O ator Guillaume Depardieu faleceu, na última segunda-feira, 13, aos 37 anos, após ter sido infectado por um vírus que provoca pneumonia fulminante, como informou a agência Artmedia, representante de seu pai, o ator Gérard Depardieu ("Piaf – Um Hino ao Amor").

Guillaume nasceu em 7 de abril de 1971 e durante sua carreira atou em quase 20 filmes, entre eles, "Os Aprendizes", pelo qual recebeu o prêmio César, o Oscar do cinema francês, "Quem Conta um Conto" e "Os Vendedores de Areia". Em 1991, ele atuou, juntamente com seu pai, em "Todas as Manhãs do Mundo", de Alain Corneau.

Guillaume teve uma juventude rebelde, marcada pelo abuso de drogas e de álcool, que o levaram à prisão. Em 2003, precisou amputar a perna direita, que foi acometida por uma infecção, decorrente das 17 operações depois de um acidente de moto, em outubro de 1995. Os últimos filmes de sua carreira foram, "Na Guerra", de Bertrand Bonello, e "Versalhes", de Pierre Schoeller, ambos exibidos no Festival de Cannes.