Rapadura

Rapaduracast

Clock sexta-feira, 11 de novembro, 2016 - às 18h54

RapaduraCast 486 – Doutor Estranho

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

por RapaduraCast Team
11/11/2016 - 18:54

Aperte o PLAY ▶ acima!
Download | MP3 ||| Download | ZIP

Chegamos ao 14º filme do Universo Cinematográfico Marvel. Após 8 anos de experiência, esse universo continua divertido? Ainda é uma experiência bacana ir ao cinema ver um novo filme da Marvel? A adaptação da história de Stephen Strange funcionou? Benedict Cumberbatch mandou bem?

Jurandir Filho, Raphael Santos, Thiago Siqueira e Ricardo Rente conversaram sobre “Doutor Estranho“. Quais as semelhanças desse filme como o primeiro “Homem de Ferro“? Essas comparações são benéficas ou maléficas? Quais os significados das cenas pós-créditos? O que esperar do futuro da Marvel Studios?


|| ESSE PROGRAMA É UM OFERECIMENTO DE PROMOBIT

rapaduracast_promobit

Desde 2014 reunindo excelentes opções de compra na Internet, o Promobit é primeira comunidade online 100% brasileira de compartilhamento de ofertas. Pensada e desenvolvida para os amantes de todos os tipos de promoções. Visando uma melhor experiência de compra a plataforma oferece, através de aplicações próprias, uma curadoria especializada em consumo com o objetivo de garantir a segurança e a honestidade das informações existentes no site.

Fique ligado: Reuniremos as melhores ofertas do Black Friday!


|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!


|| NOSSOS CONTATOS
WhatsApp: (85) 999 335 662
Youtube: RapaduraTV
Instagram
@cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook/cinemacomrapadura
Telegram/cinemacomrapadura

Saiba mais sobre: , , , , ,

  • João Felipe

    Rapadura com o PH é sempre sensacional, bora ouvir 🙂

  • Alexandre de Paula

    Vejo que Doutor Estranho conseguiu andar bem em uma corda bamba de cobranças diferentes.

    Por um lado uns cobram mais desenvolvimento do personagem, mas por outro lado outros cobram que já cansaram de filmes de origem…
    Por um lado uns cobram mais do vilão, mas por outro lado cobram que o filme não seja muito longo (o que ocorreria se desenvolvesse mais do Mads Mikkelsen)…
    Por um lado uns cobram que o filme seja mais diferente do Iron Man, mas por outro precisa ser fiel às HQs (o que torna a origem e características parecidas)…
    Por um lado querem que o filme mostre mais desse universo místico, mas por outro precisam que o filme explique esse novo universo de forma simples pro público comum, que não consome HQ…

    O filme não é perfeito, mas acho que nessa corda bamba de cobranças o filme andou muito bem, e atendeu de tudo um pouco.

    Sobre o questionamento do porque usar um vilão fraco pro primeiro filme, respondo levantando uma questão. Como vocês acham que seria o Batman Begins, se o Coringa estivesse já no primeiro filme? Acha que seria tão bom, como foi no segundo?

    Achei um filme muito bom e que tem muito a crescer na sua sequência.

    • Morgiana

      Tá aí, comentário muito bom e pertinente.

  • Pedro Antônio

    Aquela dúvida cruel entre o desejo intenso de ouvir podcast com PH e aversão extrema de ouvir com Ricardo Rente. =/

    • Valeria

      Chega a bater até uma tristeza. =/

    • Rodrigo Braga

      Dificil, fica parecendo um bipolar ouvindo o podcast: sorriso enquanto o Siqueira e PH falavam e depois vinha o odio com os comentários do Ricardo. Nem gosto disso de hate, tem casts ate que concordo com ele, mas pqp, parece que ele viu o filme prestando atenção em tudo menos no filme, umas pontuações muito fracas.

      • Aline M Santos

        Concordo, porque tem momentos que parece que ele nem assistiu o filme…

    • Guilherme Araújo

      Um cara tão progressista, mas tão cheio de ódio.. Não entendo.

    • Deivi Pazos

      Fraco , vcs já começaram mal , com participante no podcast que nem assistiu o filme .Nem podcasts consagrados fazem isso , só quem fazia era o falido MRG.

      • Todos na gravação assistiram o filme e alguns mais de 1 vez, no começo a gente fez uma piada, se tu ouvir tudo talvez entenda.

  • Rafael Soares

    Cara quanto hate sem sentido no filme. A parte das explicações, poxa ninguém conhece nada do personagem TEM que explicar. E como foi dito no começo do cast 14 filmes de curso e ainda reclamam de vilão fraco?! A formula Marvel é não ter foco no vilão…

    Algumas piadas foram exageradas, de fato, mas o filme foi muito bom.
    Sempre tem que ter o heel commentor…

  • Edinho Bianchini

    o Rente é o trump dos podcasts so fala merda de proposito para aparecer !!! hahahahaha

  • Matheus Cruz

    O ricardo é chato para cacete MESMO!

  • Tóin da lua

    O Ricardo conseguiu tirar até o PH do sério hoje kkkkkk

  • Tem pelo menos 4 passagens de tempo ao longo do filme (entrega da pilha dos livros, treinamento no pátio, cortando a barba e “roubo” dos livros) e o pessoal vem dizer que não passou muito tempo?
    Pelo menos as notas foram justas…

    Quero mais de Doutor Estranho. 😀

    PS.: Ricardo conseguiu ser tão chato que conseguiria facilmente passar por debaixo de uma porta.

  • Deivi Pazos

    Estranho como um personagem tão desconhecido pode ter tanta cobrança .Nem Star Wars as pessoas pedem tanta coerência e fidelidade .

    • Tarciso Sampson

      Em que momento vc acha que o Despertar da Força não foi honesto com a trilogia original?

      • Deivi Pazos

        Eu gostei de Despertar da Força , mas ainda não me desceu a Rey derrotar um guerreiro treinado na força ,além de usar a força em momentos como um jedi experiente .

  • Não é que o Ricardo seja chato, a galera que é pouco crítica. Achei o filme mediano. Ele podia ter inovado mais em diversos aspectos. Não sei pra vcs, mas a tal formula tá cansando….

