Rapadura

Rapaduracast

Clock sexta-feira, 23 de dezembro, 2016 - às 17h39

RapaduraCast 489 – Rogue One: Uma História Star Wars e os futuros spin-offs

Foi uma boa idéia fazer esse filme? Descubra ouvindo o podcast.

por RapaduraCast Team
23/12/2016 - 17:39

Aperte o PLAY ▶ acima!
Download | MP3 ||| Download | ZIP

Mais um Star Wars chega aos cinemas, só que dessa vez não tem nada da família Skywalker na trama principal. Pela primeira vez foi lançado um filme live-action fora da cronologia que conhecemos, mesmo que ainda faça parte do universo criado por George Lucas. Qual a importância de “Rogue One: Uma História Star Wars“?

Jurandir Filho, Raphael SantosThiago Siqueira e Fábio M. Barreto conversaram sobre esse filme que dividiu as opiniões. Será que algumas pessoas não estão preparadas para ver a franquia ir além da história que conhecemos? Produzir um Star Wars adulto e sério não foi uma boa idéia? Essa maturidade muda a forma como enxergamos a franquia?

Quem vem por aí, além de Han Solo: Obi-Wan Kenobi, Yoda ou Boba Fett?


|| PODCASTS RELACIONADOS
RapaduraCast 201 – Star Wars IV, V e VI
RapaduraCast 448 – Star Wars: O Despertar da Força


|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!


|| NOSSOS CONTATOS
WhatsApp: (85) 999 335 662
Youtube: RapaduraTV
Instagram
@cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook/cinemacomrapadura
Telegram/cinemacomrapadura

Saiba mais sobre: , , , ,

  • Evelyn

    Escutarei assim que chegar em casa *_*
    Mas já deixando aqui o que achei do filme resumidamente, Rogue One filmaço. Incrível, estupendo, emocionante, envolvente, um presente para os fãs de Star Wars, eu senti vontade de abraçar cada um dos envolvidos nesse projeto ao final da projeção, que filme fantástico. Depois de ouvir o cast, comento mais rsrs.

  • silas.

    Faltou o Ricardo Rente. (risos)

  • Hatred

    Para mim, melhor que o episódio 7.

  • Fernando Lanna

    namoral , vcs ficaram mt tempo falando sobre etnia e sexo do elenco, q saco cara, isso n importa , podiam ter gastado mais tempo falando sobre o filme , q e otimo

    • Fernando Lanna

      tinha q ter um botao pra pular essa parte…

      • phsantos

        Tem, é um quadrado.

        • Sauro

          uaehauhaeuh macho ph vc eh o melhor, um abs, apareça mais no hora super

  • Fernando Lanna

    estou aq pra ouvir um podcast sobre rogue one , n para ouvir uma propaganda esquerdista comparando o imperio aos eua e etc.

    • Golem

      Engraçado é ver como você ficou incomodado com isso. Deve doer muito na galera que começou a gostar de Star Wars no passado e agora desenvolveu um pensamento conservador perceber que Star Wars (e inúmeras outras histórias de ficção) sempre se tratou dos oprimidos contra um sistema militar ditatorial que deu um golpe na democracia para forçar um único pensamento, usando a corrupção como desculpa para tal. Agora que tem tanta gente apoiando militares, chamando manifestantes de terroristas, hahaha, fica meio que torcendo pelos vilões das histórias.

      É preferível nem escutar, né? Manter a cabeça com as mesmas ideias nos mesmos lugares, senão incomoda. 🙂 ” propaganda esquerdista” Hahaha!

      • Fernando Lanna

        hahahha , so tem rir de frases como essas, “chamando manifestantes de terroristas”,

        “sempre se tratou dos oprimidos contra um sistema militar ditatorial que deu um golpe na democracia para forçar um único pensamento”: ta falando de cuba?

        “fica meio que torcendo pelos vilões das histórias.”
        o imperio smp foi e sempre sera alusao ao nazismo, n torço por nazistas, nem pro ditaduras

        • Golem

          Os caras falam boa parte do podcast sobre continuar incluindo minorias e protagonistas femininas fortes por conta das pessoas continuarem reclamando e perguntando sobre isso. Aí você vem e FAZ O MESMO? Tá serto…

          “Ta falando de cuba?” Estou falando de qualquer ditadura militar, daqui, de cuba ou de qualquer lugar do mundo. Isso deve bugar o seu cérebro. Não apoiar nenhum tipo de ditadura. 😉

          “aliança rebelde tbm e uma organizacao militar”. É paramilitar, em resposta a um governo ditatorial. Coisa que ocorre em qualquer lugar do mundo quando uma ditadura se estabelece.

