sábado, 04 de setembro de 2010

RapaduraCast 199
Nossos Heróis

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

Quando alguém se torna um herói? Ele precisa de super-poderes? O que o define como um herói? Nessa edição especial nós dividimos em três categorias: cinema, personalidade e pessoal. Os participantes escolheram três nomes para cada categoria (teoricamente) e disseram o porque de eles os inspirarem.

Jurandir Filho (Juras), Maurício Saldanha (Mau), Thiago Siqueira (Siqueira) e Juliano D’Angelo (Juca) selecionaram nomes especiais e que de alguma forma fizeram algo importante para as pessoas. Por que os feitos de coragem e superação inspiram tanta gente? Diversas situações históricas foram capazes de inspirar heroísmos, e muitos personagens das artes e do imaginário popular são baseados nestes heróis. Participe desse papo!

Coloque nos comentários três heróis, na sua opinião. Um do cinema (personagem), uma personalidade (músico, humanitário, político, celebridade) e um pessoal (alguém que é importante na sua vida pessoal). Esses são os nossos heróis!

COMENTADO NOS E-MAILS
Campanha #ScottPilgrimnoBrasilNow
Now Loading está de volta

LINKS SOBRE O PROGRAMA
Vitória do Senna apenas com a 1ª e 6ª marcha
Senna interrompe corrida para ajudar colega
Senna passando todo mundo logo no começo
Gp Brasil 93 (Interlagos) – Última volta
Luto nos estádio após a morte do Senna
Um papo com Leonardo Boff

Duração: 76 min

ENDEREÇO DIRETO DO PODCAST
Acesse aqui: www.rapaduracast.com.br

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E CHUTES NO SACO
Envie e-mails para: rapaduracast@cinemacomrapadura.com.br

RSS e iTunes
Adicione o feed do RapaduraCast no seu iTunes ou no seu agregador.

INFORMAÇÕES
Aperte o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como) o arquivo no formato MP3 na MELHOR QUALIDADE para o seu PC. Desfrute! 😉

Compartilhe

Participantes

Juliano Dangelo
Juliano Dangelo
@jucadangelo
Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Thiago Siqueira
Thiago Siqueira
@ThiagoSiQueiraF

Ouça Também


  • Cocaro

    Primeiro pela primeira vez

  • Peter Parker, Bono Vox, e meu pai !

  • Meus heróis falando sobre heróis…

    Meus heróis são, sem ordem:
    – MORPHEUS (MATRIX, somente em Matrix 1 e 2): ele representa muito meu desejo de encontrar meu salvador e dissiminar minha causa… sou evangélico, mas não religioso e tenho problemas quanto à minha de crença “amar à Deus e ao próximo como a si mesmo”… então sigo em minha cruzada para sair da Matrix de um mundo cada vez mais amargo, virtual e insensível. http://goo.gl/wqe7

    – FERNANDO ANITELLI (líder de “O Teatro Mágico” http://goo.gl/gGjG, pela luta na cena independente): ouvir este cara e todo o seu projeto foi o que me fez ver que existe um mundo muito além do que eu via… foi minha “pílula vermelha” em cultura…

    – Lógico, meu pai, Sr. EVANDRO MARTINS DE PAULA, o popular e vulgo (mas não chulo) “Pé de Frango”, como é conhecido, que poderia ter sido o maior jogador de futebol da história caso tivesse recebido o convite para jogar no Atlético Mineiro, e não no Cruzeiro como recebeu… romantismo de outros tempos. Ele foi quem me fez gostar de cinema e quadrinhos através, respectivamente, de Zorro e Fantasma.

    HOURS CONCOURS: JC, Jesus. Sem ser piegas… nem que me provem que este cara nunca existiu, ou não foi do jeito que me fizeram “engolir” quando menino, eu não posso deixar “desaprender” o que aprendi com a cruz… uma ligação perfeita entre Deus e homem e homem e homem: amor…

    • Olá Rafael,
      gostaria de lhe indicar a doutrina espírita. Ela não se prende em religião mas no crescimento espiritual e, por consequência, uma aproximação com Deus. Parabéns pelas palavras de amor e pela fé.

      • Luan, desculpa pela demora em “re-responder”, estava viajando…

        Eu meio que conheço a doutrina espírita… boa parte da minha família é kardecista.

        (incrível não? E convivemos pacificamente sob o mesmo teto… a não ser na hora do banho e pelo controle remoto da TV…)

        Nem me interessa tanto a doutrina, não ligo muito… gosto mesmo é da atitude das pessoas… e elas são boas ou ruins, “paradas” ou “ativas”, “ilumionadas” ou não independente da religião…

        Por isso, vou ter problemas em qualquer lugar, hehe…

        Aqui, onde eu “congrego”, tem algumas pessoas cuja a atitude me interessa, por isso ainda estou no mesmo “nicho”…

    • André Torquato

      Hein? Teatro Mágico? É neh, gosto não se discute hehehe

      • Pô André, desculpa pela demora em “re-responder”, estava viajando…

        Eu gosto sim de Teatro Mágico.
        E muito.
        Bom, não vou aqui discursar sobre o que EU acho bom no Teatro Mágico… porque a questão não é essa e sim como eu o considero importante… PRA MIM.

        Certas coisas são importantes para as pessoas não pela qualidade que possuem – isso é amplamente discutível, afinal, citando você mesmo: “gosto não se discute” – porém pelo valor e impacto que as pessoas atribuem à elas.

        A primeira coisa que eu ouvi saindo da boca do Anitelli (líder e idealizador do TM) não foi música… foi uma frase de um “cara com a cara” pintada de palhaço (e eu adoro palhaços e clowns) dizendo o seguinte: “- contra burguês, baixe MP3”, explicando como distribuíam seu trabalho, com CD’s à R$ 5,00 e grátis para download.

        Foi a primeira vez que eu pensei em música como algo feito de maneira independente, quando ouvi essa frase do Anitelli.

        Não importa se a música é ruim para uns (ou não tão boa quanto dizem, que é a principal crítica que EU MESMO faço ao TM). “O que mais importa é a conexão que a palavra possui, não tanto o que ela significa.”(Matrix Revolutions, a única coisa que salva no filme apesar de soar como filosofia barata…)

        O Mau – que gosta de Mariah Carey, e eu não – falou sobre isso quando nos podcasts de Crepúsculo, quando muitas pessoas (inclusive EU) dizem achar a série ruim e confundem com a importância que ela tem para esta geração, que se identifica com Bela, Edward e etc.. vindo daí o seu sucesso. É como lamentar que minha geração pôde ver Curtindo a Vida Adoidado, Goonies, Clube dos Cinco e esta tem de se “contentar” com A Saga dos vampiros purpirinas.

        Gosto é mesmo gosto, não se discute…

        E tu cara, quais são seus heróis? Compartilhamos algum que não tenha sido citado?

        Inté cara…

  • Anderson Barreto

    Muito legal o tema.
    Black Kamen Rider e Bruce Lee são meus heróis. xD

  • Baixando!
    Jaspion eterno d+!

  • Meus heróis falando sobre heróis
    – Morpheus

    – Fernando Anitelli, líder de “O Teatro Mágico”…

    – Meu pai, SR. EVANDRO, o vulgo (mas não chulo) “Pé de Frango”, que seria o maior jogador de futebol da história caso recebesse o convite do meu glorioso Atlético Mineiro e não do Cruzeiro, como foi… ele me ensinou a gostar de cinema e quadrinhos com o Zorro e o Fantasma (em preto e branco).

  • Mateus

    Meus heróis
    Cinema:
    Indiana Jones
    Rocky Balboa
    Batman

    Personalidades:
    Stanley Kubrick
    Alan Moore
    Charlie Chaplin

    Pessoal:
    Minha professora de português que me indicou o livro “Admirável mundo novo” cuja obra me fez apaixonar por leitura, Adelaide era seu nome.

    Acho que só, adorei o tema. É empolgante e leva a cada um de nós a uma reflexão.

    Abraços !!!

  • Willtage

    Esse promete ser mais um cast emocionante, estou prevendo lagrimas a litro, kekeke…
    Deixa eu adivinhinhar quem é o fã do C. Reeves… O namorado da Ramona Flowers! ¬¬ Rsrsrsrs…
    Baixando pra depois ouvir e comentar.

    Abs!

    Willtage 😉

  • Jonathan Hodes

    Coringa, Mandela e minha irmã.

  • Agora sim, acabem de ouvir: excelente…

    Desculpem-me por repetir posts, meu PC enlouqueceu…

    Os emocionados & emocionantes “seres rapadurianos” atacam novamente…

  • Rafael CS

    Muito bom o programa 🙂

  • Rafael CS

    Meus heróis

    Cinema:
    Super Man
    Batman
    Michael Scofield

    Personalidades:
    Chris Daughtry
    Masami Kurumada
    Charlie Chaplin

    Pessoal:
    Meu Pai

    :p

  • Só vocês conseguem fazer isso. Só.

    Heróis Cinema:

    Superman/Clark Kent
    Jack Shephard
    Tyler Durden
    Beatrix Kiddo (se independer o gênero)
    Wall-E

    – Costumo dizer que meus heróis da “vida real” são os mesmo fictícios. Porque a representação, a ideologia e a mensagem independem da “realidade” de determinada personalidade. E eu costumo ter alguns heróis, que são todos aqueles os quais me identifico em tela, que ajudam a construir/desconstruir opiniões/ideoloias minhas.

    Vou ouvir o cast e comentar. 😉

    parabéns desde já.

  • Daniel Costa

    Confesso que fiquei um pouco decepcionado com o podcast 199. Compreendo que falar sobre os nosso heróis é um tema bem bacana para anteceder a esperada edição 200.
    Mas pensei que devido ao lançamento do filme “Nosso lar” vocês fizessem um cast só sobre os filmes espíritas que foram lançados neste ano.
    Vi que apesar de dezenas de criticas a “Bezerra de Menezes” e “Chico Xavier” não há um podcast só sobre os filmes espíritas, o mais perto que se chegou foi o cast do “Atividades Paranormais”.
    Vai ai uma sugestão. Fazer um cast sobre os filmes espíritas, mas que se convidasse um representante da doutrina no país. Aposto que muitos dos representantes espíritas aceitariam o convite de bom grado, já que a divulgação da doutrina espírita é a colaboração mais importante que um pessoa pode dar.
    Se aceitarem, posso fazer essa participação pelo messenger, já que eu moro em Salvador e como sou espírita e médium já tenho conhecimentos sobre muitos fenômenos espirituais, sendo que já presenciei e participei de alguns deles.
    Muito Obrigado,
    Daniel Costa

    • Não era o momento, ainda. Eu sou espiritualista, e repito, não era o momento.

    • rodrigo T

      Rapaz, uma das coisas que mais me incomoda eh mexer com esse assunto de religiao.
      No caso particular do espiritismo aindo me interesso em ouvir por causas das historias macabras que todos os ditos “mediums” contam. Sao bem legais. Mas nao sei ateh q ponto eh interessante falar sobre isso num cast.

      • André Torquato

        De acordo. Isso seria dar voz a uma religião (ou doutrina) em particular, não faz sentido. E o cara ainda se escala para evangelizar rsrsrs

        • Fã Rapaduriano

          Concordo com oque foi dito aí,eu não me incomodaria de ouvir sobre espiritismo,mas acho que desagradaria os mais conservadores de outra religião …

          É complicado mexer nesse assunto,sempre muito pelemico,entendo que por isso “não era o momento” que o Juras disse acredito eu

  • Vivian Rosa

    Ouvindo o cast ainda, mas não posso deixar de comentar pra não esquecer. Emocionante demais vocês falando sobre Senna.

    Quando ele morreu eu tinha só 5 anos, nunca fui muito ligada em F1 e muito menos de assistir corrida.

    Mas olha, arrepiei agora…

  • Cecilia

    Meus heróis são:

    1-Capitão Kirk (sempre sabe tirar a nave da m*rda)
    2-j.k. rowling( fez os livros que me ajudaram muito, e me deram um heroi, um otimo exemplo.)
    3-Minha mãe (nunca me deixa na mão)

    Adoooro os Casts! ScottPilgrimnoBrasilNow
    li e nao posso ficar sem filme!!! Beijokaas

  • Ahhh q tema legal! Adoreiii! xD
    Vou baixar, ouvr c/ carinho e dps posto meus herois aqui e comento o cast!

    Paabéns pela pontualidade, Juras! 😉

  • meus três heróis
    Cinema: Cristhopher Reeve (superman) sério, pode estar passando qualquer um dos quatro filmes que eu paro o que estiver fazendo para assistir.

    Personalidade: Ozzy Osbourne, desde meus 13 anos de idade quando comecei a tomar gosto realmente pela música que esse cara me trouxe a vontade de ser uma pessoa que não se importa com o que os outros fazem ou do que pensam de mim.

    Pessoal: Primeiro, meu pai, já falecido, mas era uma figuraça, Segundo, minha mãe, sempre comigo, e por último eu mesmo, pois já passei por muita pancada e continuo por aqui. firme e forte

  • junior

    alem de todos estes citados tambem acho jack chan, goku, são parte da minha infancia que sinto muita saudades.

  • Antes de ouvi, estava vendo os links relacionados e é difícil segurar a emoção principalmente quando se fala em Senna.
    Um domingo sem a vitória do Senna não existia,e nós dizimamos que estavamos vendo o Senna ganhar a corrida(mesmo ele estando na primeira volta).
    Me lembro como se fosse o domingo passando, meu pai chegando e falando que o Senna havia se acidentado e falou que ele ia sair dessa,e na manhã seguinte nós todos (e o Brasil) estavamos vendo o velório.Até hoje (passando 16 anos),ainda me emociono ao ouvi o Tema da Vitória,e ainda estranho não ouvi a música nos domingos.
    Piloto como ele não vai existi mais, não só na qualidade como piloto mas como humano(o video dele socorrendo Erik Comas sem palavras).

  • Taz

    PQP que RapaduraCast Fodástico.
    Quero falar principalmente de Senna, um herói fantástico e o maior piloto que já vi correr, sobre o Rubinho acho um bom piloto só que por demais azarado, mas sua 1ª vitória na F1 foi muito foda.

    Abraços e até o RapaduraCast 200.

  • Ainda não terminei d eouvir o cast, mas já estou emocionada c/ as declarações do Juras sobre o Senna. E vendo o vídeo do heroismo dele, lembrei de um outro episódio ainda mais chocante e dramático que ocorreu na F1 anos antes e tbm teve o ato HEROICO do piloto David Purley.

    Aqui o link, p/ quem quiser ver…. é triste, mas inspira a gente a sempre tentar fazer o melhor…
    Enfim, vou continuar ouvindo! 😉

    http://www.youtube.com/watch?v=3mz3ZzSXyWM

  • Eu assisti a última corrida do Ayrton Senna, e até hoje me lembro dele olhando para o carro com o pé atrás de entrar no carro. Com certeza o maior de todos os heróis de carne e osso.

  • Excelente programa! É complicado escolher as nossas figuras heróicas, porque são inúmeras as pessoas que nos inspiram de certa forma. E os heróis NÃO são perfeitos e por isso são admirados, porque conseguem lidar com seus defeitos, fazendo a escolha certa, que nunca é a mais fácil. E aí eu lembro da frase do segundo herói da minha lista “São as nossas escolhas, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.”

