, tem como colocar a lista dos filmes/documentários recomendados no final do programa?

    • A turma colocou nos comentários. Dá uma olhada aí 😉

  • Vitor Calfa

    Gostaria de Indicar um Documentário Nacional aqui a bancada e aos ouvintes: Paisagens Possíveis, sobre o Artista Plástico Antonio Vitor.

    https://www.youtube.com/watch?v=-JFFjF7lt6E

  • Alvaro

    Acabei de ouvir o cast e estou com o Juras.

    Não consigo mais ir no cinema, ver os trailers de filme brasileiro e falar assim “nossa, esse filme é bacana”. O último foi o “Entre nós”, que infelizmente eu não consegui ir.

    Esse cast serviu para me mostrar que tem sim mais coisas boas que eu preciso correr atrás, mas para quem só tem acesso ao grande circuito, esses filmes acabam passando reto pelas grandes redes de cinema.

    Aqui em SP eu só conheço o cine belas artes que eu ainda não fui (sim, erro meu), só que quando passei lá, só tinham filmes estrangeiros…

    Enfim, esse assunto rende pelo menos mais uns 2 ou 3 casts. Excelente cast e eu queria mesmo ter a paixão que o Wilker e o Bruno tiveram nesse cast, relacionado ao cinema brasileiro.

  • Bruno

    Muito bom o cast. Com relação a obrigatoriedade de títulos nacionais nas salas de cinema, acho justo. Concordo que não é culpa do empresário a falta de interesse do público, mas como alguém que vive de cinema, é importante que contribua para a valorização da arte brasileira. Há vários filmes ruins que graças a distribuição custosa acabam onde deveriam estar filmes de qualidade, acho que é necessário um projeto para facilitar pequenos filmes a chegar em todo Brasil.

  • Roterdan Lopes

    Recomendo a leitura deste texto do Pablo Villaça sobre o cinema nacional. http://www4.cinemaemcena.com.br/diariodebordo/?p=677

  • Twero

    Um que eu acho relevante lembrar, apesar de ser do gênero mais manjado desse país, é o Cine Holliúdy.

    Sério, eu cheguei a chorar de rir em diversos momentos. Perfeito para quem teve uma infância no interior do ceara e quem curte uns sotaque nordestinos bem carregado.

  • Mateus Morais

    Privilégio de morar no Recife! Aqui mesmo fora dos grandes multiplex, o acesso a esses filmes são facilitados, graças a cinemas como o clássico São Luiz, Cinema da Fundação, Cine Apolo… Saudades do cinema do Parque!

  • Thiago de Melo Costa

    Excelente cast, mas pela lista final fica ainda mais evidente como os bons filmes não chegam aos cinemas comerciais, afinal da lista de vocês quantos foram exibidos?

    Gostaria de recomendar o filme Colegas que é excelente !!!

  • Thiago de Melo Costa

    Moro em São Paulo e gostaria muito de ter visto o Cine Hollywood que infelizmente não foi exibido por aqui

  • Renan MF

    Primeiro Podcast q eu ouço por aqui e gostei bastante, smp achei q tinham poucos filmes de qualidades no Brasil, mas vocês me surpreenderam pelo número de filmes citados, ñ assisti quase nenhum deles mas vou procurar assistir, senti falta do filme ‘2 Coelhos’ q eu gostei muito, e q trouxe algumas novidades no cinema nacional, com os efeitos visuais, animações, narrativa não-linear, e q tem um roteiro muito bom tbm.

  • Que preconceito é esse com o QUANDO EU ERA VIVO!
    É um filmão daqueles!
    No mais é um ótimo debate sobre o nosso cinema e valiosas recomendações!

    • Wilker Medeiros

      E aquela canção final do filme, hein? De gelar a alma, meu fi.

    • Thiago Donato

      Ahhhh!!! Eu achei que era só eu que tinha curtido esse filme, ufa… já estava achando que havia tido a cabeça roubada 😛 hahahahahaha pior é que já ouvi o pessoal dizer que Anabelle é “legal” e que este filme é ruim, não consigo entender que tipo de terror as pessoas gostam hoje em dia… 🙁

      • caramba! rsrsrs Anabelle é pra quem justamente não gosta de filme de terror Thiago! rs

    • Bruno Costa

      Valeu Maxx, obrigado pelo elogio cara!

  • gandralf

    Sem essa de quota. Quota é gambiarra. O correto é resolver na base. As pessoas precisam treinar o olhar para entender e valorizar o cinema. O contato com um conteúdo bacana bem apresentado por algum apaixonado pelo assunto pode dar o empurrão que precisa.

    Cinema é arte? Quantos anos de educação artística são dados até o final do ensino médio? Que tal ligar os pontos?

    O problema é o risco de ir para o mesmo lado das aulas de literatura, que por vezes parecem ter como grande objetivo fazer com que todo mundo odeie ler. Imagine se ufanistas noção envolvidos na elaboração de um currículo que restringe o assunto ao cinema nacional, além de não respeitar o amadurecimento e os interesses da turma! Ou professores desmotivados que não entendem lhufas e que caem no esquema burocrático enfadonho. Seria um desserviço!

    Mas existe saída, é claro.

    Por que a formação deveria estar tão longe da paixão de quem conhece e curte a coisa? Com certeza muita gente boa que ama cinema estaria disposto a agir.

    Nomes com mais projeção poderiam se envolver nesta brincadeira. É certeza que teriam apoio da turma que ama cinema.