    • Tarciso Sampson

      Vi comentário no canal do cara dizendo que ele não devia entrar no cinema com esse senso crítico, e sim “só curtir”

      • Queria ser desse grupo que entra com o cérebro desligado no cinema… Rs

    • Morgiana

      Não acho que a galera é pouco crítica, todos nós vamos ter apontamentos positivos e negativos sobre o filme, só que os positivos se sobressaem muito aos negativos. Só porque o Ricardo sentiu mais os negativos do que os outros não quer dizer que ele seja mais crítico, foi apenas a experiência pessoal dele com esse filme. Ele fez apontamentos os quais podemos concordar ou não.
      Eu também achei o roteiro de Doutor Estranho simples, pode ser um ponto fraco, ok. Teve uma ou duas piadinhas que foram desnecessárias mesmo. Uma explicação que alguns podem considerar redundante (outros, como eu, acham necessária).
      Mas ainda com um roteiro simples, não teve furos relevantes, foi bem escrito, teve diálogos bem interessantes e até profundos. Toda a reflexão sobre tempo, vida e morte não passou despercebida para a maioria, e valorizamos isso.
      As atuações estão maravilhosas, ainda que algum personagem tenha pouco destaque, todos conseguiram deixar suas marcas.
      E sem falar do espetáculo visual que é esse filme, apenas isso já é algo que vale o ingresso de qualquer um. XD
      Se a tal fórmula for o estílo do estúdio em ter alívios cômicos, fazer roteiros que todos possam compreender e o visual colorido, não está cansando. Até porque o interessante é como se trabalha com esses elementos. Pode ter filmes medianos, outros maravilhosos, e a “culpa” ou responsabilidade não é da tal fórmula em si.
      Doutor Estranho, mesmo bem encaixado na tal fórmula, conseguiu quebrar paradigmas: a questão da destruição em massa que é visto na maioria dos filmes de heróis, e o artificio que usaram para “derrotar” a ameaça.
      Pra mim o filme está acima da média. Eu daria 8,5.

      • Me desculpe, mas em vários pontos discordo de você. Foram bem mais que duas piadas fora de hora. A da “Beyoncé, Eminem” se estendeu demais e me deu vergonha alheia. O susto (e o gritinho!) do personagem japonês na cena do roubo dos livros pelo portal beira o pastelão.
        Os atores nem tiveram espaço pra atuar, exceto o protagonista. O vilão podia ter sido absolutamente qualquer um, nem precisa um ator tão bom.
        Não vi nenhum paradigma sendo quebrado. Tá tudo de mais manjado lá: O desafio, a negação, o mestre morto, a ameaça, o par romântico, a superação, e claro, o final feliz.
        Numa coisa concordamos: O roteiro foi fraco.

        • Morgiana

          Você citou justamente as piadas que não gostei XD, achei bem forçado isso do nome dos artitas “Adele, Beyoncè, Eminem, …” e foi desnecessário a musica da Beyoncé tocando. Mas sabe, eu percebi o cinema todo rindo nesses momentos (principalmente na hora da música tocanto), pra mim foi algo forçado mas pra maioria funcionou. E sério, esses foram os únicos momentos que achei as piadas mal encaixadas, mas se você achou em outros, é opinião de cada um né, não tem um certo ou errado nesse caso pq acho que foi meio surpresa ter tanto humor nesse filme, ainda bem que funcionou (pra mim).

          Não vejo como falta de “espaço” tenha atrapalhado na atuação, ainda com pouco tempo todos os atores atuaram muito bem, cumpriram bem seus papéis. Seria bom se a Rachel McAdams tivesse ainda mais tempo com sua Christine Palmer? Seria, mas o que foi apresentado da personagem foi bom. Seria maravilhoso se o Mads Mikkelsen tivesse mostrado mais do seu Kaecilius? Seria, mas ele vendeu bem o personagem que tinha, tanto que gostaria muito que ele voltasse futuramente.

          Eu que vou pedir desculpas agora XD, respeito sua opinião, mas acho injusto dizer que só o protagonista teve espaço para atuar. Pelo menos dois personagens, além dele, tiveram um bom foco na trama: a Anciã e o Mordo. Sei que o Mordo ainda será um antagonista do Strange, e aqui já começaram a trabalhar nisso, o filme serviu de origem não só para o protagonista mas para um futuro antagonista também. E essa Anciã foi tão incrivel, amei essa personagem da Tilda Swinton <3. Os melhores diálogos do filme foram com ela, e o trabalho de corpo dela foi muito bom.

          Sim, vc destacou pontos que foram o clichê costumeiro, mas o filme não se resume apenas a pontuamos esses clichês, você não achou bom o final? Além dele ter sido "feliz" foi algo inusitado, acho que por mais previsível que a trama fosse ninguém imaginou um final daqueles. Isso que eu estava me referindo. E esse ponto do par romântico, não foi tão romântico assim… A Christine serviu mais como uma ligação com o "mundo" do Stephen Strange doutor (e não mago) do que como uma namoradinha do herói.

          E não disse que o roteiro foi fraco, disse que foi simples, e que isso pode ser considerado um ponto fraco do filme.

          • 1 – Não, não achei o final bom
            2 – É bom conversar com pessoas educadas Legal sua visão. 🙂
            Valeu o papo. =D

  • Tom

    Até que enfim rapaduracast de Doutor Estranho, bora ouvir!

  • Rimbaudinho

    Pensava que não poderia ter um integrante pior que o Izzy Nobre…

    • César Lira

      Realmente esse Ricardo vai assistir o filme já pensando na crítica e parece que nem passa pela experiência de ver um filme

      • Guilherme Araújo

        Ricardo tem que se reinventar… Essa de ser do contra para chamar hate sobre ele e sobre o programa com o tempo vai gerando uma má vontade dos ouvintes quem nem escutam mais…

  • Mr.7

    Foi legal ouvir o Ricardo baixando um pouco a bola com as argumentações do Siqueira, que manja demais.

    O filme é bom (8/10), mas de fato o roteiro poderia ser um pouco mais caprichado, pena que essa não é a preocupação da Marvel. O que fica é a apresentação de mais um herói fantástico, que vai compor muito bem o universo, e essa grande experiência visual

  • lucas rafagnin

    Possui spoilers do inicio ao fim?

    • Gabriel Rodrigues

      Sim. Veja o filme primeiro (vale à pena) e depois você escuta 😀

  • Ana Louise

    Ainda bem que o PH ta nesse cast, pq Ricardo parece que vai ver o filme já querendo achar efeito em todo quanto é coisa. Ai dento!

    • Aline M Santos

      Pior que tem horas que ele nem viu o filme, porque o Sicas e o PH tem de explicar TUDO para ele… nem parece que o cara faz cast de séries, filmes animes e etc… porque parece que não entende nada… eu gosto do Ricardo, mas não consegui entend
      er ele no cast… tá muitoooooooooooo chato.