    No cinema, eu vou fazer a mesma escolha do Siqueira. Curioso é que aquilo que eu acho mais heróico no Superman não são seus super poderes e sim a maneira como ele abdica muitas vezes de seus sonhos pessoais p/ salvar a vida da humanidade. O Superman é muito mais do que um herói de uniforme, é um símbolo. Em geral, temos uma visão muito simplista da trajetória dele, enxergamos apenas um cara “indestrutível”, mas aí é que tá: ele tem fraquezas, e o amor pela humanidade ao mesmo tempo é uma fraqueza, mas também sua fortaleza, o que torna ele diferente dos outros e nos inspira a querer ser algo melhor, a fazer o bem só pelo prazer de ver o outro feliz, sem receber nada em troca. Na minha infância, eu não li muitas HQs, portanto conheci o “homem de aço” pela TV (filmes, desenhos, série), e sempre me chamou a atenção a forma como ele “se doava”, era uma pessoa que sofria, que tinha inúmeros problemas pessoais, mas a verdadeira máscara dele era o Clark Kent, ele tinha que se esconder por trás dessa imagem para continuar protegendo a humanidade, mesmo que tivesse que abdicar dos seus próprios anseios, na realidade o seu próprio desejo passa a ser o bem daquele povo que ele aprendeu a amar, mesmo não fazendo parte dele.

    Bom, como personalidade eu não poderia deixar de destacar J.K. Rowling. Não por ser uma autora de sucesso, não, mas pela trajetória de vida dela. Ela estava passando por inúmeros problemas, seria tão mais fácil desistir depois de tantos “nãos”, mas ela quis persistir, quis sonhar, se permitir acreditar. No documentário “Um ano na vida de J.K. Rowling”, quando perguntada sobre como gostaria de ser lembrada, ela disse: “Como alguém que fez o melhor com o talento que tinha”. Ela conseguiu, criou não só uma série de livros de enorme sucesso, mas inspirou e abriu as portas para muitos outros. Hoje ajuda inúmeras pessoas através de instituições, dentre elas o caso mais conhecido é a “Comic Relief” e o grupos de estudos sobre a esclerose múltipla, doença que a privou do contato mais longo com sua mãe. Os livros de Harry Potter me encantaram no primeiro instante que tive contato assim como o talento e humildade de J.K. Rowling.

    Já na vida pessoal, a minha heroína, a minha força, a minha inspiração é a minha mãe. Vai parecer clichê o que eu vou falar, mas eu me sinto segura quando ela está por perto, dizem que colo de mãe cura tudo e eu acredito que é verdade. Tanto ela fez por mim, abdicou de tantas coisas só para me fazer feliz. Eu devo tudo à ela. À meu pai também, sempre me dando apoio, carinho. A minha família é a coisa mais importante que eu possuo, eu tenho muito orgulho dos meus pais, são meus heróis no sentido mais forte da palavra. A minha mãe é minha melhor amiga, a pessoa que eu sei que sempre vai estar perto de mim, que sempre vai me entender, mesmo que nenhuma palavra seja dita.

    Heróis não precisam de super poderes, fama ou algo sobrenatural. Heróis despertam o melhor em nós, para que como um ciclo esse “melhor” seja transmitido à todos que nos rodeiam.

    Muito obrigada pelo programa, pessoal!

    • Uma coisa que eu esqueci de dizer é que foi muito especial ouvir vocês abrirem o coração dessa forma. A gente vive em um mundo em que as pessoas parecem ter medo de dizerem o que sente, então é realmente bacana ver a coragem que vocês tiveram em contar a história de vocês.

      Ao escutar o programa, eu me lembrei de algumas coisas, meio que um filme na cabeça, por isso acho que a emoção foi inevitável. Obrigada rapaduras, por esses momentos!

  • Daniel Almeida-Cubatão-SP

    Nossa, que tema inusitado,rsrsrs, baindo ja e depois comento, haaa ja posso colocar meus 3 heróis:

    Cinema: Sr. Myaghi( sim, estou influenciado pela onde Karate Kid, e me chamo Daniel, portanto ouvi muita gente me chamar de Daniel San quando eu era jovem).
    Personalidade: Ayrton Sena.
    Pessoal: Meus pais.

  • Leonardo Deitos

    Mto bom o tema!

    pra mim Arnold Schwarzenegger …de mr Universo a astro de filmes de ação a governador!

    mito eterno!

  • Nicolas Sant’ Iago -SP Capital

    O podcast não está entrendo na iTunes.

    Alguém sabe o pôr que? .question

    • Tenta deletar e adicionar o feed novamente. Pq está tudo certo. Testando no itunea e tudo.

    • Testa agora! Vê se baixa pelo Itunes!

  • pow!
    bacana o tema
    interessante mesmo

    Olha eu diria:

    Cap. James T.Kirk (cinema)

    Oskar Schindler – personalidade (já transportada para o cinema aliás)

    Minha vó – heroína pessoal
    .lol

    vlw

  • José Aleksandr

    Harry Potter!
    Michael Jackson!
    minha VÓ!

  • Ju.liano

    .point [EU] TAMBÉM SOU UM HERÓI!

  • UFA! rsrs Eu imaginei q fosse me emocionar, mas não que iria derramar tantas lágrimas…
    O cast ficou lindo. Ctz esse é um dos mais singelos, mais emocionantes e já está no meu s2!

    Apesar de eu adimirar verdadeiramente muitas pessoas, o heroísmo p/ mim é algo tão dificil de separar do pessoal, do meu íntimo….
    A coisa que liga todas as pessoas que eu adimiro é o amor. O amor a alguém, a um ideal. E a capacidade dessas pessoas de lutar por esse amor sempre me inspirou…

    Vou logo listar meus herois, se não daqui a pouco tow chorando aqui de novo! rsrsrs
    Foi dificil escolher UM, mas td bem…

    Cinema: John Quincy Archibald, personagem de Denzel Washington em Um Ato de Coragem.
    Esse personagem me inspira pq representa o quão longe pode ir uma pessoa que ama alguém mais que a sí propria. Eu acho esse filme lindo, digam o que quiserem… E eu sempre imaginei se um eu seria capaz de demonstrar a um filho tanto amor, devoção e, mais que isso, despreendimento.

    Personalidade: Aí terão que ser 2! rsrs
    Jesus Cristo e Martin Luther King. Olha, falar de Jesus é muito fácil pra mim pq Ele é uma presença constante na minha vida. Parece clichê, mas basta eu dizer que é Ele que me faz querer ser melhor a cada día, q me faz perceber o quanto existem coisas mais importantes do que meus próprios dramas e que me impulsiona a sempre querer fazer a diferença.
    Martin Lther King é um homem de coragem. Ele, p/ mim, é um super heroi. Basta o fato de ele morrer lutando para mostrar as pessoas que, apesar das diferenças banais, todos somos dignos de respeito, liberdade e voz.

    Pessoal: Aí é fácil. Meu avô, João. Ele é simplesmente o homem mais importante da minha vida. Eu devo o pai que eu tenho a meu avô, devo os momentos mais belos e inesqueciveis da minha infancia a ele e a minha avó. Devo tudo que eu tenho e que eu sou a ele pois foi ele quem, apesar de ser um pescador humilde e sem instrução, impulsionou meu pai a se tornar quem ele é hoje e a conquistar tudo o que ele tem… me passando valores e uma noção de amor que eu jamais vou poder mensurar. E hoje ele não está mais comigo, e a dor ainda é grande pela saudade, mas a certeza de que ele está vivo em meu s2 e através de cada vitória que eu alcanço me fazem nunca esquecê-lo.

    [lágrimas]

  • Opa um tema variado pra variar! hahahah
    baixando!!
    Senna eterno em nossos corações 🙂

  • Grande programa, muito emocionante.

    Meus herói: Goku. Heheheh

    Concordo com todos, mas Senna foi foda, tive que engolir o choro aqui.

    VALEU! 😀

  • André / S. J. dos Campos

    Meus heróis

    Cinema: Batman

    Personalidade: Bono, U2

    Pessoal: Jesus Cristo

    E nos 3 casos são meus heróis pela causa que vivem…

    Excelente cast… esta na minha lista dos melhores…

    • André / S. J. dos Campos

      Sem querer entrar na discussão religiosa aqui me chamou atenção o Sicas falar de Jesus independente da visão Cristã que ele siga.

      È que se esta criando algo nos últimos tempos no mínimo incoerente, que toda pessoa que estuda muito ou busca um certo tipo de conhecimento abandona a fé e a religião, pior que vejo isso muito no meio nerd…

      E o Sicas como um legitimo nerd e um rapaz estudado (advogado) e que busca conhecimento em diversas áreas fazer uma confissão publica dessa é muito maneira… sempre gostei das criticas dele e agora ele ganhou minha admiração…

      “… temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” I João 2 : 1

      • Jacque Pacheco

        “… temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” I João 2 : 1
        Nunca vi verdade maior.

        Tbm acho, concordo c/ oq dissestes, André.
        E tem tbm o outro lado. Criou-se a falsa e equivocada ideia de que as pessoas religiosas ou que declaram sua fé abertamente são alienadas ou algo do tipo.
        Acho q o mundo seria tão melhor se ciência e religião pudessem caminhar juntas…

        Mas voltando ao q interessa, qnd o Sicas citou Cristo, eu tbm achei bem legal pq foi Ele o primeiro nome q me veio à cabeça qnd vi o tema do casty.
        No caso de Jesus, cm disse o Sicas, vai até mais além do q uma religião ou outra… Trata-se d euma figura histórica que inspira as pessoas há 2 milênios… =)

      • Por isso que falei no progtama que minha boca tava no chão pq eu não sabia desse lado dele.

        Muito legal saber!

  • “Nossos ídolos ainda são os mesmos”!

    Hérois, cada vez mais a humanidade precisa de pessoas que dão exemplo! Seja ela fictícia ou real! O importante é ter algo em que acreditar.

    Vendo a imagem do Senna esse podcast não irei escutar. Provavelmente “o tema da vitória” está como plano de fundo e essa música ainda me faz chorar! Mesmo depois de tantos anos.

    Beijos Uivantes rapazes.

  • Fawlker

    Cinema: Gandalf,
    Neo,
    Jason Bourne

    Personalidade: Freddy Mercury

    Pessoal: Meus irmãos

  • confesso que me emocionei com o relato de vida do Jurandir Filho e do Sicas .cry

  • cinema: Bruce Lee 😀

    personalidade:Ayrton Senna 😀

    pessoal: Kevin Arnold 😀

  • Nilfanjr

    Samwise Gamgi, J. K. Rowling e , claro, meu pai.

  • Bom, John Locke, Ozzy Osbourne e Meus pais

  • Marco Tulio

    Esse cast deve ta mto bom.

    Depois respondo sobre os meu heróis.

    xD

  • Nunca comentei, apesar de já estar ouvindo o Rapaduracast a alguns meses, mas esse não dava para não comentar…
    Muito emocionante, principalmente, mas partes que eu já imaginava, quando alguém iria falar de seus pais…
    Portanto deixo aqui um pequeno e resumido testemunho sobre meus heróis pessoais… Minha mãe e meu pai.
    Os dois sempre me deram muita liberdade, o que fez de mim ser o que sou hoje, um sonhador que acredita em seus desejos… Mas eles não eram perfeitos, longe disso, mas exatamente por isso são meus heróis…
    Minha mãe teve pouco estudo, o que me levou a querer aprender cada vez mais e mais… Mesmo assim ela era uma mulher forte e cheia de amor…
    Já meu pai, bem… Ele foi mais complicado…
    Ele era alcoolotra, não daqueles violentos, mas ainda assim foi doloroso ver como nossa família passava pro problemas por causa da maldita bebida…
    Ainda assim ambos nunca deixaram faltar amor para mim, meu pai deixou marcado em meu coração o asco pela bebida, o que, na minha opinião, me fez ser um humano bem melhor…
    Ambos já não estão mais comigo, mas tenho a felicidade de, pelo menos, ter dito, “eu te amo” a ambos, pouco antes de eles partirem…
    Depois desse cast emocionante eu só queria mesmo deixar esse recado…
    Mãe, Pai… EU AMO VOCÊS.
    Valeu mesmo pessoal.

  • As pessoas confundem herói com ídolo ou celebridade. O arquétipo de herói é bem demonstrado no livro “O Herói de Mil Faces”, de Joseph Campbell. A definição clássica de herói diz respeito a alguém com grande compasso moral, guiado por ideais nobres e altruístas, que em face de grande perigo e adversidade demonstra coragem e é capaz de auto-sacrifício. Dentro desta descrição, onde se encaixa alguém como Ayrton Senna?

    • Amigo, eu posso estar bem enganada, mas acho que este conceito é algo bem pessoal.
      Oq é nobre, louvável e heróico p/ mim pode ñ ser p/ vc ou p/ outra pessoa pq cada um tem sua história, seus valores, suas experiencias e seus anseios… Sendo assim, ñ vejo o pq do Senna ou qlqr outra “celebridade” ou anônimo ser um herói p/ outra pessoa. O.o

    • Gigio

      Hm. Tá, e daí? As pessoas confundem ídolo com herói SIM, porque o ídolo de alguém pode ser seu herói SIM. Tem alguma lei que proíba? “Definição clássica de herói” é o meu pau de óculos.

    • Rômulo Estânrley Souza de Medeiros

      Parabéns, Maxoel Barros Costa. Gostei da sua definição. No meu caso, eu considero o saudoso ator e ativista dos Direitos Humanos, Christopher Reeve, um grande herói- não por ter interpretado o Super-Homem no cinema, mas por ter abraçado causas nobres (apoio às pesquisas com células-tronco, mobilização, em 1987, para salvar a vida de vários artistas, que estavam prestes a serem executados no Chile, por Pinochet. Parabéns pelo seu comentário!

    • Talvez ele não se encaixe exatamente na descrição de herói que você passou…
      Mas ele abraçou sim muitas causas nobres. Deixou pra trás o Instituto Ayrton Senna, que já ajudou um monte de gente. E dentro da Fórmula 1 ele lutou muito por melhorias na segurança (no final das contas, a morte dele é que acabou mudando uma porção de coisas por lá)

      E se quiser um bom exemplo de demonstração de “coragem em face do perigo”, procure pelo acidente do Eric Comas, em que ele parou o carro no meio da pista pra ajudar o cara que sofreu o acidente e ficou com o carro atravessado no meio do caminho.

      Ele podia não ser perfeito. Mas pra mim é digno de ser chamado de herói.

  • Caras, faz tempos que ouço o Rapaduracast e vou confessar uma coisa aqui.
    Quando qualquer um da Equipe do Rapaducast posta aqui eu ouço na minha mente o que eles dizem. (Que coisa esquisita isso! 🙂 )

  • Não sou uma pessoa de muitos heróis ou ídolos, mas esse cast me fez lembrar de uma pessoa muito especial, minha tia-avó, que me ensinou sem nenhuma palavra uma das lições mais importantes e profundas que eu recebi.

    Quando eu a conheci (ou melhor, quando ela me conheceu, recém-nascido) ela tinha 80 anos e já tinha visto morrer praticamente todo o mundo que ela conhecia e tinha perdido um filho para o câncer, e mesmo tendo passado por tudo isso ainda era capaz de me amar como um filho, mesmo com todas as mágoas e sabendo o quanto podemos nos machucar por gostar de alguém, o carinho e o amor e a necessidade de colocar isso para fora que ela carregava por dentro eram o bastante pra sobrepujar tudo isso, porque amar é se tornar capaz de ser machucado, mesmo que as vezes se seja.

    E se algum dia eu conseguir seguir a risca isso, eu me considero uma pessoa melhor do que a que chegou nesse mundo.

    Abração pro pessoa do rapaduracast, continuem com o trabalho foda que vocês fazem.

