sexta-feira, 01 de agosto de 2008

RapaduraCast 88
Biografia: Stanley Kubrick

Fique a vontade para participar do nosso debate, porque aqui você sabe: "Assistir é apenas o começo"!

Aperte o Play para começar o RapaduraCast Aperte o para começar o RapaduraCast

1x 1.5x 2x
0:00:00

2001 – Uma Odisséia no Espaço“? “Nascido Para Matar“? “O Iluminado“? “Laranja Mecânica“? “Dr. Fantástico“? Com certeza você já ouviu falar desses filmes e, também sem dúvida, da mente por trás de cada um deles, Stanley Kubrick, mas nunca da maneira como foi comentada na edição 88 do RapaduraCast. Em mais uma edição do RC Biografia, nós repassamos toda a polêmica e fantástica carreira desse gênio do cinema. Se estivesse vivo, ele comemoraria 80 anos neste mês de julho. O que Kubrick tem de diferente dos outros cineastas?

Jurandir Filho (o Juras), Raphael Santos (o PH) e Maurício Saldanha (o Mau) recebem Bruno Mendonça. Ele escreve para o Cinema com Rapadura e é o maior entusiasta de Stanley Kubrick na história da TV brasileira. Em que polêmicas o diretor se envolveu? Foi ele que dirigiu o vídeo do homem pisando na lua? Quais as suas características marcantes? Quem, além de Quentin Tarantino, copiou o seu estilo? O que os seus filmes trouxeram de positivo para o cinema?

Os participantes assistiram aos filmes, fizeram pesquisas e trouxeram para vocês os principais fatos da carreira brilhante de Kubrick, além de impressões sobre sua filmografia. Essa é mais uma edição especial sobre as personalidades do cinema.

|| ESTAMOS NO PODCAST DOS OUTROS
Participamos do MonaCast sobre Comédias Românticas

|| LINKS ÚTEIS
Animação satirizando os filmes do Kubrick
Uma cena de “O Iluminado”
Trailer oficial de “O Iluminado”
O efeito da Stadycam no Set de “O Iluminado”
Sargento Hartman em “Nascido para Matar”
Bruno Mendonça refilmando uma cena de “Laranja”

|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!

|| NOSSOS CONTATOS
Youtube: RapaduraTV
Instagram
: @cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook: /cinemacomrapadura
E-mail: rapaduracast@cinemacomrapadura.com.br

Compartilhe

Participantes

Jurandir Filho
Jurandir Filho
@jurandirfilho
Raphael Santos
Raphael Santos
@phsantos

Ouça Também


  • Matheus

    Primeiro a comentar!!! :mrgreen:

  • Edson Silva

    Conheci Kubrick através do filme “A Laranja Mecânica”. Nisso já vão mais de vinte anos. Depois vieram (para mim) “2001 – Uma Odisséia no Espaço” e “O Iluminado”. Um grand diretor, uma grande perda para o cinema e para o mundo.

  • Walmir Santos

    Oba, RapaduraCast na sexta, e com a Santíssima Trindade do CCR.

    Baixaaaaaaaaando!

    (será que vão comentar sobre o suposto vídeo da viagem à Lua, feito por Kubrick?)

  • Alberto Silva

    PQP, baixando já,
    Nem escutei e já estou recomendando.

  • Vixe! Vocês lêem pensamentos? Eu ontem mesmo estava aqui assistindo “2001 – Uma Odisséia no Espaço”… É brilhante! Feeding…

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    Opa… o rapaduracast está disponivel cedinho, cedinho! QUE MARAVILHA! Mas pensei que seria algo a respeito da mumia ou brendan fraser… 😕

    Enfim… BAIXANDO! 😎

  • Anderson R. Barbosa

    Agoraaa sim! que maravilha, Kubrick é foda!

    baixaaando urgente…

  • Rodrigo Souza

    Sensacional

  • O QUE??????
    MEU DEUS!!!!!

    8 da manhã e um rapaduracast de Kubrick!!!

    DE STANLEY KUBRICK, O MELHOR DIRETOR DO SÉCULO XX!!!!!!!
    AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
    [cabeça explode]

    hehe, vou ouvir…

  • NerdSagaz – 25 anos – São Vicente – SP

    Versão ZIP!

    Olá seres rapadurianos.

    Ótimo cast…

    Dessa vez o Mau pegou mais leve, no penúltimo ele ficou meio “acelerado”.

    Juras, você não disse que estava pensando em colocar uma versão .ZIP para baixar tb? Estamos esperando…

    Sds.

    NerdSagaz – 25 anos – São Vicente – SP

  • Agora vocês se superaram. Confesso que estava com medo do tema do podcast de hoje por ser a estréia da Múmia. Tinha pensado em podcasts sobre a série múmia, biografia de Brendan Fraser, filmes de aventura, e comecei a ter pesadelos durante a noite. Quando acordo hoje de manhã para ver o cast, que grata surpresa. Um cast sobre o meeeeeeeeeeeeestre Stanley kubrick. Este vai ser com certeza o maior podcast de todos os tempos da televisão brasileira. Parabéns e baixando…

  • Dino Hofer

    Já que todos perdem tempo em escrever isto inutilmente, vou mandar também:

    Baixandoooooo!!!

    Me pergunto até agora pra quê dizer que tá baixando…
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!
    E ainda tá Baixandooooooooooooooooooooo!!!
    Quando terminar de baixar, acho que vou escrever:

    Baixadooooooooooooooooooooo!!!!
    KKKKKKKKKKKKKK!!!

  • Juliano Aragão Pessoa

    Esse vai ser o melhor cast biografico da TV Brasileira!!!

    o/

  • Excelente, Kubrick vai estar sempre vivo nas nossas mentes!

    Ouvindo e Baixando!

  • Guga – Piracicaba SP

    O primeiro Kubrick a gente nunca esquece!

    “Nascido para Matar” tem a melhor cena inicial que já vi. Aqueles movimentos de câmera, aquele sargento berrando… impossível desviar os olhos por um segundo que seja. E a cena em que —–SPOILER—– o gordinho fica doido e fica apontando a arma pro cara no banheiro é a mais tensa da história do cinema. É de suar frio.

    Ah, e a música dos Stones no final também é muito show. 😀

  • Rodrigo Maués

    É com muito pesar que digo que não mais ouvirei o rapaduracast por não suportar mais os comentários do Mauricio Saldanha.
    Sujeito extremamente indelicado e grosseiro com os convidados e demais participantes.
    Sei que minha opinião será minoritária, mas fica a crítica para que o RC melhore.
    Acho que todos tem o direito de se expressar sem ser interrompido a todo momento por Maurício, que me lembra um projeto de Jô Soares gaúcho, que não deixa ninguém falar, quando não é do seu interresse.
    Chamo a atenção ainda as gargalhadas que, na minha modesta opinião, soam extremamente artificiais em alguns momentos, parecendo até deboche.
    Não quero criar nenhum tipo de polêmica aqui, é apenas um desabafo de um ouvinte triste com os rumos que o Cast tomou.

    Abraços ao Juras e ao PH, que mantiveram o meu interesse no RC até o número 87, mas a indelicadeza de Maurício com a convidada passou dos limites.

  • Leandro Nascimento – Teresópolis – RJ

    Caros Jurandir Filho e Raphael Santos. Acompanho o RC desde o episodio 21, que falava sobre Hannibal. Sou fã de carteira e certidão. Mas a falta de tato de Maurício saldanha está passando dos limite, na verdade já a estrapolou. Não questiono a opinião, o ponto de vista dele, mas sim a forma grosseira com que ele trata os convidados, os outros participantes e principalmente com os ouvintes. Queridos seres raparurienses, com tristeza afirmo não mais acompanhar os podcasts. Porém continuarei a ler os posts.
    Abraços.
    Ps.: Eu ouvi o podcast e ouvi os seus argumentos.

  • Mimimi, mimimi, nem ouvi o Cast mas já sei que o Mau deve ter tratado alguém mal (com trocadilho por favor). Portanto nunca mais vou ouvir esse podcast.

    :mrgreen:

  • O único filme dos comentados que vi foi o “2001: Uma Odisséia no Espaço”, mas depois de ouvir este cast, quero ver os demais.
    Quanto aos comentários que estão fazendo sobre o Maurício, eu não concordo. Já ouvi todos os episódios anteriores, portanto acho que conheço bem o estilo do Maurício. Não ouvi nada de errado no rapadura 87, ele agiu normalmente como sempre faz e ao meu ver, ele tem muito a acrescentar ao programa e se não tivesse, com certeza o Juras e o Ph já teriam o tirado.

  • Leandro Nascimento – Teresópolis – RJ

    Justiça seja feita: O Mau melhorou muito neste cast.

  • David Balotin, 21 anos, Santo André – SP

    depois de um tempo sem comentar, estou devolta =P

    caras… como voces fazem isso?!?!?! eu assisti quarta feira Dr. Strangelove! fiquei maluco né… ai agora com esse rapaduracast! pootz… vou rever a filmografia dele inteira novamente! uiahihiaiuhiauhia

    otimo cast galera! parabens! o tema, mais uma vez foi brilhantemente escolhido!

    abraços

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    Caraca, que porra é essa? Por que essa polêmica? Não estou entendendo… Está todo mundo deixando de escutar o cast por causa do Mauricio?

    Creio que está havendo um pouco de infantilidade por parte de alguns ouvintes…

    Como já foi citado várias e várias vezes, o Rapaduracast é uma conversa entre amigos gravada para um programa semanal. Em uma roda de amigos, sempre tem aquele que é mais quietinho, aquele que é tagarela, aquele que é palhaço, o mau-humorado, etc… Cada um tem sua personalidade, seu jeito, sua vida, seus problemas, bla bla bla.. E isso pode ser constatado em diversos programas e interpretado diferentemente por muitos ouvintes.

    Admito, em certas ocasiões o Mauricio está empolgado e realmente termina falando coisas desnecessárias, mas nada que comprometa o conteúdo da conversa e o nível do programa. Muitos reclamam das confusões geradas por opiniões do mesmo, mas seria interessante se todos soubessem que opinião é algo muito pessoal e que todos tem direito de defende-la. Acredito que se cada um de nós estivéssemos participando do programa, defenderíamos a todo custo aquilo que achamos que é certo.

    Imagina você estar em uma conversa, e alguns de seus amigos falam que cinema é a pior coisa que existe na face da terra! Você se calaria e concordaria com a idéia deles? Creio que como estamos em um portal de cinema, você, caro leitor, deve ser adorador da sétima arte, e com certeza não deixaria esse comentário sair barato. Defenderia com unhas e dentes as maravilhas do cinema e o que ela proporciona em cada um de nós. Estou errado?

    Pois bem, deveriam se colocar algumas vezes na pele do profissional e conservador Mauricio Saldanha, que ao ver suas concepções deturpadas por outros integrantes, deve se sentir um tanto quanto “ofendido” e as defende como quem acaba de escutar alguém falando mal de sua própria mãe!

    Creio que os ouvintes deveriam vivenciar o Rapaduracast de uma outra forma. Largando estereótipos e dando mais valor ao trabalho dessas pessoas que incondicionalmente, com tanto carinho, trazem um tanto de informação e diversão para todos nós.

    Rapaduracast é mais que um simples podcast de cinema, caros amigos.. É também uma forma de mostrar que a experiência de estar em uma boa conversa entre amigos, não tem preço!

    Abraço..

  • Depois comento melhor, mandando um e-mail, porque não posso deixar de mandar um e-mail pra voces sobre um cast de Kubrick…

    Mas, Jurandir… NUNCA MAIS faça o que fez na edição do cast. Quando voces comentaram de Laranja Mecânica e você colocou o audio de Alex cantando “Singin’ the Rain” durante o estupro que fez… aquilo ali me deixou perturbado… e olha que eu vi o filme! Credo, que coisa mais medonha, tive que pausar e depois retomar,hehe… (não interpretem como uma critica séria, viu? Nem é critica, to só falando que aquilo me angustiou profundamente)…

  • Bom, o espaço aqui é democrático. Todo mundo pode escrever o que quiser. Porém, já está passando dos limites esse tipo de perseguição. Para evitar discussões entre os visitantes e mudar completamente o foco do bate-papo aqui na postagem do podcast, as críticas devem ser enviadas para o nosso e-mail e garanto que responderemos com todo prazer. Existe uma diferença entre criticar um argumento e passar toda edição falando mal de um participante sem sentido algum.

    Eu, como diretor do portal Cinema com Rapadura, diretor do RapaduraBlog e âncora do RapaduraCast, sei, mais do que ninguém, que todas as críticas feitas em relação ao mal trato dos convidados vindo do Mauricio são infundadas. As pessoas compreenderam errado. Quem escuta e conhece o Mauricio, sabe que nunca ele faria isso.

    Recomendamos que, se estiverem incomodados com sua participação, deixem de escutar as edições que ele participar. Só acho que perderão muito com isso. Enquanto a gente passa horas estudando, gravando e editando para trazer toda sexta um podcast recheado de informações, tem gente que perde tempo criticando algo de uma sem sentido. Vai entender…

    Assunto encerrado!

  • Gabriel Arcanjo – Olinda

    Caro Danillo… vejo q vc eh um defensor ardoroso do RC, td bem… mas nao confuda as coisas amigo…
    Ninguem falou q o Mau eh chato porque ele é mau-humorado…
    e sim MAU EDUCADO…

    Como vc citou o RC eh uma conversa entre amigos… porem isso nao quer dizer q vc tem a permissao de imterromper os outros,ri da cara dos outros, achar q vc eh o certo e ponto!

    E caro Danillo, saiba q “defender sua ideia sua opiniao com unhas e dentes” nao significa cortar opinioes alheias, gritar mais alto, ou chama-los de pau-no-cu.

    Danillo vc pode gostar disso, mas para outras pessoas(como foi citado anteriormente) um papo que deveria ser leve e descontraido se torna um papo de bebado chato e pesado.

    Se o RAPADURAS apenas ouvirem comentarios como o seu, acredito que nao eles, e sim nós seremos prejudicados.

  • Gabriel Arcanjo – Olinda

    desculpa jurandir postei antes de ler sua recomendaçao.

  • Gabriel
    =======

    Sem problemas. Sobre “chama-los de pau-no-cu”, nós temos liberdade, por sermos amigos, de nos tratarmos da forma que for. Pode parecer grosseiro para alguns, mas muita gente se trata de forma pior e nem por isso é grosseiro. O problema é que nos tratamos assim para 15 mil pessoas escurem. Enfim..

    Marcelo Silva
    =============

    Na parte do comentário do “Laranja”, rolam várias músicas de Bethovem. Quase todas as sifonias.

  • Guga – Piracicaba SP

    Não há muito a acrescentar depois do que o Danillo Henrique e o Juras disseram, mas eu só queria falar que me divirto muito com a empolgação sem rédeas do Mauricio, e espero que ele participe de todos os futuros casts.

    Eu vejo o RapaCast como um papo animado entre amigos inteligentes e com opiniões próprias, que nem sempre são as mesmas. Garanto que se fosse um papo hiper-sério, onde todos concordavam, o programa ia ser bem mais chato e não estaria chegando à edição nº 100.

  • Rodrigo Serrano – Osasco -SP – 28 Anos

    Esperado cast, acabei de ouvi-lo e esta Maravilhoso assim como os filmes de Kubrick.

    Minha experiencia com os filmes desse grande diretor foi com Nascido para Matar em 91 qdo saiu em video tinha 11 anos, e assisti no domingo passado novamente e vcs lembram que o pai do Jack (Lost) esta no filme bem mais novo…e pra mim sempre foi o melhor filme de Guerra de todos os tempos, tem outros maravilhosos mas esse é o melhor, a parte do treinamento o diferencia dos outros.

    não vou comentar todos os filmes pois os mesmos foram feitos magistralmente por vcs e principalmente pelo Bruno, acho que Mau ficou meio apagado nesse cast e qdo isso acontece fico irritado.

    tenho todos os filmes em dvd e vou reassisti-los.

    Discordando do Bruno, Spartacus é um clássico épico em minha opinião e não é chato, mas realmente não tem a visão de Kubrick, parece ser dirido por Cecil B. Demile ou outro megalomaniaco por ai…

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    Página virada, Juras….

    Vamos dar continuidade aos comentários que interessam…

    Vamos falar de Kubrick!

  • Interpretação que uma amiga minha que leu “O Iluminado” disse sobre o filme:

    Em dado momento, Jack está no bar do hotel, solitário e chateado. Ele olha para o copo e diz:
    – Eu venderia minha alma por um drink.
    Assim que ele diz isso, aparece o garçom e o serve e tal, e a partir daí ele começa a ficar insano, até manipulado pelo garçom.
    Ou seja, ele vende a alma para o diabo, e por isso fica insano. Todas as pessoas daquele quadro seriam outras pessoas que também fizeram o mesmo.

    Sei lá, essa interpretação fez muito sentido pra mim!

    • Victor Hugo – 24 anos – São Paulo

      Isso mesmo! A insanidade começa nesse ponto. Concordo!

  • Fred

    Para quem realmente não acredita que o homem foi à Lua, esse site apresenta contra-argumentos no mínimo interessantes para serem discutidos. essa vai pro Mau hehehe http://www.projetoockham.org/historia_lua_1.html

    abraço

  • Alberto Silva

    Poxa, ainda nao pude escutar, mas deve estar SENSACIONAL com todas as palavras!
    Vamo comentar sobre ocast pessoal, até pq deve ter mta coisa relacionada a esse grande cineasta.

  • Tiago Rafael Cintra

    Realmente SENSACIONAL,

    através do cast descobri que assisti varios Filme influenciados pelo Stanley Kubrick, mas nenhum filme dirigido por ele! Esse fds foi até locadora procura alguns filmes dele para assitir.

    Parabéns pelo Cast e Parabéns pela participação no Cas da Monalisa de Pijamas.

  • BRUNO MARQUES ILHA

    videie bem videie muito bem o que voces dizem seres rapadurianos

  • Anderson Matos – 28 anos – Três Rios – RJ

    Ué…Pensei que ia sair no domingo, mas…Q bom! Pois tornei-me um fan de vocês e estou sempre acompanhando as novidades. No local onde eu trabalho até foi bloqueado, através de firewall pelo administrador, de tanto que eu acesso, rs Comecei a baixar os episódios anteriores e fui barrado, tava pesando a conexão, nem colocando um esquema de proxy pra mascarar, não tá dando, rs.

    Ah…Me amarrei no cast anterior.

    Valeu!

    Um grande abraço!

  • Rodrigo Maués

    Adeus Rapaduracast…
    Foi bom enquanto durou…(pelo menos a maior parte)

  • All@n

    kubrick é foda!

    Adoro seus filmes e seu talento em nos fazer sentir sensações…cinema é isso não?

  • Rodrigo “Maguila”

    Nada mais oportuo do que esse assunto
    parabens mesmo pessoal que gravou o Cast
    GÊNIAL
    Pode não ter ganho o oscar que ele merecia
    Mas ele ganhou algo maior ainda: o Sucesso do público

    “E ASSIM FALOU ZARATHUSTRA” muito horroshow

  • Já baixei o podcast no meu iPod lá em casa, mas infelizmente tive que vir trabalhar e ainda não pude ouvi-lo. Assim que chegar em casa vou fazer um programa “genuinamente romântico”: escutar o podcast ao lado do meu marido, que é fã alucinado do Kubrick.

    Sobre o Maurício, que coisa! Apesar de não ter ouvido ainda esse podcast, ouvi outros que tiveram a participação dele e nunca vi nada de errado. O estilo do Rapadura é bem divertido, são amigos que ficam “implicando” um com o outro, e esse “implicando” vai entre aspas mesmo, porque fica na cara que para eles tudo não passa de uma grande brincadeira. Gravamos o Monacast recentemente com o Mau e o Juras e percebemos isso de cara, não entendo como pessoas que jã são fãs do Rapaduracast há muito tempo ainda não tenham percebido isso. O Mau está há séculos-luz de distância de ser grosseiro ou mal-educado, enfim…

    Depois eu volto pra dizer o que o Kubrickmaníaco lá de casa achou do podcast!

    Beijos!

  • Senhores,

    Primeiro quero agradecer o convite feito pelo Juras, PH e Mau para participar deste Cast incrível. Segundo, parabenizar o juras pela edição impecável, como sempre.

    E terceiro: como convidado, em momento algum me senti mal tratado pelo Mauricio Saldanha, muito pelo contrário. Acho que os comentários dele e seu estilo mais “despudorado” de falar o que pensa não deve ser recriminado. Acho que os leitores e ouvintes devem entender que não dá para agradar gregos e troianos. Que os caras fazem os programas para o público é certo, mas não dá para virar refém de alguns e censurar as participações em busca aceitação total.

    O legal do Cast é justamente a mistura. Todos que passam por ele, acrescem coisas. Tiago Siqueira, Maira Suspiro, que as vezes tão por aí também tem suas caracteristas. Quem acompanha de verdade, já sabe o estilo, a forma e jeito de cada um. E de fato, se não gosta, é simples é só não ouvir.

    Eu continuo fã desses caras. De todos eles. Com seus defeitos e qualidades. E enquanto exisitr o programa irei acompanhá-lo. E se um dia receber denovo convite para participar, aceitarei de bom grado.

    Mau, releve esses comentários infundados. Você e todos os participantes são partes fundamentais para constrair um dos, se não O MELHOR podcast do Brasil.

  • Joaquim Henrique

    Caramba!!!!!!!!!!!

    Este é o tema que mais me espantei até hoje no RapaduraCast!!!

    Parabénssssssssssssssssssssssssssssssss!!!

    Vou ouvir mais tarde… Mas estou ansioso, pois é um dos 5 melhores diretores/cineastas de todos os tempos pra mim e pro cinema!!!

    Já assisti todos os filmes do Kubrick e o conheci com “Laranja mecânica” tbm… e depois loquei todos seus filmes… Inclusive os primeiros “Glória Feita de Sangue” (1957) – “O Grande Golpe” (1956) – “A Morte Passou por Perto” (1955) –
    AMBOS (*****)

    Gostaria muito de ter participado deste Cast!!!

    Veleu… T+

  • Perfeito!
    Bem dosado, bem discutido, interessante e com alguns fatos que eu não conhecia. Curto toda a obra do kubrick (só não vi o Barry Lyndon), inslusive o de olhos bem fechados que acho muito bom, denso, complexo e totalmente atrapalhado das idéias (rs) como são os filmes do Kubrick.
    Totalmente demais. Prabéns!

  • Meu Deus do cééééééééééééuuuuuuuuuuuuuu!!!!

    O podcast que sempre esperei desde a edição de número 1!!
    Isso mesmo tivemos que esperar 87 edições (todas muito boas) para esse que será o divisor de águas na história do podcast da televizão brasileira!! os rapaduracast’s serão lembrados agora como ADSK88 e DDSK88!!!!

    O que dizer do mestre do cinema? o ppppai supremo dos cineastas vivos e mortos? o maior gênio que já sentou numa cadeira de diretor? Tenho TODOS os filmes do mestre em DVD (menos Fear and Desire…) e assisto sempre que possível os mesmos filmes novamente!

    PS: Maurício Saldanha é o Stanley Kubrick dos podcasts! mau-humorado, engraçado, maluco e acima de tudo GÊNIO! me racho de rir com o cara!! continue sempre assim! um abraço a todos os seres rapadurianos da galáxia! e com licença, pois agora irei me “deliciar” com o MELHOR PODCAST DE TODOS OS TEMPOS!!!

  • Marcelo B. Neves, 25 year old. Goias

    Nossa!!! vamos ouvir!!!

  • Yuri

    Me entristece ver essa polêmica (na minha opinião infundada, já que, como alguém disse e eu vou repetir, “convenhamos, o Mau melhorou MUITOOO” e acho até que vocês tem criticado tanto que ele falou pouco nesse cast, com receio de se exaltar) num podcast tão sensacional.

    Aliás, acompanho o Twitter do Juras, e fiquei feliz quando ele escreveu que tinha acabado de gravar o melhor podcast do qual já tinha participado. E acho que tá sendo um imenso banho de água fria ver que as pessoas tão se preocupando mais em atacar um dos participantes do cast (que, repito, não fez ABSOLUTAMENTE nada de errado no podcast) em vez de elogiar o excelente trabalho feito no rapaduracast dessa semana.

    FOi mal Juras, sei que voce pediu pra virar a página e não falar mais disso aqui. Mas aproveitei que o Bruno Mendonça acabou de comentar e fui no embalo.

    Campanha ” O Mau Não É Mau”

  • Alexandre – 23anos – FSA – BA

    Dos filmes citados so vi mesmo O iluminado, que não me deixou com medo, mas me surpreendeu muito, principalmente na cena em que vemos o Jack sendo atacado por uma mulher-cadaver que sai da banheira. Como voce costumam dizer, aquilo para mim foi FANTASTICO. Vi tambem Lolita, na tv, uma vez e achei muito bom, se nao me engano passou na mesma epoca que passava o seriado Presença de Anita. Apos ouvir o cast ja fiz minha lista de filmes que irei procurar imediatamente. Alguns eu ja tinha em mente, como 2001. Outros nunca tinha ouvido falar, mas so de ouvir voces comentado fiquei louco para ver, Dr. Fantastico.

  • Harald Stricker

    Só uma pequena correçãozinha:

    Arthur C. Clarke escreveu, nos agradecimentos do livro “3001: A Odisséia Final”, que “durante muitos anos incomodou-me o boato – totalmente infundado – de que o nome HAL deriva de IBM, andando uma letra para a esquerda.” e que ele já desistiu de desmentir disso.

    Mas as lendas, como sempre, são mais divertidas que a verdade…

    • Victor Hugo – 24 anos – São Paulo

      Bom Harald, isso estava no making of de 2001. Pegue o dvd duplo que está lá. Que eu saiba não é boato! A não ser que tenha sido uma história criada pelo próprio pessoal da produção para aumentar o marketing! Mas blz!

  • Bá…. cast ultra-esperado, melhor que esse só se fosse o do Tarantino.

    Assisti apenas dois filmes do Kubrick, esses que estão no meu top 10 de filmes, já que nao consigo decidir qual é o meu preferido.

    O Iluminado, a atuação esplêndida de Jack Nicholson mostrando como que a solidão pode enlouquecer um homem, a cena da cabeça estourando a porta é uma das mais memoráveis do cinema.

    E Laranja Mecanica, que eu tenho muito apreço por esse filme, parece que até que foi feito pra me agradar.. hehe. Sempre fui interessado em personagens psicopatas, e não existe melhor exemplar que o Alex DeLarge do Malcom Mcdowell; [[SPOILERS]] além disso, uma coisa que sempre fui encucado é a tal da lavagem cerebral, acho que é muito mais usado doq ue as pessoas pensam, pessoal fica grilado quando eu digo isso, mas eu afirmo que sofri uma lavagem cerebral quando fui pra um acampamento religioso quando tinha 15 anos, uma semana que teve como efeito colateral uns 2 meses de bobiçe eclesiástica, sorte que minha personalidade foi voltando com o tempo, ou não, hehe. E pra finalizar, também sou fão incondicionál da obra de Beethoven, e considero a 9ª a maior obra de arte da história da humanidade, digo que tbm ficava perplexo com a ligação duma coisa tão bela com a violência apresentada no filme, não cheguei a pular da janela (hehe) mas fiquei com naúseas ao ver o filme.

    Por enqunto e isso, vou ouvir o cast em casa pq no trampo ta bloqueado, mas parece estar muito bom, até pq já disseram que na trilha tem “Um pouco do bom e velho Ludwig Van” hehehe

  • Não, não Jurandir, eu sei disso… quis dizer que ESSA cena em especifico é perturbadora. E apenas ouvi-la deu uma sensação ruim…entende?

  • Ronald Luis – 23 anos – Fortaleza/CE

    Prêmio Podcast 2008 já tem tem dono.

    80 anos do Mestre Stanley Kubrick na cabeça.

  • Alessandro Correia – 25 anos – Fortaleza – CE

    Pergunto para o Jurandir, se depois dos comentários mais que acalorados sobre o Mau chamando o Bruno de P-N-C ele editou novamente o cast?

    Porque ou eu sou doido e não prestei bem atenção, não vi nada de mais, pois apesar de também não gostar quando o Mau interrompe quem quer que seja, gritando, esse cast foi um dos melhores que ouvi com a presença do Maurício.

    Força Maurício, continue falando do jeito que você é, só maneira um pouco, blz.

    Maurício, para esses comentários, comente assim.

    “Falem bem, ou falem mau, mais falem de mim.”

    Concerteza aquele ouvinte que só lê os comentários por cima sem muita atenção leu todos os comentários para saber o que se trata.

    Um abraço a todos.

  • Patrícia Martins – 27 anos – Rio de Janeiro

    Ainda não ouvi o cast, mas estou desanimada… Pra minha imensa vergonha, eu ainda não assisti nenhum dos filmes do Kubrick!! Já vi que vou ter que colocar os filmes dele no topo da lista pra alugar e ver com a maior urgência. Mas acho que não vou resistir e irei ouvir o cast antes de vê-los.
    Mau, vc é meu participante preferido do RC. Beijinhos, viu? 😉

  • Rui Gomes, 33 Fortaleza

    Eu não curto Kubrick, pra mim salva apenas “O Iluminado” e
    a primeira parte do “Nascido para matar”, os outros filmes dele o saco estourou e eu não consegui assitir até o final.

    Acho Kubrick meio cabeça, sei lá, eu não gosto dos filmes dele. 😳

    Gostei das teorias de conspiração surgidas nesse Cast, heeh, boa, boa

    * Esse Cast me lembrou de um filme do Peter Sellers que é o “Rato que Ruge”,( preciso até rever esse filme ). E fica a dica pra quem não viu , acho que vocês vâo gostar ( ou não ) 💡

    * Sugestão de Cast: “Filmes Galhofas” 😆

  • Gustavo Ferreira(Bauru SP)

    Nascido Para Matar,um dos melhores filmes de guerra que ja vi,rachei o bico com o gordão no começo do filme,putz deu uma dó dele…

    vou ouviiiiiiir…

  • Amilcar Filho

    Oh Blz…PodCasTzim na sexta pra da uma relaxada e encher a cabeça de informação…Praq melhor ?

    Ouvindo…

  • Gabriel Arcanjo – Olinda

    Sobre as minhas criticas ao saldanha nao foi relativo a esse cast e sim o anterior.Acabei de ouvir esse… foi sensacional.
    O Mauricio quando esta mais calmo realmente acrescenta bastante.
    Quanto ao Bruno… uma das MELHORES PARTICIPAÇOES q o RC ja teve.

  • Baixei o cast, ouvirei mais tarde.
    Mas o link da refilmagem feita pelo Bruno Mendonça está errado, vocês repetiram o vídeo do Nascido Para Matar.

    Mas não tem problema, parabéns pela brilhante iniciativa! Os filmes de Kubrick podem não ser os meus favoritos, mas o cara bota pra fuder. Admiro-o pra caramba.

    Vou ter que sair hoje com o fone de ouvido pelo jeito.
    Abraço, depois de ouvir dou uma comentada!

  • Rodrigo Cesar Forte Costa – 21 Anos – Itanhaém – SP

    Li alguns dos comentários iniciais e estou impressionado!

    Como podem criticar o Mau? O cara é foda, mto engraçado, e o jeito com que ele trata os outros integrantes e como todos os integrantes se tratam entre si é que faz do RapaduraCast o melhor podcast do Brasil, pois dá aquele ar perfeito de roda de amigos mesmo.

    Quanto ao podcast, só uma palavra: MAGNÍFICO!
    Esperei por muito tempo para o pessoal do RC fazer um podcast sobre um grande diretor e já tinha até perdido minhas esperanças, mas eis que eles fazem sobre um dos maiores diretores da história do cinema!

    Já vi quase todos os filmes do Kubrick (Só falta De Olhos Bem Fechados e Barry Lyndon) e acho quase todos excelentes (Com excessão de Dr. Fantástico, pois tenho alguns problemas com ele), sendo que meus preferidos são O Iluminado e Laranja Mecânica.

    Gostei muito da participação do Bruno Mendonça, o cara entende pacas sobre o assunto, e achei muito legal todas as curiosidades que ele trouxe.

    E eu ri demais com a piada que o Rafael fez sobre o Cruyff aparecer no Laranja Mecânica, mesmo porque quando eu era pequeno e ouvia falar sobre o filme, eu pensava que ele era sobre a seleção holandesa, e só na adolescência que fui descobrir que num tinha nada a ver.

    Abraços a todos, e espero algum dia ver um podcast sobre Andrei Tarkovsky (mesmo que pra esse minhas esperanças são mínimas) .

  • Eu nem ouvi ainda o cast, mas o tema é fantástico.

    Eu ainda não consigo explicar como o homem foi capaz de criar 2001: Uma Odisséia no espaço.

    Baixarei e ouvirei. Logo após, comentarei.

  • Bob

    Tema muito bom, tô curioso pra assistir. 😛

    Abraços.

  • André Henrique BH

    Podcast realmente sensacional!
    Os filmes de Stanley Kubrick são realmente geniais, mas sinceramente não fiquei com medo quando assisti O Iluminado.

    O que eu gostei mais de Nascido pra Matar foram os gritos de guerra, eram muito engraçados e vocês nem citaram.

    Parabéns pelo podcast e até a próxima!

  • Marden

    Meu primeiro comentário aqui. Eu tinha que dar os parabéns pelo extraordinário podcast, um dos melhores que eu já ouvi. Afinal, Stanley Kubrick merece.

    Parabéns de verdade pra toda equipe do RC por esse podcast. MARAVILHOSO. 😉

  • Robson ezyksnosbor

    Ahh, esse é o meu podcast dos sonhos, to baixando e depois vou “degusta-lo”…

  • Joaquim Henrique

    Um pedido ao CCR:

    Trabalho em uma locadora e sempre tenho algum tempo disponível nos dias de menor movimento… Venho sentindo que não está me suprindo a quantidade de matéria do Blog, teria como vocês escreverem mais??? Pediria mais um RapaduraCast mas sei o quanto é cansativo e entendo o trabalho todo, mas acho que matéria vcs conseguem aumentar a quantidade!

    Valeu e obrigado (não estou criticando e sim pedindo)!

  • Parabes pelo Cast! Muito bom os comentários xD.

  • Simplesmente fantástico.

    Algo realmente no nível do mestre Kubrick. Só que faltam os volumes 2,3,4,5….100 (!).

    Parabéns a toda a equipe.

  • Cicero, 24 anos, Carapicuiba, São Paulo

    Olá seres rapadurianos! Cast fantástico!

    Minha primeira experiência com Stanley Kubrick foi ao assistir 2001 e devo admitir, achei muito chato na época.

    Recentemente assisti o mesmo, assim como o Iluminado, de Olhos bem fechados e após ouvir o cast fiquei maluco para assistir Laranja Mecânica e Dr. Fantástico.

    Agora sobre a teoria da conspiração da ida a lua, minha cabeça explodiu na hora. Já tinha lido a respeito dessa farsa, mas nunca tinha ligado isso Kubrick, e devo dizer que fiquei com a pulga atrás da orelha.

    Agora. já viram uma versão em 30 segundos encenadas por coelhos? Vocês podem conferir aqui a versão de “O Iluminado”

    http://www.angryalien.com/0504/shiningbunnies.html

    No site tem outros filmes, recomendo a todos.

