quarta-feira, 07 de novembro de 2012

RapaduraCast 305
Qual o maior mercado: Cinema ou Games?

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

Nos últimos anos nós presenciamos um embate de números entre as indústrias do cinema e de games. O mercado de games está se levando a sério, as pessoas estão levando a sério, a imprensa e os empresários também estão levando. Porém, alguns costumes atrapalham. Alguém respeita a classificação indicativa de games como no cinema? A indústria de games era sustentada pelas crianças. Ainda é assim?

Jurandir Filho (@jurandirfilho), Thiago Siqueira (@thiagosiqueiraf), Affonso Solano (@affonso_solano) e Caio Corraini (@CaioCorraini) discutiram sobre o tema. Todo ano tem os filmes de quadrinhos que dominam as bilheterias. Acontece o mesmo nos games? Quais as franquias que lançam sequências todos os anos? Qual a diferença entre uma empresa de games lançar DLCs logo após o lançamento e uma distribuidora lançar uma versão do diretor no mercado de homevídeo? Um filme realmente bom/bem produzido merece ser mais caro do que os filmes comuns? Qual o ciclo de vida dos jogos? Os filmes possuem ciclo de vida? Por que os jogos sociais são tão populares? Qual o impacto dos jogos para celulares?

O que você prefere: cinema ou games?

|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!

|| NOSSOS CONTATOS
WhatsApp: (85) 999 335 662
Youtube: RapaduraTV
Instagram
: @cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook: /cinemacomrapadura
Telegram: /cinemacomrapadura

Compartilhe

Participantes

Affonso Solano
Affonso Solano
@affonsosolano
Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Thiago Siqueira
Thiago Siqueira
@ThiagoSiQueiraF

Ouça Também


  • LUNATIC

    WASUP

    • F5? 😀

    • LUNATIC

      Cast interessante. Quanto as duas perguntas: cinema e cinema, mas tenho que admitir que faltou pouco para a segunda resposta ser videogame. Como alguem disse no cast que os jogos são imersivos, tenho que concordar 100% principalmente os JRPGS. Um exemplo recente é o Persona 4 de PS2. Nenhum, NENHUM filme tem o desenvolvimento de personagens tão forte como aquele jogo, obviamente que o jogo precisa 80 horas para fazer isso, mas é impresionante como aqueles personagens e historia principal crescem com o passar do tempo. Também o sistema de batalha é bem imersivo, as Personas ( summons do jogo ) ficam maiores e mais fortes. Jogo super recomendado, e se alguem for jogar, tente evitar o maximo de spoilers dele porque o final é épico demais. JAPAIXÃO <3.

  • Opa!

  • Felipe B.

    Ótimo tema, ainda mais com o Affonso!
    Baixando e esperando ansioso para ouvir o cast amanha no caminho para a faculdade!

  • OOOOOOOOOOOOOOOOPA! 😀

  • Rapaduracast de Games > All

    • Jonas Block

      eu tb gosto muito. e eles sabem falar bem sobre o assunto.

  • O Jurandir ainda lançará o 99Rapaduras … 😀

    • Jonas Block

      já tem o 99vidas ne… hehehehehehe

  • Murilo

    É engraçado pensar que a industria de video-game esteja, hoje, em uma crescente maior que a industria cinematografica, pois os video-games começaram a ganhar um maior “status” a partir do momento em que os jogos estão imitando o cinema. Graficos mais poderosos, personagens mais profundos, tramas mais elaboradas, etc…

  • Pedro

    pela quantidade de vezes que gastei o F5 aqui, durante o dia, pensei que ficaria pelo menos entre os 5 primeiros..

    • Russah

      E esse foi o ponto alto do seu dia ?
      Que vida eim !

      • Pedro

        sabe cara, apesar do meu interesse não ser patrocinado
        às vezes eu realmente fico ansioso para ver um trabalho novo
        dos caras.. então não custa nada gastar um F5

        ..e obrigado por se importar com o “ponto alto” do meu dia

    • Ezio Alahad

      No MRG você ganharia o prêmio Get a life! 🙂

  • Projeto 99 Rapaduras ftw!