  • magno

    Wolverine,Charlie Chaplin, Minha família

  • Tema no mínimo curioso.E melhor,ainda conseguiram surpreender durante o cast.
    Falar de heróis é algo meio complexo.Envolve as definições gerais e particulares do heroísmo,mas não deixa de ser interessante.
    Aqui vão alguns heróis (pelo menos que vieram à cabeça no momento):
    No cinema (ou quadrinhos,livros,séries,etc):
    Hurley- Ele não é um dos personagens mais envolvidos na ação de Lost,mas essencial.Alguém que cativa,que é extremamente humilde,que certas vezes se dispõe a cometer pequenas loucuras ou atos de coragem.Um elo interno de um grupo de sobreviventes.O cara que pode não fazer e acontecer,mas que com pequenos atos causa grandes diferenças.
    Alguns personagens de Jackie Chan – Cresci vendo esses personagens que geralmente eram sujeitos boa praça,desastrados,mas ao mesmo tempo habilidosos ( em artes marciais) e prontos a ajudar.O cara que te faz rir,que pode parecer ingênuo até,mas vai dar o melhor de si pra te ajudar.
    Wall-E – O pequeno robô que guiado pelo amor vai ajudando os outros,mesmo sem perceber.
    Wikus – Ele é preconceituoso,patético,covarde entre outros pontos negativos.Mas ainda é capaz de realizar pelo menos um ato solidário e com alguém que nem é humano.
    Pessoal: Minha mãe – meus pontos positivos,coisas as quais nem sabia que seria capaz de tentar,vem dela.Convivendo com ela,fui me construindo.Já me provou que às vezes é preciso sofrer consequências para fazer a coisa certa.Enfim,um exemplo para a forma como me relaciono com as pessoas e com o mundo.

  • felipe 10

    meus herois são:
    Jack sparrow/ cinema
    DEUS/ personalidade
    Ronaldo Fenomeno/ pessoa

    um cara muito batalhdor

  • Custer

    Heróis:

    Cinema: Donnie Darko

    Persolidade : Zack de la Rocha (Anger is a Gift .capetarindo )

    Pessoal: Pai

  • Átila dos Santos

    Que tema bacana, super critativo e ainda saiu na sexta! Valeu gente. 😀

  • Danny Maia, São J. Campos – SP

    Tema bastante interessante e que merece atenção na escolha dos heróis.
    Vamos ao cast…

    • Danny Maia, São J. Campos – SP

      Lindo cast! O Rapaduracast é sempre interessante e relevante porque conta com um total toque pessoal de seus participantes. Mas este em especial, ousou neste quesito. Vocês generosamente compartilharam conosco seus heróis e motivo por seus olhos os enxergarem assim. Por este gesto tão bonito, eu digo: muito obrigado!
      Ouvindo o cast, as definições para o termo herói e tudo que foi dito, cheguei a conclusão que não escolhi os meus heróis, eu os descobri.
      – No cinema, tenho um carinho muito grande por John Keating de Robin Williams em “Sociedade dos Poetas Mortos”. Meu sonho era ter tido um professor como ele. Ainda não aconteceu, quem sabe um dia. Mas a importância maior já consegui extrair. A inspiração que ele me causou e causa, o amor pela literatura e a conciência que apenas “o agora” nos pertence e cabe a nós torná-lo melhor, cabe a nós aproveitá-lo da melhor maneira;
      – Personalidade: todos os voluntários mundo a fora que se dedicam as mais diferentes causas, acreditando que podem fazer a diferença sim!;
      – Pessoal: meus pais, pessoas simples que criaram seis filhos com dificuldades e os tornaram gente de bem. Uma atenção ao meu pai, um homem que eu nunca vi ou ouvi reclamar do que quer que fosse. Nem mesmo durante sua doença, onde só os seus olhos denunciam seu sofrer.

  • Luis Otavio

    Muito emocionado com o cast. Não consegui escutar por completo, quem sabe outra hora ou outro momento melhor. Desde o começo do cast pensei em meu ídolo pessoal e conforme foi passando fiquei mais emocionado. A lembrança foi completa quando o Juca citou Leonardo Boff como uma pessoa importante na sua vida pessoal; Eu sou de Petrópolis e tive um professor que sempre foi uma inspiração para mim, não só como profissional mas também como pessoa e cidadão; e lembro muito bem de suas aulas em que citava Leonardo Boff. Infelizmente este meu professor faleceu faz um tempo e fica aqui a lembrança e a memória de um grande mestre em História que tive.

    Parabéns pelo cast!!

    • Luis Otavio

      Acabei esquecendo de citar os outros. Um personagem de cinema para mim é John McClane, duro de matar. O cara é imbatível, não está nem ai para os bandidos e parte para cima deles mesmo.
      E outra personalidade que vou citar aqui é uma cantora ao qual sou muito fã e que acompanho a carreira bastante tempo; que é a Nelly Furtado.

  • Gabriel Victor

    po cara, que covardia a declaração de amor do Jurandir e do Siqueira. lindo demais.

    eu não vou ter condições fisicas de terminar de escrever se começar a falar da heroína que é a minha mãe. apenas digo: o que será de mim sem ela.

    ufa, ja foi dificil escrever isso… bom. eu tenho vários heróis, mas acho que o meu herói mais significativo é o Sr. Robert “Rocky” Balboa. foi esse cara que sintetizou, em duas frases, a característica que mais me cativa, em qualquer outro herói. esta frase é “(a vida) não se trata o quão forte você pode revidar. é sobre o quanto você pode apanhar e continuar seguindo em frente”.

  • Rodrigo T

    Faltou o Affonso Solano… Mas tem o Sicas e o assunto promete.

  • Ladyzig

    Michael Jackson

    heroi de verdade… soh por ter aguentado por 50 anos as mentiras e criticas injustas que faziam contra ele…
    ele eh o cara…

  • Filipe Cortelletti

    Assunto sensacional, vou baixar, pra comentar melhor depois! Vida longa ao rapadurcast!!

  • luis fernando

    Caramba me emocionei muito com esse cast.

    principalmente com os herois pessoais.
    o meu heroi pessoal é meu avô.
    foi ele que estava comigo quando eu tinha um serio problema de relação com as pessoas,ele me ensinou a ser como o Mauricio.
    gostar mesmo de conversar com as pessoas,puchar assunto com um desconhecido,as vezes é bom conhecer pessoas novas.quem sabe elas acabam fazemdo parte da sua vida.
    e hoje eu sou muito feliz por isso.
    por ser conhecido por tanta gente no lugar que moro,e até algumas vezes ser fonte de inspiraçaõ para outros.
    por amar a natureza.
    quantas vezes nos saimos para pescar quando eu não dava a minima prá natureza.
    é por isso que além do meu querido pai e mãe eu tenho como heroi o meu avô.
    por tantas coisas que ele me ensinou na vida e hoje são fontes de inspiração para min.

    quantos ao cinematograficos eu coloco Ferris Buller.

    as vezes a vida passa depressa demais,por isso é melhor curtir ela quando dá tempo.

    só por essa frase já é um motivo enorme de eu chama lo de heroi.
    e não precisa de uma bebida ou um cigarro para se curtir a vida.

    o fato é que eu sempre escapava da escola com meus amigos em respeito á ferris. 😀

    mas era bom demais curtir uma tarde inteira com meus amigos.
    eu coloco Buller como heroi também por essa lembrança que tenho dos meus amigos.
    que hoje muitos deles resolveram curtir a vida do lado errado.

    chega até um assunto chato de se comentar por aqui no cast.
    essa coisa de amigos realmente é dificil de se comentar.

    hoje eu tenho muitos amigos,sim claro que o pessoal no cinema com rapadura é um deles.

    mas acho que na minha opnião nenhum será como eles.

    um ajudava o outro,acudia o outro.
    e nem tinha esse negocio de apelido.

    acho até que sem querer els acabaram também são meus herois pessoais.

    e ferris tamém por me mostrar o melhor lado de se curtir a vida.

    um outro heroi cinematografico também é o JACK SHEPARD

    acho que o mau já disse tudo o que nos faz defini lo como um heroi.
    houve um tempo também em que eu estava perdido,sem motivos do porque existir.
    mas ai surgio jack.uma pessoa que tinha uma vida pior que a minha,mas ainda assim enfrentava todos os obstaculos para cruzala,juntando todos os pedaços de sua vida e emfim ter o seu caminho para a redenção.
    e eu assim como jack passei por cima de todos os obstaculos,e juntei o quebra cabeça da minha vida.

    quanto a redenção,so o tempo dira.
    eu pelo menos quero viver muito tempo.
    e ainda bem que vivi o bastante para acompnhar até o fim um personagem cultuado por muitos e que é de grande inspiração.

    personalidades.com certeza é JESUS.
    impossivel não existir um grande heroi como ele.
    as vezes eu so pedia a sua ajuda nos momentos mais dificeis.
    hoje todo dia converso com ele,antes de dormir.
    acho que para todos ele também é um verdadeiro heroi.
    que por mais nos estajemos em uma cituação ruim,ele nos acolhe todos os dias de nossa vida.
    não importa como ela esteja.

    para mino maior de todos os herois.

    valeu pessoal do cinemacomrapadura.
    muito obrigado por mais um emocionante cast.
    realmente esse via entrar já na lista dos melhores casts.

  • Em Cinema pra mim o melhor é o Batman.

  • Luh

    Que legal o tema 😀
    1-Rocky, aquele papo q ele tem com o filho sobre a vida no último filme é muito legal. E me ajuda a muita a não apanhar muito da vida =)

    2-Chico Xavier
    3-Meu vô e minha mãe

    Vou ouvir o cast 😀

  • Robson

    Meus herois são:

    Jack Shepard(Lost),Claire(Heroes) e Bruce Wayne(Batman)

  • TERMINATOR

    É engraçado como a maioria das pessoas não tem noção de q o Senna era um com a câmera ligada e totalmente outro com ela desligada: mal-educado, mal-criado com todo mundo, reclamão, chato, ríspido e bem…anti-herói, mesmo.

    Isso significa q ele fosse uma má pessoa? Não, não significa. Significa q ele tinha muita, MUITA personalidade. Era uma cara extremamente impetuoso, ansioso. Vc percebia isso no seu semblante: parecia q estava o tempo todo com sangue nos olhos e prestes a EXPLODIR a qualquer momento, assim como a mise en scène do Al Patino. Dava medo!!

    Mas é isso. No meio em q ele vivia, altamente competitivo e super-exposto o tempo todo, não se pode ser “bonzinho”. Viu Barrichelo e Massa?

  • Chaplin, Michael Jackson e Dalai Lama

  • Flávia Santos

    Só pra dizer que eu acabei de ouvir o cast. E to chorando horrores sozinha na sala de casa.
    É por isso que eu amo vocês, caras.

  • Fernando

    qual o nome daquela musica de lost que toca no cast na hora que estão falando do Jack?

    • lala

      alguem poderia responder?

      • lele

        alguem? ._.

    • Danny Maia, São J. Campos-SP

      Fernando, não sei se você já encontrou a resposta, mas uma dica que posso te dar é procurar pelas trilhas do compositor Michael Giacchino. A trilha de Lost é dele, então vale a pena dar uma conferida.

  • Faz tempo que não escrevo para vocês, mas já que o Jurandir pediu a contribuição e eu estava com vontade de escrever. Eu gostei do programa, mas falar de heróis para mim é algo complicado, pois, não raro, quando alguém fala em herói vem sempre com a coisa do “ídolo”, alguém que precisa ser perfeito, ou tome frustração. Mesmo um herói tem defeitos e é isso que, no fim das contas, o torna digno de ser imitado. Mas, se estou escrevendo para vocês, é porque tenho que falar de alguém representativo.

    No cinema, acredito que uma das personagens que mais me marcaram foi Spartacus, e vale tanto o filme com o Kirk Douglas, quanto o mais recente. É a idéia da pessoa que se sacrifica e luta por aquilo que é certo e justo, mesmo que tudo esteja contra ela. E, no caso do filme com o Kirk Douglas, a certeza de que a mensagem foi recebida é quando todos se levantam, naquela cena final de arrepiar, e dizem “Eu sou Spartacus”. Se todos são Spartacus, não há como Roma derrotá-lo, porque ele não luta sozinho. Certamente Spartacus me marcou, e eu assisti esse filme no início da adolescência, porque desejo sempre fazer o que é correto, independente de ganhar ou não alguma coisa no final, porque se você faz o que é certo você sempre vence, porque você deixa o exemplo.

    Herói da vida real, acredito que o Jurandir citou muito bem o Ayrton Senna e eu o incluiria em qualquer lista de heróis, pelo esforço, pela garra e, também, pela nobreza demonstrada em muitos momentos. Mas vou citar outro exemplo do esporte: a seleção brasileira de basquete masculino do Brasil no Pan de Indianápolis em 1987. Os EUA jogando em casa, sem nunca terem perdido um Pan sequer e com 20 pontos de vantagem sobre a nossa seleção. Os americanos olhavam para os nossos jogadores e debochavam, riam, jogo perdido. Mas eis que Oscar liderou uma reação nunca vista, e o Brasil venceu contra qualquer probabilidade. Venceram, porque não desistiram. Foi um ato de heroísmo coletivo, uma superação que eu nunca tinha visto e nunca voltei a ver no esporte. Mas vocês eram muito novinhos, acho, e, talvez, nem se lembrem, ou nunca tenham visto repetições de lances daquele jogo. Enfim, fantástico. Talvez um outro herói, contra todas as probabilidades, tenha sido o chineizinho que parou a coluna de tanques (*a seleção americana de basquete era tão poderosa quanto aquela coluna de tanques*) durante o Massacre da Praça da Paz Celestial. Ninguém sabe seu nome, ou pelo menos isso não é relevante, mas ele deu um exemplo para o mundo. Pequeno, fraco, mas sem medo de lutar pelo que era certo. E, claro, de morrer por isso.

    Para fechar, se tivesse que citar um herói, ou heroína pessoal, citaria minha avó materna. Ela ficou viúva nos anos 1950 com quatro filhos e grávida do quinto, porque um motorista de lotação cismou de “tirar um fino do paraíba”, isto é, dar um susto no meu avô que estava atravessando a rua distraído. Meu avô caiu, bateu a cabeça e morreu de hemorragia interna aos 28 anos. Minha mãe era a mais velha e só tinha cinco anos. Minha avó teve que criar e educar os cinco filhos sozinhos. Trabalhou como operária, costurou para fora, passou muita necessidade. Certamente, minha avó não deixou de errar, de ser muito dura às vezes, mas, como ela bem diz, nenhum filho se perdeu. Todos sobreviveram, se formaram, e são pessoas “de bem”. Ela nunca se colocou no papel da pobre viúva, simplesmente lutou “o bom combate” e, a sua maneira, venceu.

  • Aline Avelino

    bom meus heróis:

    cinema: Indiana Jones (como meu pai morreu eu era criança sempre imaginei que ele seria meio como o Indy)

    personalidade: Nelson Mandela

    pessoal: minha mãe amada meu pai morreu cedo e ela me criou sozinha e passamos muuuuuita coisa ela sempre foi forte meu exemplo quero ter a força e coragem dela um dia

  • Chorei horrores com esse cast; talvez ainda mais por perceber que não tenho heróis. Até especulo que eu talvez tenha o conceito confuso na minha cabeça, mas não tenho ninguém a que me espelhar, inspirar, aspirar a. Seila, talvez seja da minha geração; o mais próximo de herói que eu penso são os anônimos. Aqueles que logo se esquecem, mas que os atos lembram-nos de que ainda vale a vida. Gente que por nada, por um resquício de humanidade, saem de suas responsabilidades e ajudam outra pessoa.

    Considero todos citados como exemplos memorosos de seres huamnos, mas não são o que imagino que poderia considerar como meus heróis.

  • João Pires

    meu heroi é power ranger vermelho 🙂

  • Putz, cara, tema massa esse dos herois! Ansioso pra escutar o cast!

    Agora, eleger apenas três herois na minha vida é complicado, mas vou tentar.

    Primeiro, no cinema, acho que posso dizer o Harry Potter, embora haja muitos páreos duros.

    Personalidade… eu diria D. Helder Câmara, q llutou pela Juventude na Ditadura.