    Um abraço

  • Pedro Victor – Recife

    Amigos do Rapadura

    Muito bacana esse podcast sobre ninguém mais ninguém menos que Kubrick. Antes de ter descoberto o cinema com rapadura eu nem era tão fissurado pela sétima arte, mas sem perceber, percebia que meus filmes prediletos eram de Stanley, o Kubrick… caraca! Que tipo de criança eu era que assistia um filme sem saber quem era o diretor, enfim muito bacana vocês comentarem um tema antes tão esperado por mim, obrigado

    ah! Parece que foi o Bruno que disse que é a primeira vez que o Kubrick morre 3 semanas antes do filme ser exibido…

    bom, era de se esperar né

  • tirando alguns poucos que entram aqui pra tentar atrapalhar… continuo gostando de ler os comentarios e sei que o RC tem muitos bons “acessadores”…

    Fico preocupada com o Jurandir… gostaria de ve_lo sempre bem alegre e exultante como em muitos outros podcasts. Nao se preocupem com meia duzia, olhem para tantos seres rapadurianos que estao ae engrandecendo a nossa corrente…

    quanto ao assunto em questao, eu nunca vi nenhum filme de Kubrick 😳
    mas, ouvindo vcs, me deu a maior vontade… rs

    Obrigada por poder contar sempre com vcs… 😉
    Parabens pelo programa!

    xoxo
    Livia Ramos,
    Toronto, CA

  • Campanha: o Mau, não é mau!

    Você não quer mais ouvir Mauricio Saldanha no rapaduracast? Então coloque ele no Big Brother! Isso mesmo. Vote agora no vídeo deste link http://www.8p.com.br/bbb/mauriciosalanha/perfil e mande ele passar umas férias na casa mais vigiada do Brasil.
    Não perca esta oportunidade.

  • Não escutei ainda, mas só queria dizer que os links
    Sargento Hartman em “Nascido para Matar”
    Bruno Mendonça refilmando uma cena de “Laranja”
    estão iguais… o Bruno refilmando uma cena de laranja ficou igual ao do Sgto Hartman, dá uma ajeitada ai Juras q eu quero ver a refilmagem.. =D

    Valeu, dps eu volto pra comentar o cast em si.

  • Allan

    Antes de mais nada, parabéns pelo podcast…

    Apesar de sempre ter tido essa vontade, nunca vi filme algum dele… Mas esse programa de hoje me deu o ultimo empurrão pra aluga-los. Quem sabe depois eu comente aqui sobre eles depois que assistir… :]

    Sobre essas criticas contra o Mauricio… Nada contra meus conterrâneos, mas pra mim ele é o melhor desse podcast. Acho que o seu estilo de expor suas opiniões dá uma graça a mais no programa, creio que os 3 se completem aí.

    Parabéns ao Bruno também, tava bem seguro no que ia dizer sobre os filmes, excelente.

    Vocês deviam fazer um podcast sobre conspirações, seria interessante hehehehe

    Flws!

  • Adriano

    Cast perfeito… só tenho que fazer um comentário, para você Jurandir Filho (desculpa se estou sendo muito pessoal), mas você utiliza o termo anarquia, descrevendo o Alex do filme Laranja Mecânica.

    Primeiramente Alex não é uma anarquista, ele é um Anti-social, alguém que sofre de uma grave sociopatia;

    Segundo, anarquia é uma corrente de pensamento criada por Mikhail Bakunin, que descreve uma sociedade autárquica, ou seja, que governa a si mesma, um governo regido pelos seus concidadãos.

    Hoje, existe um grande preconceito em relação a filosofia anarquista. Ao longo do tempo existiram várias ramificações do anarquismo, e esta ramificações que começaram a criar lendas errôneas do anarquismo. Na verdade, foram alguns movimentos anarquistas que criaram toda essa polêmica. Muitos desses movimentos eram violentos e desordeiros, e sempre levavam a bandeira anarquista, então, tudo que era considerado anarquista era sinônimo de bagunça.

    Muitos não aceitam de forma alguma a filosofia anarquista, acham que será um estado de caos e desordem, mas nunca tentaram entender o que é realmente a Anarquia ditada pelos seus primeiros filósofos. O fato de uma pessoa fazer uma atitude, uma grande ação que beneficie várias pessoas sem precisar da ajuda ou do aval do Estado, pode ser considerada um ato de anarquia. Mas, as pessoas não têm essa consciência, não buscam as informações apenas querem pré-julgar.

    Em suma, anarquia é o inverso de monarquia.

  • Ué, Adriano, mas o Alex não é assim mesmo? Ele é governador dele próprio. Ele que comanda seu bando. Ele que manda! A anarquia que eu disse foi em relação a isso. Você acha correto o que ele fazia? Batia nos outros, estuprava mulheres, espancava idosos e etc. É ANARQUIA TOTAL! Hehehe. 😉

    Abraços!

  • Gustavo Ferreira(Bauru SP)

    e aí rapazeada,terminei de ouvir o cast agora,to capengano de sono…
    nascido para matar,um dos melhores filmes de guerra da minha lista,mas pra mim ainda perde pro save private ryan,na minha opinião,o único que nao copia nascido para matar é ele…

    ódisséia no espaço,clássico,não tem como negar,efeitos especiais espetaculares e tudo mais,porém,ooooooo filme chato do caceteeeeeeee,esse filme só é lembrado até hoje por causa dos efeitos especiais que muitas pessoas ainda não sabem explicar,por que do resto,é extremamente chaaaaaaaaaaaaaaaaaaaato…

    quando foi comentado sobre aquela parte do filme espiritos que tem um morto igualzinho o general(sei la como fala),eu lembro disso tambem,até comentei com quem eu tava assistindo:

    -oloko,esse véio num é igualzinho akele otro que só xinga nakele filme de guerra??
    kkkkkkkkkkkk
    até a roupa e o chapéuzinho eram iguais…

    abraços :mrgreen:

  • dario

    Cara esse cast foi sensacional.O primeiro contato com Kubrick foi ano passado quando eu vi Laranja Mecanica,e simplesmente pirei,como vocês falaram o filme não acaba ele continua na sua cabeça,é o tipico filme pensante que é uma delicia de ver,as cenas me marcam ate hoje,o alex com um penis de ceramica batendo no povo.Gostei tanto do filme que fui conferir o livro,que tambem é bom mas nao chega a superar o filme.Após Laranja Mecanica,assisti Lolita que é muito mais muito bom,a trilha sonora,a forma inovadora e polemica para a epoca me encantaram,tbm após ver o filme li o livro,que tbm nao chega a superar o filme.Por ultimo mas nao menos importante vi O Iluminado,nao cheguei a morrer de medo como vocês mas o filme me impressionou bastante,confesso que ficava com o coração na mão nas cenas do meninho andando no velocipede.Pretendo assisti mais Kubrick o chato é que por aqui é meio raro encontrar obras dele.

    Em relação a polemica em torno do Mauricio Saldanha,eu gosto dele,quando eu comecei a escutar os casts escutava pela opinião dele que se assemelhava a minha.Acho que el meio que extrapolou no cast anterior a menina foi meio maltratada por vocês e principalmente por ele ( A impressão que ficou ).Mas tambem ela era toda lerda nao tinha visto filme nenhum,um bocado de opinião infundada,então fica meio empatado a burrice dela com a truculência do Mau.Mas continua como vc é,eu senti um pouco falta de vc nesse podcast,ficou meio apagado.

    Por último gostaria de fazer um pedido convidem o bruno masi vezes para o cast,o cara manja muito de cinema,fiquei viajando nos comentarios e no quanto ele sabe.Desculpa falar isso,mas do lado do bruno os outros rapaduras pareciam criança.Esse podcast foi mais dele do que do Kubrick. ❗ ❗ ❗ ❗

    Abraço continuem com essa maravilha que é o CCR. 😆

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    Só por curiosidade… a promoção do Arquivo X, no cast passado, morreu foi? 😆

  • Adriano, perfeita sua colocação. Aí, já que vi que tu é interado do assunto, uma vez um amigo perguntou: “O Alex é um anarco-punk?”. Eu disse que não. Disse que ele era um rebelde, uma pessoa com ideologia contrária ao sistema. Mas, depois, fiquei pensando: “Será que ele não é?” Me tira essa dúvida?

  • Excelente Cast, continuem com essa qualidade. 😉

    (sempre faço comentários pequenos por falta de Tempo 😥 )

  • Luise – Rio de Janeiro, RJ

    Que coincidência vi Dr Fantástico 5ª feira!

    Rodrigo Cesar Forte Costa,

    queria te perguntar qual são os seu problemas com Dr. Fantástico, fiquei curiosa e acho que seria interessante ouvir um ou outro ponto de vista.

  • Rodrigo Cesar Forte Costa – 21 Anos – Itanhaém – SP

    Então Luise

    Os problemas que eu tenho com Dr. Fantástico não são com o filme em si (que tenho consciência que é grandioso).

    O modo como a história é contada, eu acho excelente, mas o grande problema é que o tipo de humor do filme, que é bem sutil, não me “fisgou” de primeira.

    Um outro filme que tem uma temática “parecida” com Dr. Fantástico é o MASH, que eu também não gostei muito.

    Mas eu não ter gostado desses 2 filmes pode ser que é pelo fato de os ter visto há muito tempo (Acho que tinha 13 anos na época), e pode ser que eu não era maduro o suficiente pra entender o sarcasmo que ocorre neles.

    Mas eu tenho muita vontade de assisti-los de novo, pois pode ser que minha visão mude completamente, agora que já estou mais velho e com cabeça pra entender esse tipo de humor.

    Espero que eu tenha sido claro 😉

  • Rodrigo Cesar Forte Costa – 21 Anos – Itanhaém – SP

    OBS: Onde eu escrevi temática parecida, leia-se humor parecido

  • Luise – Rio de Janeiro, RJ

    Ah, sim!

    Eu vi recentemente e realmente tb não achei assim tão engraçado, mas talvez seja pq estamos vivendo um outro momento da história e não moramos nos EUA, sei lá, mas depois que eu ouvi o podcast eu vi graça em certos elementos do filme que antes eu não havia dado muito atenção.

    Valeu!

  • Joaquim Henrique

    RAPADURAS:

    Exceto “A Morte passou por perto” e “Fear and desire” que não são adaptados.
    Ou seja “Glória feita de sangue” é baseado em um livro (de Humphrey Cobb)

    Melhores Filmes do Kubrick pra mim:
    1 – Laranja Mecânica
    2 – Dr. Fantástico
    3 – O Grande Golpe

    Piores Filmes do Kubrick pra mim:
    1 – Lolita
    2 – Barry Lyndon
    3 – Spartacus

  • Plínio

    Stanley Kubrick !
    Não tenham dúvida de que o cara era mesmo um gênio.
    Dois dos filmes da minha vida são dele. É impressionante quando estamos diante de um trabalho de Kubrick não é apenas um filme que estamos vendo, e sim uma obra de arte.
    Ainda não vi o primeiro filme dele, mas para quem não viu nada dele ainda veja.

  • Plínio

    **************************
    Alguém lá em cima citou que o pessoal da Redação deveria escrever mais, sobre o pedido eu digo:
    Não é que não tenham matéria no portal, o problemas são os temas que se repetem. Parece que todo mundo quer falar da mesma coisa, adaptações, super-heróis, bugigangas e heróis. Cinema não é só isso, Pontos para Bruno Mendonça e Maíra Suspiro que fazem a diferença e escrevem coisas mais complexas.
    Eu sugiro que pudesse haver uma enquete perguntando aos leitores o que eles gostariam de ler e opinar aqui no CCR.

    – Essa é minha opinião particular

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    As postagens realmente diminuiram essa semana, mas o problema não é só esse. Creio que a maioria das pessoas apenas vêem os posts e não comentam, debatem, etc… O que faz sempre as mesmas poucas pessoas interagirem no blog. Chega uma hora que não há mais o que falar… não tem mais o que acrescentar… dando a impressão que as vezes isso aqui está um tanto quanto parado! 😕

  • Plínio e Danillo
    ===============

    Essa semana tivemos problemas no sistema de postagem de matérias aqui do blog. Por isso não conseguimos publicar. Temos um estoque grande de matérias e muitas pessoas produzindo, mas esse problema atrapalhou. O problema deve ser solucionado hoje ainda (estamos esperando apenas um retorno do pessoal do servidor).

    Podem ficar tranquilos que nós sabemos os gostos dos nossos leitores. Enquanto isso, o portal continua bombando de notícias. É só olhar lá. Só conteúdo de qualidade todo santo dia. Em pouco tempo vocês vão ver uma chuva de matérias novas aqui no blog.

  • Adriano

    Raphael PH Santos

    A respeito de sua pergunta será o Alex é um anarco-punk? Veja, o movimento Punk tinha uma tendência ideológica anárquica, mas se perdeu muito da essência da ideologia anarquista com interpretações errôneas. O Alex é sim um punk ou um anarco-punk, esse movimento levava a bandeira anarquista, geralmente com atos violentos e desordeiros, e, assim tudo que era: bagunça, desordem, caos, violência, etc., passou a ser considerado como anarquia.

    Jurandir Filho

    Só estou tentando mostrar que você está utilizando o conceito de forma “errônea”. Não sei como explicar melhor sem parecer catedrático, mas vamos pensar assim, pensemos numa sociedade em que não existe governo, não existe por que não é necessário, por que eu como um cidadão vou trabalhar em favor da sociedade, ninguém precisa me dizer o que fazer, eu sei o que fazer, eu governo a mim mesmo, mas não governo outros, não sou chefe de um bando.

    Não acho correto o que o Alex fazia, nem entrei nesse mérito, mas apenas estava querendo mostrar que utilizamos termos que não conhecemos ou utilizamos termos que mudaram de valor, mas que não correspondem com o conceito. Tanto não acho corretas as atitudes do Alex, que digo que ele sofre de uma grave sociopatia, o Alex é um anti-social, ele desrespeita todas as normas sociais. O filme fala sobre muita coisa e uma das questões é exatamente essa questão de que todas as normas são criadas, o ser humano não é sociável por natureza, mas sim por necessidade, o Alex é doente por ir contra essas regras, mas quem disse que essas regras são corretas? Vou parar por aqui para não começar a parecer chato e catedrático.

    Abraços

  • Adriano

    Agora sua colocação está correta.
    Sociopata cai bem melhor caracterizar o Alex.

    Eu devo ter falado anarquia pensando em outra coisa. Talvez a definição da palavra não seja o que o Alex realmente é… Mas anarquia é uma ótima palavra pra definir o Alex: é forte, pouca gente entende e já ligamos a coisa ruim. Hehe. No sentido de bagunça, não de ideologia.

    E nem se preocupe, isso não é chato não. Kubrick adoraria ver o pessoal discutindo seus filmes e suas interpretações. Tomara que outros façam o mesmo, ao invés de ficarem se preocupando a perseguir e atacar os participantes do cast. Valeu!

    Joaquim Henrique

    O meu top 5 do Kubrick é o seguinte:

    1) Nascido para Matar
    2) Dr. Fantástico
    3) Laranja Mecânica
    4) 2001 – Uma Odisséia no Espaço
    5) O Iluminado

    A ordem pouco importa. São todos ótimos. 😉

    Rodrigo e Luise

    Eu vi Dr. Fantástico pela primeira vez há duas semanas. Achei fantástico e engraçadissimo. Adoro o humor empregado no filme.

  • Adriano

    Acrescentando, o conceito de anarquia foi transvalorado, como também o conceito Punk (forma organizada e unificada para modificar a política, de forma subversiva, deliberadamente alternativa à cultura tradicional, de tendência apartidaria) sofreu uma transvaloração, o que era um movimento subversivo apartidario, acabou se tornando um movimento de tendencia anarquista e que pregavam o enfretamento. Claro que não podemos estabelecer um definição para o movimento punk, existem tantas facções que muito da idéia original se perdeu. O movimento anarcopunk, levou o anarquismo na direção da política de identidade, acabando por associar a ideologia anarquista no inconsciente coletivo.

    No filme Clube da Luta podemos dizer que é um filme anarcopunk, o filme prega a ética punk do “faça você mesmo” e a idéia anarquica que você não precisa do Estado, você não precisa do governo, pois “você não é sua conta bancária nem as roupas que usa, você não é o conteúdo de sua carteira, você não é seu câncer de intestino, você não é seu café com leite, você não é o carro que dirige, você não é suas malditas gatinhas” (trecho do filme Clube da Luta).

    Um exemplo bem simples do que é anarquia é o Portal Cinema com Rapadura. O portal pode ser caracterizado como algo de tendência anarquista, afinal, vocês não optaram pela idéia comum de ter um emprego público ou de ser um empregado para serem vocês mesmos empreendedores. Vocês não esperaram que ninguém dissesse para vocês, vocês não pediram permissão para o Estado, isso é um exemplo bem simples, mas isso é anarquia, isso é o governo de si mesmo.

    Até…

  • Adriano
    =======

    Agora você errou. Qualquer coisa montada por livre e espontânea vontade é anarquia? O portal CCR está dentro de um emaranhado de regras impostas pelo mercado, governo e etc. Pagamos taxas e direitos. Seguimos regras de conduta. Não estamos à parte do governo. Os empreendedores são anarquistas? Teu pensamento está completamente errado. Melhor rever os conceitos em relação a isso.

  • Adriano

    Jurandir, estou revendo o que disse, e não encontrei nada errado, acho que você não me compreendeu, disse que era um exemplo SIMPLES, lembre-se que Anarquia não é bagunça.

    Você ainda está pensando em anarquia como algo contra a sociedade, algo voltado para o caos, à margem da sociedade. Releia o que eu disse nas postagens anteriores. Grande parte das Redes Sociais, ONG´s tem essa caracteristica de assumir o controle, nem por isso estão contra o Estado ou violando as leis, estão inserido no mesmo emaranhado de regras impostas pelo mercado, governo e etc., com direitos e deveres, seguindo as mesmas regras de conduta. O membros de Redes Sociais e das ONG´s são empreendedores? Eu entendo que sim, o que quero dizer é que de uma forma SIMPLÓRIA qualquer pessoa que saia de uma posição passiva, de espera por soluções do Estado, que passe a ser empreendedor, acaba assumindo o governo de si mesmo, isso é algo que SIMPLORIAMENTE podemos chamar de anarquia.