    Que tal começar com apresentações empolgantes e profundas sobre temas ligados ao cinema, lá mesmo, como um convidado da escola do bairro. Depois um movimento bottom-up pode chegar à reformulação do currículo de educação artística no país inteiro!

    Imagine o potencial de crescimento do público de podcasts de cinema (e cultura em geral) com isso! O que o professor recomendaria? Quantos recomendariam um podcast? Quantas escolas a equipe do Rapadura visitaria em um ano?

    O chato é que isso dá trabalho e leva tempo, né? Ou será que isso é um indício de que mudanças profundas tomam tempo e dão trabalho?

    Bom, falo isso porque acredito no potencial de uma boa formação. Para mudar as coisas, temos que fazer algo a respeito, de verdade.

    https://www.youtube.com/watch?v=k4vzhweOefs

  • Bruno Costa

    Bom, como falamos de diversos filmes no cast..eu fiz a lista de todos os filmes nacionais que nós achamos bons. Segue abaixo:

    Filmes falados:

    rio 40 graus – http://www.imdb.com/title/tt0048572/?ref_=fn_al_tt_1

    eu sei que vou te amar – http://www.imdb.com/title/tt0122480/?ref_=fn_al_tt_1

    opinião pública – http://www.imdb.com/title/tt0144542/?ref_=fn_al_tt_4

    linha de passe – http://www.imdb.com/title/tt0803029/?ref_=fn_al_tt_1

    terra estrangeira – http://www.imdb.com/title/tt0114651/?ref_=fn_al_tt_1

    Bicho de Sete de Cabeças – http://www.imdb.com/title/tt0263124/?

    ref_=fn_al_tt_1

    a história da eternidade – http://www.imdb.com/title/tt3565050/?

    ref_=fn_al_tt_1

    os pobres diabos – http://www.imdb.com/title/tt3072174/?ref_=fn_al_tt_1

    Carlota Joaquina – http://www.imdb.com/title/tt0109380/?ref_=fn_al_tt_1

    O Quatrilho – http://www.imdb.com/title/tt0114212/?ref_=fn_al_tt_1

    Cidade de Deus – http://www.imdb.com/title/tt0317248/?ref_=fn_al_tt_1

    Central do Brasil – http://www.imdb.com/title/tt0140888/?ref_=fn_al_tt_1

    Abril Despedaçado – http://www.imdb.com/title/tt0291003/?ref_=fn_al_tt_1

    Tropa de Elite – http://www.imdb.com/title/tt0861739/?ref_=fn_al_tt_1

    Pixote – http://www.imdb.com/title/tt0082912/?ref_=fn_al_tt_1

    Tropa de Elite 2 – http://www.imdb.com/title/tt1555149/?ref_=fn_al_tt_1

    o Som ao redor – http://www.imdb.com/title/tt2190367/?ref_=fn_al_tt_1

    hoje eu quero voltar sozinho – http://www.imdb.com/title/tt1702014/?

    ref_=fn_al_tt_1

    o lobo atrás da porta – http://www.imdb.com/title/tt2861532/?ref_=fn_al_tt_1

    nome próprio – http://www.imdb.com/title/tt0882820/?ref_=fn_al_tt_1

    bonitinha, mas ordinária – http://www.imdb.com/title/tt2332672/?

    ref_=fn_al_tt_1

    as melhores coisas do mundo – http://www.imdb.com/title/tt1054677/?

    ref_=fn_al_tt_1

    uma história de amor e fúria – http://www.imdb.com/title/tt2231208/?

    ref_=fn_al_tt_1

    O auto da compadecida – http://www.imdb.com/title/tt0271383/?ref_=fn_al_tt_2

    lisbela e o prisioneiro – http://www.imdb.com/title/tt0367975/?ref_=fn_al_tt_1

    o homem do futuro – http://www.imdb.com/title/tt2027178/?ref_=fn_al_tt_1

    A mulher invisível – http://www.imdb.com/title/tt1236397/?ref_=fn_al_tt_2

    arido movie – http://www.imdb.com/title/tt0431615/?ref_=fn_al_tt_1

    o homem que engarrafava nuvens – http://www.imdb.com/title/tt1292565/?

    ref_=fn_al_tt_1

    baile perfumado – http://www.imdb.com/title/tt0118674/?ref_=fn_al_tt_1

    saneamento básico – http://www.imdb.com/title/tt0907134/?ref_=fn_al_tt_1

    houve uma vez dois verões – http://www.imdb.com/title/tt0322629/?

    ref_=fn_al_tt_1

    meu tio matou um cara – http://www.imdb.com/title/tt0416979/?ref_=fn_al_tt_1

    o mercado de notícias – http://www.imdb.com/title/tt3661594/?ref_=fn_al_tt_1

    Elena = http://www.imdb.com/title/tt2475154/?ref_=fn_al_tt_2

    Amarelo Manga – http://www.imdb.com/title/tt0333074/?ref_=fn_al_tt_1

    bye bye Brasil – http://www.imdb.com/title/tt0080482/?ref_=fn_al_tt_1

    eu receberia as piores noticias dos seus lindos labios –

    http://www.imdb.com/title/tt2106411/?ref_=fn_al_tt_1

    o invasor – http://www.imdb.com/title/tt0303408/?ref_=fn_al_tt_3

    crime delicado – http://www.imdb.com/title/tt0478525/?ref_=fn_al_tt_1

    sinfonia da necrópole -http://www.imdb.com/title/tt3906650/?ref_=fn_al_tt_1

    quando eu era vivo – http://www.imdb.com/title/tt2463692/?ref_=fn_al_tt_1

    Deus é brasileiro – http://www.imdb.com/title/tt0350804/?ref_=fn_al_tt_1

    cinema, aspirinas e urubus – http://www.imdb.com/title/tt0373760/?