    Por último, na minha vida pessoal, poderia dizer minha mãe, mulher guerreira. Mas tb tem uma lista extesna nesse quesito.

  • Ju.liano

    [EU] sou um Herói!
    😀

  • juras so pra constar

    o tema da vitoria é de um maestro brasileiro , e tem um dedinho da galkera do .assustado ROUPA NOVA

  • Victor Fagundes

    Fernando,o nome da música é Life and Death.Apesar de poder achar outra variações dela e com outros nomes.

  • Infância
    Meu action figure do ” Incrivel Hulk” e as
    grandes obras, até infantis, realizadas pela parceria entre os gênio Steven Spielberg, George Lucas com orquestra regida por John Williams.

    Contemporâneamente
    Hoje meu herói que eu mais me identifico no cinema e nas HQ’S seria o Coringa; dois consumados anarquistas.
    E talvez me venha também os nomes de Jerry Goldsmith, atinado e descoberto recentemente viria também John Carpenter.

    • Não poderia esquecer do para todos eterno Michael Crichton.

      • E como meu fascínio pelas colossais criaturas errantes não me deixa esquecer, o maravilhoso jogo do eterno playstation one ” – Dino Crisis – “. Eu até hoje não consigo munir-me de palavras para descrever o quão essa experiência foi significativa na minha vida.
        E como heroína de maiores alegrias em carne e osso, tenho como sinal de gratidão a minha adorável tia, vulgo Déia.

  • Opa, estou ouvindo ainda, mas tive que parar para perguntar. Cara, poderia me dar o nome da primeira musica usada na edição? Cara, procuro por ela a tempos!!!

    Volto depois pra dar um feedback no cast, parabens!

    • http://www.youtube.com/watch?v=RbqF6Xv1mNU
      Toca na abertura de um de nossos Jukebox, acho..

      • Acho que expliquei errado hhaha, é a musica que começa aos 1:40 antes dos emails… desculpe… tem dessa?

        Valeu mesmo, e novamente, excelente cast! ja estou baixando os outros hahaha

        • Pelo visto não é jogador de videogames…
          http://www.youtube.com/watch?v=h6kNKnb7l-A
          Tony Hawk’s Pro Skater – Superman

          • Hahahha, essa mesmo! Eu tenho a trilha aqui, mas nao lembrava o nome de jeito nenhum! Thanks!

          • Thiagu

            Digo mais, a música não é somente do jogo Tony Hawk’s mas também é de uma banda chamada GOLDFINGER.
            goldfinger – superman

            muito bom quando tu resolve colocar uma skazera ai no meio do cast juras, não me recordo a edição de um cast antigo que também é regado a muito ska. Valeu!

  • Há alguns meses tenho um álbum no orkut só c/ meus heróis, mas só no cinema e na tv.

    Cineme/TV:
    Charlie Harper (2 & 1/2 Men)
    William Adama (BS Gallactica)

    Personalidade:
    Não me vêm nenhuma em mente, acho tds muito artificiais

    Pessoal:
    Meu pai, q me ensinou tds os valores q acho importantes na vida.

  • Luh

    Que emocionante esse cast, uns dos melhores com certeza!!!Arrepiei muito com os depoimentos dos porques dos heróis dos rapadurianos, uma história mais linda do que a outra .cry
    Demais a mãe do Siqueira, que legal 🙂
    Incrível o depoimento do Senna, o orgulho dele de ser brasileiro, que exemplo de pessoa!
    Hoje foi um dia de emoçoes pra mim, depois já sensível fui assistir ao filme “Nosso Lar”, é muito bonito e emocionante ^^

  • Olá, olá!
    Parabéns pelo post, pessoal, embora eu não tenha chorado, como a maioria do pessoal por aqui! .style
    Hummm…… lá vão meu heróis:
    Cinema: Charles Chaplin- por todas as cenas, mas em especial pela do Globo em O grande ditador.. Diz muito sem pronunciar nada!

    Personalidade: Ozzy Osbourne- o cara é fantástico, ponto!

    Pessoal: Meu pai- meu super-herói com a cueca para dentro da calça… #fatásso!

  • Karate Kid no Japão virou Best Kid e na China virou Kung Fu Dream(American Dream + Kung FU).

    Zico – herói do futebol.

    Batman – herói no cinema, a despeito de ter nascido nos quadrinhos.

    Beatrix Kiddo, A Noiva – heroína no cinema.

    Homem Aranha – herói nos quadrinhos.

    Meu irmão – herói na vida, apesar de eu ser mais velho.

    Roger Waters – herói na música.

    Machado de Assis – herói da literatura.

    Jovem Nerd – herói da internet, acreditem rsrs

    Eu – herói por ser eu simples assim.

    Meus amigos – heróis que me salvam a vida

    Enfim, meus heróis não são regras, mas excessões

    Valeu Rapaduras

    • “Eu – herói por ser eu, simples assim.”
      rsrsrsrs
      Acho q isso vale p/ mim tbm =p

      • Kd minha ftinha? =(
        Do jeito q sou lerda ctz digitei o email errado… rsrs

  • All

    Mais alguém está com problemas com o Feed do Itunes? já tentei excluir e assinar de novo mas não está encontrando o cast 199…

  • Igor

    Poxa, o feed não atualiza. Já deletei, assinei de novo e nada. =(

  • Jurandir, me fez chorar com a história do seu pai, grande homem, fez me lembrar muito o meu, claro, com suas lutas… Parabens mesmo pelo cast.

    Cara, lembrar de Senna não tem como deixar de falar… Pra min, formula 1 morreu com senna, assim como música brasileira com mamonas…

    Cast tremendo… Valeu por matar essas saudades!

  • Paulo

    Cinema: Daniel Sam (Karatê Kid)
    Personalidade: Bruce Lee
    Pessoal: Meu Pai

  • Ruan de Freitas

    Meus Heróis

    Cinema: Homem Aranha

    Humanitário: Mahatma Gandhi

    Pessoal: Minha mãe, que apesar de ser professora sustenta sua família e atura todos os problemas que aparecem 😀

    Ruan de Freitas – Santa Inês – MA

  • Essa é fácil. Não ouvi ainda, mas fiz questão de responder:

    1 – William Wallace
    2 – John Lennon
    3 – Minha mãe (clichê?)

    😉

  • qjota

    Cinema: Neo (Matrix)
    Personalidade: Renato Aragão, Maurício de Sousa, Roberto Gómez Bolaños (Chespirito)
    Pessoal: Meu Filho

  • FilipeA.

    Com certeza fico com Aragorn, Bono(U2) e Jesus!

  • Só digo uma coisa, tive que tirar o fone no momento em que falavam de cena senão todo mundo aqui no trabalho iria achar mto estranho um homem barbado chorando enquanto trabalha em um layout.

    #sennavive

  • Alfeu

    Ayrton Senna é eterno!!!!
    Me lembro que fiquei muito triste quando ele morreu,
    O Jornal Nacional passou durante uns 2 meses reportagens sobre o Ayrton.

    Acho que faltou falar do Mamonas Assassinas
    A primeira vez que ouvi Mamonas na rádio foi incrivel,eu não conseguia acreditar que aquilo estava passando no rádio,
    Antigamente ninguém chegava falando aquele tipo de coisa e ao mesmo tempo sem ser agressivo ,já que eles faziam tudo de forma
    muito engraçada e descontraida.

    A morte deles me marcou muito.
    Me lembro que acordei ,tomei café e fui brincar,mas nem liguei a TV.

    Derrepente alguns amigos chegaram falando que os mamonas tinham falecido.
    Até achei que fosse sacanagem,mais quando vi a cara dos meus amigos pude perceber que eles estavam falando a verdade.
    Sai correndo automaticamente e fui até a minha casa ,e pude confirmar que eles haviam morrido.

    Foi um choque e uma tristeza que provavelmente não sentirei novamente .
    Mamonas Assassinas foi um fenômeno que nunca mais acorrerá no Brasil!!!!

  • putaquepariu! não ligo pra fórmula 1 mas me arrepiei com esse trechinho da corrida! fantástico!

  • Liana

    :p Meu Herói aou eu mesma, pois se eu não me virar, ninguém me ajuda.

  • quantidade incrível de ciscos caindo no meu olho nessa edição. quase passei vergonha na agência.

  • Mário Motta

    Sensacional!!!
    Emocionante!!!
    Revelador!!!
    Inspirador!!!

  • Anna Cristia Leite

    Adorei!!!

    Nunca fiz comentários mas esse tem que ser comentado.1

    1 – Não é só a mãe do Sicas que entra no
    Rapadura a minha e muitas outras também
    pois são senhoras que gostam de cinema

    2 – Juras seu pai é realmente um heroi.
    3 – Esse me tocou muito pois mostrou os rapaduras humanos simples com suas dores
    e alegrias
    4 – Mau to com você sempre

  • André

    Eu preferia quando o “Bem Vindos ao mundo…” era mais contido, emocional e menos gritado.

    Era um negocio empolgante e realmente dava a impressão de um apaixonado pela 7a arte convidando outros a partilhar de seu gosto.

  • Juras, agora q me lembrei de perguntar. Eu entendi bem ou tu disse no cast q era p/ qm tinha mandado email relativo à edição 198 mas ñ o teve lido nessa edição dar um sinal digitando 198??
    Se for dou logo agora o/
    sahasuhaushasuhasusa

  • O “mal” como sempre trazendo sua veia poética ao cast. .exclamation

    É impressão minha ou ele quase chorou?? .question

    • Juliano D’Angelo

      Quem do cast não quase chorou? 🙂

  • Não sei se vocês passam ou já passaram comentários de voz no podcast, mas mesmo assim gravei o meu e logo mais estarei enviando. Esse episódio conseguiu me tocar de uma maneira que eu jamais esperava, espero que vocês escutem o audio que eu vou mandar e mesmo se ele não for transmitido para todos, espero que vocês o guardem com carinho.

    Abraços. 😉

  • Lunatic

    Baixando apesar de não gostar do assunto e achar o Mau muito pedante nesses tipos de casts. .boring ( não que eu não goste do cara, mas de vez em quando irrita )
    Pensei que seria cast de Morricone .capetamau

  • Marcelo Neves

    Fora familia e tal. etc.
    Meu unico heroi e o saudoso Carl sagan. Um genio que me fez ver as perguntas verdadeiras para as respostas que nos rodeiam. enfim…

    • Carl Sagan é também sempre uma inspiração quando eu quero escrever ou pensar, com ele eu criei o instinto de me questionar sobre e pensar ao mundo em minha volta, e até no muito longínquo, onde a anti-matéria reveste de negro.
      Valeu por lembrar-me o quão esse eclético cientista difusor da ciência foi importante para o mundo e para mim.

  • Rômulo Ramos

    PQP! Arrepiei e chorei varias vezes, filhasdamãe! Melhor cast do ano sem dúvida.

  • Erick Santos

    Vim eu aqui ansioso para escrever sobre alguns dos meus herois e percebo, nossa geração teve muitos heróis. E mais do que isso são heróis com honra e carater tal que realmente nos fazem querer ser o melhor.

    Obrigado amigos por compartilhar estas histórias. E tentemos nós sermos herois para estas e futuras gerações.

  • Meus heróis:
    – Meu Pai! 🙂
    – Albert Einstein.
    – John Forbes Nash Jr.
    – Homer Simpson.

  • Que emocionante esse cast, chorei demais!
    Bom, aqui vão meus heróis…

    No cinema: Yoda. Quem é fã da trilogia antiga de Star Wars sabe que apesar de todo seu poder, a luta nunca foi o mais importante pro maior jedi que já existiu… Yoda me ensinou grande lições, paciência, persistência, algumas das maiores dificuldades pra mim, então cada conselho dado pelo mestre, parecia ser dado especialmente pra mim.

    Personalidade: Thom Yorke. Desde o jeito que ele lida com a fama, sua genialidade, não apenas musicalmente mas também pessoalmente. Cada entrevista assistida, cada música ouvida, revela a preocupação com o ser humano, uma coisa que eu compartilho, me preocupo muito com a humanidade e a natureza, então é uma grande inspiração pra mim.

    Pessoal: Minha avó, por ela sempre ter lutado contra todas as dificuldades e por ter algumas qualidades que eu admiro demais, uma pessoa incrivelmente paciente, generosa, altruísta. E por ser a pessoa mais importante na minha vida, não teria como escolher outra.

    Agora só quero ver como vai ser o 200! Espero não chorar de novo hahaha

  • O relato do Jurandir sobre o pai dele me emocionou. Jurandir você é o CARA!

  • idade:23 anos
    Joinville/SC
    Profissão DBA(Administrador de banco de dados)
    Meu primeiro comentário no Rapadura, mas sou ouvinte a algum tempo já.
    Hoje vocês fizeram o meu dia ter um gosto diferente, como não se emocionar lembrando os grandes feitos de Ayrton Senna, que de longe é um dos maiores exemplos e para mim um ídolo e herói. Lembro-me como hoje aos 7 anos de idade, quando passou no Fantástico a matéria especial sobre Senna no dia da sua morte, e me lembro também de ficar escondido atrás de uma parede, assistindo a tudo aquilo soluçando de tanto chorar e me perguntando “porque ele? porque não eu?”. Os primeiros dias foram difíceis de acostumar, mas hoje com 23 anos, escutando o podcast me trouxe a tona todo o orgulho e admiração que sinto por este grande homem, e como a muito tempo não ocorre, me fez chorar, mesmo que contido, por estar trabalhando, mas chegando em casa, olhando os vídeos comentados no post pude sentir tudo aquilo livremente e foi muito bonito rever momento em que nunca saíram de nossas mentes. Muito obrigado a vocês que nos proporcionam momentos como estes, e parabéns pelo cast.
    Uma dica aos que assim como eu admirar o Senna, é a biografia lançada recentemente que contem replicas de documentos entre outros, é um material muito bacana, vale a pena conferir, segue o link.
    http://www.submarino.com.br/produto/1/21779198/ayrton+senna:+uma+lenda+a+toda+velocidade+-+uma+jornada+interativa

  • Caraca…. quando o Jurandir começou a falar do pai dele, eu comecei a … ah… escrevo isso num e-mail (ia fazer agora, mas estou sem tempo) mas devo dizer que chorei largado… sensacional, Jurandir!

    Herói de ficção… bom, eu tenho alguns… mas citando um: Homem Aranha (do cinema);;; quando a tia May começa a descrever o que seria um heróis (HA2) é muito bom… assim como no HA3… ou seria Solid Snake, da série MGS, “I’m no hero, never was and never will be!”

    Herói personalidade… não tenho nenhum que eu lembre…

    Da vida pessoa… my father and my mother… meio cliche, mas é a realidade…

  • Augusto Martins Salgueiro

    Capitão Kirk, capitão Kirk e capitão Kirk.

  • Ótimo programa rapadurianos!! Um dos melhores casts que vocês fizeram!

    Aqui estão os meus heróis:

    Cinema: Tom Hanks em “Resgate do Soldado Ryan”;

    Personalidade: O ilustrador japonês Shiro Kotobuki, aqui um video dele: http://youtu.be/gRN3zsr1oAs

    Pessoal: Meus pais.

  • Na vida pessoal: Meus pais, minha mãe que é minha rocha de sustentação e meu pai que foi o alicerce pra muitas coisas que aprendi.
    Mãe é aquela com quem sempre pude contar pra me defender, mesmo quando eu estava errado. Pai era aquele que estava ali sempre com tempo pra me ouvir e pra tirar minhas dúvidas, independente do assunto, mesmo que não soubesse, tentava ajudar. Meu gosto por filmes puxei dele, não íamos ao cinema, mas estávamos sempre assistindo aos filmes que passavam na TV ou pegando algum filme na locadora, com ele eu aprendi a apreciar mais essa área.
    Um conselho que dou pra aqueles que ainda tem seu pai, é ouça e converse com ele, pois a hora que você dará mais valor é quando ele não estiver presente. O pior é não poder chegar pra ele e perguntar o que fazer em tal situação, o melhor que dá pra fazer é tentar imaginar o que ele faria ou aconselharia, mas com certeza não é a mesma coisa. Esteja onde estiver, sempre sentirei tua falta, espero que um dia nos reencontremos.