    Nietzsche diz que não existem verdades, portanto, se não há verdades absolutas não há motivos para mantermos opiniões absolutas.

    Mas vamos falar de cinema… afinal isso que estou falando não está ajudando em nada para o portal, e Stanley Kubrick mereçe que falemos dos filmes dele.

    Até…

  • Realmente estava faltando um rapadurcast exclusivo do Kubrick talvez o programa mais técnico que eu já tenha ouvido. Espero que seja o primeiro de uma sequência de grandes diretores/roteiristas/etc/etc.

    Naum posso deixar de dar os parabéns e mantenham o nível do programa!
    Abraços

  • Joaquim Henrique

    Jurandir:

    Obrigado por esclarecer pq a quantidade de matérias do blog diminuiram, fui eu que citei acima e fiz o pedido de mais matérias.

    Concordo tbm que as matérias estão repetitivas e o cinema (antigo) era de ouro, anos 70, anos 80, cinema mudo é quase nulo aqui. Gostaria muito de ler e comentar tais postagens!

  • Renan

    Olá!

    Adriano,
    sobre o Anarquismo, compreendo sua aproximação da ideologia com o conceito de empreendedorismo, mas não creio que seja pertinente. Seria reduzi-la ao que ela não é. Anarquismo é a superação de toda AUTORIDADE, entre as quais o Estado é a maior. Porém há outras autoridades passíves de crítica, como a Igreja, a família, a escola etc. E lembrando que anarquismo e comunismo, “a posteriori” são a mesma coisa.

    Sobre o Alex, talvez ele seja a maior pedra no sapato do pensamento anarquista. É fácil bradar contra todo o tipo de autoridade, mas nenhum anarquista responde como proceder em casos de desvios de padrão. Isso porque se alguém sair matando todo mundo e algo for feito para impedi-la, a autoridade estabelece-se novamente.

    Abraços

  • Renan

    Estou ouvindo o Rapaduracast…

    Só para constar, 1964 foi durante o auge da Guerra Fria, apenas dois anos depois da Crise dos Mísseis em Cuba.

    Abraços

  • Adriano

    Renan sim de fato o que você diz procede, mas aí temos que entrar numa série de outras questões. Karl Marx ao escrever O Capital ele cria um método chamado de Materialismo Dialético, nada é constante, tudo está em movimento. Na época de Mikhail Bakunin, não existia o conceito de “empreendedor”, faço a aproximação dos termos por que isso cabe ao método (Materialismo Dialético), mas como eu disse o fiz de uma forma simplória, há diversos teóricos que discutem sobre essa questão de subjetividade, autoridade, sujeito, sociedade, etc.

    Para quem tiver interesse em saber mais recomendo que leiam:

    História da Sexualidade (Michel Foucault);

    Mal-estar na Civilização, Totem e Tabu (Freud);

    Karl Marx (O Capital);

    Deus e o Estado, Estatismo e Anarquia (Mikhail Bakunin);

    O Anticristo, Para Além do Bem e do Mal, Assim Falou Zaratustra (Nietzsche);

    Anti-Édipo, Mil Platôs (Gilles Deleuze e Félix Guattari)

  • Caral***..nao posso perder esse.
    Simplesmente meu diretor favorito.
    Obras magníficas
    Valeu ae rapaduras!

  • Renan

    Olá!

    Finalmente, terminei. Mais um Podcast primoroso, um dos melhores, e o tema ajuda muito né.

    Sobre a questão da ida à Lua, para aqueles que não acreditam, sugiro esse endereço: http://www.projetoockham.org/historia_lua_1.html

    Há respostas científicas para todos os questionamentos dos conspiradores, além de mostrar a suposta foto do Kubrick no set da NASA.

    Sobre “O Iluminado”, às vezes penso nele não como um filme sobre coisas sobrenaturais, mas sim completamente naturais. Um filme de terror realmente, mas um tratado sobre como a mente humana se comporta em meio a solidão, e não em um hotel assombrado, mas é apenas uma conjectura.

    “Laranja Mecânica” é um dos filmes que mais admiro na história do Cinema. E já ques estamos falando sobre questões de autoridade, dá para fazer uma baita de uma digressão sobre o filme!

    Por enquanto é só, parabéns por mais esse Podcast!

    Abraços.

    PS.: Continuo a campanha por um podcast sobre a carreira de Meryl Streep, aproveitando a onda de “Mamma Mia”, agora em setembro.

  • Adriano

    Renan

    Desculpa esqueci-me de responder a questão sobre o Alex, ser a maior pedra no sapato do pensamento anarquista. Penso assim, não há como estabelecermos uma resposta, qualquer tipo de resposta estará baseado em nossa atual perspectiva de sociedade.

    O Alex era sim o sociopata, ele ia contra todas as regras da sociedade, mas a questão de sociedade não é algo definido, assim como a questão do ser humano, quando nascemos não somos mais do que animais, a convivência e a necessidade nos força a adquirir normas sociais, somos submetidos a processos de subjetivação, primeiramente em nossa vivencia familiar, depois nas escolas, por último no trabalho, claro que se isso não for suficiente você é submetido ao sistema prisional ou manicômio.

    O Alex sofreu lavagem cerebral para entrar na norma para corrigir um “desvio”, mas quem estipula os desvios? O que é normal? Ou o que é patológico? A sociedade te violenta tanto quanto o Alex violentava as pessoas, você sofre lavagem cerebral constantemente, vivemos numa sociedade midiática, constantemente somos submetidos a processo de subjetivação, não percebemos, mas está aí.

    No fim do RapaduraCast 71 – Evolução do VHS ao Blu-Ray, tem uma discussão entre o Mau e o Jurandir, mais ou menos ilustra o que quero dizer. Será que você precisa de um Blu-ray? Se você não tiver você será considerado ultrapassado, defasado culturalmente, mas e aí, que disse que eu preciso disso?

    Acredito que são essas as questões de Laranja Mecânica. O importante não é a resposta mas sim a pergunta.

    Até…

  • anonimo

    stanley kubrick é para os cults o que george lucas é para os nerds

  • Robson ezyksnosbor

    Adorei esse podcast, era tudo que eu precisava!

    Sou super fã de Stanley Kubrick. O cara me mostrou que o cinema pode ser dividido em duas categorias: Cinema como sétima arte, que abrange filmes fantásticos e bombas desprezíveis, afinal, no cinema tudo é arte; E cinema só como Arte, mostrando que quando se faz um filme não significa que ele deve ser tratado apenas como imagem e som numa tela grande, não apenas como outro super filme que vai ficar pra história, não apenas como outro filme para a minha coleção. Stanley Kubrick é uma dessas pouquíssimas pessoas que o mundo jamais esquecerá. Ele não foi um grande gênio do cinema, foi um grande gênio do povo, porque fomos nós que ganhamos com ele. Um grande abraço a todo pessoal do cinemacomrapadura, continuem assim, em time que tá ganhando não se mexe.

  • Harald Stricker

    Ah, não! Pera lá, pera lá, pera lá!!!!
    A nerdice não é composta por ignorantes que somente amam o pop! A cultura sofisticada também é acolhida no mundo da Nerdlândia, meu caro… meu caro… “anônimo”.

    Stanley Kubrick é, sim, assunto para cults e nerds.

  • Matheus A. M. – Natal/RN – 22 anos

    os links de nascido para matar e a refilmagem de laranja mecanica são os mesmo…

    tem que corrigir isso…

    de resto, VCS SAO D+!

  • Corrigido, Matheus! 😉

  • anonimo

    eu tambem sou nerd mais gosto mais de kubrick como voce “harald” entao somos nerds cults

  • Gustavo

    Ahhh, não terminei de ouvir o cast, mas só pra responder a todos, mas acho que principalmente o Mauricio Saldanha, sobre a “conspiração da lua”.

    Existe esse site sobre a “conspiração”, http://www.afraudedoseculo.com.br/, que mostra os principais aspectos da dita fraude. Respeito muito a opinião do Mau e do resto do … cast do cast! Mas parar pra pesquisar um pouco e não assassinar a física mostra que a viagem à lua além de possível é relativamente simples de ser feita.

    Um dos problemas com o vídeo e fotos citados pelos “pró-conspiração” são as sombras, uma para cada lado (que na verdade é resultado de uma ilução diótica). Se Kubrick dirigiu o filme, ele ia cometer erro tão bobo, sendo tão perfeccionista?

    A kodak pode ter falado que o filme não suportava as temperaturas na Lua(e se foi um cara que fabrica filme, e não um físico, eu acredito que tenha dito isso), mas eu abro um quetionamento simples, pra ver se vocês entendem : Como um filme fotográfico não resiste a temperatura da Lua (123 graus na parte iluminada), mas um humano sim?
    Antes de falar que o humano NÃO foi pra Lua, deixa eu explicar como é essa “temperatura da Lua”.
    Aqui na Terra, o AR fica quente, aquecendo a Terra, nós, os animais, etc. Na Lua não tem atmosfera pra esquentar nada, então a única temperatura é do próprio CHÃO da Lua, não da atmosfera dela (que não existe, portanto não pode afetar nada). A forma de transmissão de calor no vácuo é por radiação dos raios solares. Com uma cobertura especial (de material que reflita os raios infravermelhos), você reflete praticamente todos os raios, que então não aquecem nem um pouco, seja o astronauta, seja o filme. No “frio”, é a mesma coisa. Só deixar a câmera selada em uma caixinha especial. Assim como os astronautas.

    Coincidência com o filme 2001 : Uma Odisséia no Espaço?
    NÃO! Acredito que o filme possa ter sido resultado da sociedade na época. Em 1957 a URSS lançou o primeiro satélite. Em 1961 a URSS lançou o primeiro homem ao espaço, e foi iniciado o projeto Apollo nos Estados Unidos. Com todo esse furor espacial, nada mais normal do que filmes que envolvam o espaço.

    Agora vou lá ouvir o resto do podcast, parabéns pra todo mundo, mais um cast maravilhoso.

    Abraços!

  • Rapaz, também estava com medo que o cast da semana tivesse algo ligado à estréia de “A Múmia 3″…ufa! rsrs

    …passado a preocupação, só posso dizer:
    -Kubrick!??! Fenomenaaaaaaaaaaaal

  • Agora me diz. Tem algum post na história da tv brasileira com comentários tão bons quanto esses? MARAVIIIILHA!

  • Macho véi, tem não!!!
    São comentários ” nunca vistos antes na televisão brasileira”.
    Agora lembrei de como conheci o trabalho de Kubrick. Nos meus 17, quando estava me alistando no Exército Brasileiro, ele passavem um vídeo com uns “takes” de “Nascido para Matar”, incluindo a famosa cena no banheiro do alajamento, na noite que antecedia a formatura dos recrutas do Sargento Hartman.
    Depois da sessão “motivadora” só se ouvia: “É, acho que vou pra casa que é mais seguro”.

  • ops!
    *eles
    *passavam

  • Belle Atayde

    to adorando o cast v6 são d+

  • Gustavo >>>
    Antes de falar que o humano NÃO foi pra Lua, deixa eu explicar como é … A LUA! hhh

    pensei que tu ia dizer isso!

    obrigado pelo comentário, uma aula sobre crença. Grande abraço!

  • Leonardo Cruz

    Pô cara, é obvio que o homem FOI para a lua, vou dar só um argumento:

    Os Russos, ou soviéticos, tinham satélites por ali, você acha que se nada tivesse acontecido eles não teriam tirado fotos e desmentido os americanos?

    Todos os outros argumentos como sombras diferentes, céu sem estrelas etc etc, já caíram por terra faz muito tempo.

    e finalizando, mudando de assunto:

    Eu sei que o Jurandir ja encerrou esse assunto mas eu não consigo aguentar, peço perdão por falar isso mas, caraca, eu não consigo imaginar o RapaduraCast sem o Mauricio, ele é um toque crítico e de deboche que é indispensável no programa.

  • Joaquim Henrique

    …Enquanto isso Kubrick chacoalha no túmulo… Pois o tema principal virou “A Lua”……

  • Luh

    😯
    legal o/
    conheci o site pelo “monacast-comédia romântica”, e já de cara me deparo com o Kubrick, demais!
    Já estou baixando e olhei que tem muita coisa boa, tô doida para escutar do Batman,Hulk,Wall-e e cia.
    😀
    Os filmes dele, são ótimos, O Iluminado é um filme por exemplo que não tenho coragem de assistir a noite,aquele labirinto dá maior aflição e aquele hotel então =S

  • Gabriela – Porto Alegre/15 anos

    Kubrick! O diretor responsavel por me introduzir ao cinema.
    Quando eu tinha 12 anos vi O Iluminado no SBT e minha cabeça explodiu! Eu senti medo até certo ponto do filme,até que eu enlouqueci(na cena final no labirinto)e torci muito pro Jack matar aquele gurizinho e a mãe dele e fiquei revoltada com o final… porém no outro dia eu tava pensando no filme,e comecei a imaginar se,por acaso,eu,minha mãe,minha irmã e meu pai fossemos parar num hotel isolado do mundo,será que ele também enlouqueceria e tentaria matar a gente? O.O aí eu senti medo de verdade do filme,mas relaxei depois(graças a Deus). E a partir desse filme eu me interessei por cinema de verdade,pela primeira vez eu queria saber nome do diretor,dos atores,em que foi baseado o filme,me interessei por literatura por causa desse filme e sai correndo atras do livro,enfim,foi um divisor de aguas na minha vida e um cast de quase 2 horas sobre ele foi um presente =).
    E sobre Laranja Mecanica,quando eu vi tinha uns 13 anos e fiquei chocada,amedrontada mesmo. Assisti o filme até o final mas totalmente perplexa,e pela pessima sensação ao ver o filme eu criei uma grande repulsa por ele,dizia que não gostei e pronto. Eu nunca tinha visto um filme daquele jeito,um soco no cerebro mesmo,com nudez excessiva,violencia,estupro,foi horrivel,mas vendo vocês discutindo sobre o filme,passei a ve-lo com olhos diferentes e cheguei a conclusão de que o filme era pra chocar mesmo,mostrar o mundo bizarro que a gente vive e incomodar,afinal existe algo que incomode mais o ser humano que o inexplicavel e o irreparavel,afinal que motivo tinha o Alex pra agir daquele jeito? e como evitar ou resolver um problema daquele? e o pior,aquilo existe mesmo,nossos filhos,amigos,irmão e até nós mesmos podemos nos “desviar” aquele ponto! E por eu ser bem nova na epoca fiquei mais horrorizada ainda,não que eu não soubesse que aquele tipo de coisa existia e sim pelo fato de ver tudo aquilo de forma tão nua e crua ali,na minha frente. Laranja Mecanica é sem duvida o filme que mais me abalou até o dia de hoje e até o momento eu não faço a minima questão de revelo…

    Mas é isso aí,ótimo cast,sem duvida no top3 rapaduracast.

  • Renan

    Olá!

    Sobre “Laranja Mecânica”, um grande trunfo da história é o principal chute que levamos. Começamos a ver o filme acompanhando a ultra-violência do Alex, o que o transforma, teoricamente, no vilão. Assim, quando ele é preso para ser “corrigido”, somos surpreendidos ao não saber mais quem é realmente violento, Alex ou o Estado? Nossas expectativas são destruídas.

    Grande parte desse efeito é graças ao talento de Malcolm Macdowell, que constrói um anti-herói impossível de ser odiado.

    Outra questão que gosto de pensar em “Laranja Mecânica” é a lição de ética e virtude que história nos traz. Hoje, a virtude é considerada autêntica quando é desinteressada. Dessa forma, uma norma só possui valor se entendemos esse valor e não apenas a seguimos por ser obrigados. Assim, a “cura” de Alex não o transforma em um indivíduo ético, porque na verdade ele não possui ESCOLHA, ele não entende o valor das normas. E isso é explícito na última cena do filme.

    MAURÍCIO,
    Gostei da aproximação que você fez entre a cena dos macacos brigando em “2001” e a violência da gangue de Alex, muito boa sacada!

    Abraços

  • Não posso dizer que Kubrick é meu diretor favorito pois isso seria hipocresia minha. Até hoje só assisti “Laranja Mecânica” e por sinal foi semana passada. Achei fantástico. A cena do estupro é sinistra e ao mesmo tempo hilária. Agora quando lembro de “Cantando na Chuva” eu lembro-me de Alex como interprete e não Genne Kelly.

    Laranja Mecânica retrata a violência urbana de tal forma que dar inveja a Martin Scorsese. A cena dele chicoteando Jesus, Meu Deus. Que cineasta Louco, Ausado, Genial! É por isso que Kubrick ganhou mais um admirador.

    O trabalho do diretor é pouco conhecido relamente. A injustiça da academia nunca prestigiá-lo com um Oscar jamais desceu goela abaixo dos cinéfilos, da mesma forma com acantece com Hitchcock, que merecia um espaço por aqui não acham? Esse último eu assisti a todos os filme e o cara é outro gênio.

    Mesmo que pouco conhecido… é impossível alguém nunca ter ouvido sequér a trilha sonora de “2001: Uma Odisséia do Espaço”.

    Assisti “De Olhos bem Fechados” há muito tempo e odiei o filme, só vi até o fim pra ver os peitinhos da Kidman! 😛

    Cast muito bom, homenagem merecida, saindo daqui vou atrás de “2001…” e dos outros, queria parabenizar Bruno Mendonça pela enciclopédia de Kubrick que ele tem na cabeça.

    Abraço!