  • Natanael Nogueira

    Interessante o tema. Apesar de hoje em dia os videogames serem muito mais reconhecidos pelo público porquê a partir da 5ª geração de consoles os videogames poderam abranger histórias, personagens e gráficos mais elaborados (vide Metal Gear Solid, Resident Evil e Final Fantasy 7 do PS1). Mas ainda assim acho que o mercado mais abrangente seja o cinema, pois é muito mais fácil você chegar pra uma pessoa e perguntar de que filme ela gosta. Porquê antes de perguntar pra uma pessoa se ela gosta de tal jogo, você tem que primeiro saber se ela gosta de games. Por isso acho que o cinema tem mais público. Já em lucro, eu acho que os games ganham vantagem, pois comprar um jogo é bem mais caro do que ir no cinema ou comprar um DVD (e Blu-ray, ás vezes). Bom, mas ainda vou ouvir o cast. 🙂

  • Marco Tulio

    Corraini seu lindú!

    .style

  • Marco Tulio

    Pô Jurandir, geladeira no Mauricio não ein!!

    • Jonas Block

      estranho

      o pessoal reclama tanto dos casts do mauricio, dai quando ele nao ta mais nas ultimas semanas, o pessoal sente falta. vai entender.

      • Marco Tulio

        Me inclua fora desse “o pessoal” aí.

        😉

    • Fernando

      Eu só não gosto do Solano, pulo os casts com ele, desse e de outros que ele participa…………..porém adoro o Sicas e gosto desse tema…….acho que darei uma chance ao Solano e as suas “opiniões babacas” .boring

      • Dt

        Cuidado, as solanetes jogam pedras

      • AVG

        Cara… ultimamente eu também estou achando o Solano “chato pra k-ray”… O cara implica com coisas ridículas nos filmes de heróis! Por exemplo neste cast ele implica com o fato do THOR ter sido “teletransportado” de Asgard para a Terra e ter aparecido “de camiseta e calça jeans”… O ENGRAÇADO É QUE ESTE MESMO THOR, NOS QUADRINHOS, batia o martelo no chão e suas vestes Asgardianas se “transformavam” em roupas sociais e seu martelo se transformava numa “bengala de madeira”…!!! Disto eu não vi ele reclamar! .lol

  • Pedro

    Excelente,

    sobre Red Dead Redemption, o jogo quebrou minhas pernas quando me colocou para matar corvos.. odeio não conseguir matar os benditos corvos..

    o ponto de vista do Jurandir sobre a geração que cresceu jogando tem um peso muito relevante, o custo dos games também os tornam restritivos, e a vantagem maior do cinema ainda é o fator humano, são pessoas vendo pessoas, e um dos fatores que tornam os “astros” tão interessantes é que eles tem uma vida fora das telas, vida essa, que os espectadores acabam se identificando de uma forma ou de outra.. e esse interesse acaba realçando o interesse pelos filmes, minha mãe “conhece” Christopher Reeve, e não está nem ai para a mitólogia do Super Homem

  • Boring_cast… volto aqui daqui duas semanas pra ouvir o próximo o/

    • doutor Logan

      Cuidado com o que diz…

    • Dom

      Absurdamente supervalorizado o público de games.

      Também tenho meus 20 e muitos e minha paciência com jogos hoje é limitadíssima. Mass Effect eu acompanhei e tudo mais (detestei o final), mas o valor social de um Mass Effect que em termos de fenômeno cultura eu coloco no topo da geração atual – um contexto incrível, aceitação de público – é completamente subjetivo.

      Você sente no design de um filme aqui e ali, plot assemelhada, um produto por aí com elementos. O impacto de um grande filme é mais direto, maior, perene e em alguns casos perpétuo.

      Conheço um ou outro ex-cinéfilo enquanto que ex-gamers uma porrada. Não é o fato de jogar Mário e Zelda que fará o cidadão passar a vida toda jogando.