          “imperio smp foi e sempre sera alusao ao nazismo” Não. George Lucas, o criador, disse que Star Wars se tratava principalmente de uma alusão a grandes corporações poderosas que controlam tudo. Ele inspirou apenas no visual dos nazistas. Os nazistas tinham como mote principal a perseguição de um povo em específico, o império quer controlar toda a galáxia, todos os povos.

          Ah! falar “ideias esquerdistas imundas” diz tudo sobre você.

          https://pbs.twimg.com/media/CRr_sICWoAA9zph.jpg

          ¯_(ツ)_/¯

          • Fernando Lanna

            n reclamo da presenca de mulheres e minorias , reclamo deles darem tamanha importancia para isso e falarem excessivamente sobre isso durante o podcast .
            Sou contra qualquer tipo de ditadura tbm,de resto, discutir com esquerdista n da em nada , adeus ze esquerda, star wars e puro e n defende suas ideias , nem de esquerda , nem de direita

      • Fernando Lanna

        n sei se vc reparou mas a aliança rebelde tbm e uma organizacao , militar. Star wars e algo puro q n se envolve com ideias esquerdistas imundas

        • César Lira

          Acho que alguém aqui não sabe interpretar. “Algo puro” EHHEHEHEHEHEHEHHE

  • silas.

    Eu não gostei muito do filme, mas quero ouvir o podcast, o bom papo que o Rapadura sempre oferece e que traz conteúdo e percepções interessantes. Só que, no momento, a minha mente apenas foca na Carrie Fisher…

    Dando uma pausa no programa pra ouvir por completo mais tarde, mas já adianto que estava curtindo. Parabéns!

    • silas.

      Voltei. Obrigado por terem falado sobre problemas em desenvolvimento de personagens. Já tava ficando de saco cheio de só encontrar em sites ou redes sociais comentários do tipo “Ai, mas eles são descartáveis mesmo!”.

      • silas.

        Minha nota é mais ou menos a mesma que a do PH.

        • silas.

          E do Barreto.

        • Henrique Tavares

          Mas o PH gostou muito do filme, e ele deu 8.

          • silas.

            Pro RapaduraCast, eu não acho que 8 significa muito. É só o mínimo pra rapadurizar, recomendar ver no cinema, pra começo de conversa. E ele fez crítica pra caramba a respeito de elementos que eu também critico e até “apelou” pra “Um filme de Star Wars não é só um filme” pra dar um gás, o que eu acho que também conta bastante pra entender que ele gostou porém não muito.

  • Gp

    Ai tu entra para ver o rapadura e ve que a Carrie Fischer sofreu um infarto

    • phsantos

      ;(

  • NapoliThanos

    O tal do Kranic vai pegar o Hannibal e leva um tiro. Ele apresenta a
    Estrela da Morte pro Tarkin e leva esporro. Ele vai falar com o Vader e
    quase morre. O cara mais sem moral do Império que existe

    • Gp

      Quem via os trailers com ele subindo no elevador com 2 blasters ou andando com a capa na água achava que o cara ia ser no minimo respeitável
      Na minha opinião essas refilmagens mataram 3 personagens que teriam tudo para ser dos melhores de toda saga. Krenic, Jin e Saw Guerrera.

      Dizem que as refilmagens foram focadas no terceiro ato, mas o problema do filme é nos 2 primeiros.

      Pessoal do rapadura foi coerente.

      Juras, cade o Gio para comentar sobre um filme de guerra?

      • NapoliThanos

        Sim, tbm acho que as refilmagens foram os maiores culpados. Eu vi que tinha mais de 40 cenas nos trailers que não estavam no filme

  • Jeremias Jonas

    20 minutos de programa e homens branczzzzz, protagonista feminizzzzzzz, latinozzzz…

    Podia ter um aviso tipo: começamos a falar do filme no minuto tal.

    • Sauro

      além de isso ser chato, é indevido, tá a protagonista é feminina, mas o grupo dela todo são homens, os vilões são todos homens tbm, 1 em 20…

      Parece q Star Wars ainda não suporta mais de uma mulher no grupo dos mocinhos desde 1977, tipo já são 8 filmes e quase 40 anos…

  • Diogo Maia

    Já falei mil vezes e continuarei falando: Rogue One é o filme do ano. Sem mais.

    • Rodrigo Vieira da Costa

      Show! História surpreendente e com bons momentos de diversão! Preenche uma lacuna entre o episório III e IV!

      • Diogo Maia

        Comentário perfeito.

    • César Lira

      E muito corajoso, tendo em vista que foi feito pela Disney, ter um final agridoce e ter personagens tão diversos e únicos foi realmente surpreendente.

      • Diogo Maia

        Exato.

    • Sauro

      No critério diversão você diz Diogo?

      • Diogo Maia

        O melhor do ano, simplesmente isso. Entre todos os filmes que vi de 2016 esse está em primeiro. Não é só diversão que conta. Civil War e Deadpool foram os mais divertidos, mas numa lista de melhores Rogue One está no topo.