  • Joaquim Henrique

    Bruno Mendonça:

    Kubrick recusou dirigir “Exorcista II – O Herege” (ou seja, a seqüencia) e não “O Exorcista” original de William Friedkin.

  • Leonardo Cruz

    Uma perguntinha pros rapaduras….Vocês tem interesse em fazer um programa sobre animaçao japonesa? São filmes do mesmo jeito, tem filmes bons, filmes ruins e muitos filmes e séries em anime ganham tranquilamente de muitos filmes americanos.

  • A iniciativa das transcrições realmente muito legal. Esse é o site que eu frequento que vejo claramente, que mais se preocupa assim com os visitantes. Só posso dizer parabéns.

    O lance de Kubrick ter influência da fotografia, explica muito o quanto “a fotografia” de seus filmes seja tão perfeita.

    Bem, a exemplo do Raphael Moreira não posso dizer que sou cara que viu muitos filmes do Kubrick. Eu vi Laranja, sei da existência de 2001 e claro entendi a referencia em Wall-E, e não tive estômago para ver Nascido para matar.

    A descrição do Dr. Fantástico, por vcs me fez ficar interessado em alugar, ou catar em algum sebo, supermercado, ou lugar da face da terra que tenha esse filme. Para assistir, pois é hilário.

    Alex do Laranja Mecânica, é o único cara mais assustador do que o Coringa de TDK, na frente deles só Anthon de No country for old man.

    Exorcista por Kubrick: “Repete, repete”. Muito bom. rsrs.

    O iluminado: esse influenciou um clip do Slipknot, e aquela cena de Stallone Cobra, na parte que o cara da machadada para pegar a Bridge Nielsen. Tá meu 2.°lugar de filmes que tenho medo de ver. O 1.° é o Exorcista e o 3.° O Albergue.

    Valeu Seres Rapadurianos. Esperamos vcs falarem da cinebiografia de Nolan e pq não Steven Spilberg em 2 partes.

    Fui!!!

  • Olá pessoal

    Já baixei o cast, mas ainda não tive tempo de ouvir

    Quanto a polêmica em torno do cast passado….. (sim eu passei lendo todos os comentários sim) Sou sincera sim, não estava preparada para o tema, não assisti a maioria dos filmes citados e nem das séries citadas, estava representando cada um de vcs ouvintes.
    Todos aqui tem direito de opinar sim quem está certo ou errado cabe a cada um ouvir e julgar opiniões existem e este espaço está feito pra isso. O que nós já sabíamos é que depois do lançamento de Batman The Dark Knight todos estavam esperando que a edição 87 tivesse uma “caída”.
    Mas agora ficar criando polemica e armando o barraco por aqui não leva a nada, por isso não falei mais nada nos comentários do cast passado pensando que a poeira fosse abaixar…..

    Mas infelizmente quando abro essa edição a polemica continua, ainda pior, podem falar o que quiser, mas agora vir aqui neste espaço (que aliás é público) pra me chamar de burra foi demais…e estou me referindo diretamente ao Sr Dario… só agora vi o comentário da figura alí em cima… senão já teria respondido para o sabichão ali faz tempo

    Sendo assim faço um convite para ele…. participe também de uma gravação cujo tema vc não conhece e vamos ver se vc é tão bom, quanto acha que é….

    Sem mais para o Sr. Sabichão….

    Não pensem que eu vou sumir, minha participação não pode ter sido boa ou não pode ter agradado a muita gente, mas continuo ouvindo todos os podcast e continuarei comentando aqui sim….

    E desculpe Jurandir, eu sei que vc não quer causar mais tumulto, mas depois do comentário do daquele tal de Dario, dessa vez eu não pude me conter.

    Assunto encerrado, Volto assim que ouvir essa edição 88…

    Beijos para todoooos do CCR

  • Guga – Piracicaba SP

    Galera do RapaduraCast, acabei de ouvir pela segunda vez o especial do Kubrick, e tenho certeza que não será a última! Esses especiais com diretores são sensacionais, também adorei o do M. Night Shyamalan. Posso sugerir um sobre Hitchcock? Ele merece.

    Meu top 5 do Kubrick:

    1 – Laranja Mecânica
    2 – 2001
    3 – Nascido para Matar
    4 – O Iluminado
    5 – Dr. Fantástico

    A ordem tá sempre mudando, mas os filmes não. 🙂

    Quando vi 2001 pela primeira vez, fui atrás do livro pra tentar entender melhor, e o recomendo a todos. Muitas das coisas que passam batido no filme estão bem mastigadas no livro, tipo “depois que eles aprenderam a usar as ferramentas, nunca mais passaram fome”. Eu li isso, fui lá no filme e confirmei. Realmente os homens-macaco antes da descoberta eram de dar inveja à Gisele Bundchen, e depois ficaram mais saudáveis, musculosos. O livro é tão bom quanto o filme, mas se quiserem uma explicação definitiva pro final do filme, esqueçam, porque o do livro é diferente. E mais enigmático ainda, se vocês acreditarem.

    Tem uma hora no cast que alguém fala da idade da Lolita no filme ser 16, mas no livro ela tinha 12. Vá ser pedófilo assim na Rússia! Quando saiu a versão do cara de “Atração Fatal”, lembro que aumentaram a idade dela pra não ficar tão chocante. Kubrick deve ter pensado o mesmo.

    Pra terminar a aula de literatura, o final do livro “Laranja Mecânica” é completamente o oposto do do filme. Kubrick pulou totalmente o último capítulo, onde —SPOILER— Alex está no Korova Milkbar com seus novos drugues e de repente se sente muito cansado e nos diz que de uns tempos pra cá já não vê mais tanta graça na boa e velha ultraviolência, abandona seus drugues e sai para a rua, perambula um pouco, entra em outro bar e fica olhando um casal apaixonado, formado por ninguém menos que Pete, seu antigo drugue dos tempos de ultraporradaria! Casado e feliz, com uma linda esposa e um bigode (não na esposa, nele). Depois de um papo melancólico, o livro termina com Alex percebendo que só existe um meio de preencher o vazio dentro dele, e não é com um Big Mac, é com uma esposa e filho, porque ele já tá muito velho pra continuar fazendo o que fazia. Afinal, ele já completou 18 anos! 😯

    Ou seja, taí a prova da genialidade de Kubrick. Se ele inclui esse capítulo no filme, “Laranja Mecânica” não seria a obra de arte que é hoje.

  • Parabéns galera!!!
    Queria só comentar uma coisa, depois que comecei a escutar o Rapaduracast, (já faz um bom tempo ;), minha relação com filmes mudou. Ainda estou longuíssimo de ser um cinéfilo, e nem quero, mas agora presto atenção nas coisas, e nas histórias das histórias.
    Obrigado por “abrir” mais meus olhos.

    Valeu

  • MEU DEUS! Foi demais mesmo….
    Acertaram mais uma vez em cheio. E a participação de Bruno? Primorosa. Se no meu comentario do cast anterior, eu tinha “reclamado” da falta de “participação dos participantes”(jogadinha)….a desse cast foi maravilhosa

  • Ronald Luis – 23 anos – Fortaleza/CE

    Nao tenho palavras para comentar este cast.

    Nao sei nada de cinema, pois ainda nao vi Kubrick!!! 😯

    Preciso rever meus conceitos sobre o que é cinema… Assim como o Jurandir fez.

    Os comentarios estao em um nível excelente… Muito bom mesmo.

  • Edson Gomes

    Adorei o Cast…

    Achei muito interessante a suposta montagem da chegada do homem a lua pelo Kubrick

    Parabéns e continuem assim

  • CleideJapa>>>

    sabichões são todos aqueles que podem comentar aqui, com seus nomes falsos, a.ka. alias, etc. sabichões?
    fico triste em ver que esse espaço de comentários tornou-se reunião para comentar sobre aspectos psicológicos dos integrantes do cast, e ou/ participantes.
    Quando lá em cima diz: RAPADURA BLOG – assistir a um filme é apenas o começo, jamais pensei que o desenrolar seria uma novela das 20:00…

    Cleide, te adorei e tu sabe. quanto aos comentários, temos nós, que partcipamos, que produzimos, que sim, amamos cinema, sermos os sabichões, e relevar toda e quaisquer apresentação que não seja amor pela sétima arte.
    aqueles que aqui chegam, e ocupam a grade de comentários para outro fim que não cinema, por favor, que vergonha. vergonha!
    rapaduracast se torna pesado, algo que não é, mesmo com discussões, brigas, etc, todo mundo se ama ali. amigos que amam cinema, e o cinema sim nos ama, pois é verdadeiro, ali, tudo. desde o assunto que escolhemos, ao jeito que desenvolvemos. tem sotaque? tem sim senhor! tem chute no saco? tem sim senhor! tem palavrão? tem sim senhor! tem amor?! tem , sim! semhor!

    isso me basta, saber que trabalho com profissionais e amadores, pois sim, amam o que fazem.

    ponto, fim da novela ruim.

    Kubrick é gênio, amei todos os filmes dele que eu vi. os que eu não vi, logo serão vistos. agora comcordo com o set list de Juras. Os que ele coloca ali, quem não asssistir antes de morrer, ao céu será presa fácil no quiz show do todo poderoso!

    amém

    bj pra todos

  • NerdSagaz – 25 anos – São Vicente

    Olá Galera!

    Ajudem na campanha “Podcast de Verdadade tem versão .ZIP !”

    Essa campanha visa estender o alcance a todos os usuários online que são barrados pelos firewalls
    da vida e ficam restritos a esperarem chegar em
    casa para ouvir o seu podcast amado.

    Estou estendendo esta campanha a todos os podcasts
    que tem espaço para comentários (mesmo os que já
    têm versão .ZIP).

    Peço a ajuda de todos os ouvintes:

    PEÇAM AOS PODCASTERS QUE DISPONIBILIZEM UMA VERSÃO .ZIP

    Estendam a campanha todos os podcasters do mundo! Enviem e-mails, postem comentários,
    etc…

    Valeu galera!

    NerdSagaz – 25 anos – São Vicente – SP.

  • Maurício

    “fico triste em ver que esse espaço de comentários tornou-se reunião para comentar sobre aspectos psicológicos dos integrantes do cast, e ou/ participantes.”

    Quem começou foi eu?

    Concordo sim que isso já está virando vergonha, agora se alguém aqui ta achando que vou ficar de trouxa aqui agüentando comentários de nível que considero inaceitável sobre minha pessoa se enganou e sim todos podem comentar por isso apresento minha defesa, não falei nada sobre nenhum integrante do cast aqui, falei especificamente sobre a pessoa que me criticou, é do meu direito me defender. Lavo minhas mãos sobre demais integrantes ou ouvintes que gostaram ou não do cast passado, afinal ta ali pra todo mundo ouvir e ouve quem quer.

    Sem mais

  • Yuri

    Arrasou, Mau. /o/

  • Yuri

    Ih, CleideJapa acho que vc n entendeu =/
    Pelo menos, pelo que eu entendi, Mau tava te defendendo, e falando de quem falou mal dele e de vc.
    Todo mundo tem direito de se defender aqui…

  • ok Yuri

    desculpe se entendi mal

    também não disse que o Mau só defendeu o cara lá em cima….entendo a indignação do CCR com a baixaria que isto está virando

    encerro esse assunto aqui

    minhas sinceras desculpas

    sabe que também AMO todos vocês e não me arrependo nem um pouco de ter participado do rapaduracast

  • CleideJapa, três palavra: “Adorei tua participação”.

  • Adriano

    Ao pessoal do Portal Cinema com Rapadura, já que falaram de Kubrick, vocês poderiam falar também de Ernst Ingmar Bergman.

    Se alguém não conhece, é um dramaturgo e cineasta sueco. Fez filmes como: O sétimo selo (1956), Morangos silvestres (1957), A fonte da virgem (1959), Persona (1966), etc. Bergman não é tão “pop” quanto Kubrick, mas fez do cinema uma obra de arte!

  • Adriano, Bergman, COM CERTEZA, está na lista! Não só ele, como vários que foram escritos nos comentários anteriores..

  • Rinaldo Ramone

    Stanley Kubrick é um GENIO mesmo!
    Eu assisti um filme dele, Laranja Mecanica e fiquei impressionadissimo!
    ficava voltando as cenas para ver de novo e ficava imaginando o que passava na mente dele quando ele estava escrevendo/dirigindo aquilo!
    Que incrivel!
    Depois ouvi falar muito sobre todos os outros filmes dele, mas nunca tinha parado pra assistir. Na sexta aluguei na minha locadora on-line O Iluminado… e pra minha surpresa, no fim da tarde quando fui entrar no RC pra baixar o arquivo e ouvir na volta pra casa (já que na vinda pro trabalho eu ouço o nerdcast)… Kubrick!
    Pulei a parte do spoiler do final e to com o filme aqui na mão, assisto ele hoje a noite. De novo acho que eu vou tentar entrar na mente desse genio!
    Já recomendei o cast pra um amigo meu e ele adorou.
    Fora o fato de eu ter me passado por “Cult” no final de semana por ficar fazendo comentarios sobre os filmes de Kubrick pra todos os meus amigos! hauahuahauh
    E pra ajudar ainda fomos assistir a BOMBA que é o Mumia III… fiquei comparando cada m*rd* do filme com as genialidades do Kubrick.
    Parabens galera do Rapadura Cast!

    PS: Adoro os comentarios do Mau, ele é uma mini-enciclopédia do cinema! Sempre pontual e preciso! nunca deixem de convida-lo para o cast!
    o/

  • Yuri>>>
    isso ai! tu pegou!

    Cleidejapa!
    te adoro, e tu puxou meu manifesto. ok? no melhor dos sentidos! por isso teu nome ali, eu não tinha me manifestado antes de ler o teu comentário.
    bjs e VAMOS FALAR DE CINEMA!!!!!!!!!!

    em irreverssível, ao fim, um poster de 2001 – uma odisséia no espaço, decora o quarto de monica belucci. simples decoração? e o movimento da câmera ao longo do filme? teoriza com a gravidade? e no filme irreverssível sempre é citado: somos primatas!

    gaspar noé, diretor de irreverssivel, homenageia, sutilmente, 2001- uma odisséia soberba!

    abs

  • Daniel, 36 anos
    Epsódio fantástico do simplesmente fantástico Stanley Kubrick.
    Parabéns!!!
    depois de ouvir esse programa fiquei maluko e estou desesperado procurando os filmes de Stanley Kubrick…. loko!!!

    Parabéns!!!
    Abraços,
    Daniel

  • Senhoras e Senhores, depois de vir a tona para falar dos injustos comentários sobre o Mau, agora depois de várias discussões fomentadas vim a tona.

    Para mim o homem não foi a Lua. Mas e daí. 2001 é mais legal que o vídeo do homem da Lua. Tem mais conteúdo, discussões e possibilidades de interpretação que uma pseudo-conquista espacial. Acreditem, isso é fantástico.

    Laranja Mecânica foi encarado na Inglaterra como Clube da Luta no Brasil depois da chacina no cinema. Vários crimes, roubos e estupros foram atribuidos a grupos de jovens, deliquentes. O filme chegou a ser tirado de cartaz na ilha Britanica e não mais colocado.

    E quando Jurandir usou a palavra ANARQUISTA não se referia a ideologia, mas sim ao significado de arruaceiro. Mas acho que isso já deu muito pano para manga.

    Meu top 5 é:

    1 – Dr. Fantástico
    2 – Laranja Mecanica
    3 – 2001
    4 – O Iluminado
    5 – Nascido para Matar.

    Obrigado pelo carinho, pelos elogios e comentários de todos sobre minha participação. Parabéns Rapadura. Este sim é o melhor podcast do mundo!

  • Edson Silva

    No livro “The Shining” o apartamento onde o filme se desenrolava era o de número 217. Atendendo a um pedido do dono do hotel onde O Iluminado fora filmado, que temia que as pessoas não mais alugassem o quarto 217 por causa do filme, o número do apartamento foi alterado para 237, inexistente no hotel em que o filme fora rodado.

  • Gabriel Vargas

    Excelente podcast…esperando agora os podcast de Woody Allen e Alfred Hicthcook 😀

  • Rui Gomes

    Eitaaaa !! Parece que sou um dos poucos que não gostam do Kubrick 😳

  • Excelente “RapaduraCast”, comentários legais, pouco humor e mais uma grande discussão sobre as obra desse grande mestre imortal da 7ª arte.

    Merecia mais um cast!

  • Ei Maurício Saldanha, fala sério, ter medo de assistir O Iluminado de noite é o cúmulo hein? De noite que ele fica mais emocionante!

    PH, rachei de rir com o teu comentário qdo os gêmeos, que estão brincando, te chamam para participar da brincadeira!

  • Rui Gomes

    Você já assistiu pelo menos 1 dos filmes que citei? Dr. Fantástico, O Iluminado, Nascido para Matar, Laranja ou 2001? Se tiver visto 3, desses 5, é difícil não gostar dele. 😉

    Diego Andrade

    Quem disse que não assistiu O Iluminado a noite fui eu. 😆

  • George Alberto

    Salve galera do ccr!!!Fiquei maravilhado com o esse podcast de Stanley Kubrick,pois nao o conhecia e graças a vcs,com esse trabalho magnifico que hoje faz o cinema com rapadura,um portal nao so de lazer e entretenimento mais tambem uma fonte de cultura;coisa tao rara que falta ao nosso pais!Passei ao conhece-lo e adimirira-lo por tratar do profundo do ser humano!Agradeço a vcs pelo otimo trabalho e continuem assim!!Obrigado mesmo e de coraçao!!!Abraços! 🙂 🙂

  • André Coelho

    Rapaduras!
    Parabéns pelo magnífico podcast!
    Eu sou um fã maluco do Kubrick. Ví todos os filmes do Kubrick, apartir do ‘Glória Feita de Sangue’.
    O primeiro filme dele que eu vi, foi o maravilhoso ‘Laranja Mecânica’. O filme me encantou totalmente. A estética, a direção, edição, a história, a análise. Foi um filme que mudou completamente a minha maneira de ver o cinema e o mundo, ao lado de ‘Magnólia’ e ‘Clube da Luta’.