      Pode ser, pode ser que surja em algum futuro distante ou próximo um mix de cinema-game. Tempo dirá.

    • Jonas Block

      ate semana que vem

    • Cristiano

      MAIS um cast CHATO e que pergunta com resposta óbivia!!

      • Cast chato, tudo que foi dito ai já foi pincelado em outros com tema parecido.

  • Eduardo Fernandes

    Percebi q o juras nunca menciona o MRG, pq?

    • Jonas Block

      como assim?

    • Marco Tulio

      Pq o Jurandir não gosta do Jovem Nerd, daí depois que o MRG foi pra lá ele meio que cortou as relações. Só mantem a amizade com o Affonso mesmo que está acima dessa birrinha.

      Saudades das minhas fofocas Affonso?!
      hahahahah

      • Juras não se da bem com o pessoal do Jovem Nerd?

        • Nerdcast está na parte de podcasts recomendados no lado direito da tela , ai você tira sua conclusão de inimizade deles .

      • Eduardo Fernandes

        como assim, pow como o juras n gosta do jovem nerd? JN participou de um 99 vidas “recentemente”

    • Felipe Pereira

      Já que estamos fazendo intriga, por que o Juca e o Sicas nunca estão no mesmo programa?
      Nem no 300 o Juca fez pergunta pro Sicas.

      • Marco Tulio

        Ih rpz…essa história é barra pesada, envolve o Mauricio tbm….é melhor nem mexer nisso.

        • Felipe Pereira

          Caraca, sério? Conta tudo! .lol
          Não, deixa quieto.

      • Fernando

        Percebi isto tmb, mas vamos lá………..é inegável que o Mau se dá muito bem com o Juca e o Juras, tolera o Solano e o Barretão, mas não acho que ele goste do Sicas não, e acredito que seja recíproco………..o Solano é café com leite, agora gente com personalidade como o Mau, o Barreto e o Sicas já devem ter se pegado………….o Sicas e o Barretão se dão bem, falta o Juca que vez ou outra leva uma tirada do Barreto e toma aula forçada do Sicas, já perceberam isso? Chato né?

        • Nâssa que clima de ódio !

          • Felipe Pereira

            O @Marco Tulio jogou napalm na fogueira e saiu correndo.
            .lol .lol .lol .lol .lol

        • rodrigot

          É nessas que a gente entende pq Ego e Contigo são sucessos editoriais. Nego curte mesmo um bafão sensacionalista.

  • Alyson Henrique

    Cast muito bom,como sempre.
    alguem pode me falar que musica eh essa no final do cast? muito linda.

    • silvio domingues

      me deem um chute no saco se eu estiver errado, mas essa musica ai é do Skyrim e tem umas 3 ou 4 versoes dela no youtube, vou ver se acho aqui pq eu ja vi em postagens no face e depois se ninguem passar eu te passo

      • luizgustavomls

        Malukah ♥ Cover de Skyrim: The Dragonborn Comes.

  • Wagner

    Cast sem o Maurício =/ Bem que podia ser sobre o Gonzaga!

  • Eu prefiro o video game old school, existem histórias fantásticas que até hoje gosto de revisitar como Legend of Mana, Chrono Cross, Final Fantasy 9 e muitos outros jogos da velha guarda. =)

    • Fernando

      Só não curti Legend of Mana, mas sei que tem muitos fãs e eu respeito………….agora Chrono Cross e Final Fantasy IX são fantásticos realmente, lembro-me de Legend of Legaia, com uma história absurda, envolvente e fantástica e fora outros títulos muito bons………..realmente estou saudosista ao ponto de me lembrar do primeiro Digimon World para PS1, na época era só mais um em meio a tantos jogos com enredos superiores, mas hoje ganharia como roteiro de melhor game.

  • Ó duvida cruel! Mas prefiro cinema!!