        • Sauro

          Meus favoritos esse ano são o “A Chegada”, o Deadpool, e daí Civil War mas tua lista é bem boa ^^

          • Diogo Maia

            Arrival ficou em segundo, pelo menos por enquanto. Ainda tem dois que vão sair na semana que vem e que quero conferir: Animais Noturnos e Invasão Zumbi.

    • Betotruco

      Não. Não é. Nem de longe!
      Mas é muito bom e a partir de hj faz parte da historia maravilhosa de SW, uma das sagas mais amadas do mundo!!

      • Diogo Maia

        Não é de longe, mas é o melhor sim.

        • Betotruco

          Não é. Vc precisa ir bem mais ao Cinema… E rápido, antes que o ano acabe!

          • Diogo Maia

            Velhinho, vou ao cinema uma vez por semana.

          • Betotruco

            Então está errado 2 vezes!
            Vc pode até “achar” Rogue 1 melhor filme do ano e respeito sua opinião … Mas vc está ERRADO!

    • gandralf

      Sim! Estou aguardando o making-of que deve revelar os segredos que deixaram esta produção tão sensacional. E algumas cenas já vazaram! https://www.youtube.com/watch?v=sych2UPAvg0

  • Luciana Agnoleto

    Acho mega curioso – triste, na verdade – como tem pessoas que se dão ao trabalho de vir cornetar os temas discutidos no cast, tipo importância das personagens femininas, a diversidade, paralelos políticos. Gente, estamos falando de Star Wars! Não é possível dissociar.

    Representatividade só não importa para quem nunca se sentiu excluído né

    • César Lira

      E o pior dizem que esses temas nunca fizeram parte de Star Wars e ignoram todos os outros filmes. Infelizmente só não enxerga quem não quer.

    • gandralf

      Para quem é obcecado por martelos, tudo vira prego.
      Entenda como seu framework permitir…
      https://www.youtube.com/watch?v=SA0aKjY8K50
      … ou seja um livre pensador.

      • Luciana Agnoleto

        Interessante!

        Também para quem nunca precisou usar martelo, reconhecer um prego é impossível. Mesmo se for um ”’livre pensador”’

        😉

        • gandralf

          Ah, mas os vendedores de martelos estão aí, fazendo sua propaganda e ganhando clientela. E a última moda é usar marketing de rede (aka pirâmide). Quem já leu seu portfólio com atenção deve ter percebido que lá no meio estão misturados um indispensável guia de uso e exageros típicos de vendedor. Saber o que é o quê pode separar um martelador maluco de um artesão competente.

          O chato é que, talvez por Dunning–Kruger, todo mundo se acha um artista.

    • Lumpemproletariado Latino

      Representatividade não importa. O Batman é rico, inteligente, tem um batmóvel maneiro e teve os dois pais assassinados. Eu sou pobre, burro, não tenho nem uma bicicleta, meus pais estão aí até hoje e mesmo assim consigo me identificar com ele.

      • Luciana Agnoleto

        Que bom que se identifica (espero que não com a parte de sair à noite com um colã e capa :P). Agora não queira que todos pensem e reajam como você. Se não importa para você, é diferente para uma caralhada de gente que Star Wars SEMPRE representou.

        Não faça a gente acreditar na parte do burro, plz 😉

        • Lumpemproletariado Latino

          Exato! Não queira que todos pensem e reajam como você. Eu mesmo acho que representatividade é bobagem, não fique “triste” como no seu comentário anterior. Aliás, até um tempo atrás SW era coisa de nerd hardcore, era até mal visto você dizer que gostava disso. Só em eventos temáticos que as pessoas se sentiam a la vonté pra externar esse gosto. Nos últimos o que… 5 anos? Que virou “cool” e que mais pessoas passaram a se “importar”. Então méh, chato isso de ficar problematizando. Apenas curta a jornada do herói, independente de quem ele(a) seja. A jornada é bem maior que os indivíduos envolvidos. E pode acreditar, na parte do burro, aceitar sua insignificância é uma benção. Nada como não se colocar no centro do universo achando que entende tudo sobre tudo. Fica a dica pra ti.

    • Roberta Olivaeira de Jesus

      Tipo a galera que gosta de X-men né? Os caras não entendem a obra. Parece criança vendo filme da disney. Só repara nos sabres de luz e nos bichinhos. Não consegue absorver a mensagem que tem por trás do negócio. Complicado.

  • Junior Silva

    Rogue one só não é melhor que Star Wars episódio V (esse é unânime).

    Como star wars é ficção, eu sempre torço pro império trucidar a rebelião, por causa do vader. hehehehehehhehehehehe

  • Sauro

    Parabéns pelo cast sóbrio! Isso que é bom de ouvir podcast especializado, ouvi o Nerdcast é foi só uma chupação de 2h da Disney. E eu gostei do filme, mas porra, não é como se cristo tivesse voltado na terra, bem menos carai.