    Maravilha, maravilha. Foi bom ouvir opniões e curiosidades sobre esse gênio que é Stanley Kubrick.

    Abraços!

  • Felipe “Stoker” Goulart – Caxias do Sul – Rio Grande do Sul – 19 anos

    FODA FODA FODA FODA…

    Eu me levanto e aplaudo esse gênio do cinema…

    Qual é o único diretor do cinema, que consegue fazer uma criança ver um filme, LENTO, mas LENTO mesmo, e deixá-lo apaixonado pelo filme, STANLEY KUBRICK, e a criança sou eu.

    Me lembro de madrugada na Globo, eu sentado e vendo aquela esplosão de cores, AQUELA MÚSICA, nossa SEM COMENTÁRIOS, tem horas que vc quase dorme, mas mesmo assim é FACINANTE, estou falando do 2001 Uma Odisséia no Espaço, UMA VERDADEIRA OBRA PRIMA, de todos os tempos. Muitas dessas ficções baratas de hoje em dia, em que são investidos milhões e mais mil~hoe não chegam aos pés dessa verdadeira obra-prima… NOSSA, EU PERCO O FOLEGO, vendo aquele espaço sideral, e aquela música FORA DE SÉRIE…

    PERAI PERAI PERAI, eu ainda não termine, nem cheguei na metade. E LARANJA MECÂNICA??? NOSSSSSSA SENHORRAAA, a melhor interpretação de Malcolm MacDowell, Deixa essa merda moderna de Jackass no chinelo, simplesmente humilha, que nem foi comentado no cast, quando é cantado Gene Kelly, EXTREMAMENTE MACABROOOOO. Um dos filmes mais fascinantes, que marcou a minha vida.

    Marcado Para Matar então, vi no SBT, NOSSA, achei muito, mas muito violento. Deixa Capitão Nascimento comento moscas. É aquele filme que vc simplesmente não consegue piscar. Cada palavra do Artman, era um pulo meu no sofá.

    O Iluminado, Jack Nichonsol, MACABRO, outro filme lento, repetitivo, mas em momento algum ruim, tirando a parte mais assustador que é aquela velha pelada, o filme assusta muito, mas creio que quem roubou toda a cena do filme foi Jack Nicholson, vc acompanha cada expressão do rosto dele para ver o que ele pode fazer, se vai ser algo bom ou ruim.

    Spartacus, considero um dos maiores clássicos antigos, assisti com meus 15 anos, e fiquei fascinado com o esforço para fazerem filmes como aquele na época. Outro filme extremamente longo, mas que não cança por um segundo, bela atuação de Kirk Douglas, um fim memorável. Nota 10.

    DE OLHOS BEM FECHADOS, Nicole Kidman, PUTSSSSS, ela aparece nua, put* que pariu, além de uma mega atuação, ainda temos a honra de ver aquele rosto perfeito, juntamente ao seu corpo, apesar de apelativo, gostei muito do filme, Nicole Kidman está em umas de suas melhores atuações para mim, sexy como nunca. Aquela cara de segundas intenções dela, e aquela parte que ela aparece com a blusa branca transparente, da de 10 a 0 em muita mulher que aparece pelada.

    RESUMINDO, acompanhei praticamente todas essas verdadeiras obras-primas de Stanley Kubrick, e com uma razão eu digo, ele é um verdadeiro Gênio, são daqueles que realmente deixam saudades, aquele tipo de pessoas que falta em nossa época. Levanto e aplaudo de novo.

    CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP

    Valeu seres rapadurianos.

  • Bob

    Grande cast, se tivesse 3 horas de duração acho que ainda seria pouco, mas como tudo na vida passa rápido o rapadura cast não fugiu à regra.

    PS.: Não concordo com o ponto de vista do Mau, acredito que a interpretação do Jack Nicholson foi impecável e um tom dramático apenas um pouco menor não passaria tanta credibilidade a aquele papel lunático que o Jack interpretou.

  • Adriano

    Bruno Mendonça

    Ferdinand de Saussure diz que não existe Significado destituído de Ideologia.

    Jurandir

    Depois que sair o RapaduraCast de Ernst Bergman e um de Roman Polanski, eu poderei morrer em paz!

    Grato

  • Bom, acabei de escutar esse que para mim foi o mlehor podcast de todos os tempos da televizão brasileira!!!

    Notei que o convidado especial do programa com certeza assistiu ao documentário “Stanley Kubrick – A life in pictures” pois quase tudo que ele citou (de forma brilhante) estava lá no documentário.

    Enfim, falar de Kubrick é falar de cinema! e isso vocês conhecem como ninguém! agora fico na espera de mais podcasts como esse! quem sabe um do Scorsese? mas por favor se forem realizar um programa dele considerem a possibilidade de um rapaduracast de 2 horas de duração (pois a filmografia dele é muuuuito maior que a do Kubrick)

    Sem mais delongas, parabéns pelo melhor podcast que já tive o prazer de escutar! segue meu TOP-KUBRICK:

    #01.- 2001 uma Odisséia no Espaço
    #02.- Laranja Mecânica
    #03.- Nascido para Matar
    #04.- Dr. Fantástico
    #05.- Iluminado
    #06.- De Olhos bem Fechados
    #07.- Barry Lyndon
    #08.- Glória feita de Sangue
    #09.- Lolita
    #10.- O Grande Golpe
    #11.- Spartacus
    #12.- A Morte passou por Perto

  • 22 anos – MG

    Eita, a coisa pegou fogo aí… huehuehuehue

    Antes de mais nada, queria deixar aqui a minha observação:
    MauMau, continue sendo quem vc é, independente do que estão dizendo. Parece que algumas pessoas estão se sentindo incomodadas com a sua personalidade, mas, cada um tem a sua, fazer o que?
    Tu sabe que desde o início eu fui a favor de sua permanência.

    Sobre o Cast… Claro que foi bom! Ainda mais esses assim, comentando o trabalho de uma só pessoa. Adoro quando vcs fazem isso, sejam diretores ou atores.
    Só fiquei triste que, pelo visto, muitos de vcs não serem apreciadores do King, hehehe. Existem livros dele realmente ruins, mas O ILUMINADO é muito bom.
    Minha única reclamação quanto a adaptação é a mudança do número do quarto que o Kubrick pôs. Ao invés de ser 217 é 237. E o motivo é ainda mais tosco. Dizem ser pq o dono do hotel ficou com medo que não alugassem mais o local pelos clientes ficarem com medo.
    O final até tinha me decepcionado tb, mas depois entendi. No livro funciona melhor com a explosão, e no filme funciona melhor com o congelamento, proporcionando mais medo psicológico e nervosismo.

    Eu tb cometi um pecado, Juras. Nunca assisti ao LARANJA MECÂNICA, hehehe. Mas já resolvi isso. Acabei de fazer um pacotão de compras. LARANJA MECÂNICA, DR. FANTÁSTICO, LOLITA, O ILUMINADO e BARRY LYNDON. Achei que fosse esvaziar a carteira com tanto filme, mas até que os títulos estão baratos!

    E pra comentar tb a adaptação do próprio King, só gostaria de dizer que:
    Achar ruim eu não achei, até pq, pelo que eu sei, as adaptações do King sao feitas pra tv (me corrijam caso eu esteja errado). Gostei por ele colocar algumas passagens do livro exatamente iguais na cena. O elevador abrindo cheio de balões e indícios de que uma grande festa estava acontecendo no hotel enquanto ele está vazio é de arrepiar. Entre umas outras cenas que nos fazem lembrar o livro.
    Acho que essa é a grande diferença. Kubrick passa a visão que ele tem da obra adaptando da melhor forma para o cinema, já o King apenas põe nos filmes exatamente ou quase exatamente como no livro, não importando quanto tempo o filme durará. O que os fãs adoram. Só que a verba não é tão grandiosa, né? E o diretor não é dos mais brilhantes, hehehe.

    Abraço rapaduras!

    Aguardo mais casts sobre diretores! Sobretudo do Guillermo Del Toro!!! (mesmo sendo pedir demais)

  • Joaquim Henrique

    Adriano:

    Vc já assistiu a Trilogia do Silêncio???
    “O Silêncio” é um dos melhores filmes que ja vi!!!
    Do Bergman gostei muito de “Morangos Silvestres”, “Sonata de Outono”, “O Sétimo Selo”, “Trilogia do Silêncio”!!!
    E já não gostei de “Fanny & Alexander”, “A Flaúta Mágica”!!!

    MAU
    Notei tbm o quadro de “2001” no filme “Irreversível” em todas as vezes que vi… E fiquei instigado com tal homenagem, muito boa mesmo! Já sobre o a frase “Somos primatas” não tinha notado!!!

    Concordo com o PodCast sobre o Spielberg em duas partes!!!

  • Só mais uma coisa…

    Juras e MauMau, REDRUM tem sim no livro…
    Tem muito tempo que li, por isso não me recordo a intenção de ser escrito dessa forma (que havia aparecido pela 1º vez no espelho do banheiro, se não me engano), mas existe sim no livro…

    😉

  • Malcon Bauer (Florianópolis)

    Tem uma ótima curiosidade em “laranja mecãnica”. Na cena da loja de disocs, aparece um lp da trilha de “2001”, se não me engano.

    Bom, o cast estava fantástico. Acabei de ouvir e tive vontade de rever toda a filmografia do mestre.

    Parabéns, e estou torcendo pra que o cast desta semana seja sobre o nosso José Mojica marins…
    Abração!!!

  • Joaquim Henrique

    Malcon Bauer:

    É verdade – na discoteca (tipo uma banca) aparece no meio de vários discos um de “2001”!!!

  • Joaquim Henrique

    CCR:
    Pesquisando descobri que entre a idéia de filmar “AI” e “De Olhos bem fechados” ele voltou ao projeto de “Napoleão”. Não conseguiu financiamento e desistiu do projeto, assim, fazendo “De Olhos bem fechados” posteriormente!!!

  • Jânio Borges

    n tem nada haver com o programa do Kubrick (que tá fenomenal), mas descobri da onde os podcasts como nerdcast, guanabara, filecast, qg e etc, copiaram o negocio de colocar bastidores no final dos programas. Escutando os rapaduracasat antigos, as ediç~ies 8, 9, 10 e 11, todos possuem bastidores depois do programa.

    rc saindo na frente, como sempre hein?

    Parabens Mau, pH, Juras, Siqueira e todo mundo do melhor cast do mundo.

  • Adriano

    Joaquim Henrique

    Não vi esse filme não, só vi aqueles que citei, mas valeu pela dica, já sei o que procurar.

    Os melhores filme que já vi foram: “O Sétimo Selo” e “Morangos Silvestres”, ambos do Bergman. Os diálogos com a morte no “Sétimo Selo”, e a forma de tratar o envelhecimento em “Morangos Silvestres” é de arrepiar!

    Até…

  • Matheus A. M. – Natal/RN – 22 anos

    RC é fantástico (como vcs gostam de falar) e o Mau é fodástico… Todas as edições devem ter a presença de Mau!!!

  • 18 anos
    São Paulo – SP

    Primeiramente queria confessar que quando vi o tema fiquei com muito medo do cast. Fazer um programa sobre a filmografia do Will Smith é uma coisa, e fazer um cast sobre STANLEY KUBRICK é outra coisa bem diferente (ou não). Quando começei a ouvir, percebi o respeito, o carinho, e porque não o medo dos participantes ao tratar de um cara com uma filmografia tão maravilhosa e dicutível. Meu maior medo era que os rapadurianos começassem a filosofar cada filme do mestre, e o problema não seria o tempo de programa ou a discussão em si, mas sim, o fato de que o ouvinte aqui mais uma vez ia ficar louco pra ter sua voz ai, balela, esse medo foi passageiro, pois ao ouvir o Juras maravilhado, e mesmo sem explicar os mínimos detalhes do que lhe atingiu, eu percebi que esse meu medo era vão, e que eu estava ouvindo o RAPADURACAST. Confesso que não gosto muito da coluna e dos textos do Bruno Mendonça, mas conheço o que leio aqui no site, mero leitor, nunca tive a oportunidade de conversar com esse cara, que no cast simplesmente deu um SHOW, então meus parabéns pela tua participação que acrescentou MUITO ao programa!
    Não cabe a mim filosofar, e sim dizer que sou fã confesso de Kubrick, e que “Laranja Mecânica” está no meu top 5 de melhores filmes, e que o filme merece um cast a parte! (E que filme do mestre não merece?). Acrescento aqui uma curiosidade que não foi citada no cast: Sabiam que antes de Malcolm McDowell ser cotado para o papel, quem ia fazer Alex seria ninguém mais ninguém menos do que Mick Jagger? E que os seus drugues seriam o resto dos Rolling Stones? Pois é. Kubrick declarou que se Malcolm não tivesse aceito o papel, provavelmente ele nunca levaria o projeto a frente.
    Agradeço mais uma vez o maravilhoso comprometimento, e digo que sempre serei fã confesso do trabalho de cada um que faz esse maravilhoso cast existir.
    MUITO OBRIGADO!

  • NerdSagaz

    Caros seres rapadurianos…

    Detalhes técnicos:
    – É possível que colem uma imagem ao arquivo .MP3
    para que este tenha um plus?

    Abraço a toda a equipe!

  • ❗ Olá galera… sou fã de vocês e adorei o episódio sobre Stanley Kubrick. Só queria colocar uma coisa: eu não concordo com as colocações feitas sobre o filme “De olhos bem fechados” que eu achei um filme do caralh*! Na minha opinião o filme não mostra “um casamento que termina pq a mulher imaginou o marinheiro enquanto dava para o marido!!”. Esse filme mostra que o casal gostava de ver o outro sendo desejado! Mas que o outro não podia “gostar” de outra pessoa! Valia desejar (sexualmente), mas não emocionalmente. Quando ele descobre que ela se envolveu emocionalmente com outro, ele pira! Essa é minha visão do filme! Abraços.

  • Alexandre – 23anos – FSA – BA

    Esse com ceteza foi um dos casts mais informativos. Deu para perceber claramente o quando voces pesquisaram e o quanto os filmes eram recentes em suas mentes. Acabei de ver Laranja mecanica e achei o filme fantastico. Sinceramente nao sei como ele convencia os atores a fazer tantas loucuras, nem como os studios da epoca apoiavam tanta ousadia. Adoro casts ou materias de onde eu posso tirar uma lista de filmes para ver, e esse foi um deles. Parabens.

  • Samuel Varela – 30 anos – Crato-CE

    Olá pessoal, um podcast muito bom.
    Assisti poucos filmes do Stanleu Kubrick, mas ouvindo esse podcast tive vontade de ver mais.
    Aluguei “Nascido para matar”, ainda não tinha visto.

  • Átila dos Santos, 15 anos – São José dos Campos (SP)

    E Mais um Cast “Extremamente Especial” queridos Rapaduras!

    Kubrick é um diretor muito bom mesmo, bate muito diretor por aí que nunca fez nada que lembrasse suas grandes pérolas. E Vocês seus Rapaduras são mesmo uns fodas, o que seria dos nerds sem vocês pra nos salvarem dos muitos momentos chatos,enfim, quando não temos o que fazer e buscamos alegria, diversão e informação: num misto maravilhoso chamado Rapadura Cast!

  • @Kubrick

    Muito bom realmente um gênio do cinema, agora preciso ver o filme do Dr. Strange deve ser muito legal =D

    @Monacast

    Ficou show!

    Por favor divulguem a lista das musicas que tocam ao longo do podcast ou façam uma muxtape (http://muxtape.com/) sei lá, muito bem, preciso dessas trilhas =D

    Abracetas… 😉

  • Rui Gomes

    Jura’s, eu já assisti “O Iluminado” e gostei,( comprei até 2 camisetas desse filme ). “Nascido para Matar” gostei só da primeira parte ( a do treinamento ) depois achei o filme devagar. “2001 e Laranja mecanica eu não gostei, pare de assitir antes do final do filme, mas eu vi esses 2 filmes quando era criança não sei se isso influenciou alguma coisa, pode ter sido trauma de criança ( ou não )hehe

  • Eu adoro totalmente o Kubrick e já escrevi muito sobre ele. Inclusive, minha tese de mestrado foi sobre ironia no Lolita do Kubrick e no do Adrian Lyne, comparando esse uso da ironia com o romance do Nabokov.
    Quase dez anos atrás eu falei sobre a morte do Kubrick:
    http://escrevalolaescreva.blogspot.com/1999/03/kubrick-o-iluminado.html
    E escrevi um post imeeeeenso sobre 2001:
    http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2008/06/agora-que-2001-chega-aos-40.html
    E sobre Laranja:
    http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2007/11/indigne-se-com-o-show-de-horrores-de.html
    E sobre Iluminado:
    http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2000/07/trivialidades-sobre-um-marco-do-terror.html
    Outro dia li um comentário interessante na Rolling Stone. O jornalista dizia que, enquanto o pessoal de esquerda discutia filmes do Kubrick nos anos 60 e 70, a direita tomava conta da cena política no mundo. Até tem um pouco de verdade nisso, mas a culpa não é do Kubrick, lógico. Como diz o Jack Nicholson no último documentário sobre o Kubrick que vi, “Kubrick é O CARA. E mesmo essa afirmação já o subestima um pouco”.

  • Ele está num patamar de qualidade conseguido apenas por orson welles e hitchcock. Essa é a trindade do cinema.

    Nascido pra matar é um filme que eu amo do inicio ao fim assim como 2001, duas peças de arte maravilhosas. De tão bom, ele faz autores ruins ficarem interessantes, “o iluminado” é uma daquelas maravilhas que sugere mais do que mostra, entretanto, a sugestão exibe mais detalhes sobre a cena e o personagem do que aconteceria se tudo estivesse explicito.