  • Louise Gomes

    Muito lindo esse rapaduracast!

    Meus heróis:

    •Amélie Poulain
    •Harry Potter
    •J.K. Rowling
    •Johnny Depp
    •Charlie Pace

  • Guilherme Parreira

    Pessoal, Parabéns. Ótimo cast…

    Só um detalhe: o combustível da Fórmula 1 não é metanol. É gasolina, inclusive foi fornecida pela Petrobras para a Williams durante muito tempo.

    Abraços e até o próximo!

  • Eversmann

    No cinema

    Conan, o Bárbaro (de 1982) é meu herói do cinema. Sua jornada começa em busca de vingança e esse é o norte dele, é isso que o mantém vivo (um objetivo, um foco). No caminho de sua jornada ele perde a mulher que ama, liberta uma população da escravidão de um falso profeta (valeu a pena a vingança?) e nunca se rende a brutalidade da vida e as cenas que mais representa isso (a vontade de comandar seu próprio destino) é quando ele crucificado na arvore da Aflição, mata um abutre a dentes e joga na cara do seu deus Crom que ELE é dono da sua vida (é o oposto a imagem de Cristo). A relação do Conan com seu deus é algo totalmente diferente do que já foi apresentado sobre divindade x homem.

    A oração a Crom:
    “Crom, Eu nunca rezei antes. Eu não tenho jeito. Ninguém, nem mesmo você, vai se lembrar se éramos bons ou maus. Porque lutamos ou porque morremos. Tudo que importa é que éramos dois contra muitos. Peço a você, Crom… Conceda-me um pedido. Conceda-me a REVANCHE! E se você não escutar, então vá pro inferno!”

    Na vida real

    Carl Sagan, astrônomo americano, foi o cientista que mais divulgou a ciência, participou do programa espacial americano, na exploração do Sistema Solar e escreveu vários livros, inclusive Contato virou filme, sua maior herança é que precisamos da ciência, do ceticismo e do pensamento critico.

    No décimo aniversário do falecimento de Carl Sagan, esta nota foi publicada em seu site oficial pela sua esposa, Ann Druyan:

    “É provável que, se você veio aqui para se juntar a mim em um ato de recordação neste décimo aniversário da morte de Carl, você já conheça bem as numerosas realizações científicas e culturais do homem. É provável que você saiba que ele desempenhou um papel principal na exploração de nosso sistema solar, que ele acrescentou algo a nosso conhecimento das atmosferas de Vênus, Marte e Terra, que ele abriu caminho a novos ramos de investigação científica, que ele atraiu mais pessoas ao empreendimento científico que talvez qualquer outro ser humano e que ele era um cidadão consciencioso tanto da Terra como do cosmo. Talvez você seja um de muitos que foi levemente empurrado a uma trajetória de vida diferente pela atração gravitacional de algo que ele disse ou escreveu ou sonhou. Em minha estimativa parcial, ele era uma figura histórica mundial que nos incentivou a deixar a espiritualidade geocêntrica, narcisista, “sobrenatural” de nossa infância e abraçar a vastidão — amadurecer ao tomar as revelações da revolução científica moderna de coração.”

  • Peter parker-Spiderman
    Mahatma Ghandi
    Meu pai

    Meu modelo de herói é aquele que deixa de lado a satisfação pessoal para o bem do outro.

    Obrigado Rapadurianos por compartilhar conosco seus heróis!

  • Pedro

    cara, fui ouvir pela primeira vez se essa rapaduracast era bom…. uma MERDA, pessoal, ousam o Nerd Cast, muito melhor!!!!!!!!

    • Aprende a escrever primeiro, depois critica.

    • André / S. J. dos Campos

      O rapaz esta tão perdido por aqui que nem sabe que a grande maioria que escuta o rapaduracast também escuta o nerdcast… e por eu ter escutado todos os podcast de ambos posso afirmar sem medo, tratando de assuntos diversos e pra fazer “gracinhas” o nerdcast é melhor… agora se o assunto é Cinema o rapaduracast é imbatível…

      É um negocio bem chato criar essa rixa entre os dois, como fizeram no passado, até por que pelo que sei nem existe a tal rixa entre eles…

      • Acredito que pessoas ignorantes que comentam sem conhecer e sem saber escrever também deveriam ser ignoradas.

  • Leonardo Cruz

    Muito bom esse cast, parabéns!

    Cara, tem uma curiosidade que vi no History Channel que acho que vocês podem achar interessante ( ou não. )

    Na origem da palavra Herói quer dizer “Aquele que sofre.”

    Os heróis gregos como Hércules todos tinham origens muito, muito trágicas, como Hercules, que chega a matar a propria familia e depois vive em penitencia para tentar se redimir.

    Ou seja, herói não é aquele que vence, herói é aquele que nunca desiste, não importa o que aconteça, por mais que sofra, por isso temos a inspiração e amamos essas pessoas.

    Herói do cinema:

    – Rocky Balboa

    Personalidade:

    – Winston Churchill

    Pessoal:

    – Minha mãe.

  • Meu não tem como eu não chorar sempre quando se falar do Senna, pra mim um idolo um heroi um ser humano que eu me espiro para ser um homem melhor a cada dia, outro que está no mesmo nivel é o Rogerio Ceni que para mim é um heroi não digo isso por ser são paulino e sim pela condutar moral e profissional e por ele sempre procurar evoluir e sua dedicação, quero parabenizar ao cast que me conquisto de maneira sem iqual, semprer deixo um tempo disponivel para acompalhar vocês vlw mesmo e continue nessa linha “e lembre-se vocês são demais!!”

  • Emocionante esse cast, tive que me segurar pra não chorar enquanto escutava, de longe um dos melhores programas já feitos. Heróis pra mim são aqueles que nos inspiram, que nos fazem querer ser pessoas melhores, que nos fazem querer ter um mundo melhor. Grande cast, parabéns a todos vocês! 😉

  • Marco Tulio

    Pra mim, seria melhor se vcs tivessem falado só de cinema, os seus herois no cinema. Com certeza seria mais legal.

  • Nossos hérois revelam muito de nós. Revelam nossa bagagem cultural e nosso perfil ético, se estamos ou não antenados com o que acontece a nossa volta, se estamos conformados com o rumo que as coisas são feitas na nossa sociedade ou se somos revolucionários ou rebeldes.
    Há, em mim, uma miríade de heróis reais e imaginários. Eles são os meus guias, minha referência e fonte de fé no caminho que persigo.
    Assumi-los da forma como vcs o fizeram mostra uma grande coragem pois quem abre o peito às vezes esquece que ele não é à prova de balas.
    É certo que me identifiquei mais com a proposta do Juca mas fica o meu parabéns para todos vocês.

    P.S. > A música melosa é que me deixou meio enjoado. Fora isso …

  • Primeiro comentário no rapadura cast! Eu sempre fiquei procrastinando para vir comentar, já acompanho um cast tem tempo, mas nunca tinha comentado.
    Esse cast sem dúvida foi um dos melhores, se não o melhor que já escutei por aqui. O Mau como sempre me emocionando com suas colocações, o Juca fez eu me identificar demais com ele ao escolher o Tyler Durden como um dos heróis dele. Siqueira, tu me surpreendeu positivamente ao escolher JC como seu herói também, quase chorei naquela parte. E Juras, tu foi a melhor surpresa do cast ao falar sobre teu pai, bicho aquilo foi emocionante não tenho como descrever como me tocou bicho. Acho que todos nós temos nossos pais como heróis, só que quase nunca paramos para refletir sobre isso.
    Bem vamos a difícil tarefa de escolher meus heróis.
    1º Como personagem eu escolho o Alfred, pela importância da presença dele para o “herói maior” que é o Batman. Ele que dá o apoio necessário, acredito que ele é a base, ele é o ponto de equilíbrio do Batman.
    2º Como personalidade eu escolho Fernando Sabino. Autor de Encontro Marcado (livro qual eu já li 5 vezes e pretendo ler muito mais) ele mesmo que não estando entre nós me ensina muito. Quantas vezes já não me peguei dialogando como seus personagens. Sua contribuição para a literatura brasileira é algo inestimável e certamente ele é a minha escolha.
    3º E como herói pessoal eu escolho minha irmã mais velha em conjunto com meu pai e Karina (a bibliotecária do meu colégio da 4ª até a 5ª série), foram eles que me ensinaram a tomar gosto pela leitura, e grande parte do que sou hoje me tornei aprendendo através dos livros que li. Eles me iniciaram e Karina que me indicou Fernando Sabino entre tantos outros livros bons que já li. Acredito que eles ocuparam e ainda ocupam um papel fundamental na minha vida, mesmo que Karina eu perdi o contato com ela, sempre lembrarei dela com imenso carinho.

  • Luke Skywalker, Senna e meu pai.

  • jack_

    Wolverine será sempre o meu Heroi!!!

    Eu era um muleque de uns 12 anos acho.Fui a padaria com meu pai e do lado havia uma banca de revista,enquanto meu pai comprava pão fiquei na banca, foi quando me deparei com uma revista em quadrinhos do Wolverine e na epoca nem sabia como pronunciar aquele nome.Fui atraido por ela de uma forma q num sei explicar, então quando meu pai voltou pedi que comprasse.Quando cheguem em casa fui ler, e não entendi nada.Mais com o tempo fiquei conhecendo mais sobre o personagem e ficando cada vez mais cativado pelo Logan.
    Um cara sofrido que teve seu passado arancado seus amores e amigos tirados dele de formas tragicas.Mais disposta a dar e tirar a vidas pelas pessoas que ama, e as pessoas que o amam são capazes de fazer o mesmo por ele.Sempre lutando contra sua besta interior assim como todos nós. E se precisa tirar a vida de alguem faz das pessoas que realmente merecem.

    Wolverine é o cara, meu Heroi e o amigo que gostaria sempre de ter ao meu lado.

  • John Locke.

    Melhor personagem que eu já vi em um filme/série.

    Um herói com muitos defeitos e com feitos não reconhecidos por todos.

    “He was a believer, a man of faith.”

    Em tempo: Jack sucks…

  • Reagan

    Daniel Plainview e Da Vinci.

  • Marcelo Neves (27,BSB)

    mais uma coisa… Eu tb assistia quando garoto F1, e tb estava no domingo fatitigo assistindo as corridas do Senna, digo isso porque bom depois que ele morreu perdeu a graça toda.
    realmente foi uma lembrança foda essa, valeu juras.

    hehe…
    bom, so num enguli a menção ao zé ruela Jesus cristo. heuehueh…. ( podia ter incluido papai noel, coelho da pascoa, fada do dente…)
    mais enfim… cada um e cada um,(como dizem aqui).
    mas como um personagem da Ficção e um exelente personagem, Reconheço isso.

  • Lililson

    MEUS HERÓIS MORRERAM DE OVERDOSE, MEUS INIMIGOS TEM HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO.

  • Faz tempos que escuto o Nerdcast, eu gosto muito também mas em se tratar de cinema o Rapaduracast é muito melhor.

    Rapaduracast o Melhor Podcast de Cinema do mundo!!

  • BarbieDent

    Puxa vida… que cast emocionante…
    Eu acho que o mérito maior desse cast é fazer nós ouvintes pararmos para pensar nos nossos herois pessoais e até agradecermos a eles por existirem e fazerem parte da nossa vida.
    Bom, eu nunca fui muito boa em selecionar, tipo escolher só um, então após muito pensar… esses são meus herois:

    Ficção: Gandalf,Yoda,Dumbledore e Peter Parker.
    Ou seja os mestres e o batalhador, essas são as figuras com as quis eu me identifico.

    Celebridades:Jesus,Martin Luter King, Chaplin,Mark Block e Angelina Jolie.
    Pessoas que me ispiraram e ser melhor a partir do momento em que tive contato com suas histórias de vida e com seus escritos.

    Pessoais: Nessa categoria eu tenho que concordar com o Mauricio Saldanha, quando ele fala que todos que passaram pela vida dele são seus herois. Eu sinto que todas as pessoas que passam pela minha vida deixam algo a ser aprendido, não precisa ser nada genial ou heroico no sentido monumental da palavra, basta que te toque, de modo abrupto ou suave, mas que posteriormente você possa perceber o que mudou em você ou o que você aprendeu com ela. Eu acho que é por isso que tantos escolhem figuras da familia, pq são com os mais proximos que geralmente aprendemos mais, que contribuem mais para a pessoas que nós somos.

    Pra não me prolongar demais… gostaria de lembra-los que vcs tb são meus herois, vcs me salvam da monotonia e continuam mantendo acesa em mim a chama do cinema, que por tanto tempo foi uma paixão somente pessoal, mas que pelo exemplo de vocês eu sinto que posso leva-la para a minha carreira. Eu não vou abandonar o cinema, pq ele é a minha paixão, e eu devo esse incentivo e vcs, vcs me ajudaram a acreditar que é possivel viver o cinema em outras areas da vida além do laser.

    Meus sinceros agradecimentos a todos vcs do rapaduracast.

  • 1 Luke Skywalker: foi o herói que me fez gostar de Star Wars e me apaixonar por cinema. Independente da atuação do Mark ou da direção do Lucas, o Luke Skywalker está eternizado como o rapaz que mudou a história do universo salvando seu Pai!

    2 – Humberto Gessinger: As letras, os acordes, as emoções. Quem é fã de engenheiros sabe como o trabalho do Humberto se encaixa nos momentos de alegria e tristeza. Certamente ele é o compositor da trilha sonora da minha vida.

    3 – Meu pai! Que sempre me ensinou que é possível sonhar E ter os pés no chão ao mesmo tempo. Que me estimulou a ler, gostar de cinema, tocar instrumentos desde sempre. Eu devo tudo ao meu querido e amado pai, no qual vislumbro todos os grandes mestres dos filmes: de Yoda ao rei Príamo.

    Parabéns por mais um cast FODA, rapaduras!

  • Maurício Fregonesi Falleiros

    Ainda não ouvi esse Rapaduracast sobros Heróis, mas me sinto à vontade para comentar.

    Meu Heróis, seguindo a ordem sugerida pelo pessoal do site:

    1. Cinema: Rocky Balboa, um tosco (no sentido puro da palavra) que com o coração e a determinação consegue chegar a um ponto inimaginável.

    2. Geral: Ayrton Senna, fantástico no que fazia e, mesmo em um meio absolutamente competitivo, tinha valores especiais como pessoa.

    3. Pessoal: meu pai, pessoa fantástica, trabalhadora, divertida e que ensinou muito do que sei. Na infância era O Cara para mim!

    Abraço a todos.

  • Wolverine – Apesar de ser grosseiro e individualista,ele sempre está presente.Peter Parker me ensinou muito 9grandes poderes,grandes responsabilidades.
    Airton Senna e Nelson Mandela é um simbolo,uma verdade concreta.
    Rosangela – minha mãe..Mulçher guerreora.

    • Gaboado

      “Mulçher guerreora’
      Dear god…

  • nadia maria

    ficou mto bom o podcast dessa semana
    e o tema sensacional
    mues herois :
    no cinema : o homem aranha, don corleone, don quixote, arthur rimbaund ,marcel proust e minha mae

  • Homem Aranha, Aang, e se contar, Megaman.