    • Diogo Maia

      Cada podcast tem seu estilo. Tem valor em todos eles.

      • Sauro

        sim, mas acho o rapaduracast subestimado e o nc superestimado. Só queria exaltar o qto de alegria o rapaduracast tem me dado ^^

        • Diogo Maia

          A vibe do Nerdcast é outra, mas enfim…

    • Raz

      Ue o azaghal apesar de gostar do filme desceu a porrada em vários pontos, fiquei na duvida se ouvimos o msm cast 😛

      • silas.

        Acho que todos fizeram um “apesar de…” no Nerdcast, embora a mais notável presença disso tenha surgido nos comentários do Tucano e do Guga. Achei tudo muito ok, com bastante e óbvia animação por parte de quem gostou muito do filme, sem fanatismos.

  • Paulo Silva

    Curti mais o podcast do Azaghal e Jovem Nerd. Mas teve bons argumentos, o grande ponto positivo foi a não participação do Ricardo Hater. Estão no caminho certo, se mantenham assim e ganhará novos ouvintes.

    • Sauro

      Avisa o Juras q o entendedor anônimo aqui entende a fórmula do sucesso uahsuah, acho q vc devia vender essa fórmula cara

      Juras mantém 3 podcasts fodas, e em nenhum deles ele precisa gravar sobre o assunto fezes ou diarréia como literalmente o azaghal e o jovem nerd fizeram auhausha patético.

      • Paulo Silva

        Nossa… chegou um defensor do Jurandir hahaha chola mais que é música pros meus ouvidos, chola!

        • Sauro

          vish cara vc eh uma pessoa triste então? Essa é tua fonte de alegria msm?

          Eu só tô metendo a real, não é chorar, chola mais, parece q to discutindo com uma criança, bom talvez vc seja msm, apenas #paz amigo

          • Harley Minecrafting BR

            O nerdcast não é sobre cinema 😛 É de qualquer assunto.

          • Paulo Silva

            Só ouço música aqui! defensor do juras, deve pagar uma gulosa pra ele também.

          • Sauro

            kkkkk teu pai não te ama ou te estuprou? Tua mãe tentou te abortar e não conseguiu? Pq vc eh assim cara? Tentou se matar e não deu certo? Na próxima vc consegue, boa depressão seu coitado

          • Deivi Pazos

            Rapadura cast é bom , mas Nerdcast é melhor.

      • Deivi Pazos

        Chupa Meu Email Jurandir!!!

  • Hedy Paiva

    Excelente cast, como sempre! Muito informativo, os argumentos foram todos muito válidos e reflexivos! 👍

  • DS9/BSG

    Entendo a necessidade do pessoal do Rapadura de analisar o filme pelo olhar critico, mas pra mim existem alguns casos (Star Wars, Star Trek) que tem que dizer que se dane (com todo respeito) … a vida é muito curta pra perder tempo com profundidade de personagens ou se o Krennic não é fodão como se esperava.

    Usando a metáfora da 2 guerra, Krennic seria um daqueles comparsas do Hitler, aqueles engenheiros que ajudaram a colocar a maquina de guerra em ação e usando o que diz Star Wars, sempre tem um peixe maior e o Krennic está nadando no meio de tubarões… empalidecer perante o Vader ou do Tarkin não é desonra.. haja vista que todo mundo se borrava na frente do Hitler. Krennic seria uma espécie de Goring que prometeu a Hitler o controle do espaço aéreo inglês e se ferrou … até Hitler errava e feio… não existe essa de cara fodão em tudo… somos humanos. E o diretor teve sucesso na construção da Estrela, ele simplesmente foi traído pelos seus superiores.

    Adorei a analise final do Siqueira sobre a Jyn e o Cassian, a motivação dela passou a ser defender a honra do pai e os dois terminam juntos como irmãos em armas… lindo. Sério que o PH queria que a mulher fosse lá e desse umas estocadas no Krennic? caraca véio…

    Rogue One é o mais próximo que nos temos hoje da trilogia clássica no cinema, Rogue One é como diz o Barretão, a parte 1 de Uma nova esperança… é lindo ver aquele universo que só vi na telinha ser retratado com tanto respeito no cinema, é um filme feito para os fãs antigos e apresenta para uma nova geração aquele espírito da santa trilogia e ainda resgata um pouco da glória de Darth Vader.

    Revi Uma Nova Esperança e dói no coração ver aquelas cenas dos hangares em Yavin e pensar que há poucos dias a Jyn e seus companheiros estavam por ali. Pra mim esses personagens já fazem parte do meu coração.