  • Bruno

    Não sei qual é o maior, mas sustento ambas… :p

    Volta Plus! .cry

  • Alyson Henrique

    Quero o nome da musica do encerramento x.x…

  • Acho que vale refletir sobre um ponto:

    No mundo dos filmes, estamos cada vez mais migrando para serviços, como Netflix. No videogame ainda estamos um pouco longe disso (apesar de alguns projetos promissores como a onLive.com).

    A consequência é que eu, por exemplo, compro mais jogos do que filmes hoje (o contrário do que fazia antes), porque os filmes estão mais acessíveis na “nuvem” do que na minha prateleira.

    A indústria do cinema está rebatendo isso colocando mais valor agregado aos BluRays (como nos box especiais que vocês comentaram). Minha dúvida é até quando esse valor ainda será percebido.

    Enfim: Acho que essa mudança nos “canais” de entrega de entretenimento são um dos principais fatores que fazem a indústria dos games acelerar mais do que a indústria do cinema.

    PS: A música do Quackshot próximo do encerramento é sensacional!

  • Silvio Domingues

    Impossivel decidir qual midia é a melhor, acredito que existão casos e casos, cada uma em sua midia tanto é muito boa quanto é muito ruim, acho que as duas se completam quando são desenvolvidas com a competencia e carinho corretos, pois eu quando assisto um grande filme filme, na hora penso, caramba jogar um jogo desse filme seria fodastic! Algumas vezes me decepcionei, e em outras foi uma otima experiencia.

    Assim fica a minha opinião, depende de quem faz, pois se a empresa é mercenaria vai se aproveitar dessa vontade do gamer de jogar e colocar uma me… qualquer para se jogar, enquanto outras empresas colocam um produto de qualidade que expande a experiencia.

    Silvio Domingues da Silva
    Cotia- São Paulo

  • Universematrix

    Prefiro os dois, não tem como separar uma paixão de outra!

  • Ragbadass

    Caramba! Vi o tema e pensei:
    -Que resposta obvia! GAMES

  • Ragbadass

    Caramba! Vi o tema e pensei:
    -Que resposta obvia! GAMES
    Mas no final acabei meio que vendo por outro angulo, e não só pelos numeros.
    Apesar de preferir de longe os games, agora vejo que o cinema realmente é huge mathafoka!!! kkkkkkkkk

  • Silvio Domingues

    caramba cara ouvir a parte que os caras falam da Aeris, e depois Red Dead Redemption, e a trilha de assassin’s creed 2 por tras^^ muito massa

  • Marco Tulio

    Sobre a pergunta do cast…é OBÓVIO que eu prefiro cinema. Viveria sem games de boassa…mas sem cinema? ta doido.

    • Dom

      Eu acho que ser “gamer” depois de adolescente é “jovem-adultice” demais pro meu gosto.

      Eu sou do grupo em extinção: cinéfilo não-nerd.

      • Matheus

        Eu sou do grupo em extinção: cinéfilo não-nerd.

        hahaha

      • Ezio Alahad

        Concordo, jogo de adulto é baralho, dominó e gamão ¬¬

  • eduardo metello

    fizeram um bullyng no caio, hehehe
    e respondendo a pergunta final cinema/cinema

  • Caramba, fiquei admirado e chateado com o Affonso “de Faca” Solano, por achar que gamer profissional não é profissão. Ainda mais ele que é desenhista, uma profissão que também sofre esse tipo de “desvalorização”.

    Ele tem direito de achar o que quiser das pessoas e das profissões, mas me chateia saber que uma pessoa que eu admiro, pensa assim…

    (Antes que perguntem, sou analista programador)

    • Ezio Alahad

      Também fiquei decepcionado pela opinião de merda dele, mas dá pra notar que é uma “opinião” de alguém que não sabe nada sobre o assunto. O Corraini até tentou dar uma explicação melhor mas o Affonso só reforçou essa imagem de que game é coisa de punheteiro e etc.

      Fica a dica pro Affonso procurar uns videos do EVO ou de algum torneio de Starcraft ou LOL pra ver como jogar video game pode ser um profissão. 😉

    • rodrigot

      Acho que ele falou em tom de piada mesmo.