    ref_=fn_al_tt_1

    Céu de Suely – http://www.imdb.com/title/tt0841175/?ref_=fn_al_tt_1

    Tatuagem = http://www.imdb.com/title/tt2746176/?ref_=fn_al_tt_2

    a festa da menina morta – http://www.imdb.com/title/tt1136609/?ref_=fn_al_tt_1

    corações sujos – http://www.imdb.com/title/tt1653653/?ref_=fn_al_tt_1

    a estrada 47 – http://www.imdb.com/title/tt1841490/?ref_=fn_al_tt_1

    o ano em que meus pais sairam de férias –

    http://www.imdb.com/title/tt0857355/?ref_=fn_al_tt_1

    a deriva – http://www.imdb.com/title/tt1016321/?ref_=fn_al_tt_1

    2 filhos de francisco – http://www.imdb.com/title/tt0439547/?ref_=fn_al_tt_1

    a beira do caminho – http://www.imdb.com/title/tt2113588/?ref_=fn_al_tt_1

    Raul, o início, o fim e o meio – http://www.imdb.com/title/tt1784599/?

    ref_=fn_al_tt_1

    a casa de areia – http://www.imdb.com/title/tt0373747/?ref_=fn_al_tt_1

    viajo porque preciso, volto porque te amo –

    http://www.imdb.com/title/tt1500761/?ref_=fn_al_tt_1

    loki, arnaldo baptista – http://www.imdb.com/title/tt1517095/?ref_=fn_al_tt_1

    Tropicália – http://www.imdb.com/title/tt1497880/?ref_=fn_al_tt_1

    Cássia Eller – http://www.imdb.com/title/tt4324700/?ref_=fn_al_tt_2

    A Febre do Rato – http://www.imdb.com/title/tt2200908/?ref_=fn_al_tt_1

    Cabra marcado para morrer – http://www.imdb.com/title/tt0134402/?

    ref_=fn_al_tt_1

    Edifício Master – http://www.imdb.com/title/tt0333388/?ref_=fn_al_tt_1

    O Palhaço – http://www.imdb.com/title/tt1921043/?ref_=fn_al_tt_1

    crítico – http://www.imdb.com/title/tt1368859/?ref_=fn_al_tt_2

    Entre nós – http://www.imdb.com/title/tt2445698/?ref_=fn_al_tt_1

    doméstica = http://www.imdb.com/title/tt2364250/?ref_=fn_al_tt_1

    domésticas – http://www.imdb.com/title/tt0279783/?ref_=fn_al_tt_1

    o bandido da luz vermelha – http://www.imdb.com/title/tt0144782/?

    ref_=fn_al_tt_1

    Tarantinos mind -http://www.imdb.com/title/tt1828308/?ref_=fn_al_tt_1

    A princesa Xuxa e os trapalhões – http://www.imdb.com/title/tt0121654/?

    ref_=fn_al_tt_1

    Ônibus 174 – http://www.imdb.com/title/tt0340468/?ref_=fn_al_tt_1

    Texas hotel (curta) – http://www.imdb.com/title/tt0296892/?ref_=fn_al_tt_1

    o outro lado da rua – http://www.imdb.com/title/tt0402417/?ref_=fn_al_tt_1

    chega de saudade – http://www.imdb.com/title/tt0977642/?ref_=fn_al_tt_1

  • Arthur

    Nada a ver a comparação entre O Hobbit e Transformers. O Hobbit é bom, pode não ser bom como O Senhor dos anéis, mas é bom. Falaram como se não gostassem de blockbusters, e como se eles fosse ruins como as comédias nacionais.

    E filmes nacionais bons são poucos mesmo, mesmo que não seja comédia é drama. Um que saiu do clichê e foi ousado, pra mim, foi o 2 Coelhos.

    E por favor, FAÇAM UM PODCAST SOBRE OS TRAPALHÕES!!!! Seria genial.

  • rafa_molina

    Muito bom podcast, sou realmente perdido no cinema brasileiro, não tenho muito conhecimento além dos filmes mais “mainstreams”.
    Uma dessas exceções é o drama “Os Famosos e os Duendes da Morte”, que gostei muito e fiz questão de comprar o DVD.
    Senti falta de uma menção de “O Menino e o Mundo”, uma animação maravilhosa que ganhou dezenas de prêmios dentro e fora do Brasil. Eu que amo animações me surpreendi muito positivamente com este filme.

    • Bruno Costa

      O Rafa, aproveita e pega nossa lista de filmes e começa a descobrir o mundo do cinema brasileiro meu fi! 😉

  • M_Tulio

    Parabens pelo cast caras!!

    Vlw a espera por esse tema.

    • Bruno Costa

      Valeu M_Tulio!

  • Alex DAvila

    Fiquei triste qdo vi o titulo do Cast… aquela coisa “filme nacional” eca rs… mas gostei mto do Cast, infelizmente Eqto tiver gente indo assistir esses filmes ridiculos da Globo Filmes de
    comedias a la Zorra Total, o cinema brasileiro nao vai evoluir nunca
    !!! o problema da ancine querer virar lei e obrigar mais filmes nacionais em cartaz eh que vai aumentar o numero de filmes ridiculos de comedia da Globo….