  • Willtage

    Fala galera rapaduriana, tudo tranqüilo?
    Bem, depois de muitos pesares estou aqui de novo, não tive tempo pra comentar nos últimos dois casts e confeço que até mesmo o assunto não foi bem a minha área, apesar de ter curtido o novo Karate Kid. Com isso também perdi a estréia do novo integrante no pleito rapadurenho, sujeito esse que me venceu né? Rsrsrs… Mas tem nada não, perder pra um cara como essa persona aí que é o Juca, se entende. Super entrosado, parece que já ta no rapaduracast a anos e mais, não fica trás de nenhum integrante, no mesmo nível de pensamento e conhecimento que todos os participantes. Parabéns Juca, de coração gostei muito da sua participação no programa, vou te seguir no twitter, rsrsrs…
    Sobre o cast gostaria de primeiramente falar sobre as escolhas dos ídolos da equipe, e assim, eu estou aqui pasmo com o Siqueira em especial. Cara, falar sobre Jesus Cristo no Rapaduracast era a ÚLTIMA coisa que faltava pra completar o fato de todos os temas abordados. Eu me emocionei muito com a citação do SuperMan, entre os heróis por mais que você tente dizer que não gosta do kal-El, que seu herói favorito é outro, não adianta, Clark está para cultura pop, assim como o Tyler está para o Clube da Luta. Já falando em Tyler Durden, dos personagens da ficção citados no cast, claro que dos três o SuperMan seria o que mais me identifico, mas com certeza a idéia do Juca sobre o personagem Tyler Durden foi GÊNIAL. Todo mundo pensa assim, tipo o que você mais gosta de fazer? Viver e só viver, sem ter medo de errar, sem ter que se preocupar com coisas deixadas pra trás, viver a vida sem medo de se fuder (perdão pelo termo). Todo mundo precisa disso mesmo, levar um soco na mente dá uma chacoalhada nos pensamentos e percebemos que você é o que faz e não o que você tem. FODA!
    Das personalidades, o Jesus Cristo do Siqueira entrou pra história e isso ninguém discuti, o cara comparou um “homem” que adorado por grande parte do universo com Astelix ou Obelix sei lá, HAHAHAHAHAHAHAHA… A hashtag dele #ScottPilgrimNoBrasilNOW é fichinha perto disso aí, Siqueira é deus! Já o Juras falar sobre Airton Sena é chover no molhado, cara, é exemplo de esportista mundial não só nacional, um cara que conquistou a todos e fez com que a F1 fosse vista com outros olhos, que as pessoas vissem o que era verdadeiramente um espírito de atleta vitórioso.
    E Juras, sobre uma referência pessoal quando tu falaste do teu pai foi a parte que realmente não agüentei, me emocionei bastante. Perdi a pouco tempo o meu pai, queria poder ter expressado pra ele o valor moral que ele tem na minha vida, agradecer aos anos trabalhados dele no intuito de fazer com que sua família cresce-se em vários aspectos. Só que infelizmente a vida não me deu tempo, em um trágico acidente aqui na minha própria casa (contei até pro mau na época) o meu pai veio a falecer. Ele caiu de uma árvore que tinha aqui no quintal, e veio a óbito, árvore essa que ele sempre subia pra poder tratar, e logo cedo as 6 horas da manhã, eu ainda estava dormindo aconteceu a fatalidade. E o primeiro sentimento foi a angustia em saber que nunca mais poderei agradecer tudo que ele fez por mim, nunca mais poderei expressar esses meus pensamentos pra ele, nem coragem de ir até lá onde ele estava eu tive, aí que fui me tocar o que é perder alguém. É isso aí Juras, legal tu ter essa consciência com ele vivo e lúcido e poder falar isso pra ele todo dia. Esse programa é de fato algo além de um podcast de cinema, quanta lição de vida agente viu aqui e podemos trocar um com outro. Mas vamos esquecer a tristeza, como sempre vou falar de cinema pra esquecer essas coisas da vida.
    Vou falar agora as minhas né, meus grandes ídolos personalidades que marcaram muito minha vida, e de certo modo mudaram o meu jeito de ver as coisas, porque não dizer. Começar logo pelo personagem do cinema.
    Personagem do cinema: Ricky Fitts – Do filme “Beleza Americana”, dirigido por Sam Mendes e roteirizado por Alan Ball, Ricky é pra mim o personagem mais bem construído da história do cinema. Criado por uma família desestruturada, o pai um fanático nazista que com sua loucura fez a sua mulher ficar totalmente transtornada mentalmente. Nisso Ricky vive e cresce literalmente sozinho em seu quarto, criando o seu próprio mundo e fazendo suas idéias, sem deixar transparecer aos demais. Daí ele encontra outra pessoa que precisava de um empurrão pra ser como ele, e despeja sua visão do mundo sobre ela.
    Como o Mau, eu poderia dizer que o T-101 (Exterminador do Futuro) é o que mais marcou meu amor pelo cinema, pois a parti dele comecei a ter uma dedicação especial pela arte. Terminator é pra mim o maior símbolo cinematográfico e nostálgico. Só que pelo que ví a questão aqui é virar ídolo e marcar a sua vida em termos de pensamentos, a desconstrução daquilo que você sempre teve como ideal e montar a verdadeira idéia de realidade e liberdade. O conceito principal do personagem é NÃO SER COMUM, não ser normal aos termos da nossa cultura idealista, é tu ver as coisas por ângulos diferentes e viver todos os momentos até os que parecem ser inúteis de tão simples, como foi a questão de filmar uma sacola flutuando ao vento. Mesmo que muitos te observem como um estranho e ofuscado da sociedade, dentro de você tem que prevalecer o conceito de que tu realmente não é apenas mais um, que tu fez realmente a diferença. E é nisso que me pego até hoje, viver e poder ver beleza em quase tudo, pois no final você vai ser o único realmente a dizer que viveu propriamente.
    Personalidade: Cazuza – Com um elo muito parecido com o meu personagem do cinema, Cazuza além de ser considerado por muitos uns dos maiores poetas da musica popular Brasileira e por mim como o maior e mais escachado. Ele é a pessoa que em vida real fez o que eu sempre sonho em fazer, não ligar pro que as pessoas pesam e fazer o que ele mesmo julgava ser correto. Ele foi a pessoa que mais viveu intensamente na história do mundo, o amor pra ele era além de sexo ou preferências, bastava existir, daí vem o que o Mau citou, basta existir pra que tu seja o meu ídolo, basta viver. E Cazuza pra mim simboliza isso, a vida como deve ser vivida, “louca” e se for o caso “breve”. Só que até hoje eu vejo a mesma coisa que ele, um museu imenso cheio de novidades e futuro sempre repetindo a porra do passado. Se não conhecem vão atrás de Cazuza, esqueçam o que essas pessoas falam sobre ele vocês irão se surpreender com tamanha inteligência e vontade de viver.
    Ídolo Pessoal: Minha Mãe – Essa vou resumir em poucas palavras, pois mais que um parágrafo tudo fica redundante. Ela simplesmente a melhor mãe do mundo, uma pessoa fantástica que com todas as dificuldades que ainda nos rodeia se sobressai e faz com que todos os dias eu me sinta confortável e tenha esse amor pela vida. Ela é de fato a pessoa mais importante pra mim, sem ela eu não sei hoje como seria minha vida.
    Então é isso aí turma, valeu por mais um programa inesquecível, esse com certeza entra pra lista dos podcasts mais emocionantes que já vi.
    Abs!!!

    Willtage 😉

  • Salve, seres rapadurianos.

    E-mail devidamente mandado, mas quero deixar eternizado publicamente aqui.

    MUITO OBRIGADO!

    Programas assim fazem a diferença na vida de uma pessoa.

    Abração.

  • rodrigo T

    Eu queria saber se quando as pessoas falam q choraram ouvindo o cast, realmente choraram ou eh so uma expressao. Essa geraçao teletubbie ma cansa.

    //Troll mode off

  • André Torquato

    Gostei no geral.

  • Olá Rapaduras… queria em primeiro lugar dizer uma coisinha: sonhei na última noite que a edição 200 já tinha saído, e que tinha perdido a chance de comentar essa edição enquanto ainda era a mais recente. Acordo essa manhã e corro aqui pra deixar então minha opinião! 😀

    Essa edição reuniu vários pontos que eu queria mencionar, que realmente me emocionaram.

    A menção de Siqueira a Jesus Cristo realmente me surpreendeu. Sim, sou uma pessoa religiosa, mas reconheço que, até ouvir este RapaduraCast, ele não me tinha vindo à mente na forma de um heroi. .assustado
    Sinto que eu entraria aqui no mérito religioso ao falar sobre ele, mas é preciso apreciar, mesmo que vc não seja cristão, o valor de seus ensinamentos e principalmente do seu exemplo.
    Além da questão da resistência pacífica, explanada no cast, existe uma enorme gama de ensinamentos que estão escritos nos Evangelhos da Bíblia que se fossem seguidos de perto por todos nós, fariam deste mundo um lugar melhor.

    Outra menção que me emocionou muito foi a de Ayrton Senna. Uma das coisas que meu pai me fez amar desde pequeno foi a Fórmula 1. Vi o VHS com o Globo Repórter especial da vida de Senna de 94 DEZENAS DE VEZES na minha infância… Aquelas imagens e a narração de Galvão Bueno são lembranças que guardo com carinho, apesar de não ter tido a chance de vê-las ao vivo (tenho apenas 19 anos).
    Recentemente, revi a corrida trágica de Imola e, ao ver o acidente, meu coração bateu mais forte. Sim. Meu coração bateu forte por algo do qual eu já sabia o resultado fatal.
    Coisa assim nessa categoria só senti ano passado, durante a transmissão do grave acidente de Felipe Massa. Uma tensão inexplicável.
    Hoje, choro quase toda vez que revejo alguns vídeos de vitórias emocionantes:
    A última volta do Japão em ’88, depois de perder várias posições na largada e vencer pro seu 1º título mundial; a última volta do Japão em ’91, quando ele abre passagem pra primeira vitória de Berger e se torna tricampeão; as duas vitórias no Brasil, a de ’91 que está no cast e que me levou às lágrimas anteontem numa parada de ônibus .exclamation ; a do Brasil em ’93, quando os comissários se abraçam à beira da pista e o povo invade a pista e ergue Senna nos braços; a primeira volta de Donington Park em ’93, na chuva, passando quatro carros em 40s de corrida…

    E por fim, os herois pessoais de cada um. O relato de Jurandir realmente me emocionou muito, foi um daqueles momentos em que vc pensa no valor que nossos pais e amigos mais próximos têm.

    Eu nunca tinha parado pra pensar, até essa edição, em quem são meus herois, as pessoas que me inspiram. Nesses dias pensei um pouco, e aqui segue a minha lista, pelo menos neste momento.

    CINEMA: me identifico demais com o tipo de cara sonhador, que tem esperança em algo que muitas pessoas não acreditam mais. Por isso, tenho como herois dois personagens parecidos, um da tela grande e outro da TV: Tom Hansen, de (500) Dias com Ela, e Ted Mosby, da série How I Met Your Mother. Dois caras que sonham encontrar um amor verdadeiro, e que no caminho encontram inúmeras dificuldades. Mas sem perder a esperança naquilo que acreditam.
    Ainda no cinema, tenho de mencionar Wall-e. Esse robozinho que é o personagem que mais amo no mundo! .lol

    PERSONALIDADE: foi citado Ayrton Senna no cast, mas é um dos seus companheiros de pista que vou eleger nesse ponto. Digam o que quiserem, mas é RUBENS BARRICHELLO.
    Em que ele me inspira? Bem, pra muitos ele não tem nada de heroi. A visão de muitos brasileiros é de um cara derrotado, um perdedor, um bobão. Ele pode não ter tido enorme sucesso na sua profissão. Mas é NISSO que elejo ele como heroi.
    Ele errou. Se submeteu a ordens superiores naquele triste Dia das Mães de 2002 ao dar passagem pra Schumacher. Mas nisso está sua grandeza. Ele reconhece seu ato e diz que não o repetiria hoje. Se é verdade? Não sei, mas prefiro acreditar que sim. Mas foi essa atitude, a de cair e depois se levantar mesmo quando um país inteiro que lhe vira o rosto em vez de lhe consolar, a que me faz olhar pra ele de outro foco.
    Ele é um vencedor por ainda estar no cruel mundo da F-1. Apesar de ter apenas 11 vitórias em 18 anos de carreira, ele é um vencedor. Todos os que o conhecem pessoalmente e trabalham com ele reconhecem a grandeza do seu caráter. Fazer amigos na F-1 é quase impossível. Ser querido por todos, isso é mais raro ainda.

    PESSOAL: Sei que muita gente fala isso, mas tenho que mencionar minha mãe. Passamos todos por um momento difícil aqui em casa quando no ano passado minha avó, que morava com a gente, descobriu ter câncer. Foram meses difíceis, e minha mãe, filha única, era quem cuidava dela. No dia 10 de abril eu estava na Bienal do Livro de Fortaleza e quando, cheguei em casa, minha avó tinha sido internada no Hospital do Câncer. Ela veio a falecer uma semana depois, no dia 16. A vi apenas uma única vez neste meio tempo, dois dias antes de ela morrer. Não sei o quanto ela me ouviu ou se me reconheceu mesmo, a febre era muito alta. Eu queria ter sido mais próximo dela nos últimos anos.

    Dá então pra imaginar a barra que minha mãe enfrenta nesses meses, sem ter em casa aquela que mais tempo conviveu com ela, por todos seus 42 anos de vida. Mas ela ainda assim me dá força, assim como dá força a meu pai, pra gente seguir em frente. Acima de todos que mencionei, Fátima Cristina, minha mãe, é minha heroina.

    • Sei que escrevi muito, mas queria também deixar o link de um vídeo que sempre me emociona também.. o da última volta da 1ª vitória de Barrichello no Brasil. Como o Juras, também sou fã do Galvão Bueno.. Felizmente eu não sou o único! .lol

      http://www.youtube.com/watch?v=Wpa2ZzDZf6E

  • Simplesmente me emocionei….Obrigado.

  • cesinha

    adorei o cast ,principalmente o depoimento dos senhores hehehe,isso mostra o quanto somos humanos e os valores que carregamos tanto familiares quanto cinematograficos,
    nao posso deixar de dizer os meus herois que ajudaram a formar minha opinao e me formou como pessoa,infelizmente vou citar 2 de muitos que tenho
    BRUCE LEE- aos 6 anos eu via filmes de pancadaria(o que hoje e desaconselhavel )e nessa epoca eu ja entendia que tinhamos que ser o melhor de todos ,ou do mundo,ou melhor que seu mestre,mas de forma justa ,quando o fraco vence o forte ou o sozinho vence o numeroso,o sabor da vitoria e muito melhor e isso e que nos faz crescer como pessoa,alem de toda a filosofia que continha em seus filmes e documentarios
    SENNA-por tudo que vc disseram e pelo que disse acima pois o cara conseguiu feitos incriveis de forma justa e cinsera
    por isso hoje defendo as posturas de ser justo,cincero,e que vc tem de fazer o seu melhor a todo custo,e sempre lutar contra opinioes ditatoriais,injusticas,preconceitos de todos os generos, e prezar pela educacao que vc recebeu e casa dos seus verdadeiros herois

  • Acabei de escutar Sicas falar que Jesus Cristo é o herói do mundo real dele. Minha boca foi lá no chão! Mas vibrei com sua visão e explicação sobre essa escolha.
    Brilhante!
    Valew Sicas!

    Continuando a escutar…

  • Cast simplismente incrível, vocês fizeram uma homenagem da qual lembrarei para sempre, tenho uma super-mãe que saiu do interior de Minas Gerais onde comiam farofa com peixe colhido na beira do rio todos os dias e hoje ela é respeitada e bem sucedida mulher que educou os três filhos sozinha dizendo diariamente em meus ouvidos, VC SERÁ UM HOMEM DE SUCESSO, hoje sou um publicitário formado independente,
    Coloquei minha mãe para ouvir este CAST, hoje ela é fã de vocês também, obrigado galera.