    Ainda não vi Barry Lyndon mas fiquei curiosissimo depois do podcast. Alugarei o filme no final de semana.

    Exelente podcast. Mas falta sobre Orson Welles, Hitchcock e alguns não tão importantes mas mesmo assim muito bons como sérgio leone, kurosawa e Coppola. Não acredito que façam algum sobre esses três últimos mas fica a sugestão.

  • Pedro Augusto

    Caramba otimo cast tenho uma historia pra contar…
    Minha vó ouviu o cast junto comigo pois meus fones estavam quebrados, e quando vcs começaram a falar de 2001 nossa ela quase chorou de emoção e quando o Mauricio disse que ( ñ me lembro o nome da empresa) disse que ñ poderia se filmar na lua
    ai ñ teve geito ela começou a chorar pois foi justo nesse dia tão feliz para a humanidade que meu vô morreu

  • Gabriel Valente

    Não conheço todos os filmes do Kubrick, mas pra mim ele é mestre simplesmente por três deles: O Iluminado, 2001 e Laranja Mecânica. Um cara que faz 3 filmes desses não precisa de mais nada.

    Aquela cena do “jesus dançando” ao som de Bethoven em LM é demais!

  • Leonardo Batista

    Parabéns por mais esse podcast…
    Sou ouvinte do cast desde o 60 mais ja ouvi todos, o cast sobre Sly ja ouvi 6 vezes (o melhor na minha opinião). Como hoje acompanho semanalmente, pois já ouvi todos, estou ouvindo outros cast, e quero dizer uma coisa a vocês rapaduras: VOCÊS SÃO OS MELHORES!!!
    Juras é com uma imensa satisfação que digo que sou seu fã! É incrivel como você evoluiu, conduzindo o cast, os temas, até nas piadinhas..rss. Rafa e Mau, vcs também são ótimos! Tomara que o sucesso de vcs só aumentem e quem sabe um dia não cheguem na Tv!!!
    Parabéns galera, grande abraço!
    Obs.: A participação no monacast foi sensacional…

  • Assim, já tinha visto “O Iluminado”
    Não me pergunte o o que eu lembro do filme. lembro muito pouco.
    Conhecia o Kubrik de nome apenas, mas depois desse RapaduraCast. Lá em casa esse final de semana vai ser “Seção Kubrick”
    Falei com um amigo meu e ele falou assim “Assisti a Laranja Mecanica e não entendi nada”.
    Laranja vai ser um dos que vou alugar ( quem sabe comprar ) e vou mostrar para ele o que é arte de verdade.

    Valeu galera, esse foi o primeiro RapaduraCast que ouvi, achei um maximo, estou ouvindo os antigos, e esperando os próximos.

  • Luciano Jr.

    ADOREI!
    Tudo bem que tem várias informações erradas, principalmente em O Iluminado, mas, muito gostoso de escutar. Parabéns!

  • só pra traçar o paralelo 2001/wall-e

    Em 2001, como jurandir(acho que foi ele) comentou, quando o primata descobre a ferramenta começa a tocar “assim falou zarathustra” e a musica termina quando a ferramenta descoberta chega a seu apogeu tecnológico no espaço sideral. Depois de tanto desenvolvimento desde a idade da pedra até 2001, essa maquina se torna superior aos criadores e para provar isso e conquistar a própria independência, HAL9000 mata os tripulantes.

    No wall-e, HAL9000 aparece novamente guiando uma nave e com os mesmos propósitos do computador de 2001. Como que continuando o 2001 do Kubrick, essa humanidade já é completamente dependente da maquina mas quando vê o mundo com os próprios olhos, lembra da independência. Com a planta vem a esperança de conseguir essa independência. Mas o computador quer permanecer na lirerança, estabelecida pelo HAL de 2001, e para isso e usa da mesma estratégia do HAL original, manipula as informações até não conseguir mais e finalmente ter de matar o criador. Quando o computador tenta matar o capitão toca “assim falou zarathustra” mas desta vez o humano ganha como uma resposta direta ao 2001. Essa humanidade não vai se deixar ser vencida novamente pela própria criação pois eles já perderam muito no cativeiro imposto pela maquina. Nós criamos a ferramenta e podemos destruir-la.

    Há outro ponto ainda mais perigoso em 2001, deus criou o universo e depois os humanos, entretanto, ele melhorou demais a criação até que então matamos Deus porque nos tornamos superior a ele. Mas ele revidou com a mesma moeda fazendo a nossa criação se revoltar contra nós. Talvez por isso toque “assim falou zarathustra”.

    PS: Não sou religioso.

  • Gustavo Ferreira(Bauru SP)

    uma das vezes que eu mais ri assistindo um filme foi com Sargento Hartman e o gordão!!!!!!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    foi no sbt,que ja passou esse filme milhoes de vezes….
    sempre assisto

  • Luis Edvaldo 29 anos Jacareí-SP

    Eu acho que a foto no final do filme quer apenas dizer que, como o Jack Torrance morreu o Hotel Overlook absorveu a alma do Jack.

    Nada a ver a idéia de reencarnação.

    Eu adoro o filme, mas acho o final do livro melhor.
    Afinal no livro a caldeira é parte importante da história, no começo fala-se muito que o Jack tem que SEMPRE prestar atenção na caldeira.

  • Gustavo Ferreira(Bauru SP)

    OLHEM ISSOOOOOOOOOOOOOOOO por favor

  • Luis Edvaldo 29 anos Jacareí-SP

    O nome “Full Metal Jacket” da munição poderia ser traduzido como “totalmente jaquetada”, pois o projetil de chumbo é totalmente recoberto de Metal, para que ao atingir o alvo, ele não estilhaçasse, para não deixar estilhaços no corpo do soldado.
    Todas as munições militares são assim.

    E pode parecer loucura, mas o porque dos projeteis serem assim é:
    “deixar a guerra mais humana”…

  • Hahahahhahahahaha Gustavo!
    Vídeo iradíssimo!

  • hauhauhauha
    Gustavo!
    Eu sabia! eu sabia! kkkkkkkkkkkk

  • Olha que vídeo fantáááááástico hahaha.
    Valeu gustavo.

  • BRUNO –

    ARQUIVO X – EU QUERO ACREDITAR! (NESSE VIDEO!)
    👿

  • OPS, GUSTAVO! 🙂

  • luis fernando

    olá galera do cinema com rapadura,gostei desse rapadura cast,o cara era mesmo um mestre do cinema,eu só queria dizer que tanto vocês falam desse o iluminado que eu acabei assistindo o cujo filme,MEU DEUS, ESSA CENA DAS GEMEAS FOI MESMO DE ARREPIAR O ULTIMO FIO DE CABELO,A DO JACK ARREBENTANDO A PORTA COM O MACHADO NEM SE FALA,E JURO PRÁ VOCÊS ESSE FOI O PRIMEIRO FILME A FAZER TODO MUNDO DORMIR EM FAMÍLIA,NUMCA ISSO HAVIA ACONTECIDO, AGORA NA MINHA LISTA DE CENAS ATERRORIZANTES SE ANTES ERA OS GRITOS DO AMIGO PEDINDO AJUDA NA FLORESTA,E AS CRIANÇAS BALANÇANDO A BARRACA NO FILME “A BRUXA DE BLAIR” AGORA É ESSAS GÊMEAS NO CORREDOR DE ” O ILUMINADO”!!!!!

    PS:FAÇAM UM PODCAS DOS FILMES DE TERROR MAIS ATERRORIZANTES FEITOS!!!!!

  • Esse entrou para o meu top dos melhores cast do CCR.
    Sensacional a maneira com que vocês abordaram toda a carreira do Kubrick (que é um dos meus diretores prediletos) e ainda intercalaram todos os filmes do homem, recheando eles de curiosidades sobre a produção.

    A participação do Bruno rivaliza com a do Gustavo Guanabara, no cast sobre Efeitos Visuais. O cara mostrou que entende muito do Kubrick e contribui em 50% pra que o cast se tornasse um dos mais completos.

    Sobre os filmes, ainda não vi “A Morte Passou Perto”, “Lolita”, “Glória Feita de Sangue” e “Doutor Fantástico”, pois não consigo encontrar esses por aqui.
    Gosto muito de “Spartacus”, acho que o filme segue o padrão dos grandes épicos, mas não se vê nada pessoal do Kubrick mesmo.
    “O Grande Golpe” é fantástico! Os personagens, o roubo em si e a maneira não-linear de contar a história. Mas, tirando esse último fato, o filme parece mais algo de John Huston.
    “2001” é, como comentado, um filme visionário tanto fora, quanto dentro das telas e, diferente de grande parte das pessoas, não acho o longa cansativo. Muito pelo contrário, a introdução e as cenas na nave do HAL me fizeram grudar no sofá. Porém, algumas subtramas são descartáveis, como aquela conferência sobre uma possível epidemia, e a sequência do arco-íris de cores é muito extensa.
    “Laranja Mecânica” é um primor! Certamente está entre os melhores. Mostra com clareza a hiprocrisia doentia da nossa sociedade. Toda vez que posso, assisto a esse filme! Achei interessante as curiosidades a respeito do médico e da retina.
    “Barry Lyndon” tem um visual impecável! Possui uma das fotografias mais belas do cinema. Mas, diferente do Bruno, acho a história bastante interessante, embora não tenha muita coisa peculiar do diretor (a não ser o perfeccionismo). Acho a trajetória do personagem do Ryan O’Neal intrigante e é contada de uma maneira sutil. A trama parece um “My Fair Lady” mais dramático e mais bonito.
    “Nascido Para Matar” só peca no miolo. Acho que ali ele fica um pouco arrastado. Mas a introdução e o final são perfeitos! A maneira caótica com que R. Lee Ermey interpreta o Sargento Hartman é perfeita para as intenções do filme, e o desenvolvimento do personagem de Vincent D’Onofrio é mostra isso primorosamente. A cena do suicídio é arrepiante! O final, com os soldados indo matar “O atirador” é de derrubar qualquer pessoa. Mais uma vez nos vemos a dualidade social.
    “O Iluminado” acaba se sobressaindo justamente por ir contra a idéia principal do longa, que é manter o Danny como o protagonista. Jack Nicholson rouba a cena e o enfoque na maneira com que o isolamento vai deixando ele insano acaba caindo como uma luva no filme. Em contrapartida, o ponto sobrenatural do filme acaba mal desenvolvido. Curto também a depreciada atuação de Shelley Duvall. Não acho que ela esteja meramente “trash”. Acredito que o desespero excessivo foi a maneira que Kubrick achou ideal pra que representar.
    Por fim, tem “De Olhos Bem Fechados” que, diferente da opinião do Bruno, penso que esse filme deveria ser obrigatório pra qualquer casal. Kubrick ilustra a dinâmica dos personagens de Tom Cruise e Nicole Kidman de uma maneira simples, crua e direta. E o drama vivido por eles no decorrer da trama, é algo que assombra muitos casamentos. Afinal, é errado manifestar seus desejos para o companheiro? Isso te faz um parceiro pior? Creio que essa sinceridade é algo que torna o cônjuge menos hipócrita, pois desejos permeiam todos os seres humanos, casados ou solteiros. O problema é que grande parte das pessoas (principalmente homens) dentro de uma relação não estão preparadas pra encarar as fantasias do parceiro e é na ilustração disso que esse último longa do diretor ganha força.

    Por fim, sou fã do diretor pela maneira visceral com que ele conta suas histórias. É um choque de realidade assistir aos longas dele e o fato de que ele nunca ganhou um Oscar como produtor, roteirista ou diretor o torna uma pessoa ainda mais lendária.
    Parabéns pelo cast magnífico.

  • Samuel Varela – 30 anos – Crato-CE

    Assisti ontem Laranja Mecanica, e vou dizer a verdade, não gostei muito não. Não achei legal, antes tinha visto Nascido para Matar, desse eu gostei muito. E o próximo da lista será “O Iluminado”.

    Ps.: Vi o vídeo postado acima… minha conclusão: Fake.
    O vídeo ou a viagem a lua… um dos dois… :mrgreen:

  • Tô meio sem tempo, ainda nao escutei o cast todo, escutei ate 1h55min e ate esse tempo tá muito bom.. tou ate comentando menos, mas vou tentar botar td em dia esse final de semana.

    Valeu negada, eu ainda acopanho vcs viu? 😀

  • acompanho… foi mal!

    :mrgreen:

  • Joaquim Henrique

    Esse vídeo é muito engraçado!!!!!!!!! srrsrsrsrrs

  • Pablo Leão

    Muito bom esse Cast sobre Kubrick.
    Eu já tinha visto Laranja, Nascido, De Olhos e O Iluminado. Agora fiquei com mais vontade de ver os outros que faltam, principalmente “2001”.

    LARANJA MECÂNICA é um soco na boca do estômago. Extremamente perturbador, e por isso mesmo, grandioso.

    NASCIDO PARA MATAR é irado até a metade. Não gosto muito da parte da guerra. O treinamento é o espírito do filme. Assisti pela primeira vez quando era criança e a cena do suicídio no banheiro povoa minha mente até hoje.

    DE OLHOS BEM FECHADOS é um filme que gosto muito, apesar de muitos não pensarem da mesma forma.

    Só algumas considerações sobre O ILUMINADO:

    -Já li o livro e acho BEM MELHOR que o filme. Quando vi o filme pela primeira vez não gostei porque descaracterizou muito o livro, mas vendo uma segunda vez encontrei qualidades também no filme, mas não o suficiente para superar a obra de King.

    -Não sou nenhum fããã de Stephen King, esse foi o único livro que li dele, mas acho o final do livro (com a destruição do Overlook) melhor que o do filme. Aquela história da foto e Jack morrer congelado não me agradaram, apesar de gostar da cara de Nicholson na cena.

    -Não é só o filme, o livro dá MUITO MEDO. Na minha opinião dá até MAIS MEDO que o filme. É um terror psicológico bastante perturbador. Eu costumava ler à noite e em determinadas passagens meu cérebro formigava de agonia e medo.
    (Lembrei até de um episódio de “Friends”, em que Joey Tribbiani está lendo o livro e fica com tanto medo que o coloca no refrigerador. rs)

    -Como já comentaram aí em cima, a palavra REDRUM aparece sim no livro e perto do final é revelada como MURDER no espelho (se bem que dá pra sacar o que era, é lógico).

    E isso aí, continuem fazendo Casts históricos como esse.
    Abraços galera.

  • Danillo Henrique – 19 anos – Recife-PE

    Com certeza um dos melhores rapaduracast’s já feitos na historia da televisão brasileira. Não conhecia muito bem o trabalho do mestre Kubrick, apenas tinha visto “O iluminado”. Mas como já citei em outros comentários, o Rapaduracast me influencia a ir buscar um pouco mais…

    Fui além e aluguei alguns filmes do Kubrick. Definitivamente o cara é um gênio! Com uma filmografia um pouco curta, mas como disse o PH… Curta, porém precisa!

    Obrigado Rapaduracast, por gerar interesse em buscar mais sobre esse, que foi um dos melhores diretores de todos os tempos da face da terra! 😀

  • Luh

    bah tá muito irado o podcast 😀
    eu só assisti Laranja Mecânica,O Iluminado e Nascido para Matar, mas já vou assistir o resto =D
    Adorei as curiosidades que vcs citaram, como a foto que ele tirou aos 16 anos, bah mostrava como ele já tinha uma percepção das coisas que aconteciam e “batia” nas pessoas ^^
    Gosto de filmes de guerra, e o Nascido para Matar é uns dos meus preferidos, e aquele capitão é pior que o Cap. Nascimento, sem dúvida.
    E O Iluminado é o filme que me deu mais medo até hoje, e aquele labirinto com o Jack Nicholson correndo atrás do guri, é agonizante, vc não fica com medo de cenas x,y,z, e sim, o medo monopoliza todo o filme, é assustador mesmo =S

    Parabéns pelo podcast, adorei conhecer o site tb e vou sempre marcar presença aqui por diante :mrgreen:

  • Faaaaaaalaaaaaaaaa amigos Rapadurianos..
    olha,(caixa alta..):
    ESSE RAPADURACAST FOI MARAVILHOSO!
    Sou um grande fã do Kubrick (não sou do tipo que cita Kubrick apenas para dar uma de “O” cinéfilo,algo que muita gente faz.),tenho praticamente todos os filmes dele aqui em casa (com excessão do The Killer’s Kiss”),então nem preciso dizer o tanto que esse Cast foi delicioso para mim.
    Não preciso, mas vou dizer!
    Fantásticoo!!!
    Vocês me trouxeram informações que ,até mesmo eu, não sabia.Bruno Mendonça?!O que é aquilo?!Que show!Parabéns mesmo!
    Como assim Jurandir, foi assistir um filme dele soh por esses dias?!COMO ASSIM?! 😯
    lembro que quando era mais novo,uns 11 anos, eu vi numa dessas sessoes noturnas do sbt (que nunca têm um horario definido)”De Olhos Bem Fechados”.Não preciso dizer o que ver aquilo significava pra um pré adolescente neh?!kkkkk
    Eu ainda sonhava que minhas festas no “high school” seriam daquele jeito do filme..ledo engano.Fiquei fascinado, li o livro que deu origem ao filme,chamado “Breve Romance de Sonho”.Aliás,o filme, ao contrario do que aconteceu com “O iluminado”, eh a “tradução” direta do livro para a linguagem cinematográfica.Não tem mudanças significativas na história, e talvez seja a obra que o Kubrick menos precisou adaptar.A única adaptação é que a história do livro se passa em Viena (portanto o nome dos personagens são austríacos),e não em Nova York.
    Bem bem bem..
    no mais,esse Cast foi formidável.Parabéns mesmo!
    Ph,Juras,Mau,Bruno…Foi ótimo ter alguém para “conversar” sobre meu diretor favorito…
    Um grande abraço a todos! 😉

  • Adriano de Oliveira Carvalho Lacerda-14 anos-São Paulo

    Muito bom esse Cast.Um dos melhores, se eu não me engano o filme Laranja mecanica passou no SBT na madrugada no mês passado…
    Raphael(o PH),porque não mostra o rosto!?