    • Bruno Costa

      Com a lei os bons filmes tb podem ter espaço Alex. Que bom que gostou do cast! 😉

  • Henrique Assunção

    Enquanto o Brasil ficar criando filme para ganhar prêmio e fazer o ‘cinema arte’, que só para quem é realmente fã de cinema importa, não vai atrair público, vai continuar na fossa…

    Doa a quem doer é a realidade, pode ter a maior divulgação do mundo, se o ritmo for lento, ou muito ‘cabeça’, dificilmente vai ter boa bilheteria, é por isso que filmes ruins como o ultimo transformers tem boa bilheteria, a ‘galerinha’ do cinema nacional se quiser ganhar dinheiro vai ter que mudar e muito o pensamento, se quiserem continuar fazendo algo de qualidade porém sem muito público, já estão fazendo um ótimo trabalho.

  • Se fosse redação do ENEM tirava zero por fuga ao tema, acabou virando cast de “coisas do cinema nacional que gostamos”

  • Vinicius

    O problema do cinema brasileiro é ser autoral demais e pouco universal, essa coisa que diretor brasileiro tem de “meu filme” não leva a lugar nenhum, basta o filme ter um tema um pouco mais universal como o caso de “Central do Brasil” e “Cidade de Deus” para ganhar luz no mercado internacional, veja os filmes argentinos, são histórias globais que poderia ser filmado em qualquer país, seja uma crise de meia-idade, raiva ou apenas a frustração de não ter acabado um serviço no passado e decide resolve-lo agora que está aposentado. Se o cinema brasileiro aceitar ser algo mais universal e menos autoral com certeza vai mais longe do que encher a sala de comédias vazias, veja a boa recepção de “Que Horas Ela Volta?”, o tema patrão e funcionário, algo recorrente no cinema francês se saindo bem lá fora.

  • Luis Carlos Rodrigues

    Surpreso com a riqueza do nosso cinema! Deveria existir um site que reunisse todos os filmes e documentários nacionais. Seria bom…

  • Daniel Lemos Cury

    Me permitam fazer uma crítica a “O Som ao Redor”. O Bruno falou sobre o fato de haver uma mixagem de som excelente, e concordo. No entanto, tenho restrições quanto aos diálogos do longa, que em algumas situações não são muito claros, a ponto de eu ter acionado as legendas do blu-ray quando fui rever em casa. Até conversei com um mixador de som sobre isso, e ele disse que o cinema brasileiro, de uma forma geral, ainda peca na hora de redublar as cenas no estúdio, isso quando se preocupam em refazer o som das vozes dos atores.

    Sobre o cinema brasileiro como um todo: um vídeo interessantíssimo que ajuda neste debate e fala sobre diversos pontos do cinema brasileiro, inclusive o a distribuição, é o “Caminhos da Reportagem” da TV Brasil, que dá pra ver no site: http://tvbrasil.ebc.com.br/caminhosdareportagem/episodio/cinema-brasileiro-luz-camera-verba (por volta dos 25min do vídeo, Kleber Mendonça Filho fala sobre a não preocupação com o público, ou seja, com o fato de não querer agradar a ninguem quando faz um filme, o que é válido do ponto de vista artístico mas cria uma disparidade quando se exige um grande público para eles).

  • Alvaroniten

    Senhores, primeiramente PARABÉNS pelo programa. o cast ficou FANTÁSTICO (como sempre).
    Sou fã do Bruno Costa e digo que a fusão Cinecast-Rapaduracast já tornou o programa excelente na largada.
    Quero humildemente deixar duas dicas de filmes aqui, porque sei que é impossível falar tudo o que há de bom no cinema brasileiro em um único cast:
    1 – O primeiro é o “Não Por Acaso” do Philippe Barcinski que retrata a história de um jogador de sinuca e paralelamente a de um funcionário da empresa de trânsito de SP. A cena dos dois segundos de diferença é sensacional.
    2 – O segundo é o “Os 12 Trabalhos” do diretor Ricardo Elias que fala sobre a história de um motoboy em SP que tem que realizar 12 trabalhos/entregas, como os 12 trabalhos de Hércules.
    Os dois filmes têm em comum a urbanidade de SP que é muito legal de ver nas telas e falam muito sobre morar em uma grande metrópole.
    Abraços!

    • Bruno Costa

      Valeu Alvaro! Foi um grande prazer e fica fácil falar de cinema com tantas feras juntas né? Obrigado pelo comentário cara e ótimas indicações!!!

  • Ronnan Moraes

    Para a galera que usa o Filmow, fiz uma lista por lá com os filmes citados pelos seres rapadurianos nesse cast. Vai facilitar para ir dando “check” conforme forem vendo os filmes:

    http://filmow.com/listas/rapaduracast-415-cinema-nacional-l46572/

    Se alguém perceber que faltou colocar algum, me avisa que eu coloco lá! =)

    • Barbarian

      Tava fazendo isso agora. hahahahahah Vencestes!

      • Ronnan Moraes

        Hahaha

        Deu certo o link pra você Barbarian?

    • Bruno Costa

      O link está dando como página inexistente meu camarada..;(

      • Ronnan Moraes

        Ué… aqui está dando certo. Você está logado no Filmow? Tentei entrar no link sem estar logado e deu essa mensagem.

        • Bruno Costa

          Agora sim!