  • cai0

    Muito bom, pessoal.
    Parabéns pela sinceridade, coragem e franqueza.

  • Pablo Neves

    Podcast fantástico! Digno do 199º!!! E a coisa mais incrível é que minhas escolhas são exatamente as do Siqueira (mas, claro, minha mãe, não a dele)! Siqueira, virei teu fã!

  • Saudações seres rapadurianos do RapaduraCast!
    Meu nome é Alexandre Lessa Mattos, tenho 25 anos e moro no Rio de Janeiro/RJ; sou um ouvinte novo, comecei a ouvi-los tem pouco mais de um mês e já cheguei na casa das 80 edições já ouvidas, ou seja, já me viciei e por consequência, virei fã de vocês, mas odeio quando o Mauricio Saldanha grita “bem-vindos ao mundo do cinema!”.
    Primeiramente, quero parabenizá-los pelo podcast que já chegou nas 200 edições e pelo site, que tem um excelente conteúdo de notícias, resenhas e tudo o mais. E que venham mais 200 edições por aí!
    Sobre a edição 199, segue abaixo a lista dos meus heróis:

    Filme:
    Bill Foster – Um Dia de Fúria

    Seriado:
    John Locke – Lost

    Quadrinhos:
    Batman
    Bill Watterson – Calvin & Haroldo
    Stan Lee
    Mauricio de Sousa

    Autor:
    Stephen King

    Música:
    Phil Collins – Genesis
    Roland Orzabal – Tears For Fears
    Mick Box – Uriah Heep
    Bruce Dickinson – Iron Maiden
    Freddie Mercury – Queen

    Celebridades brasileiras:
    Tim Maia
    Chico Anysio
    Costinha
    Silvio Santos

    Herói pessoal:
    Meu Pai

    Abraços, e lhes desejo toda a sorte do mundo!
    Alexandre LM

  • Superman, Michael Jackson e Luiz Carlos Fernandes (meu pai!!!)

  • Que podcast fantástico.
    Lindas e emocionantes histórias…
    Não é a toa que o Rapaduracast é o meu podcast preferido. Pois ele é o que mais sabe me emocionar.
    Parabéns Juras, Mau, Siqueira e Juliano D’Angelo… só faltou o Ph.
    Abraços.

  • Adriano

    Alguem sabe nome da musica que toca no final? por favor

    • FRANK

      Only Time – Enya

      • Adriano

        Valew

  • Dani

    Tchê? Como não chorar nesse cast?
    Vocês são realmente pessoas muito especiais! Beijo e obrigada a todos!

  • eduardo lima

    cinema – capitão nascimento

    real – airton senna

    pessoal – família em geral

  • Diose Carlos

    Cinema: Steven Spielberg – um dos maiores gênios do cinema. Embora ultimamente ele tenha perdido um pouco o foco, como posso esquecer de A Lista de Schindler, A história de como Oskar Schindler conseguiu salvar mais de mil judeus da morte durante o holocausto. De O Resgate de Soldado Ryan, com o inicio mais espetacular que o cinema ja produziu. uma sequencia tão real da guerra que ficamos aliviados quando ela acaba, e tantos outros que me faltariam espaço pra escrever:Prenda-me Se For Capaz,Minority Report – A Nova Lei,Jurassic Park – Parque dos Dinossauros,Tubarão,E.T., o extra-terrestre e tantos outros…

    Personalidade: Nelson Mandela. Ele provou que é possível vencer o ódio e a intolerãncia com diálogo… showwww…

    Pessoal: minha mãe. A minha torre segura que Deus colocou na terra para cuidar de mim…. não tenho palavras pra dizer o que ela significa pra mim… o meu porto seguro.

  • Diego

    Acrescenteria neste cast, V, sim, V de Vingança.Simplesmente magnifico, genial.

    ÓTIMO CAST.

    Vou pensar no que postar em relação aos “meus heróis”, sono está me corroendo por dentro.

  • Muito bom esse cast, cheguei a chorar no onibus sobre a parte do senna, uma mulher veio perguntar se eu estava passando bem, rsrs

    Meus Herois,

    Forrest Gump: Assim como eu quando era criança tive problemas de aprendizado, precisei ir no psicologo para ver se eu conseguiria acompanhar uma escola normal, quando era novo vi esse filme e me identifiquei, vendo que não importa minhas dificuldades eu faria TUDO que eu quisesse assim como ele tambem fez.

    (Acredite se quizer)
    Mauricio Saldanha: Já adulto (tenho 23 anos) conheci ele nos cast, até ai nada de mais apenas mais uma pessoa qualquer. Comecei a admira-lo quando vi suas declaraçõe por Lost, Crepusculo e tantos outros filmes e opnioes que defendia com unhas e dentes. Ele me mostrou que pode sim ser um HOMEM FEITO mostrando que a vida esta ai para te emocionar, pra que ter medo de mostrar seus sentimento? desde quando viramos robos? Parabens por isso, e dizer que no momento vc e meu heroi como Personalidade, (ps nada contra os gays, mas se um dia o Mau virar gay esse email vai pegar mal rsrs)

    E por ultimo meu pai, que não tenho nem palavras para descreve-lo, depois da epoca Collor minha familia ficou muito mal das pernas, chegavamos a depender de cestas básicas doadas para podermos comer no outro dia e esse cara Mudou tudo, segurou as pontas com garra e muito bom humor

    Abrços e admiro muito vcs

  • Gostei muito do cast, meu problema é que estou ouvindo os casts antigos, mais precisamente onde o Siqueira ainda tava descontrolado, no Hulk, as brigas do Mau, acho que deveria ser #MauSaldanhavstheworldNow. Brincadeiras a parte.

    Estou numa faze em que não tenho muito como apontar Heróis, gostei de todos já citados, mas ando uma fase meio complicada.

    Mas com certeza, eu apontaria o Hayao Myiazaki como inspiração, pela sua luta e concordando com o Siqueira, Jesus.

    E… minha filha Júlia, tem 5 anos, lutou pra nascer e hoje é uma criança linda, maravilhosa, inteligente. Pena que esteja tão distante (divorcio).

  • Fala pessoal do Rapaduracast. eu escuto vcs a algum tempo e nunca comentei, um pouco por falta de tempo, já que sou desenvolvedor e vivo atribulado, mas esse cast foi mto bom!

    Cinema:
    Eu me identifiquei com o Heroi de cinema do Juras e digo que é o meu também, Willian Wallace é um cara para se inspirar, adoro Braveheart e assisto toda vez que posso!

    Personalidade:
    O meu heroi como personalidade é o Guilherme Briggs, pois é um excelente dublador e toda vez que escuto um cast que ele participe me vem na cabeça na hora Buzz Lightyear, que marcou minha infancia.

    Pessoal:
    Esse heroi fica para minha familia, em geral meu pai, o senhor Miguel e a minha mãe a Dona Hilda, esses dois que aguentaram meu jeito quando era menor e um pouco agora ainda, ja que tenho um genio um tanto quanto dificil!

    esses são os meus herois, um grande abraço a vcs!

  • clediston_estoril

    o meu heroi do cinema é os Irmãos Weistein(Criaram a Miramax). Lee Laccoca, criou o Mustang e salvou a Ford Motor Company da falencia e depois criou a Minivan e salvou a Chrisler de quebrar!

  • ParamountBrasil Pessoal, valeu a campanha! Lançaremos
    SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO em Outubro!!!! RT p/todos!! Em breve mais news!! Bom fim de semana! 🙂
    about 2 hours ago via Seesmic for BlackBerry

    Parabéns Siqueira pela iniciativa, isso demonstra que quando o povo quer algo e se juntar pra isso, consegue!

  • Jurandir, sei que não tem muito a ver com o tema, mas não resisti, e resolvi compartilhar aqui essa coleção de clips de dança de cerca de 40 filmes. Montagem incrível! Valeu Jurandir!
    http://www.youtube.com/watch?v=ZYL3j27sSH8

  • A tecnologia pode ter a muito, chegado em sua exatidão, perfeição, mas é insubstituível essa versão insólita do Incrível Hulk, que apesar de na sua versão monstruosa ser um ator, Lou Ferrigno, acho que pintado, se saia muito bem e verossímel. Já o caríssimo Bill Bixby, esse nem precisa de elogios. Ele fez daquele âmbito ciêntifico, high-tech para época, um fascínio para deslumbração.
    Esse foi e é talvez, ainda, o Herói que impera e perpetua em meu coração em memórias do subconsciente.
    Achei a abertura pelo youtube e pelo apreço, muito por despertado através do rapaduracast, irei comprar e rever essa série.
    Abertura do meu maior Herói fictício, sendo para mim o que o super-homem é para o Siqueira.
    http://www.youtube.com/watch?v=YOXpKUu6pUg

  • Aiii… cadê o cast 200? O.o

  • lvdsj

    definição de herói para min é de alguem que faz as coisas com paixão
    no cinema
    Super man

    personalidade
    gostaria de citar duas uma nacional e uma internacional
    nacional
    Ayrton sena
    internacinal
    Nelson Mandela
    pessoal
    minha filha

  • Cristina Torres

    MEODEOS,cadê o cast 200 🙁 ?????????To em cólicas!!!!!!!!!!!!Ai,que agonia…

    • Nem fale…tow desde cedo conectada ao RC…. não aguento mais… =(

  • A propósito, tenho 25 anos e moro em Campinas/SP.

    • Postei um comentário, mas ele deve ter esbarrado em algum filtro antispam, ou está aguardando aprovação (tem isso pra textos grandes aqui?). De qualquer forma, postei essa resposta para o comentário acima não ficar perdido e sem sentido…

  • Cristina Torres

    Pois é Jacque,eu tbm!!
    Ontem eu até cheguei a ver se já tinha alguma coisa,mas não tinha nada…
    Oh tristeza!!
    Mas a culpa é deles,quem manda fazer um programa tão bom?Daí a gente fica nessa seca,parece abstinencia,credo 😀 😀 !!

  • Parabéns, pessoal, por mais um brilhante podcast! Me emocionei absurdamente.

    Meu nome é Gustavo, 25 anos, e moro em Campinas/SP.

    Não vim aqui exatamente para dizer quais são os meus heróis, mas sim pra dizer o quanto me identifiquei com a citação de herói pessoal do Jurandir.
    Eu estava no ponto de ônibus a caminho do trabalho quando toda aquela comoção com a história que o Jurandir contou se tornou um estado de choque no momento em que ele relevou ser sobre o pai que estava falando. Nesse instante, já muito emocionado, eu comecei a chorar descaradamente em público, e tive que me controlar pra não piorar a situação e chegar a um ponto onde alguém me ofereceria socorro.

    Minha mãe teve uma crise de glaucoma, a doença afetou drasticamente sua visão no olho direito a comprometendo em 100%. No olho esquerdo o efeito foi grande, mas, graças a Deus, não causou cegueira total. Durante todo esse período, que aconteceu em um espaço de tempo de quatro meses, eu a acompanhei nas corridas aos centros médicos públicos e à especialistas, presenciei toda a evolução no quadro clínico, e isso provocou um efeito emocional tão grande em mim, a ponto de fazer eu me isolar de todo mundo, praticamente abandonar o trabalho e não querer mais sair de perto dela. A doença estagnou, mas o prejuízo e os efeitos causados, entre eles a invalidez profissional, são irreparáveis.

    Minha mãe se separou do meu pai quando eu tinha 7 anos aproximadamente, e criou meu irmão e eu sozinha sob condições de uma classe média baixa, ainda assim nunca nos faltou nada. Minha mãe, a melhor mãe do mundo, foi acometida de uma doença incurável, que tem um poder devastador se não tratada, mas vive bem com a doença controlada.
    Hoje sou totalmente grato e devo tudo à minha mãe, por tudo o que ela passou e fez por mim. Quero fazer tudo em dobro por ela. Dona Alice, te amo! Você é meu herói, de toda a vida.

    Equipe do Rapadura Cast, todos vocês, Jurandir, Mau, Siqueira, Juca e todos os outros que costumam participar das edições, muito obrigado nos fazer elevar todas nossas emoções ao ápice ouvindo os podcasts.

  • Laudemir Rosa

    Cara me emocionei de mais com esse cast… parabéns ! ! ! !
    sensacional… Siqueira mencionando Jesus Cristo foi realmente algo q eu nao esperava. Como Cristão catolico ele realmente ganho mais um ponto comigo.

  • Eita, nd do cast ateh agora….
    Espero q não tenha acontecido nd, namoral.. =X

  • Rafael CS

    Cade esse Cast ???

    Ansiedade !!!! .eokiko

  • Mais uma pedra preciosa entre tantos excelentes casts.

    Obrigado por me emocionarem mais uma vez.

    Meus heróis:
    CINEMA – Sam (O Senhor dos Anéis).
    PERSONALIDADE – Senna no esporte e Jesus Cristo no lado espiritual.
    PESSOAL – D. Sâmia (minha mãe)

  • Nossa, que emocionante esse cast, a história do pai do Juras foi comovente, cheguei a chorar. Ayrton Senna foi realmente um herói, pena que perdeu a vida, mas foi no que ele mais gostava de fazer.
    Jesus foi um golpe baixo do Siqueira, é como usar um persobagem apelão de games e ganhar fácil.
    Mau, você é meu heróis, aguenta um monte de crítica, mas mesmo assim continua com o excelente trabalho.
    Adorei esse cast, de extrema humanidade, valeu!!! ^^v

  • No fim só consegui ouvir o cast 199 hoje, mas eu quero colocar aqui os meus heróis.

    Cinema: [NEO] Eu poderia citar o Willian Wallace assim como o Juras, pois aquele discurso dele sempre me inspirou até hoje, mas para não repetir eu vou mencionar outro herói do cinema que me marca até hoje, NEO. Eu poderia falar bastante sobre ele, mas para ser suscinto, eu vou apenas citar a cena da luta final em Matrix Revolutions. Neo está praticamente derrotado e o Agente Smith pergunta o porquê dele continuar lutando, se era pelos estúpidos humanos ou por baboseiras como amor, paz, liberdade, como o vilão fala. Neo, categoricamente, respode: “PORQUE EU ESCOLHI”. Esse é uma frase que até hoje me inspira muito, sem sombra de dúvidas.

    Personalidade: [JESUS, SENNA e MJ] Realmente aqui eu vou ter que repetir um já citado pelo pessoal no cast. Na verdade não apenas um, mas os três primeiros citados: JESUS CRISTO, AYRTON SENNA e MICHAEL JACKSON. Realmente eu não consigo pensar em nenhum outro herói que estava acima deles nesta categoria.

    Pessoal: [EU] Embora possa parecer arrogância para alguns, posso garantir que está longe disso. Eu me coloco como meu herói pessoal, pois durante toda a vida, mesmo quando houveram pessoas me dando oportunidades ou me ajudando em momentos difíceis, eles conseguiram fazer isso pois, em primeiro lugar, eu permiti que me ajudassem. Eu escolhi ser ajudado. Além disso, fui eu quem escolhi me tornar um homem melhor dia após dia. Hoje quando eu olho no espelho e comparando ao meu eu de tempos atrás, eu vejo um homem que cresceu bastante e isso me inspira. Me inspira a querer me tornar amanhã um homem melhor do que aquele que estou vendo no espelho hoje. Por isso eu sou o meu herói pessoal.

  • Mais uma vez, digo: vocês são o podcast mais humano que existe. Escapei das lágrimas por muito pouco. Nem tenho o que falar, apenas um grande e sonoro parabéns, vocês conseguiram de novo.

  • Caraca! Que coisa emocionante q foi esse cast. Não tenho palavras p/ descrever. Vc’s estão de parabéns. Simplesmente incrível.