  • DS9/BSG

    Percebi que o Barretão ficou incomodado com alguém que o questionou se Star Wars é ou não ficção cientifica, se é fantasia e somente pra ajudar nos argumentos a favor de que Star Wars é FC, segue uma analise do assunto muito interessante que pra mim é definitiva.

    http://maxiverso.com.br/blog/2016/01/26/star-wars-e-ficcao-cientifica-sim/

    o trecho final da analise (seria bom ler tudo, é muito bom)

    Assim, considerando-se as definições de ficção científica e seus subgêneros e os elementos existentes nessa categoria de obras ficcionais; considerando-se os elementos e a ambientação sci-fi da saga e a inexistência de impedimento de que um filme com elementos de outros gêneros possa também ser considerado ficção científica; e considerando que os argumentos contrários a se considerar Star Wars como uma legítima obra sci-fi mostram-se improcedentes e contraditórios; concluímos que Star Wars é ficção científica sim.

    A conclusão foi praticamente um epílogo do que vimos no Capítulo 1: não importam as preferências pessoais de cada um na hora de classificar Star Wars… o que importa é como a saga se enquadra nos requisitos do gênero (e o quadro acima e as análises do primeiro capítulo mostram como ela atende todos).

    Por isso ela é classificada pelos especialistas, pelos sites especializados, pelos criadores (e produtores, e idealizadores, etc), como ficção científica, mesmo com os elementos de fantasia, mesmo sendo soft, mesmo sendo menos fiel à ciência do que Star Trek, mesmo não explicando muito o funcionamento de suas tecnologias, mesmo com tudo isso…

  • Arthur

    Gostei muito e saí feliz do cinema. Inclusive saí mais satisfeito do que com Despertar da Força.

    Mas acho que o terceiro ato pode induzir a avaliações equivocadas do filme, tornando-o muito melhor do que de fato é. As cenas da batalha final, em terra e no espaço, e as cenas do Vader e da Leia são excepcionais. É sim um spin-off, mas temos aí o filme mais Guerra nas Estrelas da saga! Achei foda!
    Agora, tire o ato final e avalie o resto do filme. Continua bom, mas não é nada excepcional. Chega inclusive a pecar bastante em desenvolvimento de personagem. É estranho você se importar mais com os personagens secundários do que com a protagonista.

    Apesar disso, eu repito, gostei muito. Dou um 8/10! Ele e Animais Fantásticos deram um sopro de alívio nesse fim de 2016, que foi um ano bem fraco de blockbusters.

    Observações:
    – Darth Vader rouba a cena nos poucos minutos que tem! Por isso que é e vai continuar sendo um dos maiores vilões da história do cinema. A cena final dele é uma das coisas mais fodas já vistas em Star Wars!
    – Trilha sonora excelente do Giachinno. Me surpreendo por saber que ela foi feita em um só mês! Tem o DNA de Star Wars e me fez lembrar de trilhas de filmes de faroeste (que muito inspiraram esse universo).

  • Lumpemproletariado Latino

    20 minutos de mimimi. Ninguém tem mais saco pra esses assuntos cara (só millennial que quer pagar de descoladão). Falem do filme caceta.

  • gandralf

    Saying things as efficiently as possible is a form of respect for your reader.

  • gandralf

    Faltou inteligência e imaginação, sobrou #porquesim.
    Passo.

    Os personagens são meio burros.

    O primeiro sinal aparece logo no início, com talvez a pior mãe da galáxia. Reflita sobre esta cena e perceba como todo mundo foi bem estúpido. Com isso, pense em pequenas alterações que a deixariam bem mais interessante, tanto do ponto de vista dela mesma quanto do ponto de vista de preparar o terreno para o resto do filme. Agora compare com a fuga da Shoshana, de Bastardos Inglórios.

    As situações são pontual e artificialmente enfraquecidos para facilitar a vida dos heróis. Ah, isso me dá uma preguiça!

    Exemplos não faltam. Da armadura que não protege o trooper de um pedaço de pau a instalações qualhadas de falhas de segurança. Num filme de assalto, isso é patético.

    “Ah, mas a cena do Vader e a ligação com o Ep IV foram…”
    Óbvias. Sério, foram óbvias. Onde estão a criatividade ou inteligência nisso? Um Jedi com um sabre de luz e um final mais ou menos óbvio? Um star destroyer (do Vader) que resolve o problema na base da barrigada? A porta que fica um tempão com uma freta aberta e uma besta que enrola para passar os planos por ela?

    A grande batalha cuja principal tática envolveu um rebocador improvisado enquanto as naves ficavam olhando uma para a outra? Sério mesmo que isso é WOW?

    A invasão que, apesar das baixas bem executadas, funcionou basicamente na base do vamo-que-vamo? Num filme que sugeria espionagem e/ou assalto?

    Filme feito por comitê recebido por uma platéia embriagada por member berries, que exalta coisas como a abertura sem as letrinhas amarelas.

    NEM OS EFEITOS SALVAM com aquele Tarkin nível PS4.