  • Alvaroniten

    Caras, vendo a lista de filmes me veio a pergunta:
    O que estão esperando para restaurarem estes filmes para versões HD (4k/8K)?
    Tem muita coisa aí que faz parte da história do nosso país, não só por ter valor cinematográfico ou artístico, mas por contar a nossa história e por refletir nossa imagem como povo, como nação e várias épocas diferentes.

  • Eu gostei muito do cast e também gosto muito de filmes brasileiros de qualidade. Mas, como foi dito no cast, esses filmes não aparecem pro grande público.
    Eu acho uma boa dizer onde geralmente passa esses filmes em cada estado.
    Por exemplo, em Pernambuco existe o cinema da fundação, como foi citado, e umas amostras que acontecem no Mamam – (Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães).

  • Isotopos Springfield

    Fiquei com muita vontade de ver o documentário Doméstica, só que não encontro ele em nenhum lugar

  • Ruben Moreira da Silva

    Quero ver ainda o filme “Uma história de Amor e Fúria”. Parece ser muito bom!
    Minha sugestão, também de animação, é “Até que Sbórnia nos Separe”.
    Simplesmente sensacional 😀

    • Aquaman, O Anti-Chinchilas

      História de Amor e Fúria é uma boa animação. Eu gostei e tal, mas me incomodou um pouco a curta duração do filme. São 4 histórias de 4 épocas distintas. Parece que fica faltando algo.

  • Douglas de Araújo

    Discussão muito joa os integrantes sabem mesmo de cinema brasileiro

  • Douglas de Araújo

    Só faltou uma pitada do Maurício Saldanha

  • http://www.setima.tv/ esta chegando p melhorar essa questao de distribuição

  • Wladimy Lins de Medeiros

    Cara eu odeio o cinema Brasileiro. Mais tem uns atores que realmente eu desejo ate que morram para parar de fazer filme e series, e aqueles dois do filme Os cara de pau, nossa!!! são terríveis, quem rir daquilo tem que procurar um tipo de tratamento.
    .
    Obs negativa: O Filme Bruna Surfistinha o produtor tinha que ser preso, tem um efeito na tela do computador quando ela mostra seu site que e muito tosco acho que nem um filme de pais de ultimo mundo faria aquilo.
    .
    O Palhaço não entendo a aclamação naquele filme??? Um filme parado, sem graça sem ação, sem sal, sem nada cheio de diálogos lentos e sonolentos.

  • Marlon Cristian Pereira

    Cara… Copa de Elite… o que diabos foi aquilo?

    • Bruno Costa

      Boa pergunta Marlon…

  • Danny Maia

    Recomendo dois filmes com Wagner Moura que não foram citados, Romance e A Busca. Dois ótimos exemplos de um cinema brasileiro que merece der visto e incentivado.

    • Bruno Costa

      Gosto do A Busca. Boa indicação Danny.

  • Hagane Oboro (Pablio)

    Nina é um filme muito pesado, adorei ter visto, e me surpreendeu por ser um filme bem diferente do que se costuma ser mostrado nessa história de filmes brasileiros.
    Concordo com a teoria de que se procurar , dá pra encontrar muita coisa… infelizmente tem que ser assim, alá livraria né… as vezes só garimpado

  • Daniel Gasparri

    Excelente tema, onde aponta partes da cultura que nacional que ficam perdidos por não fazer parte da grande empresa que domina o mercado.

    Não sei se passou despercebido por mim, mas um filme que merece uma citação é o 2 Coelhos que lembra o estilo Tarantino de ir contando a história em pedaços e ir revelando a trama ao poucos.

    Falando em Lázaro Ramos este deve ser destacado pelo Madame Satã, que não é um filme que agrada a todos, no entanto é um grande trabalho.

    Tem também o Murilo Benício com O Homem do Ano.

    Agora uma dúvida, os filmes dirigidos por Márcio Garcia, Angie (Open Road) e Amor por Acaso (Bed & Breakfast: Love is a Happy Accident) são considerados filmes nacionais, mesmo sendo filmados no exterior (o Angie o Márcio Garcia também é o produtor) e tendo um mix de atores brasileiros e americanos?

  • Wagner Cardoso

    O cinema brasileiro marginal e urbano produzido de forma independente tem qualidade mas esses da Globo Filmes são um verdadeiro lixo. A entrevista com o Cacá Diegues no Roda Viva mostra bem aonde esse fanfarrão está.Ele só diz bobagens sobre a “identidade nacional” achando que vai obrigar o público deixar de assistir nos cinemas um obra-prima como O Abutre para ver seus projetos superestimados.O que funciona no cinema argentino é justamente eles estarem fazendo tudo de forma natural sem forçarem a barra algo que os “intelectuais de faculdade” com diploma não se tocaram.
    O melhor filme brasileiro de todos os tempos para mim é o Tropa de Elite e recomendo também os trabalhos do Beto Brant que é ótimo diretor!!!

    Wagner Cardoso
    Cosmópolis – SP

  • Victor Ferrari

    Gostaria de usar este espaço pra recomendar um ÓTIMO documentário nacional, um dos melhores que já vi. O nome é Notícias de uma Guerra Particular, é mais conhecido, mas nem todos viram (mas talvez a maioria daqui deve conhecer).
    Para quem não conhece, é um documentário que engloba muitos aspectos sobre violência policial, tráfico (de drogas e armas), e a realidade brasileira. Ele não é tão novo (1999), e pode tratar de coisas já conhecidas, mas ainda assim vale muito a pena.