      Mas é apenas natural que qualquer profissão ligada ao entretenimento seja ela critico de cinema, vlogueiro, pro-gamer, podcaster, jogador de futebol ou piloto de formula 1 vá sempre ser menos “profissão” do que médico, engenheiro e dentista.

      Voce é pago pra fazer o que os outros pagam pra fazer. Seu ofício é o hobby de outrem, algum karma vc tem que aguentar por isso, nem que seja a inveja e o desdém alheio. 😉

      • Gostei do seu ponto de vista! Realmente é bem melhor pensar assim… hehehe .lol

    • AVG

      Cara… ultimamente eu também estou achando o Solano “chato pra k-ray”… O cara implica com coisas ridículas nos filmes de heróis! Por exemplo neste cast ele implica com o fato do THOR ter sido “teletransportado” de Asgard para a Terra e ter aparecido “de camiseta e calça jeans”… O ENGRAÇADO É QUE ESTE MESMO THOR, NOS QUADRINHOS, batia o martelo no chão e suas vestes Asgardianas se “transformavam” em roupas sociais e seu martelo se transformava numa “bengala de madeira”…!!! Disto eu não vi ele reclamar!

  • Silvio Domingues

    e para poder compartilhar da minha opinião, fico na mesma opinião do Jurandir:

    Cinemas como a maior
    Games como a minha preferida

    e pelos mesmos motivos, nunca tive video-games meus das antigas, mas joguei muito na csa de parentes e em locadoras tambem.

    Silvio
    Cotia-Sao Paulo

  • Telas

    Eu sou do time que sente falto do Maurício.

    E do PH.

  • Telas

    Eu sou do time que sente falta do Maurício.

    E do PH.

    • Fernando

      Juras, PH, Mau, Barreto e Sicas!!!

      Combinação perfeita!!!

      Eles juntos eram infalíveis!!!

      Porque será que as coisas mudam?

      .cry .cry .cry .cry .cry .cry

  • O depoimento de Jurandir Filho com frog theme de fundo foi emocionante! to contigo Juras – games foi mais significativo em minha formação tb! Abraço a todos! 🙂

  • Uma coisa no mínimo intrigante que tenho visto ultimamente é a quantidade de games que estão virando livros: Uncharted, God of War (!?!), Diablo, Assassin´s Creed, Battlefield (?!?), etc.

    No cast foi bem discutida a diferença entre a interatividade dos games e a passividade do cinema. Aí me pergunto: qual o intuito de pegar algo interativo e transformar em passivo? Atrair o público que não está interessado na interatividade dos games, talvez?

    • LUNATIC

      Acho que os livros são tipo de “DLC” dos jogos. A historia do livro do Uncharted é diferente dos jogos, apesar do autor colocar muita ação no livro. Os dos Assassin´s Creed são adaptações, os livros tem a mesma historia dos jogos apesar de algumas pequenas mudanças.
      PS: Só li o do Uncharted, Assassin´s Creed só estou escrevendo o que um amigo me disse.

    • rodrigot

      > qual o intuito de pegar algo interativo e transformar em passivo?

      Lucrar em cima de uma propriedade intelectual consolidada sem ter elevados custos de produção e desgaste de imagem de se lançar um jogo por ano.

  • klimiuc

    Acredito que os mercados se complementam mas o público específico de produções que vieram de games é muito mais exigente com a fidelidade do que o público comum.

  • Mad Hulk

    Caio Corraini no RC!!!!!
    q legal cara! =D

    leva ele pro 99vidas tb juras!