    Ruim? Não, mas nhé.

  • nerd natal

    Único filme de star wars que tinha assistido foi o episódio VII, não peguei nenhuma referência do Rogue one, a não ser as presenças de R2d2, C3PO e princesa leia, mas nem por isso não gostei do filme. Achei muito bom! Me deu uma vontade enorme de assistir o episódio IV e os demais. Excelente cast galera!

  • Parabéns Juras por colocar um áudio dos fãs nas entradas dos casts ficou sensacional isso aee!!!

  • Valenada

    Gostei do filme.
    Da Sada STAR WARS minha lista por preferencia:
    Ep. 6 – Retorno de Jedi.
    Ep. 3 – A Vingança dos Sith.
    Ep. 4 – Uma nova Esperança.
    Rogue One.
    Ep. 7 – O Despertar da Força.
    Ep. 5 – O Império Contra- Ataca.
    Ep. 2 – Ataque dos Clones.
    Ep. 1 – A Ameaça Fantasma.

    • Fellipe

      Caraca. Tu colocou o Ep. V, queridinho de 8 em 10 fãs de SW em quinto lugar? kkkkk Mas é isso aí, cada um tem seu ponto de vista e suas preferências. Meu primeiro tá o 7.

      • Valenada

        hahahaha.. eu gosto do filme, é que os outros acho mais legal, tem um “q”a mais…. tedeu… abraços.

  • Raphael

    Mimimi do cacete …. Fala do filme e deixem essa porta de politicamente correto de lado.

    • phsantos

      não.

  • IGOR AZRAK

    Mais um filme com protagonista feminina, tá pouco, que venha mais!
    p.s. Não tou entendendo essa galera, será que não gostam da fruta?

    Olha esse spinoff aí escrito por George Lucas hauhauhau

    http://www.imdb.com/title/tt0087225/?ref_=tt_rec_tt

    • Lumpemproletariado Latino

      É…protagonista feminina que precisou da ajuda de trocentos outros machos pra conseguir fazer alguma coisa. A ficção imita a vida.

      • Layne Cris

        nossa, quanta mágoa no coração rsrsrs

        • Lumpemproletariado Latino

          Mágoa? Eu acho é cômica a contradição.

      • Evelyn

        E desde quando o protagonista precisa fazer as coisas sozinho? Tem mil outros exemplos de protagonistas masculinos que precisam da ajuda de “trocentos machos” pra alcançar seu objetivo, e vice versa. Realmente não entendi a tentativa de depreciar a Jyn.

      • phsantos

        meus pêsames, vc já está morto. ;/

        • Lumpemproletariado Latino

          Tem problema não seu bosta. Eu ressuscito. Você não manda na internet não babacão. Pode banir 10 vezes que eu volto 10 vezes SE EU QUISER. Falou, valeu.

  • Leonardo Castoldi

    Olá meus caros. Parabéns pelo conteúdo, muito bom, como sempre!
    Além da cena final, eu tive a impressão de ver muitas referencias a lost e aquele cenário da praia e os elevadores verticais, me lembrou muito o cenário do filme Os incríveis.
    Abraços!

  • Gabriel

    “Trilogia infame”. Fechei o cast aí. Essa má vontade com os prequels já não é opinião, é mantra irracional, e tá dando no saco.

    • Diogo Maia

      Acho os dois primeiros bons e o terceiro muito bom.

    • Zé Ferreira

      Mentira. Vc ouviu até o fim… Só tá mimizando porque não suporta opinião contrária.

    • phsantos

      Não só não fechou, como deu audiência, acessou o site e ainda comentou.
      Obrigado. 😉

      • Leonardo Nunes de Camargos

        Independente do cara ouvir até o fim ou não… chamar a Trilogia I a III de lixo, infame, ou qualquer outra coisa é birra infantil… eu como fã, aponto defeitos, sobretudo no I, mas gostei mto do II e do III e boa parte das reclamações que ouço é de gente que não entende a cabeça do Lucas, acha que o Darth Vader é o Deus infalível ou acha que Star Wars é o supra sumo dos filmes oscarizaveis para adultos (sempre foi uma Space Opera, portanto, maniqueísta, bobinho, mas nem por isso menos genial e divertido).

  • Lumpemproletariado Latino
    • Roberta Olivaeira de Jesus

      Nem deu pra assistir inteiro. O cara reclamando de diversidade, em que planeta ele vive? Porque na Terra que eu saiba, não é todo mundo branco, e outra, ele foi bem infeliz quando disse que 5% das garotas gostam de star wars e que é bem provável que sejam “bofinhos” ou lésbicas. Caraca meu, nunca ouvi tanta merda em dois minutos de vídeo. Parei ali. Das reclamações que vi do filme de gente pensante, NENHUMA se incomodou com o fato da protagonista ser mulher ou da raça de um dos protagonistas do filme anterior.