  • Matheus Leocádio

    Por favor! façam um programa sobre a ancine para nos atualizar sobre o caminho o cinema brasileiro está seguindo com as leis do audio visual. Obrigado galeraa

  • Noobz’s Orphan

    Caguei foda para o Cinema nacional.

  • Heitor Grima

    Já que o cinema brasileiro é muito por filmes de gênero, um que talvez falte para o cinema nacional seja o thriller… Com a exceção do lobo atrás da porta, do apenas razoável confia em mim e do meia boca assalto ao banco central (cuja premissa tinha um puta potencial) não me lembro de nenhum outro filme relevante nesse tom.

    Uma animação legal de lembrar como marco do cinema nacional é Cassiopéia, de 1996, que é considerada por muitos como o primeiro filme de animação digital da história (ainda que outros considerem Toy Story) e pode ser colocado também como ponto importante da retomada…

  • Carol Otoni

    Parabéns pelo cast galera, ficou muito bom, mas com aquela sensação de que há muito ainda para debater.. rsrsrs. Concordo que há muitos filmes nacionais de qualidade, mas o que chega nos cinemas são sempre as comédias bobas (da modinha) e por isso a grande massa nem sempre se interessa em buscar por outros filmes.

    Agora, se vcs reclamam que nos grandes centros não chegam muitos filmes de qualidade, imagina a minha situação (e acredito que de boa parte do Brasil), que mora em cidade do interior (do ES) que tem apenas UMA SALA de cinema, que exibe os filmes mais comentados (aqueles que o pessoal já espera ser sucesso de bilheteria), e detalhe, todos dublados. Não há opção para o espectador, não há escolha.

    Vou raramente ao cinema, já tenho o hábito de assitir os filmes em casa através do
    Netflix ou quando quero, assumo, sem nenhuma vergonha que baixo filmes sim,
    porque não tenho opção de assistir o filme no cinema, e não vou esperar o filme
    chegar em DVD e pagar cerca de R$ 6,00 para locar um filme (é melhor pagar o
    Netflix).

    Mas é isso, como disse, é um tema com muitos detalhes a serem abordados. Mais uma vez, parabéns pelo trabalho!

  • Anderson

    Tava animado para as indicações mas teve um cara dizendo que Tatuagem, Amarelo manga e O som ao redor são “incríveis”…
    Achei os 3 chatos para cacete, mas cada um tem seu gosto.

  • Ainda na onda de recomendar documentários “musicais”, faço a sugestão de assistirem o ótimo “Onde a coruja dorme” de Marcia Derraik e Simplício Neto, através dos depoimentos dos compositores dos sambas do Bezerra da Silva, e do próprio,traçam um panorama divertidíssimo da realidade do morro, além de uma clara denúncia social.
    Além desse, outro documentário belíssimo é “Santiago” do João Moreira Salles, irmão do Walter, que conta a história do mordomo da família, e o que parece ser um história simples e banal, pela maneira que é contada, se torna tocante ao extremo.
    Há de se fugir do lugar-comum, o cinema nacional é repleto de talento, tem que se encontrar formas de ele ser visto.
    Abs rapadurianos!!

  • Cesar Adr

    Que o Brasil faz bons filmes não é novidade nenhuma, eu assisti Eu ti amo quando era moleque e consegui me emocionar com o drama do casal, mesmo com toda aquela putaria anos 80 rolando, o problema do nosso cinema está no estilo de filme que faz. Isso é um problema se ele quer ser comercial e muitos realizadores não querem ser pop.

    Desculpe os amigos, mas filmar o cangaço iria levar alguém para o cinema?

    Recentemente tivemos aquele filme francês que foi um fenomeno (esqueci o nome, do rico deficiente e seu assistente) e na tv a cabo ele foi lançado como top, mas quero ver se esse O Lobo atras da porta, será lançado no Telecine numa super estréia. Entendem o dilema?

    Foi citado o exemplo Transformers como o produto negativo que muitos consomem, mas é esquecido por quem comenta, que o cinema americano tem algo desde o final dos anos 70, que o cinema nacional não tem, uma coisa que vem atrelada a muitos filmes chamada cultura pop, que engloba desde a nostalgia por um produto da infância, passando por referências a música, a outros filmes, criando personagens marcantes para o resto da vida até chegar num produto que entrega uma coisa chamada diversão.

    O Hobbit 3 pode ser ruim, mas as pessoas vão assisitir porque ele é um filme do Peter Jackson, faz parte do universo do Senhor dos Aneis, é uma trilogia… ninguém vai a cinema assistir o inicio de uma trilogia e abandona pela metade.

    Jogos Vorazes tem boa parte do seu público gerado nos livros e o boca a boca, o facebook, empurra muita gente ao cinema.

    Esses filmes são praticamente obras de culto, onde as pessoas mergulham no seu universo. É bem diferente de assistir um filme nacional com começo meio e fim.

    O cinema pipoca ocupa boa parte das salas, mas nos temos ciclos e basta observar que entre dezembro e o oscar, muito filme pé no chão é lançado.

    Além desse fato do estilo, ai vem o problema da distribuição e se não me engano a Lully no canal dela comentou que o youtube poderia ser o caminho pra muitos filmes. Se o sujeito vai baixar, porque não colocar no youtube. A questão de como quebrar o monopólio da distribuição deveria vir do governo, mas infelizmente pra eles é mais fácil obrigar a tv a cabo exibir filme ruim as 18h.