  • Edy

    A música tema do Frog e a música do Dragonborn foi pra terminar de arrepiar, cast bom da porra! 😀

  • Arnaldo

    Games, amo filmes, mas o entretenimento dos games é melhor…

  • Fernando

    Poxa, tiveram 2 filmes que não rolaram Rapaduracast e mereciam!!
    Loopers
    007 Skyfall

    O que tá acontecendo?!? .boring

  • Respondendo à pergunta https://twitter.com/rapadura/status/266568762218643457, dependendo do título (game) ou da franquia, creio que o ciclo de vida varia e muito. Como referência podemos tomar diversos jogos de 16bits como os da franquia Donkey Kong Country. Os jogos ainda estão vivos e foram renovados com o último título Donkey Kong Country Returns. Um contra-exemplo é o caso do Duke Nuken Forever … um total fracasso.

    Na verdade tudo dependerá da qualidade do jogo. Se realmente for bom, ele terá a chance de replayable maior. Outros títulos, mesmo tendo uma super-produção, tenham apenas aceitação inicial por pura novidade de mercado e depois caia no esquecimento. Mas o ciclo de vida do jogo, definitivamente, dependerá do jogador.

  • Diego Snake

    De cara, já gostei de o Affonso, sendo completamente anulado pelo Juras, Sicas e o Corraini, antes mesmo de tentar falar mal de MGS.

    Metal Gear Solid não é pra qualquer um de fato. E o Solano é o maior “ícone” disso!!!!

    Hahahahahahaha

  • WesleySerial

    Vai gosta d jogo em Juras??? .capetarindo

    Tbm to nessa..rsrs

    Ouvirei amanha.. :p

  • Rodrigo Pereira

    Respondendo a pergunta do cast, prefiro bons jogos e bons filmes. É claro que mesmo sendo um ótimo jogo, ele não vai te emocionar igual a um filme.

  • Antonio Amaral

    Economicamente o mercado de Games é maior, porem tem uma grande diferença entre os dois, o cinema é uma arte e tem uma capacidade que vai muito alem da simples diversão. Por mais que o mercado dos vídeo games tenha um avanço e eu consiga me sentir dentro de uma guerra ao jogar “Call of Duty” ele não me faz pensar no aspecto humano de um personagem como o caso de determinados filmes de guerra.
    Sem desprezar os games (do qual nasci jogando) o cinema tem um potencial maior do que o dos games, pelo menos hoje.

    • Ai você esta excluindo obras que o fazem nas duas midias. Existem filmes que enaltecem a guerra e não se importam com esse aspecto, assim como jogos que mostram esse lado humano dos soldados, como Spec Ops: The Line. Falar que jogos não são arte, na minha opinião, é menosprexar a midia, pois existem jogos muitissmo mais artisticos que muitos filmes. Comparar CoD com um um filme artístico é o mesmo que comparar Transformers à Braid, não faz o menor sentido.

    • frostbr

      Jogue “Journey”, eh a prova definitiva de que a industria de games tem potencial para produzir arte.

  • Tiago Klein

    Opa….excelente cast….heheheh

    Acho que no geral concordo com grande parte do que foi falado, soh acho que quando falam do RDR, e logico que isso vai da opniao de cada um e do que foi jogado por cada, quando falam que el foi o primeiro jogo que te “quebra” e te emociona e tal, eu acho que antes MGS 3 fez isso com maestria tb, o final do mgs3 está no mesmo nivel de impacto que o RDR…minha opniao!!hehehe

  • Angelo Guedes

    Cast excelente, mas só quero dar um grande exemplo de uma casamento perfeito entre games e cinema…. DETONA RALPH, que vai estreiar no começo de janeiro, e tem tudo pra ser uma obra prima com os dois temas citados no cast!!! parabens Juras, Muito bom o cast!

  • Entrei achando que a industria de Games era maior e o cast mudou minha opinião, agora sou convicto de que o Cinema é maior. No quesito preferencia, sou Team Affonso, não consigo decidir entre os dois, mas acho que tendo mais para os Games.