  • Jollen

    Para um filme de origem de Herói, ele funciona. Concordo que em alguns pontos do filme se passava muito superficialmente em alguns assuntos que deveriam ter dado um desenvolvimento melhor, mas nada que me incomodasse. Os efeitos especiais estavam legais, gostei de algumas mudanças como a capa de levitação ter uma personalidade própria e o Olho de Agamoto ser uma joia do infinito, ficou coerente ao universo que vem sido construído pela Marvel e com essa mudança fez até ficar mais plausível o Doutor Estranho conseguir neutralizar o Dormammu, achei muito legal a forma que ele o venceu. Sobre o vilão da história não ter profundidade… Bem já tivemos Loki, Ultron, Whiplash, Mandarin, Malekith, Red Skull, Monge de Ferro, Alexander Pierce, Hydra, Zemo, Ronan e etc. Os que tiveram um certo grau de desenvolvimento foram o Alexander Pierce, Loki e Zemo, mas certos personagens não tem como fugir do clichê de serem mal por serem mal. Isso vai ter em Mulher-Maravilha, Liga da Justiça, Capitã Marvel, Aquaman, Flash e etc.
    Todos esses filmes terão suas semelhanças, cabe ao diretor fazer uma coisa diferente em algo previsível como fizeram os Irmãos Russo em Cap: Soldado Invernal e Guerra Civil. Não vejo muita diferença nos filmes da Marvel e da DC como todos dizem, apesar que a Marvel consegue fazer as pessoas sentirem empatia pelos seus personagens. E sobre a grande questão ”fórmula marvel” pra mim isso é muito mais devido ao gênero Super-Herói que não consegue se renovar por causa de suas limitações e seus eternos ciclos de histórias do que a Marvel Studios em si. Em minha opinião os próximos filmes que podem trazer algo diferente é Spider-Man: Homecoming, Black Panther e o novo filme do Batman.

  • Kenshin

    Eu gostei de Doutor Estranho. Para um filme de origem, ele funciona. Concordo que em alguns pontos do filme se passava muito superficialmente em alguns assuntos que deveriam ter dado um desenvolvimento melhor, mas nada que me incomodasse. Os efeitos especiais estavam legais, gostei de algumas mudanças como a capa de levitação ter uma personalidade própria e o Olho de Agamoto ser uma joia do infinito, ficou coerente ao universo que vem sido construído pela Marvel e com essa mudança fez até ficar mais plausível o Doutor Estranho conseguir neutralizar o Dormammu, achei muito legal a forma que ele o venceu. Sobre o vilão da história não ter profundidade…

    Bem já tivemos Loki, Ultron, Whiplash, Mandarim, Malekith, Red Skull, Monge de Ferro, Alexander Pierce, Hydra, Zemo, Ronan e etc. Os que tiveram um certo grau de desenvolvimento foram o Alexander Pierce, Loki e Zemo, mas certos personagens não tem como fugir do clichê de serem mal por serem mal. Isso vai ter em Mulher-Maravilha, Liga da Justiça, Capitã Marvel, Aquaman, Flash e etc.

    Todos esses filmes terão suas semelhanças, cabe ao diretor fazer uma coisa diferente em algo previsível como fizeram os Irmãos Russo em Cap: Soldado Invernal e Guerra Civil. Não vejo muita diferença nos filmes da Marvel e da DC como todos dizem, apesar que a Marvel consegue fazer as pessoas sentirem empatia pelos seus personagens.

    Sobre a grande questão ”fórmula Marvel” pra mim isso é muito mais devido ao gênero Super-Herói que não consegue se renovar por causa de suas limitações conceituais e seus eternos ciclos de histórias do que a Marvel Studios em si. Em minha opinião os próximos filmes que podem trazer algo diferente é Spider-Man: Homecoming, Black Panther e o novo filme do Batman

  • Freddie Walter

    Eu gosto do Ricardo, mas dessa vez ele estava mais chato do que nunca!!
    Quando o filme deixava algo subentendido, seja por um diálogo ou cena, ele dizia que o filme tinha que ter aprofundado mais. Quando o filme se dedicava a esplicar com mais calma, o filme estava errado e não deveria ter explicado tanto!!

    Quanto ao filme, gostei muito, mas é mais un capítulo de introdução do universo Marvel, então não cobrei tanto deste. Agora se fosse um Vingadores, ai sim acho que deveríamos cobrar mais.

    • raphael smith

      O cara é do contra demais. Só sabe discordar.

  • Ricardo

    Eu não assisti e acho uma porcaria filme Marvel.. mas gosto do rapadura, então 🙂 “vamo ki vamo”

  • Tiago Farias

    Acho que estou virando nerd, pois antes não me irritava com comentários feitos sobre personagens fictícios. Mas ver o Jurandir chamar o Tony Stark de Jack Sparrow da Marvel me irritou bastante, é um desrespeito ao personagem construído pelo Robert Downey, mas gosto é gosto… Num Canal 42 ele disse que acha o Tiririca mais engraçado que o Seinfeld… O TIRIRICA! Outra coisa, não dá pra levar em consideração os comentários do Ricardo sobre filmes inspirados em quadrinhos já que ele não gosta desse estilo de filme ou série. No Canal 42 ele não participou de episódios do Demolidor e do Flash por não ter visto as temporadas. Mas ao mesmo tempo ele gosta de qualquer série bosta lançada pela Netflix, mas a opinião dele tem que ser respeitada, só acho que o Jurandir errou colocando ele no programa, seria melhor ter colocado o Bruno Costa, que conhece o universo. E o Jurandir, que no Interestelar criticou que o filme explicava demais, agora reclamou que esse filme explica pouco. Mas mesmo assim acho que as opiniões tem que ser respeitadas. Só achei exagero comparar Tony Stark com Jack Sparrow, assim como o Jurandir no podcast do Thor disse que o filme era tão bom ou melhor que Cavaleiro das Trevas!

  • Betotruco

    Nota 7! Tá bom demais! Na média e merecido pela proposta e o inusitado do personagem ..
    Para quem é “civil” tenho ouvido nota 9…

  • Miguel Martins

    Vocês falaram do “supletivão” do Strange e eu concordo em partes, mas não acham meio hipócrita ficar criticando isso, como se um fosse um super erro, quando Star Wars usou do mesmo recurso? Afinal, Rey e o cara não tinham treinamento nenhum pra usar o sabre e mesmo assim peitaram o Kylo.

    • Pedro

      Como o Jurandir fala pra criticar a Marvel, “Star Wars pode tudo”! =P

  • Arthur

    Gosto de filmes de origem bem contados. É aquela sensação de desbravar um novo universo e novos personagens. Senti isso com Homem-Formiga e agora com Doutor Estranho.
    O filme é bom mas, sim, podia ter sido melhor. O problema é que esse novo universo de Doutor Estranho realmente acabou entrando no “feijão com arroz”.
    A falta de ousadia do roteiro fez com que um dos melhores elencos já reunidos em um filme da Marvel fosse desperdiçado!
    E, se a intenção for colocar o Doutor como o sucessor do Homem de Ferro, acho que o filme foi malsucedido. Por mais que eu goste do Cumberbatch, ele não demonstrou o carisma do Downey Jr e isso é essencial para que ele seja um protagonista dentro dos Vingadores.

    Apesar desses detalhes, gostei do filme. Pirei com esse “universo místico” e com o visual!
    É um personagem que tem potencial para entregar muito mais em tela. Só peço um pouco mais de ousadia nas sequências!

