Notícias   sábado, 04 de novembro de 2017

Brett Ratner é acusado de assédio sexual por seis mulheres

Advogado do diretor negou todas as acusações.

Brett Ratner é acusado de assédio sexual por seis mulheres

Seguindo a crescente onda de acusações de assédio em Hollywood, o diretor Brett Ratner, responsável por filmes como “Hércules” e “Roubo nas Alturas”, foi acusado de assediar sexualmente seis mulheres. A informação é do Los Angeles Times.

Entre elas estão as atrizes Olivia Munn (“A Última Ressaca do Ano”), Katharine Towne (“Blur”) e Natasha Henstridge (“Dever e Honra”) que comentaram seus casos ao jornal. Segundo Munn, o cineasta teria se masturbado em sua frente no set do filme “Before, During and ‘After the Sunset’” (2005). A atriz já havia citado esse caso em 2010, mas na época não revelou o nome de Ratner.

Katharine Towne disse que durante uma festa em 2005, Ratner cometeu diversos “avanços indesejados” e foi “excessivamente persistente” em suas investidas para tentar levá-la para a cama. A atriz relembra que chegou a ser seguida pelo produtor ao tentar ir ao banheiro.

Já Natasha relatou que Ratner a forçou, à época com 19 anos, a fazer sexo oral nele, enquanto trabalhava como modelo.

“Ele me segurou de uma maneira muito forte e ficou fazendo força para cima de mim. Em certo momento eu acabei desistindo e fazendo o que ele queria”, contou a atriz.

O advogado de Ratner negou todas as acusações feitas pelas mulheres alegando o seguinte:

“Eu represento o Sr. Ratner há duas décadas e, até agora, nenhuma mulher o acusou de má conduta sexual, ou de assédio. Além do mais, nenhuma mulher solicitou ou recebeu qualquer apoio financeiro do meu cliente”.

Segundo o Deadline, Ratner está abrindo um processo contra uma das mulheres que o acusaram por difamação, alegando que a queixa é falsa. O cineasta também anunciou o seu afastamento da Warner Bros. até que as questões sejam resolvidas.

“Tendo em vista as alegações feitas, eu escolho pessoalmente me afastar de todas as atividades relacionadas à Warner Bros. Não quero ter impactos negativos ao estúdio até que estas questões sejam resolvidas”.

Ratner estava envolvido no projeto da cinebiografia “Playboy”. Agora, a produção do longa está suspensa por tempo indeterminado.

Silas Guedes
@silas_P8

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas