Cinema com Rapadura

Notícias   quarta-feira, 10 de julho de 2019

Homem-Aranha: Longe de Casa | Kevin Feige comenta conexão surpresa presente no filme

Jon Watts, diretor do filme, também falou sobre os paralelos da obra com outros longas do MCU.

Homem-Aranha: Longe de Casa | Kevin Feige comenta conexão surpresa presente no filme

ATENÇÃO: a notícia a seguir contém SPOILERS

O presidente do Marvel Studios e produtor de todos os filmes do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), Kevin Feige, comentou, durante entrevista ao ScreenRant, a surpresa presente em uma das cenas pós-créditos de “Homem-Aranha: Longe de Casa“.

A primeira cena pós-créditos, que se passa momentos após a cena que encerra o filme, traz o personagem J. Jonah Jameson exibindo uma gravação em que o vilão Mystério (Jake Gyllenhaal) revela a todo o mundo que Peter Parker (Tom Holland) é a pessoa por trás da máscara do Homem-Aranha. O jornalista é interpretado por J.K. Simmons, que já havia vivido Jameson na primeira trilogia do Homem-Aranha, dirigida por Sam Raimi e que tem Tobey Maguire no papel principal. Na entrevista, Feige comentou a escolha do ator:

“A questão é que J.K. Simmons é um ator tão versátil. Olhe o que ele fez nos anos desde sua interpretação icônica do personagem nos filmes do Sam Raimi. Além de todo o trabalho dele, com ‘Whiplash’ sendo um dos maiores. Pode ser o mesmo ator com uma voz similar, mas com uma personalidade totalmente diferente. Isso nunca tinha sido feito antes. Nós gostamos muito da ideia de que é um novo Jameson, ele não é de outra dimensão, multiverso ou algo assim. É um novo Jameson neste mundo, interpretado pelo mesmo ator.”

O comentário confirma que o personagem não possui qualquer relação direta com sua versão anterior, possibilidade levantada pelo diretor do filme, Jon Watts, alguns dias atrás. A seguir, o produtor falou sobre o novo estilo de jornalismo de J. Jonah Jameson.

“A noção do editor poderoso não existe mais. Vender jornais, ‘vamos logo, eles têm que ir para a impressão!’ é uma noção muito romantizada e que não existe mais. Então, no universo Ultimate, havia o site do Clarim Diário e coisas assim. Mas levando isso a um ainda mais contemporâneo jornalista de esquerda radical ou direita radical, que grita em frente à câmera. E pensamos: ‘Quem poderia fazer isso?'”

Em outra entrevista (via We Got This Covered), Jon Watts falou sobre a revelação que a cena traz e seu paralelo com o primeiro filme do Homem de Ferro, no qual Tony Stark (que depois se tornaria o mentor de Peter) revela ao mundo sua identidade.

“Outro paralelo interessante para a revelação é que é similar ao modo como o primeiro ‘Homem de Ferro’ termina. O filme todo nos perguntamos ‘Será que o Peter vai ser o próximo Homem de Ferro? Quem vai aparecer?’. No final do primeiro ‘Homem de Ferro’, Tony escolhe revelar sua identidade para o mundo. E quando se trata de Peter Parker, ele tem a pior sorte de todas, então tudo de ruim que poderia acontecer parece acontecer com ele. Então pensamos, ‘por que não tirar essa escolha dele? Se ele estava possivelmente pensando – depois de encarar todas aquelas mentiras e toda aquela enganação – em revelar sua identidade ao mundo, vamos tirar essa escolha dele e de repente jogá-lo em um mundo que nunca antes vimos nos filmes.”

Ainda sobre o filme, Feige, comentou a diferença nas várias nomenclaturas que “Longe de Casa” utiliza para se referir aos acontecimentos de “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato“.

“Nós sempre nos referíamos a isso como ‘O Blip’, e então o público começou a chamar de ‘O Estalo’. Achamos engraçado que garotos do ensino médio chamam esse evento horrível e que mudou o universo de ‘blip’. Limitamos que ‘O Estalo’ foi quando todos sumiram, no final de ‘Guerra Infinita’, e ‘O Blip’ foi quando todos retornaram, no final de ‘Ultimato’… e foi assim que limitamos as definições.” 

Na sequência de “De Volta ao Lar”, Peter decide tirar uma folga do manto de herói e vai passar as férias na Europa com seus amigos. Mas a calmaria não dura muito tempo depois que o Teioso concorda em ajudar Nick Fury a resolver o mistério envolvendo o aparecimento de criaturas elementais, que estão destruindo o continente.

O elenco conta com os retornos de Tom Holland como Homem-Aranha/Peter Parker, Jacob Batalon como Ned, Marisa Tomei como Tia May, Jon Favreau como Happy Hogan, Tony Revolori como Flash Thompson e Angourie Rice como Betty, além da participação de Samuel L. Jackson como Nick Fury. O elenco também traz as adições de J.B. Smoove (da série “Curb Your Enthusiasm”), Numan Acar (“Em Pedaços”), Remi Hii (“Podres de Ricos”), Jake Gyllenhaal (“Toda Arte É Perigosa”) como Mystério, e Zach Barack, o primeiro ator transgênero a ser contratado pela Marvel.

Além do diretor Jon Watts, a dupla de roteiristas Chris McKenna e Erik Sommers, responsáveis pelo primeiro filme, também retornam.

“Homem-Aranha: Longe de Casa” está em cartaz no Brasil desde o dia 4 de julho.

Tiago Fiszbejn
@tfiszbejn

Compartilhe


Notícias Relacionadas