Notícias   domingo, 18 de junho de 2017

A Múmia | Suposto excesso de controle de Tom Cruise pode ter atrapalhado o filme

Reportagem afirma que ator mudou roteiro e edição para ter mais tempo de tela.

A Múmia | Suposto excesso de controle de Tom Cruise pode ter atrapalhado o filme

Aguardado como um início promissor para o Dark Universe, “A Múmia” acabou sendo um fracasso de crítica e ainda segue uma incógnita com o público. Segundo apurou a Variety, um dos motivos que pode ter causado esse revés foi o astro Tom Cruise e seu jeito “excessivamente controlador” dentro do set.

O site afirma que várias fontes próximas da produção disseram que Cruise “exerceu uma supervisão criativa quase que completa no filme, ditando até as mínimas decisões”. O ator já havia dado pistas de seu tom perfeccionista durante a première do longa, quando afirmou que “não apenas fazia o filme, mas dava tudo de si e esperava o mesmo de todos”.

Universal, de acordo com fontes familiarizadas com o assunto, teria garantido contratualmente que Cruise teria o controle da maioria dos aspectos criativos do projeto, desde a aprovação do roteiro até decisões de pós-produção. Segundo essas fontes, ele também teve um grande impacto na estratégia de marketing, sendo um dos responsáveis pelo lançamento do filme no verão americano.

Quem também confirmou a forma de trabalhar de Cruise foi Frank Walsh (“Malévola”), diretor supervisor de arte do longa. Durante uma exibição do filme em Londres, ele afirmou:

“Este filme pode ser dividido em antes do Tom e depois do Tom. Ouvi as histórias de que ele dirige tudo e é rigoroso, mas foi incrível trabalhar com ele. O cara é um grande cineasta e sabe o que faz. Ele vai caminhar pelo set e dizer ao diretor o que fazer, ‘essa não é a lente certa’, perguntar sobre tudo, e contanto que você não se equivoque no que diz… é fácil trabalhar para ele”, disse o diretor.

Alguns episódios ocorridos durante a produção também chamam atenção. Cruise trouxe outros dois roteiristas por conta própria para trabalharem com Christopher McQuarrie (“Missão: Impossível – Nação Secreta”) no argumento do filme. O roteiro original previa o mesmo tempo de tela para o protagonista e a vilã, interpretada por Sofia Boutella (“Star Trek: Sem Fronteiras”), mas o plot onde o ator seria possuído foi adicionado para criar um arco mais dramático para o personagem, descrito como um arquétipo do próprio Tom Cruise.

Depois de encerradas as gravações, Cruise trouxe seu editor de longa data, Andrew Mondshein (“O Sexto Sentido”), para supervisionar o corte final, uma decisão que, segundo a reportagem, não foi aprovada pelo resto da equipe.

Enquanto os empresários de Cruise prefeririam não se pronunciar, a Universal divulgou uma declaração onde refuta que o ator tenha exercido alguma influência negativa no longa.

“Tom aborda cada projeto com um nível de compromisso e dedicação incomparável com a maioria dos nossos negócios hoje. Ele tem sido um verdadeiro parceiro e colaborador criativo, e seu objetivo com qualquer projeto em que trabalha é proporcionar ao público uma experiência cinematográfica realmente espetacular”.

O Dark Universe irá reunir uma série de filmes, interligando monstros clássicos do cinema de horror produzido pela Universal ao longo das décadas. “A Múmia”, que segue em cartaz, foi o abre-alas. E, se tudo seguir como o planejado, o próximo longa do universo será “A Noiva de Frankenstein”, dirigido por Bill Condon (“A Bela e a Fera”) e com estreia anunciada para 14 de fevereiro de 2019.

Martinho Neto
@marnetotinho

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas


  • Gil Berto

    Assisti a esse filme na sexta feira passada e é uma porcaria, o filme com o Brendan Fraser, “The Mummy” foi infinitamente melhor. Não gastem o vosso dinheiro com esse do Tom Cruise,

    • Aloysio Junior

      E devemos levar sua opinião em consideração porqueee??? Pesquisei sua filmografia e não vi grandes projetos, não.. Não achei nenhum filme assinado por “vós”. Faz um favor? Engole o choro, larga essa falsa romantização por um filme que aposto que você não vê desde o início dos anos 2000. O filme com Tom Cruise ficou bom sim.

      • Gil Berto

        Como a menina é revoltada, procura um psiquiatra, tá precisando.kkkkk

      • Gil Berto

        Como a menina é revoltada, procura um psiquiatra, tá precisando.kkkkk

        • Aloysio Junior

          Sinto pena de você rapaz, achar que é agressão verbal chamar alguém de menina. Aiai, sério, tu precisa de um abraço da sua mãe.