  • Babi

    Este podcast é para quem realmente aprecia cinema.
    Obrigada meninos por terem a sensibilidade pra perceber isso.
    Nós, público, gostamos tanto do cinema-pipoca como “cinema-arte” ou cinema-cult, como queiram.

    Adoro os pods sobre diretores. Quem gosta ouve e quem não conhece, descobre.

    Aí tá o grande valor de vocês. Que venham Spielberg, Woody Allen e tantos outros.

    Tchauzinho 😉

  • Olá! Amigos do Rapadura Cast!
    Excelente!!! este podcast sobre o Stanley Kubrick!!!
    Muito bom mesmo, gostei muito dos detalhes que vocês atentaram!
    Não conhecia esse blog nem o site… vim conhecer através de uma pesquisa de materiais sobre Staneley Kubrick e encontrei esse incrível podcast!

    Aproveitando o espaço… amigos fãns de Stanley Kubrick nesse ultimo 26 de julho criei um web site em homenagem aos 80 anos de Stanley Kubrick! Confiram!

    http://www.stanleykubrick.com.br

    Estou empenhado em montar esse web site como um referencia brasileira sobre Stanley Kubrick… Pretendo monta-lo partir de conteúdos e materiais enviados pelos fãns… Pois sem vocês não conseguirei concluir esse projeto!
    Então preço ajuda a todos que tiverem conteúdos referentes a Staneley Kubrick, matériais de sites, textos, vídeos, audios, imagens, posters, links… tudo que tiverem tá valendo!
    Já tenho o site registrado e em espera e criei um email destinado a recebimento de materiais, podem enviar para:
    materiais@stanleykubrick.com.br

    Espero contar com a contribuição de todos!
    Ahhh… Galera do blog, já adicionei o link de vocês do podcast lá no site… Vamos conversar para fazer uma parceria! Sempre que possível estarei acompanhando o blog e o podcast…

    Abraço a todos!

  • Pessoal,

    As votações do Prêmio Podcast 2008 estão abertas. Você gosta da gente? Pois agora pode provar. Muito simples, vá em http://www.premiopodcast.com.br/index.php?a=stats&u=rapaduracast e clique nas estrelinhas em AVALIAÇÃO para votar.

    Você também pode deixar um comentário sobre o que acha do programa.

    Vamos lá fazer do RapaduraCast o melhor podcast de cinema do Brasil (oficialmente).

    Abraços,

  • David Donato

    Na boa, vcs precisam estudar mais antes dos podcasts… Deixam passar muita informação errada. 2001 é o primeiro filme de ficção?? A década de 50 é considerada a era de ouro da ficção, pra começo de conversa. O Spielberg refez uma cena de Tubarão por causa de O Iluminado? Como, se Tubarão é de alguns anos antes?? Falar dos macacos (que são primatas antepassados dos homens, não macacos) evoluindo sem falar do monolito?? A língua dos druggies ser um dialeto russo?? A língua foi criada para o livro, com vários termos em russo, mas como um amálgama tipo a novilíngua do Orwell. Kubrick negou dirigir o Exorcista p dirigir o Iluminado? Eles tem 7 anos de diferença! E por aí vai… A Wikipedia é uma boa fonte de informação, mas não pode ser a única. Tentem evitar perpetuar lendas urbanas, senão vira um desfavor pra tantos ouvintes que confiam na opinião de vocês.
    Ah, mais uma coisa: um cursinho de inglês ia bem… Falar o tempo todo de filmes e series em inglês sem saber pronunciar quase nada direito é complicado…
    Na melhor das intenções,
    David

  • Bom, eu não posso falar pelos outros, mas posso justificar cada ponto que você disse:

    1| 2001 é considerado o primeiro ficção cientifica em sua plenitude. Mesmo tendo sido feitas outras obras de ficção, ele é considerado o primeiro por possuir todos os elementos que caracterizam um si-fi. Ele não é, ao pé da letra, o primeiro, mas é CONSIDERADO o primeiro. Tanto que até hoje quando vão referenciar algum si-fi, falam de 2001. Da mesma forma que dizem que Toy Story é a primeira animação 100% 3D e esquecem Cassiopeia. Por que isso aconteceu? Porque Toy Story é infinitamente melhor, possui a melhor qualidade técnica e a datas de lançamentos se confundem. Então pegaram TS para ser o primeiro, mesmo tendo algum antes. Existem muitos casos disso na história do cinema. Porém, se você acha que os filmes da década de 50 podem ser considerados os precursores relevantes do gênero, tudo bem.

    2| A colocação que o Maurício fez em relação ao Tubarão e O Iluminado, foi correta, mas mal empregada. O que ele quis dizer é que Spielberg, ao ver O Iluminado alguns anos depois, ficou com vontade de mudar uma determinada cena para mostrar o que é o verdadeiro horror. Só que a forma que o Mau disse, possivelmente por não lembrar, acabou ficando com o timming errado. Boa percepção sua e agradecemos por lembrar e termos a possibilidade de corrigir a tempo.

    3| Falar dos Macacos ao invés do Monolito. Achamos mais relevante discutir sobre essa evolução e como não podíamos passar tanto tempo discutindo, acabamos ignorando. Lembre-se que o RC é uma discussão sobre cinema e não um livro de aprendizado. Estamos discutindo o que cada um achou relevante sobre os clássicos do Kubrick.

    4| Sobre LARANJA. Na verdade foram pegas expressões em russo e traduzidas para o alfabeto latino. Pois na Russia eles usam simbolos diferentes. O que o Bruno quis dizer é que usam uma espécie de dialeto russo. Você se prendeu nos pormenores agora para achar alguma coisa errada.

    5| Kubrick foi cotado sim para dirigir O EXORCISTA. Porém, não aceitou por já ter um projeto do gênero logo a frente. Se você não sabe, certas produções, principalmente antigamente, demoravam muito para acontecer. Existem exemplos e mais exemplos de trabalhos que demoraram uns 10 anos de produção.

    Enfim, nós não usamos a Wiki como meio de pesquisa. Alguns podem até usar para se basear em algo, mas a minha preferência são nos filmes mesmo. Minha pesquisa acontece ali. Porém, é diferente de você escrever um artigo e você estar discutindo com 4 pessoas, de forma empolgada, sobre as obras. Alguma coisa escapa, algumas palavras são ditas mesmo que não devam para serem ditas, e falhas acontecem. No calor da conversa e bate papo isso acontece. É normal! Nunca tivemos o objetivo de ser certinhos. Por isso existe esse campo de comentários, para os leitores complementarem as informações, opinarem e corrigir algumas coisas quando acontecerem.

    Sobre a pronúncia do Inglês… Praticamente todos os participantes do programa fala inglês fluentemente (perceba nas máterias que fazemos entrevistando artistas de fora), mas no cast preferimos não nos prender tanto. Fazemos de um nível que o pessoal entenda ou na pronúncia popular.

    Não se prenda nos pormenores. Desfrute o programa!

  • Rui Gomes, Fortaleza

    Sobre o Homem na Lua: retirado do site do Guanabara

    “O FANTÁSTICO programa Mythbusters vai provar essa semana (nos EUA) que o homem REALMENTE chegou à lua!

    Em várias discussões históricas, muitos céticos lançam suas provas contra a conquista do espaço e o principal argumento é em relação às sombras que assumem várias posições, o que confirmaria que as fotos foram tiradas em um estúdio.

    O vídeo abaixo é o comercial da Discovery com a chamada para o programa, que vai virar lenda! Esses caras são demais!”

    http://www.guanabara.info/?p=4307

  • Alexandre – 23anos – FSA – BA

    Acabei de ver Nascido para matar, e sinceramente nao achei um graande filme, apenas um filme de guerra bom. O filme tem algumas tiradas interessantes, como o protagonista que escreve Nascido para matar em seu capacete e ao mesmo tempo usa um broche com o simbolo da paz. Tirando algumas sutilezas, não vi nada de extraordinãrio. A primeira meia hora é mais interessante, mostrando o arduo treinamento dos soldados e a dificuldade de aluns em e adaptar, depois que eles partem para a guerra o filme fica meio vazio, sem objetivo claro, você fica sem saber sobre o que ou sobre quem é exatamente o filme.

  • Átila dos Santos

    Continuo sem conseguir ver nenhum filme do Kubrick. Quem sabe eu consigo o Iluminado nessa promoção da Veja agora né.

  • Acabei de fazer um comentário bem grande sobre os filmes de Kubrick mas não foi publicado. Não entendi.

    Bom, quero agradecer a vocês por mais este Cast maravilhoso. Adorei o programa, os comentários e curiosidades foram muito legais. Eu já assisti a quase todos os filmes do Kubick e gosto muito deles, discordando de vocês apenas em dois pontos.

    1| AI – Inteligência Artificial é uma obra genial. Eu adoro do início ao fim, talvez por ter compreendido diferente e não encarar ali Aliens e sim Inteligências Artificais mais evoluídas que restam no planeta e de certa forma se reproduzem e buscam desvendar o mistério de suas origens, tal qual nós fazemos hoje em dia. Acho bem poético e envolvente.

    2| De Olhos Bem Fechados – acredito ter visto a publicação de um comentários do Kubrick dizendo que tinha se arrependido de ter realizado este filme, pois o resultado dele teria sido estragado pelos egos de estrelas de Hollywood. E concordo com ele, este filme sim, é uma bomba.

    Mais uma vez, parabéns pelo grande programa. Adoro retornar e buscar o que eu ainda não havia escutado.

  • Alexandre Anselmo

    quero deixar o resgistro aqui que esse foi o primeiro podcast que ouvi e adorei bastante o trabalho de vocês.. gosto muito de laranja mecânica / o iluminado achei fantástico a visão dele como diretor e a bordagem de vocês em fazer esta biografia! continuem este trabalho sensacional com bastante humor! um abraço a todos!

  • Rabbony

    Esta com problema o audio…:(

    Olá, o áudio está ok.
    Confere aí de novo!

  • Lenda Lenda .

  • Vale a pena vêr esse site: http://www.kubrick2001.com/

    Ele “tenta” explicar 2001 em vídeo animado e tem ele em português.

  • Erica Seoane, 29 anos – Salvador/BA

    O MELHOR CAST DE TODOS!!!!

    Amo Kubrik e fico PUTA quando as pessoas querem dar uma de cult e falam dele sem nem ter visto UM filminho sequer.

    Assisti a todos os filmes citados e meu preferido é Laranja Mecânica (pra mim o melhor filme da história), ainda que 2001 tb seja FODA!

    Ainda não consigo acreditar, mas ele recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Diretor, por “O Iluminado”, em 1980.

  • Adorei a lembrança desse diretor maravilhoso!!! Estou louco para assistir novamente todos esses clássicos. Adoro os casts de Biografias. ^^v

  • Vagno Fernandes

    E aí Rapaduras, puta Cast muito loco esse hein? Fiquei arrepiado do começo ao fim, ahahahaha, as informações do Bruno Mendonça e de vocês todos foram muito reveladoras, demais mesmo, e Jurandir vale muito a pena entrar nesse site que tenta explicar 2001. Simplesmente fantástico.

  • Victor Brunno

    Quem inventou o Steadycam foi Garret Brown, que trabalhou como operador de steadycam em O Iluminado.

  • Vinícius

    Sem querer ser chato serei breve, acho que aqueles que acreditam que o conceito de anarquismo inclui caos e desordem poderiam se informar mais para acabarmos com essa ideia errada que se tem hoje, não defendo essa ideologia pois acredito que a sociedade atual ainda não está preparada para se organizar harmonicamente sem o estado, mas admiro o otimismo e boa índole dos VERDADEIROS anarquistas, não os que destruiram o nome do movimento e ajudaram o capitalismo a torná-lo sinônimo de ações inconsequentes e individualistas como foi usado pra descrever o modo de vida de Alex.

    Enfim, ótimo cast que correspondeu a altas expectativas pelo tema.

  • Victor Hugo – 24 anos – São Paulo

    Esse foi um dos casts mais completos e informativos que já escutei. Trouxe praticamente tudo de Kubrick, diga-se tbm do seu tempo de quase 2 hs, mas esse cineasta merecia até mais.
    Já assisti Laranja Mecânica e De Olhos bem Fechados e aqueles cenários me impressionaram. Tanto a crueza ddo primeiro quanto o soturnismo do segundo. Nascido para matar é um dos melhores filmes de guerra já feitos. O Iluminado já tinha visto tbm quando criança, mas vou ver de novo, e 2001 eu até tentei ver há uns 5 anos mas não consegui (achei bem parado), e com certeza vou ver agora. Mas o que me deixou curioso foi Dr. Fantástico, que eu não conhecia e que estou doido pra ver, depois desses comentários e das excelentes críticas.

    Parabéns por este que vai entrar pro TOP 5!

  • vinicius machado

    Basta eu dizer que foi os filmes de Kubrick que eu apaixonei pelo cinema

  • Eve Silva

    Olá Rapaduras,

    Devo admitir que o único filme que vi foi O Iluminado. Apesar de não gostar de filmes de terror, gostei desse.

    Mas sinceramente, acho que ficarei sem ver a maioria dos filmes, não fazem meu estilo de gosto. Mas com o cast, fiquei com vontade de ver Dr. Fantástico e 2001 – Uma Odisséia no Espaço. Quem sabe um dia eu encontro pra ver.

    Valeu 🙂

  • João Vicente

    Escutei ontem o podcast sobre o Kubrick e adorei, vcs poderiam fazer as biografias de outros grandes diretores logo, como Martin Scorcese, Steven Spielberg, Francis Ford Coppola, (esses de gerações mais atuais), ou ir atrás dos mais antigos como Sergio Leone, John Ford e por aí vaí. Abraços

  • Excelente CAST! Quando eu ouvi pela 1a vez eu não tinha entendido nada. Agora que estou vendo os filmes desse “Louco” busquei o cast para me ajudar a formular minhas ideias. Sobre Laranja Mecânica, não achei uma definição desse filme exata sobre esse filme tbm. .lol

  • CLÁSSICO!
    está no top 10
    dos melhores rapaduracasts
    que vocês já fizeram
    muito completo
    PERFEITO

  • Arthur Victor

    Sem sombra de duvida um dos melhores podcast (depois do Poderoso Chefão), vale ouvir sobre um dos melhores diretores do Cinema!

  • Stanley Kubrick é o Deus do Cinema.

  • francis_davis

    Otimo cast… sou fanzaço do cara ainda falta alguns filmes pra ir atrás….

  • Galera parabéns pelo ótimo trabalho!!!

  • Arthur

    Ótimo cast, entrou no meu top 20

  • willian machado

    Kubrick ai esmurrando nossos cérebros eternamente.

  • lambert

    Que Cast maravilhoso!!! muito obrigado.

  • Jade Ottoni

    Eu conhecia do Kubrick Laranja Mecânica e 2001: Uma Odisséia no Espaço, que eu adoro, e vocês me convenceram a assistir Dr. Fantástico, que eu achei demais, muuito legal mesmo.
    O Iluminado, como a pessoa mais medrosa do universo com filmes de terror, eu não tive coragem de assistir de jeito nenhum! Quem sabe um dia…
    Um dos casts mais bacanas, com certeza 🙂

  • Tiago Reis

    À data este ainda é o melhor RC de todos os tempos.

  • Mauricio

    Dos filmes do Kubrick só lembro de Laranja Mecanica que adorei e tb li o livro e Nascido para matar.
    2001 eu ainda quero ler o livro primeiro!!!

  • Legal o cast. Minhas opiniões:

    Barry Lyndon: Eu não acho que filmar um ambiente a luz de velas reproduz a visão real de um ambiente iluminado por velas. Será registrado por um equipamento que não tem a mesma resolução de imagens que nossos olhos têm, de modo que o resultado não é aquele que veríamos se efetivamente estivéssemos de corpo presente no lugar.

    Laranja Mecânica: Para mim basicamente é uma discussão para o problema da violência. Aparentemente o sistema carcerário não é a solução, não reintegra um psicopata à sociedade. É posto em discussão então a criação artificial de uma ojeriza à violência como possível solução. Mas efetivamente funciona como uma espécie de pena de morte para a alma. Mas fazer o que? É o preço que se paga para se viver em sociedade.

    Obrigado pelo trabalho, me faz muito bem.

  • Vitor Urubatan

    Rsss tecnicamente é fantástico.

    Mas eu não gosto de Laranja Mecânica.

  • Ouvindo novamente. Podcast foda sobre um cineasta foda! Esse cast nunca envelhece.

  • Alex Melo

    Vi 2001 muito novo e não gostei nada – mas eu era muito novo.

    O restante da filmografia em compensação… Kubrick é um gênio, de longe um dos maiores. Tenho uns 6 ou 7 filmes dele na minha coleção e andei revendo vários nos ultimos anos.

    O mais curioso deste cast é que 2 dias depois de ouví-lo pude ver O Iluminado no cinema, em uma edição especial do Cinemark. Este é um dos meus terrores favoritos de sempre e no cinema então, foi maravilhoso. 1 mês antes havia (re)visto Laranja Mecânica também no cinema.
    Também já vi Lolita no cinema(na época do lançamento do filme do Adrian lyne, relançaram este) e De olhos bem fechados, este tendo visto na estréia.
    Queria muito ver Dr. Fantástico…
    Aliás: em 2012 houve uma mostra especial no MIS de São Paulo que imagino que tenham acompanhado. Uma delícia de exposição!

    Até o cast 120 (onde estou)este só ‘perde’ para o cast do Chefão. Fantástico!