  • raphael smith

    #CHUPARICARDO

  • Guilherme Araújo

    Eu sei que vcs odeiam criticas, mas queria entender o motivo do Ricardo no cast? Odiou o filme, sempre de má vontade, sempre sempre… Difícil demais… Apesar do esforço do PH reexplicando todo o filme para o Ricardo, ele se puxando para criticar.. Eu acompanhei o Sicas e o PH nas explicações e não vi eles falando algo que quebra toda má vontade do Ricardo.. É a Marvel, vc não precisa mais explicar os miudos dos assuntos, se um alienígena descer de um planeta distante vai saber q o Dr Estranho é O HERÓI, por isso todos se importam com ele, mesmo com pouco background e sendo escroto. Tony Stark precisava de background porque a Marvel era inexistente no cinema. Por favor Juras perceba o modus operandi do Ricardo e isso não soma…

  • Jonathan Kennedy

    Juras por favor, não chama o Ricardo Rente para o cast de Guardiões da Galaxia 2 em Abril do ano que vem, o cara é chato demais. incomodou alguns ouvintes aqui e até os participantes do cast. minha opinião.

    • Ana Louise

      PELO AMOR DE TUDO QUE É SAGRADO, CHAME MESMO NÃO

    • Lucas Dias

      tu não ouviu? o cara “apareceu” lá kkkkkkk tipo… fica stalkeando pra ver se entra de bicão nos casts hehehehee

  • Filipe Bortoletto

    “MI MI MI Ricardo odiou o filme porque ta ai?” querem escutar só uma opinião sobre o filme gravem-se falando e elogiando e ouçam varias vezes ¬¬

    • Paulo Roberto Galliac

      Eu já sabia que ele detestou antes de ouvir o podcast. Porque esse é papel dele em quase todo podcast, ele está ali para fazer o papel teatral de hate. KKKKKKK!

  • Filipe Bortoletto

    5/10: filme previsível, piadas ruins (ainda não entendo o porque de ter que por piada em todo filme), roteiro ok atores bons mau aproveitados!

    • Eu discordo em todos os pontos, mas é minha opinião.

    • Deivi Pazos

      O filme não é perfeito , mas é muito bom dou nota 8 .

    • Paulo Silva

      Já assistiu BvS, está lá o motivo de ter cenas engraçadas. Não quer rir vai assistir uma maratona de Lars Von Trier e Vincent Gallo (duvido que vc tenha terminado de uma tacada só um filme do Gallo).

      • Filipe Bortoletto

        MI MI MI o filme não deixa de ser ruim por ter piadas ridículas apenas porque sim, achei ruim e pronto, sabe respeitar opinião, pois essa é a minha, afinal gosto é igual cú cada um tem o seu.

        • Paulo Silva

          Ninguém te tira o direito de ser um dcnete retardado!

          • Filipe Bortoletto

            nunca li DC nem Marvel amigo hahaha tenta outra vai bebe aqui não :*

          • Paulo Silva

            Interessante, é só um retardado comentando sem referência mesmo.

        • Filipe Bortoletto

          ta mesmo descobriu isso sozinho?

          • Paulo Silva

            Sua mãe me contou.

  • Rodrigo Felix

    Ainda bem que li os comentários antes. Nem vou ouvir o podcast para não me irritar com o Sr. Ricardo. Fuiii.

    • Guilherme Araújo

      Pior q fazem piada no inicio do cast sobre esse comentário…

  • Rubro-Negro

    Dr. Strange é um Homem-Formiga com efeito especial foda

    • Deivi Pazos

      Tu tá doido ?

  • Fabio Negro

    Quando o Ricardo criticou o filme do Quarteto Fantástico o povo colocou ele em cima do caminhão de bombeiro pra ser aplaudido pelas ruas. Acho até que consolidou a imagem dele.

    Quando ele usa *os mesmos critérios* pra criticar outros filmes, o povo sai esperneando no chão sujo da cozinha.

    • Deivi Pazos

      Se ele fala mau de filme ruim , será aplaudido , se ele fala mal de filme bom será criticado , simples assim.

      • Fabio Negro

        Não é você quem decide o que é filme bom ou ruim pro Ricardo.

        Nem o Ricardo decide o que é filme bom ou ruim pra ninguém.

        Levanta desse chão sujo, para de espernear.

        • Paulo Roberto Galliac

          O que é bom para o Ricardo Rente ou Ricardo Hate é qualquer filme que ele não viu. O cara não gosta de quase nada ou nada. Alias odeia coisas que nem viu. Até hoje achei um puto absurdo dele e do pessoal do Canal 42 em criticar Penny Dreadful sem ver a série. Dai tire suas próprias conclusões da falta de embasamento dele. Vou agora assistir 30 minutos de um filme e embasar todo meu hate em ver alguns minutos. Alias vou avaliar filme pelo trailer. Hahahah!

          No mais eu gostaria de saber do povo que se diz esclarecido. O que é bom para eles? No mais eu confio na boa avaliação dos outros sobre cinema especialmente Thiago Siqueira que de fato é crítico de cinema, pois para série eu fico com pé atrás. Alias sobre tudo que envolve Ricardo Rente eu fico sempre na duvida do embasamento dele. As vezes acho que ele até interpreta um papel de hate do Pedro de Lara > Ricardo Rente. KKKKKKK!

    • Mikhail Kuczuk

      No começo do cast ele critica o roteiro dizendo que é linear e previsível, já no final do cast critica dizendo que vilão fraco no terceiro ato foi muito fora da curva, deveria ser forte e igual a todo vilão de filme de herói.

      A questão sobre o Ricardo não é sobre suas críticas, é sobre um cara chato que não aceita nada além da perfeição.

  • Keilla Teixeira

    Só queria dizer que a animação nos créditos me lembrou Caminho das Índias.
    E tome Pink Floyd na trilha. Ahazou bee!

    • Paulo Silva

      Que lembrou filmes da década de 70…

  • Marcio Florindo

    Esse episodio vou usar como exemplo de que marvetes existem, nao precisa de roteiro só me da algo visualmente bonito que aceito…

    • Paulo Silva

      mimimi dcomédia, vai assistir BvS em loop e não enche o saco de quem gosta de coisa boa.

  • Guilherme Augusto

    Só pelos comments, nem vou ouvir, au revoir!

  • Paulo Silva

    Doutor Estranho é uma obra-prima, o melhor filme de origem já feito, as mudanças para encaixar ficaram perfeitos e alguém dá um Oscar para o Benedito, pqp! que atuação magnífica, forte e presença. Rachel McAdams é muito fofa e que lindeza e presença suave e agradável.

  • João Paulo Simões

    Somente para comentar, rola sim Pink Floyd durante do filme, to achando que somente eu notei, no momento em que ele está dirigindo seu carro a toda velocidade, toca a fantástica “Interstellar Overdrive”.