    A culpa, talvez, pela Globo Filmes dominar o mercado está no proprio público, que da ibope pra novela, pra série da Globo… tuita feito desesperados final de novelinha… acham Avenida Brasil interessante… enche a bola da platinada…então… fiquem com esses filmes, fazer o que.

    Aqueles que gostam do cinema nacional mais true, resta procurar alternativas, lembrando que tem cidade no Brasil que nem cinema tem, quanto mais sala cultural.

    Acredito que filmes são mais vistos na tv/dvd que no cinema. Isso deveria ser mais analisado.

  • Lucas Da Silva Biava

    Adorei o cast…. muito bom…
    Poderiam publicar a lista dos filmes citados para irmos atras e passar algumas dicas de onde podemos encontrar.

    Como dica de filme eu cito “Estômago”. Filme muito bom, que eu não sei como ficou de fora desse programa.

    Façam mais programas assim !!!

    • Bruno Costa

      Fala Lucas, já colocamos aqui nos comentários! abs

  • Uallisson Silvio Becker

    Cadê a lista dos filmes citados no final do cast? vocês podiam ter feito ela ein……

  • Catena Hernandez. Nada demodê.

    Meu Deus, Xuxa? Foi citado Xuxa em um cast q tenta apresentar aos ouvintes filmes nacionais com qualidade… Quem é Xuxa na balada meu pai?

    • Gustavo, o meu avô.

      Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a adoção de políticas descentralizadoras afeta positivamente a correta previsão do remanejamento dos quadros funcionais.

  • Yakir

    Gostei bastante do filme Trash – A Esperança vem do Lixo

  • Rodrigo Osório

    Melhor filme brasileiro, na minha opinião: Dois Coelhos!

  • Lucas Sales

    Cade o PH nos RapaCast????

  • Milena

    Assisti um filme brasileiro lindo, Ponte Aérea. Delicado, bem montado, bem dirigido, bem atuado. Recomendo.

  • Sergio Viana

    Excelente cast, pessoal. Parabéns! Realmente quando se coloca a coisa nesta perspectiva, podemos perceber que situação “artística” do cinema brasileiro não é tão ruim como normalmente pensamos. Parece um pouco a lógica dos medalhistas olímpicos e apoio ao esporte onde da quantidade se acaba tirando a qualidade. Abraços!

  • CHANGE SOZINHO EM CASA

    Fui um dos que reclamei do cast sobre Sniper Americano.

    Mas agora venho felizmente parabenizar pelo ótimo cast, um papo super informativo e com diversas ótimas recomendações, estão todas devidamente anotadas e pretendo ver a maioria!

    Chamem mais o Bruno e Wilker, eles adicionam muito ao já ótimo time do cast!

  • pedro veber

    Fala galera do Rapadura.

    Não tenho o costume de participar das comunidades dos programas que consumo, Sou um fã silencioso rs.. geralmente não posto comentários nem nada, mas desta vez me senti obrigado a vir comentar algumas coisas.

    Meu perfil de consumo de cinema é vamos dizer “balanceado” . Eu assisto a maior parte dos filmes comerciais e blockbuster mas eu procuro outros filmes, acompanho os lançamentos por sites, assisto os vencedores de prêmios (não só do Oscar), mas sou daqueles que o Juras falou. Basicamente consumo o que me é oferecido. Não assisto cinema nacional ( com raras exceções) pois eu vejo os filmes em cartaz e são aquelas bostas de comédias.

    Vocês prestaram um grande serviço a comunidade (pelo menos pra mim). Vou assistir a muitos dos filmes que vocês recomendaram. Vou começar com alguns do Juras pois temos gostos parecidos.

    Os do Thiago vou deixar por último, porque ainda não estou no nivel dele e os filmes devem ser muito loucos! Kkkk

    Se eu gostar, começo a acompanhar os filmes Brasileiros. Vamos ver hein. Olha a responsabilidade! Kkkk

    Parabéns galera. Se o intuito de vocês era que o cinema brasileiro seja mais conhecido, pelo menos um pouquinho conseguiram, vou assistir alguns só porque foram vocês que recomendaram. Respeito muito o trabalho do rapaduracast.

    abraços!
    Pedro.

  • Hiago Leal

    Juras, vc ñ fez aqui mais um bom episódio do Rapaduracast. Isso aqui é serviço social! Obrigado a todos os envolvidos, foi um debate mto pertinente. E ótimas as recomendações ^^

  • Hiago Leal

    Vou tomar a liberdade de fazer algumas recomendações, afinal de contas há mta coisa boa por estas bandas, coloquei os números só pra ficar mais fácil visualizar rs:

    1 – Lavoura Arcaica (Ninguém escolhe quem ama)
    2 – Redentor (Épico)
    3 – Faroeste Caboclo (Fotografia e enquadramentos lindíssimos)
    4 – Apenas o Fim (E se Woody Allen fosse brasileiro rs)
    5 – Estômago (O nome diz tudo)
    6 – Os Trapalhões na Serra Pelada (Tem uma das melhores piadas nonsense da história do cinema)
    7 – Entre Nós (Cenário magnífico, roteiro show de bola)
    8 – Madame Satã (Visceral)
    9 – Cidade Baixa (E se Truffaut fosse brasileiro rs)
    10 – O Pagador de Promessas (Um dos nossos grandes clássicos)
    11 – Cine Holliúdy (Ode ao cinema)
    12 – Batismo de Sangue (Um ótimo exemplar do “gênero”: filmes de ditadura)
    13 – Uma Noite em 67 (Doc. ótimo sobre a época dos Festivais de Música da Record)
    14 – Jogo de Cena (Uma forma de enxergar o trabalho dos atores de forma diferente)
    15 – Palavra Encantada (A nossa linda música)
    16 – Ilha das Flores (Documentário essencial)
    17 – O Homem que Copiava (Jorge Furtado quebrando tudo)
    18 – Durval Discos (Delícia de história louca com trilha sonora impecável)
    19 – Colegas (Feel good movie)
    20 – O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro (Grandioso)

  • Diego Ritzel

    Aqui em Porto Alegre o que salva é o GNC do Shopping Moinhos. Lá no meio da elite, mas dá pra ver muitas pérolas lá. O público também é de pessoas mais velhas sem a piazada gritando e agitando.