  • Phillipe Forte

    Tema ótimo, só naum chorei pq eu tava no busão. rs

    O meu da ficção séria o Batman. Pois eh um cara normal com traumas de infância (Como qlqr pessoa normal). Porem ele eh inteligente, disciplinado e sem contar q os inimigos deles são fodas pra caralho. Só louco inteligente. O universo q segue a historia eh genial. Uma pessoa normal q vence pela determinação.

    Personalidade: Airton Senna e Jesus. Senna vc citaram mto bem, naum precisa nem descrever aqui. Jesus esqueceu de falar da liderança dele. Ele liderou um grupo totalmente ignorante e lapidou o q eles tinha de bom. Sem contar sobre o amor (pq vcs jah citaram).

    Pessoal: Meus velhos (pais).

    Vcs me ensinaram a ver cinemas com outros olhos e ainda me ensinam como dar valor a certas coisa q a gente esquece. 😉

    Grande abraço.

  • Siqueira falando do Super… do Azulão: ouvi 2 vezes, chorei 2 vezes. (wow)

  • Sensacional esse episodio, também gosto da estoria do superman, mas, nunca gostei dos filmes e quadrinhos.

    Isso por causa do cliche de sempre apanhar antes de vencer, a maioria das vezes isso parecia desnecessario, inclusive muitas surras foram dadas por pessoas normais.

    Por isso nunca gostei dos filmes e dos quadrinhos, mas, sempre achei a estoria muito inspiradora.

  • cinema: Charles Chaplin
    Bruce Lee
    Rock Balboa
    Tyler Durden

    personalidade: Angelina Jolie
    Natalie Portman

    quadrinhos: Homem Aranha

    pessoal: Steve Jobs
    Ayrton Senna
    Angus Young
    Linus Torvalds

  • Gostaria de parabenizar Mau, Sicas e cia por esse cast tão emocionante.
    Me identifiquei com o Siqueira quando ele falou de ter chorado muito com a morte do Senna apesar de ser apenas uma criança. No meu caso, Senna foi a primeira pessoa pela qual chorei a morte. Também era uma criança quando ele morreu e esse dia me marcou muito.

  • Desculpe a demora para comentar esse Rapaduracast, mas eu confesso que subestimei o tema, não acreditei que falar sobre heróis fosse mexer tanto comigo a ponto de chorar com os relatos dos participantes e principalmente com a historia maravilhosa do Pai do Juras, então mesmo atrasado eu tenho a obrigação de participar desse cast maravilhoso.

    Herói da ficção: Roger Murtaugh (Máquina Mortífera)

    Assim como o Mau esse filme tem um lugar especial no meu coração, primeiro porque naquela época o meu pai era um policial militar beirando a aposentadoria então eu ver aquele filme ainda criança foi como ver o meu pai no trabalho, eu lembro que ficava puto quando o Marin Riggs tirava sarro dele e segundo porque ele era um paizão, ele já estava querendo se aposentar quando conheceu o Riggs para ficar com a família (mais uma coisa que lembra o meu pai) e quando viu aquele garoto querendo se matar ele cuidou dele, levou o Martin pra casa e mais que um amigo naquele momento difícil que o Riggs estava passando ele foi um Pai que abraçou o filho problemático.

    Personalidade: Madre Teresa de Calcutá

    Eu só fui ver a magnitude daquela mulher em um filme/documentário, só ai eu fui entender como aquela senhora pequenina e com aparência frágil era forte, é incrível ver uma pessoa que vivia com conforto em um País miserável abandonar tudo para ir morar com os pobres, para lavar ferida de leprosos de dar comida na boca de doentes terminais com amor.
    O que me deixa ainda mais tocado é que ela não teve medo de ser morta, afinal ela era uma mulher católica de ascendência Britânica que foi morar no meio do povo Indiano logo após a independência, o amor que ela sentia pelas pessoas era muito maior que religião credo ou cor, como seria bom o mundo se todas as pessoas agissem assim.

    Pessoal: Meu Pai

    Eu confesso que chorei ouvindo o Juras falar do Pai dele pois lembrei do meu. O Jairzão como a gente chamava nasceu na década de 40 no interior de Minas Gerais e era o 3º filho de 7 sendo o único Homem, quando ele tinha 8 anos de idade a minha vó passou mal e morreu antes de dar entrada no hospital e aos quando tinha 10 perdeu o pai deixando ele e mais 6 mulheres sozinhos cuidando uns dos outros com uma tia morando em uma casa próxima.
    Os anos se passaram meu pai estudou e entrou para a policia militar e jurou que só se casaria depois que todas as irmãs estivesse encaminhadas na vida e cumpriu a promessa pois todas conseguiram estabilidade financeira e o meu pai pode se casar com a minha mãe.

    Mas apesar dessa história de vida linda eu admiro o meu pai por uma História pessoal, depois de alguns anos de casado (antes de eu nascer) o meu pai caiu no vicio do álcool e desde pequeno eu me acostumei a ver-lo caindo pela rua ou falando mole e passei a sentir vergonha dele, por várias vezes voltando da escola com meus amigos eu via o meu pai caído e passava por cima como se fosse um mendigo, até o dia em que ele passou mal e o médico proibiu ele de beber dizendo que se ele colocasse um gole de bebida na boca ele morreria, foi só ai depois de 16 anos que eu finalmente pude conhecer o meu pai, pode sair com ele, conhecer os seus amigos e suas histórias, pena que esse período passou rápido e 2 anos depois ele veio a falecer, mas mesmo sendo curto valeu a pena e cada dia eu luto para ser o homem que ele foi, que cometeu erros e pagou por eles, e que até hoje 8 anos depois da sua morte eu encontro pessoas que de alguma forma foram ajudadas por ele. E sei que mesmo naquele período negro da vida dele, ele sempre procurou fazer o bem para o próximo, como ele dizia.
    Não importa ser o mais Rico, o mais poderoso o que importa é você ter dignidade para poder dormir tranquilo.

  • 1: No cinema é difícil escolher 1, mas vou escolher o Ferris Bueller’s queria ser como ele e sempre se dar bem rsrs.
    2: No geral o Bono Voz do U2 por todo trabalho social.
    3: Na vida meu pai ele foi tudo o que eu tenho de referencia de superação (junto com minha mãe).

    PS: Chorei horrores com esse cast! Assim um dia vou acabar morrendo com esses depoimentos. .vergonha

  • Cinema: Rocky Balboa

    Personalidade: Sylvester Stallone

    Pessoal: Não tem como não ser meus Pais

  • 😉 Nossa eu chorei pra caralho quando o Senna morreu, tinha 4 anos, minha mãe e eu abraçadas morrendo de chorar.

    Um filme inteiro pode ser meu herói ??? Se num puder já foi.RS
    Bom esse filme eu vi junto com a minha irmã e nos conversamos muito quando os créditos terminaram de passar. Resumidamente todos os personagens tem seus próprios sonhos e crenças e durante o filme abdicam disso para o bem da própria familia. O filme é Little Miss Sunshine, e o mais legal é que fala sobre a vida, a sociedade, desapontamento, superação e conquistas.

    Nossa meu grande herói não pelos seus atos mas sim pela sua obra escrita, é o autor Milan Kundera. Seus livros a Brincadeira e a Insustentável Leveza do Ser,revolucionaram a forma que vejo a vida e como eu encaro as coisas.

    Pessoal é complicado. Hum acho q seria minha mãe, o tanto que ela luta pra poder conseguir o melhor pra ela, pra gente e pra comunidade.

    é com lágrimas nos olhos que agradeço por este cast.

  • Rafael oliveira

    parabens pelo cast…me emocionei com a historia de seus familiares..só faltou o mau abrir o coração.rsrrs

  • MUITO emocionante! Chorei 🙁

  • Diego-Arnold

    Muito foda este cast !!

    a parte do senna e do pai do Jurandir foram muito foda !!!

    valeu !!

  • Senna não interrompeu corrida e sim era o qualifying pro gp da belgica. Ele parcebeu o Erik Comas desacordado e os pés deles tavma pisando os pedais. Se ele não tivesse feito nada, poderia ter pegado fogo algo assim. Sem citar que foi o unico piloto a chegar nos locais dos acidentes de Ratzenberger e Barrichello e pedir explicações.

    A parte quando o pessoal falou do pai… mãe… mais a do Ayrton, se vc não se emociona vc não é humano.

  • Lindo Cast….me derramei em lágrimas.

    cinema
    juras, concordo com vc acho que o mel gibson conseguiu vender bem o william wallace americanizado.
    ei sicas, não poderia ser diferente né……tinha que ser realmente um super-herói, hein…legal..
    mau…definitivamente tu é estranho….tu tem umas escolhas mto estranhas.
    Cara…Tyler durden?????….nemm….
    coisa de macho mesmo, eu hein. Me poupe. rs

    De todos os escolhidos o do juras foi o herói que realmente fez um bem pra humanidade, que tem valores que devem ser passados entre as gerações.

    Meu heróis do cinema
    oscar schindler – por perceber que a vida humana é muito mais importante do que uma vida de vicitudes, consumismo e luxúria. salvar mais de uma mil pessoas da morte iminente, em tempos de guerra, colocando a sua própria vida em risco. Exemplo a ser seguido e posto no cinema como o filme Lista de Schindler. São Pessoas que nunca deixarão de agradecer o que essa pessoa foi.

    patch adams – por achar que as pessoas tem o direito à outras alternativas de tratamento e que o amor e o carinho curam. é meu herói pela sua doação para fazer o bem às outras pessoas.

    sociedade dos poetas mortos – John Keating. Oh capitain, my capitain. que tem a filosofia que o próprio ayrton senna falou. é mostrar aos seus alunos que eles são capazes de fazerem e serem o que quiserem na vida, basta disciplina, acreditar e amor no que faz.

    personalidades
    ayrton senna – sem discussões. a história fala por si. perfeita escolha. Concordo com o Galvão Bueno, adoro. As vezes, eu falo: cala boca, galvão. Mas com carinho e tirando onda.

    Jesus cristo – perfeita escolha. não tenho palavras para expressar a felicidade de ver que Jesus Cristo foi citado.

    Minhas personalidades Heróis
    Ayrton Senna
    Ronaldinho, o fenômeno.
    Gandhi
    Mandela
    Chico Xavier

    Hoje, minha personalidade que é meu herói é o Luciano Huck.
    Por quê?
    É só assistir a todos os programas do Caldeirão do Huck. O programa daquele cara tem 70% do seu tempo de exibição, ajudando as pessoas. Eu vejo aquilo, eu queria muito ajudar as pessoas. Diminuir a dor daquelas que precisam. Eu fico feliz e peço a Deus que ele seja abençoado todos os dias e que por muito tempo ele possa ajudar mais e mais pessoas. Ele é meu herói. Eu penso todos os dias em como eu sou egoista e em como poderia ajudar as outras pessoas, mas sou pequena o bastante pra colocar isso em prática.

    São meus heróis também todas aquelas pessoas de alguma forma ajudam o próximo me enchem o coração com o bálsamo do amor ao próximo e a mais pura caridade. Não tem uma só vez que eu não veja na tv, internet ou outro meio de comunicação uma pessoa que ajude o próximo que eu não me emocione.
    Essas pessoas que ajudam ao próximo sem esperar nada em troca são os meus verdadeiros heróis.

    Pessoal – na minha vida
    Sou o tipo da pessoa que tem inúmeros heróis na minha vida. Cada um tem sua parcela, tem seu pedacinho na minha vida, no meu coração. E tem minha ratidão. Heróis pra mim por me ajudarem, por serem exemplos, por me ensinar a crescer.
    Meus heróis são todos aqueles que me deram a oportunidade de ser alguém na vida e me ajudar a chegar onde eu cheguei. Aonde estou hoje. Minha mãe. Meus tios de portugal, meus tios de brasília. Minhas avós por ajudarem os filhos e os netos por longas temporadas.
    Todos os meus amigos de Fortaleza por me amarem, me acompanharem e por estenderem a mão quando eu mais precisei e quando eu não tinha nada a oferecer, nem mesmo um sorriso. E por eles estarem comigo até hoje.

    Amo meus heróis pois são pessoas que me fazem querer ser uma pessoa melhor.

  • Galera parabéns pelo ótimo trabalho!!!

  • Utther

    Excelente Cast. Vida longa ao rapaduracast.

  • Excelente cast! Muito, muito emocionante participar dessa conversa.

  • lambert

    Muito lindo. foi difícil não se emocionar.
    Obrigado Mau, Juras, Juca, Siqueira.

  • Não sou um homem que chora fácil, mas foi o primeiro podcast que me levou as lágrimas. Obrigado.

  • Rogerio Hirooka

    Muito bom esse episódio… Jurandir, seu depoimento realmente me arrancou lágrimas, heh. Parabéns pela história de vida, e obrigado por compartilhar.
    Abraço!

  • Sergio Castro

    Rapaz , eu fico desenterrando antigos posts , mas esse eu tenho que comentar.

    Por toda clareza e sinceridade com que vcs tratam os assuntos de cinema e tudo mais eu me tornei fa . Hj fico esperando dar quarta para eu fazer minhas viagens a trabalhoe e ir ouvindo todos os cast que vcs fizeram.

    Parabens Juras , MAu, Siccas , Juca, Affonso , BArreto e todos os outros.

    Herois :

    Cinema : Cap James Tibirious Kirk
    Personalidade: Papa Joao PAulo II
    Pessoal : Meu Pai ( eterno)

  • Esse Cast foi emocionante demais… O tema é muito válido… Não preciso dizer que me identifiquei demais com as escolhas de vocês!!! Agora com relação aos meus heróis vou cita-los:
    Cinema: Rocky Balboa
    Personalidade: Silvio Santos
    Pessoal: Mãe

  • Natanael Nogueira

    Meus heróis:
    Cinema: Peter Parker/Spider-Man e Jules Winnfield.
    Personalidade: Freedie Mercury, Michael Jackson e Emma Watson.
    Pessoal: Minha mãe e meu pai.

  • Laís

    Que episódio lindíssimo! Fiquei muito emocionada com a história do pai do Jurandir e da forma apaixonada que relatou sua vida.

    Considero Jesus também um herói. Embora eu o veja como divindade, pois sou cristã, creio que aqui na Terra ele foi homem, de carne e osso. E fazer tudo o que ele fez tendo como arma somente o amor é digno de admiração!

    Parabéns pelo cast!

  • Jonathan Kennedy

    Meu herói nos cinemas são: Harry Potter, Supermen e Homem-Aranha e também o Batman. 🙂

  • Luttynha

    Harry Potter, Oliver Queen e the Flash

  • Luttynha

    minha personalidade é o Bono Vox

  • Gleyson Cardoso

    PARABÉNS POR ESSE CAST EMOCIONANTE, HOJE ALMOCEI OUVINDO-O, ME EMOCIONEI BASTANTE COM AS HISTÓRIAS DO JURANDIR E DO SIQUEIRA, MINHAS LÁGRIMAS FORAM UM TEMPERO A MAIS DO MEU ALMOÇO.

  • Gleyson Cardoso

    MEU HERÓI DO CINEMA É ROCKY BALBOA, MINHA PERSONALIDADE É O FILOSOFO MÁRIO SERGIO CORTELLA E A MINHA HEROÍNA PESSOAL É MINHA TIA NILDA QUE ME CRIOU.

  • Oureste Batista

    Ao escutar o cast comecei a pensar numa coisa: será que o William Wallace de Coração Valente não lutou por liberdade mais por causa da morte de sua mulher? Se por algum outro motivo se chegasse ao mesmo final, mas com a mulher viva, ele morreria pela liberdade do povo? Neste sentido, começo a pensar que Coração Valente não tem um plot tão mais grandioso que O Gladiador. É apenas um pensamento. Ainda considero um filmaço e um puta personagem!