      • Miles Morales

        Não é por nada não mas o Gavin é humorista viu. Se você Não consegue rir de si mesma…

  • Ronald Luis

    Como cinéfilo, fico ressentido em não curtir os filmes Star Wars… Nem a Disney me fez gostar dos filmes… Achei Rogue One tedioso…

  • Thiago Higashi

    Gente, gostei do cast mas faltou um contraponto, como o Ricardo Rente fez no Território Nerd. Um cast formado por fanboys perde um pouco nesse aspecto, pois me parece que muitas coisas passam, passa a valer a regra Disney: na Marvel pode, e agora em Star Wars pode, afinal colocaram Vader com sabre de luz. Tinha tudo pra ser filmão, mas foi construído em cima de referências, e não feito em sua própria fundação. A superficialidade de personagens fica imperdoável sendo que eles nunca mais aparecerão em tela. Imune à febre SW, não senti apego pelo esquadrão, somente pelos amigos chineses, não vi essa coragem toda nas ideias do filme. As informações são jogadas muito rapidamente, ficando difícil de digerir para não fãn(táticos)s como eu. Houve momentos completamente monótonos em que meu cérebro entrou automaticamente no modo sleep.
    Enfim é uma obra muito pouco aproveitável para uma pessoa sem a bagagem SW.
    Para finalizar, piores rostos 3d já feitos. Minha esposa que mal entende sobre técnicas de cinema de cara falou: nossa a cara desse homem parece 3d…

    • phsantos

      Discordo do contraponto, pois eu mesmo apontei os diversos problemas.

      • Fábio M. Barreto

        eu também pontuei vários problemas. é possível fazer contraponto sem ser “o cara que odiou o filme”. ser fã é aceitar, analisar e considerar os problemas.

      • Thiago Higashi

        Mas vocês são muito fanzocos PH, aí não vale. Eu gosto da franquia mas não peguei o hype quando era criança. Teve gente galando que foi o melhor filme do ano. Inadmissível! Mas interessantemente, é um filme que vem melhorando pra mim com o tempo.

    • Leonardo Nunes de Camargos

      Nossa o post do Ricardo Rente sobre o Rogue One foi o mais desagradável possível. Uma droga!

      • Thiago Higashi

        É bom ter um grande contraponto cara, é um saco todo mundo ficar só elogiando!

  • Fenrir

    Quando sair a cena do massacre do Vader em boa qualidade, eu farei a versão dublada pelo Jurandir kkkk

  • Henrique Tavares

    Sei que é óbvio, mas vale relembrar que 4.1 é algo que vem depois do 4.

  • vin

    esperando o bluray pra rever a cena do corredor 80 vezes (no minimo)

  • Johnny Lapís

    Bom cast, mas…….
    mas……………………..

    Mas…………………………

    É Fantasia não ficção cientifica.

  • Paulo Roberto Galliac

    Rogue One Uma história Star Wars

    É um novo universo expandido e com MUITO conteúdo. Apesar de ser um típico filme pipoca.

    Se antes a dicotomia do bem e do mal desse universo era superficial. Agora vemos ramificações de algo comprável a nossa realidade. Vemos fortes criticas a nossa realidade apesar de ser uma ficção.

    Os exemplos de Jedha como a alusão a cidade sagrada ou Jerusalém. Se ainda não é mais claro, vemos os radicas de Saw Guerrera (Forest Whitaker) como extremistas e o império de ocupação o próprio EUA. E claro A Estrela da Morte agora se assume de vez como uma arma de destruição em massa como as Bombas Atômicas.

    Rússia não é mais o Império do mal como alguns reacionários gostariam, para não se verem como monstros. Mas hoje quem ocupa qualquer país do planeta ou da galáxia não é ex-URSS. E sim o Imperialismo dos EUA. Até vemos parte da
    propaganda do Império dizendo que os rebeldes são Terroristas.

    No mínimo ousado e cativante. Assim como vários personagens. Jyn Erso (Felicity Jones), Chirrut Imwe (Donnie Yen), Base Malbus (Wen Jiang), K-2SO (Alan Tudyk). Outro personagem feminino forte como a Leia e recentemente a Rey. Jyn Erso têm camadas e é cativante. Começa como uma personagem preocupado apenas consigo mesma, mas ao ver várias pessoas queridas morrerem ela se transformar em uma devota rebelde. Revoltar se contra o sistema INJUSTO estabelecido do Império Galático. Como isso não cativa? Ver alguém que quer fazer a diferença e lutar por algo melhor. Ou deixar de viver sob a bandeira do Império os entendedores entenderão.

    Aqui aqueles que sofrem por causa dos midi chlorians (explicação científica existe mesmo na magia e sobrenatural em outras mídias como Doutor Estranho e Thor). Aqui vemos a Força como uma religião, que aqui se aprofunda em um personagem bem cativante.