    E discordo de quem diz que jogos não podem emocionar como o cinema, acho que essas pessoas estão pensando em emocionar simplesmente como fazer chorar ou algo do tipo, porque certas emoções um filme simplesmente não consegue te passar e um jogo pode passar maestralmente. O maior exemplo é o sentimento de conquista, que só pode surgir se houver interação, que não há com o filme. Outro exemplo, na minha opinião, é a surpresa, pois mesmo que um filme revele algo muito surpreendente, a sensação que se tem nunca sera tão grande quanto a de um jogo que faz a mesma coisa depois de ser jogado por dezenas de horas. A relação que se cria entre o consumidor e a obra antes da revelação influencia na surpresa, e esta é muito maior com os jogos, imho.

  • Que cast foda! Trouxe muitas memórias de volta.

    Red Dead é simplesmente épico… Rockstar é mestre, né?

    Sempre bom um cast com o Siqueira e o Solano, e agora Caio, que espero ver muitas vezes no rapadura =D

    valeu!

  • Leonardo

    Games,é claro.

  • Renan

    Seria errado dizer que em alguns casos, como por exemplo em filmes mais populares e de ação, essas indústrias para algumas pessoas são complementares?

  • Pra mim Jurandir, Sicas, Barretão e Mauricio deveriam estar em todos…

    • Fernando

      🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂

  • Thiago

    Mau morria ouvindo o Juras UHASUAHSAUSHAUHAUSHAUSHAUSHUSUAUH

  • Gamer para sempre e amante do cinema por fora…
    Parabéns pelo cast!!

  • parabéns Jurandir pela sua coragem de dizer que prefere games do que cinema, eu também fico com você, prefiro games, apesar de gostar muito de cinema.

  • Apesar de num entender absolutamente nada de Games, escutei só pra matar a saudade do rapadura cast.

  • Interessante e válida discussão, pois realmente o desenvolvimento e o crescimento destas duas mídias são muito importantes para as previsões do futuro do entretenimento. Particularmente escolho o cinema como predileto, mas há prós e contras em ambas as mídias. Grande abraço, seres rapadurianos e até a próxima.

  • Raul Abreu Leite

    Excelente tema. Eu diria um dos assuntos mais interessantes dentre os últimos casts (não desqualificando os anteriores, pelo contrário, enaltecendo este).

  • Matheus

    Interessante, mas não está para ‘Cast mais polêmico de todos os tempos’ como bem disse o Sicas no Facebook. rsrs

  • Lucas, O Intoxicado

    Jurandir, uma pergunta para você que é fã de FFVII: Você era time CloudxTifa CloudxAeris?

  • Marcelo Gomes

    Cinema de longe.

    Uma forma de arte que abrange todas as outras.

  • Diego-Arnold

    O final de Red Dead Redemption é idêntico ao final de A Fúria do Dragão de Bruce Lee a diferença é que um vc viu o outro vc participou

  • Caio, até EU – que sei lhufas de Red Dead – chorei qnd o Jurandir encerrou um cast aí q não lembro qual com essa música. Vim aqui nos comentários desesperado pra saber de quem era. Não tô diminuindo o jogo, mas a música é FPC =] E eu não tô carente!

  • Sou suspeito para falar, eu conheci o Rapaduracast pela edição 255 – Games Com Histórias Cinematográficas, então estou com o Jurandir, se for para escolher apenas um eu escolho Games é claro! Mas obviamente eu gosto muito de cinema tambem e embora os Games sejam maiores em questão de faturamento não tem como negar que o cinema possui uma abrangência muito maior.

  • AVG

    Pessoal… ultimamente eu também estou achando o Solano “chato pra k-ray”… O cara implica com coisas ridículas nos filmes de heróis! Por exemplo neste cast ele implica com o fato do THOR ter sido “teletransportado” de Asgard para a Terra e ter aparecido “de camiseta e calça jeans”… O ENGRAÇADO É QUE ESTE MESMO THOR, NOS QUADRINHOS, batia o martelo no chão e suas vestes Asgardianas se “transformavam” em roupas sociais e seu martelo se transformava numa “bengala de madeira”…!!! Disto eu não vi ele reclamar! Se for pra se considerar essas dita “falhas” nos filmes, o que dizer do Hulk? NENHUMA calça fabricada NESTE MUNDO esticaria tanto a ponto de não rasgar inteira e deixar o monstrão nú e com a mão no bolso! Disso também ele não implica…

  • WesleySerial

    Alguem sabe algum link da musica de encerramento do Cast?? A do Skyrim lá?? Achei fod@ pra car@lho!!