  • Renan Felix

    faltou 2 coelhos, um dos melhores de ação nacional com diversas referências da cultura pop moderna e com um ótimo plot twist.

  • O terror nacional mais angustiante que já vi: NINJAS – https://vimeo.com/28896287

  • Alerson Sousa

    Pessoal falando da Globo Filmes mas agora ela vai ter uma “concorrência” a Record Filmes.

    http://rd1.ig.com.br/record-filmes-sera-relancada-para-longa-com-historia-de-edir-macedo/

  • Arthur

    Só pude terminar de ouvir o programa agora. Muito bom o tema, estava na hora de “tocar na ferida” e lançar luz sobre o bom cinema nacional. Anotei aqui vários filmes! 😉 Parabéns ao timaço do rapaduracast!

  • Arthur

    Vocês mencionaram o cinema argentino no final do cast. Acho que valeria a pena um programa sobre seus principais filmes, ou algo relacionado a ele. Estou começando a descobri-lo (vendo recentemente o interessante Relatos Selvagens), e tendo boas surpresas!

  • Caio

    FANTÁSTICO Podcast! Anotei vários filmes que disseram, gostaria muito de conhecer mais sobre nosso cinema, por favor façam os podcasts que sugeriram, principalmente o comparando os filmes brasileiros com os argentinos (acho que seria um podcast incrível).

  • Fernando Emanuel Correia

    Falaram muitos nomes de brasileiros, o que é bom. Podiam especificar mais qualidades dos filmes que mencionaram. A dificuldade, talvez, esteja em segmentar os itens qualitativos de um filme, não pelos podcasteiros, mas pelas pessoas do meio, quem sabe. Vamos supor: fotografia, edição, iluminação}… Assim o gosto dos podcasters brilhariam mais e o potencial de contratações e valorização das pessoas que levaram a esses resultados (fotografo do filme x, editor do filme y, iluminador do filme z), além dos diretores respectivos, subiria (o potencial). Digo isso pela generosidade dos podcasters em citarem tantos diretores. {Trilha sonora, roteiro, direção de cena. O problema não é encher linguiça, o que não fizeram, mas encher uma linguiça com boas carnes, temperos e mesmo sais. Obrigado

  • Fernando Emanuel Correia

    o potencial seria inderteminado, porque o público conhece pouco a fama desse profissionais intermediários. Logo, imagino, a fama do gosto dos podcasters aumentaria ainda mais. Digo, no sentido de levar a melhoria da qualidade do cinema, e não da audiência do Rapadura.

  • Fernando Emanuel Correia

    correção: desses

  • Guest

    espero ter sido adequado, delicado, inteligivel

  • Gabriela

    Excelente esse podcast! Por mim poderia ter varias discussões sobre cinema brasileiro. Quanto mais podcast sobre o assunto melhor! E pretendo assistir todas as recomendações de filmes. Obrigada pelo excelente conteúdo!

  • Carlon

    Legal terem citado o uma historia de amor e furia, mas canelada feia falar dele sem falar do filme que pra mim é o MELHOR filme brasileiro depois do Cidade de Deus: O MENINO E O MUNDO!!

    Um filme autoral, poético, lindo!! Ganhou o prêmio mais importante da animação MUNDIAL!! Talvez a maior honra já recebida por um filme brasileiro! Sei que ainda está passando em algumas salas do país. Quem não viu VEJA!!

  • Só gostaria de agradecer ao @disqus_rUynIzuSSr:disqus, @wilker_medeiros:disqus e o Jurandir Filho por esse cast fantástico! Utilidade pública! Muito obrigado, meus amigos! Vou procurar cada indicação dada pelos senhores!

  • Tiago Malta

    CARACA GENTE!!! Geralmente eu acho cast de vocês meio morninhos, mas esse ficou excelente, já é na minha nada humilde opinião um dos melhores podcast que ja eu ouvi na minha vida… costuraram legal nosso amado/odiado cinema… só não concordo a respeito do filme “o Som ao Redor” que eu acho mega chato e pretensioso

  • Nélio Lino

    Pessoal, não vi ninguem comentando o filme 2 Coelhos! Eu acho que ele deve estar na lista, mesmo com alguns efeitos um pouco toscos e a atriz que muitos acham ruim, que não desabonam o filme. De qualquer forma postem o que acharam…Abs

  • Renato Fraccari

    tenho um wallpaper que eu criei muito parecido com esse olhos mesclado com bandeira hahahha http://renatofraccari.deviantart.com/art/Eyes-Of-Brazil-166581437

  • Elieverson Santos

    Viu deixar essa dica pra quem quiser complementar a deixa dos Trapalhões: https://www.abacaxivoador.com.br/para-ouvir/podcrastinadores/podcrastinadores-s03e25-os-trapalhoes/