    Quanto escutei a música, poxa grata surpresa.

    https://www.youtube.com/watch?v=4o2sA0vpA-4

  • Prime

    pro siqueira tudo TUDO é aceitavel nao lembro qual ultimo cast de filmes marvel ele criticou algo

  • Paulo Roberto Galliac

    O conceito de mesclar magia no multiverso no doutor Estranho. Eu como fã de
    conceitos da física quântica (teoria das cordas) e de Doutor Estranho. As dimensões de Dormammu e o próprio ultra poderoso, Tribunal Vivo (mencionado), Olho de Agamotto (segredo). Teve até aparição de “One above all” (Stan Lee).

    E se tem Doutor Estranho vai ter agora o Drácula um dos inimigos dele.

  • Paulo Roberto Galliac

    Existe um multiverso em que não tem o Ricardo Rente nesse podcast. KKKKKKK! Vou encontrar esse multiverso. KKKKKKKKK!

    • Paulo Roberto Galliac

      Tribunal Vivo (mencionado), Olho de Aga motto (segredo). Teve até aparição de “One above all” (Stan Lee).

      Censuram meu comentário, eu posto em partes separadas.

      • Paulo Roberto Galliac

        A dimensão

        D
        o
        r
        m
        a
        m
        m
        u

        • Paulo Roberto Galliac

          E o próprio grande ser com o nome da dimensão proibida como meu comentário. O conceito de mesclar magia no multiverso no doutor Estranho. Eu como fã de conceitos da física quântica (teoria das cordas) e de Doutor Estranho.

          • Paulo Roberto Galliac

            Para os fãs de Sherlock teve até Baker Street (Arthur Conan Doyle) aparecendo.

  • Rogério De Souza Silva

    É piada isso já, mas é foda aguentar esse Ricardo, pqp…. já parei de ouvir o Canal 42… espero não ter que para o Rapadura, pois gosto demais do Juras, PH e Sicas…

  • Raz

    Eu já abandonei o canal 42 pq ficou difícil acompanhar…
    E pensar que eu reclamava do Mau, a gente era feliz e nem sabia 🙁

    Bom eliminando 50% do cast que tem o cidadão que faz questão de ser do contra pra chamar atenção e depois ficar de mimimi que é o perseguido, o filme é bom mas poderia ser muito maior.

    Minha namorada que não manja nada de quadrinhos e cultura pop em geral saiu do cinema falando que adorou o filme, tirando algumas piadinhas que não encaixam…
    O que ao meu ver esse é um dos maiores erros do filme, tentar ser leve a todo momento acaba por sabotar a si mesmo quanto a dramaticidade.

    Exe: Strange entende e aceita seu destino como Dr estranho e no momento que deveria ser marcante pra empolgar e inflar o publico afinal de contas é o nascimento do “poderoso da marvel”(como a propria campanha de marketing frisou), eles preferiram a piada da capa…

    Não que seja errado, mas eu acredito que o Tiago Beloti foi muito feliz quando afirmou : Se vc está cansado da formula Marvel, talvez esse não seja o filme pra vc.

    E é exatamente isso, é a formula marvel gente, vilões sem foco, piadas a rodo e incoerências a todo momento, mas é DIVERTIDO demais!

    Se o filme se levasse mais a sério (não sendo um dramalhão como foi bvs) teria potencial para ser um dos melhores filmes de quadrinhos de todos os tempos, mas a marvel vai no seguro e continua fazendo milhões.

    Selo Marvel pra mim daqui pra frente é desligar o cérebro e sair curtindo com humor o que jogarem na tela, já to até me educando a aceitar o Thanos ser piadista pq é isso que o cinema marvel é 😛

    O único que estou na expectativa é LOGAN, o trailer foi lindo demais!

    Abraço!

    • Maurício Pereira de Souza

      Concordo com muitas coisas que você disse Raz, principalmente a parte “…o cidadão que faz questão de ser do contra pra chamar atenção e depois ficar de mimimi que é o perseguido…”

    • San Ramon

      O problema é outro. Ele pede um roteiro que não seja clichê, mas não entendeu vários elementos do filme com este mesmíssimo “roteiro muito simples”. Não entendeu as passagens de tempo, não entendeu o final sem luta como parte do crescimento pessoal do Strange etc

      • Raz

        O final do filme eu achei sensacional pq não tinha como vencer na porrada, eles já tinham perdido.
        Dr Estranho foi realmente genial pra resolver o embate se sacrificando, como o Juras mesmo atentou, sabe se lá quanto tempo morrendo e voltando.
        Isso é uma atitude heroica das maiores que pode existir, passar a eternidade no sofrimento pra livrar a terra da destruição.
        A consequência disso é o Mordo resolver exterminar os magos pq estão desvirtuando a ordem natural das coisas.
        Incrivel!
        Quanto ao resto, deixo uma reflexão:

        Eu acho esse bolo doce demais.
        5 min depois: acho que faltou mais brigadeiro pra ficar melhor…
        Mas não ficou doce demais?
        Sim mas eu queria que tivesse mais brigadeiro pq talvez cortaria o excesso de doce 😛
        Ai vc diz que não faz sentido e que ele provavelmente está errado e ele sai chorando falando que é perseguido e que vc é um hater…
        Lembra alguém? xD

        • Maurício Pereira de Souza

          Raz, genial sua analogia, além de concordar com você sobre seu comentário do filme… Parabéns!!!

    • Pedro

      O Mau era meio sem noção, empolgado e exagerado na entonação e interrompia as pessoas, mas fora isso, ele era bacana e contribuía de forma saudável.
      Já o Ricardo consegue se manter “educado” e respeitoso, mas leva tão a sério o seu papel de “contraponto”, que enfatiza muito os lados negativos das obras. E metade das críticas dele são mais por birra pessoal sem motivo, do que críticas coerentes de verdade.

  • Diogo Maia

    Esse filme está longe de estar entre os meus favoritos do MCU. Não sei o que tanta gente gente viu de bacana mesmo filme, mesmo depois de ouvir o podcast. Tudo bem, eu entendo, é maneira de expressar a minha incredulidade diante de tamanha boa vontade com esse marasmo que tem sido a Marvel no cinema, mas enfim…

  • Claudio

    Caras, o Ricardo no rapaduracast ninguém merece. Baita cara chato..

    • Maurício Pereira de Souza

      Muito Chato!!!

  • Lucas Da Silva Biava

    Vim dar uma olhada nos comentários e só vi Ricardo isso, Ricardo aquilo hahhahhaahahahahahahahah

    O Ricardo é a Maria Madalena dos podcasts 😛

  • Alexandre Fernando Borges

    Quando comentaram sobre a dimensão espelhada esqueceram de comentar um conceito que pode ser muito importante pra guerra civil: o fato dele não afetar a realidade quando está nessa dimensão é perfeito pra vingadores pós guerra civil, após os vingadores sempre destruirem algo pra proteger o mundo, a inserção do Dr. Estranho faz com que as futuras lutas possam ocorrer sem influenciar o mundo externo.