  • cesar adr

    Acho gostar de cinema não seja uma simples questão de ser passivo. O homem desde suas origens se reuni ao redor de uma fogueira para contar e ouvir histórias.

    O cinema é isso, uma canção dos bardos.

    Na imersão do cinema, você é o personagem. Você vive o personagem na tua mente, simplesmente a tua mente não consegue a imersão total. Que é a experiência que o filme O 13 andar mostra.

    O video game definitivo é o holodeck. Nele você pode andar fisicamente pela história e não somente na imaginação.

  • cesar adr

    Quando eu mato a Hidra em GOW, eu fiz algo como eu mesmo ou apenas segui os passos de uma programação de computador?

    Quero dizer que não existe diferença entre games e filmes. Em ambos, você segue uma jornada pre determinada pelo diretor ou criador do jogo.

    É possivel que um jogo de video game consiga passar a carga dramática e histórica de um A lista de Shindler?

    ou consiga produzir obras como Ben-Hur ou Cidades dos Sonhos?

    Assistir a um filme é ver a performance do ator. É ouvir a música, é tentar entender a mensagem do diretor.

    O game pode me presentear com o talento deuma Elizabeth Taylor?

    • Felipe Costa

      possível é sim,talvez não atualmente,mas a industria de games vem crescendo rapidamente,e os jogos atuais tem dado mais valor a uma historia mais bem montada,mais emocionante,e mais envolvente,vide o vencedor do VGA do ano passado..,talvez não esteja no nível dos clássicos q vc citou,mas não se esqueça q a industria de games é recente,e só esta começando a ser levada a sério dos últimos 10 anos para cá,então acredito q seja questão de tempo(e menos do q parece)…com relação aos atores,hj em dia já estão começando a utilizar atores hollywoodianos para servirem de modelo para os personagens dos games,e com a evolução gráfica só tende a melhorar…^^

  • Cinema ou games? Difícil! Sou amante dos dois, mas se pudesse ter um e apenas um, ficaria com os games, mas sempre sentiria falta do cinema.

  • A primeira vez que consegui me emocionar com um game foi no Gears of War 2 quando o Dom encontra sua esposa morta e aquela cena tem uma carga dramática grande, me emocionei de verdade e, depois, novamente em Gears of War, só que no 3 quando o próprio Dom se sacrifica para salvar seus companheiros, pois o Dom já estava consumido pela tristeza de ter perdido sua amada e não aguentava a saudade dela e queria encontrá-la novamente e também permitir que seu melhor amigo, Marcus Fenix, se salvasse e pudesse salvar a humanidade da ameação lambent e locust. Caraca! Não é à tôa que essa franquia é a melhor de todas, na minha opinião.

  • Madalena

    aadorei o cast! xDD
    acho que o mercado de cinema é maior porque tem um alcance muito maior do que o de games.
    gosto dos dois, mas o de cinema é o que eu prefiro, porque não são todos os jogos que me interessam. hehe

  • Jefferson

    Por favor, qual é o nome do jogo que Caio Corraini diz chorar, que anda de cavalo e pá..

    • Guilherme Parreira

      Red Dead Redemption

  • Guilherme Parreira

    Indústria de Games: US$ 60 bilhões (2012)
    Indústria de Filmes: US$ 90 bilhões (2012)

  • Jonathan Kennedy

    é logico que cinema ganha, cinema é muito melhor que games em base de tudo… cinema é vida, game é entretenimento é só nada mais! 😉

    • Leandro alves

      Isso na SUA cabeça. Hoje em dia games tem mais criatividade que o cinema

  • Vitor Arruda

    Tudo era valido até lançar GTA V

  • donihq