    Darth Vader como ícone do Império Galáctico mostrando toda a sua imponência opressora. Por fim existem outras aparições desnecessárias e com CGI que não convence. Diferente em Tron Legacy Jeff Bridges jovem me convenceu e “Capitão América Guerra Civil” também Robert Downey Jr jovem está BEM
    melhor a tecnologia. Enfim os pontos negativos são irrelevantes com os pontos negativos. Ou o poder destruir planetas é irrelevante com o poder da Força.

  • adriano willians

    rolou uma treta entre o Ricardo rente e o Barreto, alguem sabe porque?

    • Fábio M. Barreto

      até onde eu sei, não briguei com ninguém 🙂

      • adriano willians

        ele deixou a entender que vc criticou ele de alguma forma, ele não curtiu muita essa critica e desabafou no twitter dele, mas eu ouvi o cast e não ouvir nada com relação a essa critica, foi por isso que perguntei pois achei isso estranho, só apenas isso.

  • “Pra mim seria mais um Star Wars 4.1”
    Ué, mas pra ser 4.1 ele não teria que vir depois do episódio IV?

  • Man of Steel

    Vcs queriam dizer que todos no Esquadrão suicida deviam morrer?
    ja leram alguma HQ de esquadrão suicida?

  • Robson Brando

    Acho que o filme só funciona em seu apelo nostálgico. É feito pra agradar fan. Os personagens são rasos e mal desenvolvidos. Com exceção do robô, a morte dos restantes, não causaram impacto emocional algum em mim. As cenas do Darth Vader foram gratuitas, eu adorei, mas não deixam de estarem alí apenas como chamariz para um filme sem personagens conhecidos. Não acrescentam nada a história do filme. A mudança de atitudes da Jin são bruscas e inexplicáveis. Quando ela discursa, logo após ter deixado claro que tava cagando para a rebelião, eu desisti. O filme estava condenado. Vibrei com o Vader no corredor(o que é bizarro, já que ele é o vilão e ta decepando geral), e no enforcamento. Mas duas cenas não salvam um filme.

  • Marcelo Lazari

    A luta do bem contra o mal sempre foi o grande atrativo da saga Star Wars. A magia da luta heróica do lado da luz contra a escuridão fez brilhar os olhos de gerações. Relativizar isso colocando o “cinza” só vem para enfraquecer o poder narrativo da história. Penso que o filme é bem ruim, uma sequência vazia de fan services, alguns dolorosamente fora de contexto. Trilha genérica, feita nas coxas e com pressa, personagens demais e mal desenvolvidos. Em “The Force Awakens”, apesar de também haver elementos visuais e narrativos que já foram vistos antes, ao menos há uma direção e atuações que realmente engajam, um senso de descoberta e magia e a curiosidade sobre o desenrolar da saga. Heróis e vilões.
    Peter Kushing e Leia 3d foram de um mau gosto fenomenal, o título de abertura decepcionante, a edição arrastada e piadas com timing mal colocado. A história seria bem melhor se fosse do estilo “missão impossível” ou “11 homens e um segredo”, com aventura e o humor sendo um elemento muito mais presente. Tire o humor e a magia de Star Wars e o que sobra é um filme genérico e sem graça. Pra não dizer que é totalmente ruim: a direção de arte é ótima, as cenas de ação bem feitas e algumas atuações são muito boas (Krennic, K2SO), por acaso, os dois personagens com algum senso de humor.
    Feito pra fan boys, o tempo relegará “Rogue One” à irrelevância.

  • Sifo-Dyas

    Com todo o respeito, essa discussão da representatividade já está um pouco batida para os ouvintes que os escutam, entendo e apoio, entretanto incomoda um pouco gastar quase 20 minutos do cast para essa discussão, a qual já foi feita N vezes por vocês, tendo o ápice no excelente cast de Rocky e Creed.
    Já talvez antecipando respostas, o cast é de vocês e fazem o que quiserem com o mesmo, somente dei minha opinião.
    Um outro ponto é, a perseguição “infame” aos episódios 1,2,3. Sou da Geração de 90, sou de uma geração que jogou o game do capítulo 3 no PS2, eu realmente gosto muito da “””””trilogia infame”””””, lembro de assistir o capítulo 3 e ir na locadora e ver o que aconteceu com os filhos do Anakin. Será que toda esse “”ódio”” das pre-quels é fruto de um gap de gerações?
    Abraços.

  • Paulo Pimentel

    Jogos vorazes é uma cópia do filme battle royalty do Japão!

  • Joe

    Não tinha expectativa alguma, até cogitei nem assistir, mas a repentina curiosidade me fez ir ao cinema. Gostei do que foi mostrado, gostei por ser um filme que justifica muitas coisas do universo Star Wars, além de ser fechado e sem necessidade de uma continuação nesse spin-off.