  • Yuri

    mano, esse Ricardo Rente ta chato pra kct. Meu Deus cara, vc só reclama!

    • Ele reclama mas não gosta que reclame dele!

      • Yuri

        pois é, acabei de ver isso no twitter dele

  • Vagner

    Acho que caberia um comentário em como a 2ª temporada de Agent Carter já tinha introduzido um pouco desse universo da Magia, com a “Matéria Zero”.
    Mas sobre o Top 5 da Marvel:
    1ª Soldado Invernal
    2º Vingadores
    3º Guardiões da Galáxia
    4º Civil War
    5º Iron Man

  • Ricardo

    PH mais preciso que as mãos do Dr. Strange pré-acidente. Ricardo menos preciso que as mãos do Dr. Strange pós-acidente. Nada contra a pessoa dos dois, um abraço!

  • Evelyn

    Nossa, nunca tinha discordado tanto com alguns de vocês com as colocações expostas nesse cast rsrs
    Como assim comparar a cena da Christine salvando o Strange com a cena do Tony e da Pepper no primeiro filme? Isso não tem sentido, pelamor kkkkk
    Parece que vocês querem mais que tudo, mostrar que Doutor Estranho tem semelhanças extremas com o primeiro Homem de Ferro, tanto que isso de “tá tudo espelhado” chega a ser irritante, desculpem.
    Siqueira, the best em seus argumentos. Não falo que não há semelhanças, mas da maneira que vocês colocaram, foi exagerado demais, na minha opinião.

    • Jaime – o agente bom de corte

      Exageraram realmente. Ainda bem que tem o Sicas!

  • Maurício Pereira de Souza

    Mano, pelo amor de Deus… nunca mais chamem o Ricardo Rente, o cara é muito mala… já tenho que aguentar ele no Canal42 estragando o podcast!

    • pfnino

      Falou tudo mano.

  • Edson de Freitas

    O Ricardo falou muitas verdades nesse cast.

  • Jaime – o agente bom de corte

    Mesmo depois de já termos visto essa enxurrada de filmes de super-heróis, Doutor Estranho ainda funciona e surpreende. Mesmo a história do filme sendo bastante simples o roteiro é feito de forma tal que essa simplicidade não se transforma em prejuízo. E isso é o que eu vejo como um grande ponto positivo ao filme, termos uma história simples mas muito bem escrita, muito bem contada, com um bom equilíbrio entre ação e narrativa. E a falta desse bom roteiro é justamente o que se crítica muito em outros filmes de super-heróis.
    Na minha opinião Doutor Estranho é melhor que homem de ferro 1.

  • Radamantthys

    Mano vcs são muito exagerados, eu também adorei o filme, mas nem achei lá esse ultraje todo os comentários do Ricardo, alguns eu até concordo e o fato de concordar não muda em nada minha opnião sobre o filme. A galera tem que aprender a aceitar melhor criticas a coisas que eles gostam e ver que o fato de alguem criticar não desmerece o fato de vc ter gostado do filme.

  • Luiz Claudio

    Ao ouvir o cast vi que ficou uma duvida sobre a passagem de tempo, no momento do acidente ele esta analisando alguns pacientes, e um deles é um piloto que teve um trauma na coluna ao usar uma armadura experimental, esse não é o acidente do Rodes em Guerra Civil, é o acidente que o Tony Stark mostra no tribunal em Homem de Ferro 2, em que uma armadura do Hamer está sendo testada e se dobra causando um acidente com o piloto, logo do momento do acidente até a luta com o Dormamu se passam mais ou menos 8 anos.

    • Cesar Augusto Rodrigues de Oli

      exato, mas os retardados, que não prestam atenção nos filmes ou pessoas normais, NÃO PERCEBERAM, isto ou acharam que era OUTRA coisa sei lá porque eu, pois para mim foi DE PRIMEIRA isto e nem pensei em questões de tempo 🙂

      Mas isto também já ajudaria, SE pensassemos nos tempos dos eventos falados 🙂

    • THIAGO FONSECA

      Não é possível que se passe 8 anos, no dia do acidente dele antes de sair de carro mostra ele escolhendo um relógio e no mostrador aparece a data 02/02/2016 portanto antes de guerra civil e bem depois dos testes do Hamer.

      • Luiz Claudio

        Não me atentei pra esse detalhe, vou ter que ver de novo pra conferir, outra coisa que lembrei é que a torre dos vingadores aparece ( não lembro se antes ou depois do acidente), o que colocaria o filme depois de vingadores 1.

  • Lucas Dias

    Pq esse Ricardo se tortura tanto vendo filmes de Herois? ele não gosta de nenhum e insiste…

  • San Ramon

    Gostei demais do filme. Pode não oferecer muita complexidade ou inventividade, mas é um blockbuster bem divertido. O que espero de uma continuação é um trata menos corrida.

  • João Paulo Simões

    Na maioria das vezes discordo do Ricardo Rente, mais desta vez, me vi concordando com sua posição.

    Tive a oportunidade de ver o filme em 3D em IMAX, achei visualmente deslumbrante, principalmente pela grandiosidade e beleza dos efeitos e eventos ali expostos, porém isso por si só não justifica todas as falhas que o filme teve e foram inúmeras.

    Eu sempre fui um dos que achava o Ricardo muito tendencioso a favor da Marvel, principalmente quando vi sua critica sobre Batman v Superman, porém vi que mesmo quando a Marvel tem graves falhas de roteiro e personagens vazios e bidimensionais ele também soube apontar, ao contrario do PH e do Thiago.

    Gostar de um filme tudo bem, eu mesmo adorei BvS, mais sei de suas falhas e fraquezas, agora usar dois pesos e duas medidas, quando o filme e da Marvel e quando e da DC ai fica complicado, sei que o lado fã pode falar mais alto, mais pera lá.

    Sai do filme com a sensação que como diria Lulu Santos “Não vou dizer que foi ruim. Também não foi tão bom assim…”, para mim ao menos foi mais um filme qualquer de herói, ótimo elenco, ótimos efeitos mais em nenhum momento senti algum perigo ou temor pelos heróis, talvez a formula tenha nos anestesiado a tal ponto que vamos nos sentir indiferentes, assim como me senti quando sai da sala e digo isso por mim e boa parte da sala, que já vi sair bem mais eufórica em outros filmes da própria Marvel.

    Parabéns Ricardo, realmente não lhe dava razão por lhe achar tendencioso, mais vi que foi sincero, pois quando precisou criticar algo que é fã, ainda sim teve coragem.

  • Felipe SagN

    Assisti duas vezes, e finalmente o 3D valeu o preço pago. As cenas ficaram lindas e com uma profundidade legal.
    Um dos grandes acertos da Marvel junto com Guardiões da Galaxia, confesso que estava sem expectativas de como colocariam a magia dentro do universo e eles simplesmente colocaram ali sem muita enrolação do jeito Marvel. Ficou ótimo, fora o elenco que é incrível.

  • Meu Deus do Céu… como Ricardo Rente é chato.

  • Lucas Da Silva Biava

    O Ricardo nem esta chato no episódio galera. O que ele fala faz sentido.
    O que ele não deve saber, pelo menos é o que da a entender, é como esse personagem poderia ficar ridículo em tela. O doutor estranho dos quadrinhos é muito ….. quadrinhos. Tipo, nada funcionaria na tela, desde os poderes, o visual, os coadjuvantes, os vilões. Tinha uma grande chance do filme ficar uma galhofa horrorosa, ou brega pra caramba. A marvel conseguir fazer um filme honesto sobre o doutor estranho é um feito louvável.

    Está fácil pra Fox, tem toneladas de personagens muito legais no universo dos X-men. Mesmo assim continuam fazendo filmes porcaria.

  • O papo não tinha nada a ver com DC, mas o Jurandir tinha que tocar no assunto.

  • jardel

    Concordei com o Ricardo neste cast , ele mandou bem nos comentarios desse filme , muita coisa em filme da marvel a gente deixar passar em branco , pq é a marvel , mas muita coisa ali no Dr. Estranho n deu pra engolir do EXAGERADISSIMO acidente ao Strange neofito batendo de frente com o vilão , PH Santos metido a querer conhecer NYC morri de rir.

  • tiagofl

    Havia deixado de escutar o RapaduraCast porque estava ficando muito chato ouvir vocês o tempo todo cortando o Siqueira toda vez que ele tentava iniciar uma discussão mais profunda e relevante sobre os filmes. Contudo, como queira ouvir mais opiniões sobre o filme e, principalmente, porque o Siqueira estava no Cast, resolvi escutar.

    Infelizmente, para minha decepção, nada mudou. Galera do RapaduraCast, por favor, deixem o Siqueira falar mais e desenvolver suas colocações.

    Os ouvintes merecem mais do que o trivial e o Siqueira, essa enciclopédia nerd ambulante, sempre trás discussões interessantes e curiosidades acerca do tema. Vamos deixá-lo brilhar e levantar o nível do programa que está cada vez mais fraco.

    Valeu!

  • eduardo jardim

    Ricardo Rente! Tú é CHATO PACA !!!!!!!!! E Dr. Strange é MASSA!!!!!!!!!!!!!! Seja feliz, cara! Ou vá fazer seu próprio filme, porra! Qualquér moléque japones tem mais iniciativa que você seu MiMiZento!!!!! No mais… EU ADOREI O FILME!

  • Diego Gonçalves Teixeira

    Nossa mano esse Ricardo Rente é chato demais! O filme é muito bom, é o que o PH disse, se mostra tudo reclama, se compacta o filme reclama, para de ser criadinho de leite com pera. É foda você gostar da pessoa ai de repente ela vira uma chata do k7.

  • Pedro

    O Ricardo está cada vez mais chato. Eu até gostava dele, por ele representar o conta-ponto, a contradição de ideias, mas de uns tempos pra cá tá reclamando de tudo, criticando tanta coisa que até acaba se contradizendo alguma vezes. E nesse cast ele tá muito nojento.

  • Marcio Moreira

    Cast muito bom, com opiniões bem distintas, e que nos faz pensar. Vocês poderiam gravar um episódio pra discutir essa frase que o Jurandir vive falando: “A Marvel pode tudo?” Vitimizar a DC pra mim, não rola. Outra coisa: eu concordo com muitos dos pontos do Ricardo Rente, mas ele coloca esses pontos de um modo tão anti-pático, que parece ter achado o filme uma bomba completa, e acho que não foi o caso. Não dá pra ser tênis verde com nenhum filme de herói. Se forçar a barra, como ele está forçando, você encontra falha em TODO filme. O problema é como você vai escolher “bater nesses bêbados”. Abraço.

  • cledson

    parei quando disseram q o benedict cumberbatch pode ser melhor q o robert downey jr no universo marvel, a opinião de vcs vai contra as das milhares de crianças e adolescentes pelo mundo q são apaixonadas pelo homem de ferro

  • Allan Prime

    Meu top 5 filmes da Marvel:
    1- Vingadores: Era de Ultron
    2- Guardiões da Galáxia
    3- Os Vingadores
    4- Capitão America: O Soldado Invernal
    5- Capitão America: Guerra Civil

  • Sarah Oliveira

    Meu top 5 filmes da Marvel:

    1- Os Vingadores
    2- Guardiões da Galáxia
    3- Capitão América: Guerra Civil
    4- Capitão América: O Soldado Invernal
    5- Homem de Ferro

    E provavelmente quando eu assistir o filme do Homem-Aranha ele vai entrar nesse top ahuahauhaua

    E dou nota 7,5 para Doutor Estranho. Meio que concordei um pouco com o Ricardo e um pouco com o PH. Gostei do visual do filme, efeitos, fotografia e tal. Amei o Benedict Cumberbatch, achei que ele “encaixou” perfeitamente no papel. Minha única ressalva é a mesma que o Ricardo e o Jurandir fizeram. Achei o roteiro um pouco corrido. Pra mim, pareceu que qualquer zé-ruela pode virar o Mago Supremo. Tipo, em uma cena o Sthepen chega no templo e na outra ele já está criando portais para outras dimensões (fora que tem um monte de “alunos” fazendo o mesmo). E eu sei que teve um salto temporal no treinamento dele, mas não ficou claro pra mim. Pareceu tudo realmente muito fácil. E algumas piadas achei desnecessárias. Mas mesmo assim é um bom filme, vale a pena assisti-lo no cinema.

  • Bruno Alves Siqueira

    Eu sempre dou uma chance é ouço o rapaduracast, mas tá cada vez mais tosco, as análises são muito superficial e eles criam argumentos falsos só para criar discussão.

    • Magic Gracy

      Infelizmente concordo. Está ficando difícil ouvir os casts. Não há aprofundamento mais nas análises de filmes. Muita euforia, mas que soa pouco convincente, inclusive. O RapaduraCast sempre foi meu podcast preferido, mas a cada dia me decepciono mais, inclusive com algumas posturas estranhas. Nem preciso dizer que as mulheres não têm mais vez no podcast… torço para que melhorem e voltem a ser o que eram

      • phsantos

        Pronto, apontou o problema. Quais suas sugestões de solução?

        • Magic Gracy

          Olá PH, fico contente pela resposta e pela abertura para que possa propor algo. Não sei se pode ser chamado de solução, mas são propostas pensadas com o interesse de buscar melhorias a esse que foi durante anos meu podcast preferido.
          As propostas são as seguintes:

          1) Sei que muitos de vocês não se dedicam exclusivamente ao Rapadura e não gostaria de fazer cobranças absurdas, mas o aprofundamento de conteúdos enriquecendo os debates sobre filmes sempre foi algo que me encantou neste podcast. A máxima “assistir é apenas o começo”, tem um grande peso e por isso os ouço. Porque quero ir além do que o filme me entrega. Mas não tenho notado isso nos últimos tempos. Por isso sugiro que situem, além das opiniões de cada um sobre o filme, as: curiosidades sobre a produção do filme (não só bilheteria), sobre os atores/atrizes, diretor/a, roteiros, fotografia etc. e explicando cada um; pontos fortes e fracos na obra; que apresentem a recepção do público no Brasil (produção de enquetes); e que haja convite de pessoas que tenham opiniões divergentes sobre o filme em questão, porque às vezes soa cansativo análises parecidas e por isso pouco debatidas e aprofundadas. O consenso nem sempre produz o conhecimento rico em complexidades.

          2) A realização de convites às mulheres para participar das discussões. Já pararam pra pensar a quantidade de mulheres ouvintes do RapaduraCast? Já pararam pra pensar quantas mulheres fizeram participações nas últimas edições do podcast? Com excessão de Carolina Munhoz (a quem admiro e respeito), não existem mulheres que componham o time, seja permanente, seja como convidadas. Isso pode parecer irrelevante para grande parte dos meninos/homens, mas ter uma mulher também expressando sua opinião é algo importante para muitas mulheres e a depender da participante, pode contribuir e muito com visões alternativas sobre os temas incutidos nos filmes. Isso seria também interessante do ponto de vista de refletir com vocês que algumas piadas que pra vocês podem ser inofensivas, mas que não o são para muitas de nós. Não estou me referindo a alguém que vá falar PELAS mulheres, mas de possibilitar a ampliação dos pontos de vista.

          3) Sei que cada um tem direito de assistir o filme na qualidade que quiser, mas seria bacana que além de assistir nas salas VIP e em IMAX, situassem em também suas impressões assistindo em salas comuns (realidade da esmagadora maioria do pais) que nem sempre tem sido tão satisfatória quanto as experiências acima.

          Embora a paixão pelo cinema seja o maior guia de vocês (e acho isso incrível), suas análises chegam a milhares de pessoas, por isso a qualidade dos diálogos de cada edição é fundamental. Sabemos que “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. Façam bom uso de seus poderes, caras! Vocês podem muito mais.

  • Anderson Santos

    Pela primeira vez eu desisti de ouvir um Rapaduracast até o fim graças a esse Ricardo Renti bostejando do começo ao fim, o limite para mim foi ele chamar o desfecho contra o dormammu de anti climático, enfrentar um Deus de um universo paralelo na porrada seria mais “coerente” para ele, enfim o cara sozinho conseguiu estragar o Cast.

  • Vinicius

    Muito triste ver o Ricardo Rente aqui no rapadura sendo chato em um nível que deixa o episódio insuportável, não é sobre oque ele fala, mas a forma que ele comunica é simplesmente irritante. Sou muito fã do Siqueira que trás informações realmente relevantes e analises mais profundas, porem sempre interrompido e não consegue mais agregar a informação e a discussão que deixava o Rapaduracast foda. Saudades da época que eu terminava de escutar um episódio e eu saia com outra perspectiva do filme

  • Marco Túlio

    O Ricardo quer porque quer arrumar alguma coisa pra fazer o povo não gostar do filme, e é só argumento fraco e sem sentido.

  • DS9/BSG

    Quem lê gibi da Marvel, em algum momento acaba conhecendo vários personagens da editora, porque essa é uma das características da casa das ideias, a interação dos personagens. Mulher Aranha salva a Carol Danvers… o Aranha entrevista o Daniel Rand…. o surfista é capturado pelo dr. Destino…

    No Brasil, sempre existiu os mix de gibi, nos anos 80 tinha Superaventuras Marvel, Herois da TV… gibis que reúnem vários personagens da editora… então o sujeito lê uma história do Thor e no mesmo gibi tem uma história do Mestre do Kunf fu, Manto e Adaga… Dr. Estranho… Rom o cavaleiro do espaço….

    O Inumanos surgiram nos gibis do Quarteto e no Brasil nunca tiveram um gibi somente deles.

    Tony Stark não é Robert D.Jr…. o personagem é maior que o ator… e em algum momento vão ter que trocar o ator.

  • DS9/BSG

    O Jurandir deve estar louco em achar que a Marvel vai matar Homem de Ferro… isso nunca vai acontecer… esses personagens são imortais igual Tarzan, Flash Gordon, James Bond… James Bond está no cinema a 50 anos.

    Imagine o Batman, que já teve vários atores usando a capa.
    Depois de um universo consolidado, com o prestigio que a Marvel tem, com a marca Homem de Ferro forte, basta trocar o ator… se tiver Vingadores, tem que ter Homem de Ferro, mesmo que em segundo plano.

    Acho que a pergunta seria até quando vamos ter filmes do universo Marvel e enquanto tiver, Thor, Homem Aranha, Capitão e HF tem que aparecer em algum momento.

  • Thiago Costa

    Vocês comentaram sobre a velocidade do treinamento, mas não chegou nem perto do Homem-formiga que em 2 dias aprendeu a usar a roupa, crescer e diminuir utilizando esse efeito da melhor forma.

    Até achei que mostraram ele lendo muito, se ferrando no treinamento para chegar no momento. E por ser um médico desse nível ele tem aprendizado rápido e dedicação quando quer aprender.

    Mas o que eu mais gostei foi da “batalha final” não ter sido uma pancadaria, mas o Doutor Estranho venceu com a Mente. Pois ele não precisou já ser o mega Mago para vencer, mas sim alguém inteligente e perspicaz

  • DanCoutoS

    É engraçado ver o Ricardo Rente reclamando que o filme é “clichê” e depois reclamando que o filme não foi “clichê” na batalha final. kkk

  • Renan Conveniencia Macedo

    ENTÃO A MEMORIA CAI E A NOTA O FILME TBM..

  • Rodrigo Moralles

    A paciência do PH com o Ricardo é quase um super poder kkkkk

  • Guarda Belo#AIKE2018

    Jurandir “nerd ” Reverso

  • Lucas

    Estava animado pra ouvir esse cast, mas foi difícil ir até o fim.
    O Ricardo não gostou do filme, nenhum problema nisso. Mas trouxe pra discussão uns argumentos bem fraquinhos e sem sentido. Enfim, tava chato na conversa.
    E isso, pra variar, tirou espaço de comentários que poderiam agregar mais conteúdo, como as informações do Siqueira (que manja muito do negócio).

  • Juras me chama pra participar do cast. o/