Notícias   sexta-feira, 19 de maio de 2017

Planeta dos Macacos: A Guerra | Produtor fala sobre o futuro de César e da franquia

Longa conclui a jornada de César, mas novos filmes na franquia de "Planeta dos Macacos" ainda são possíveis.

Planeta dos Macacos: A Guerra | Produtor fala sobre o futuro de César e da franquia

Peter Chernin (“Estrelas Além do Tempo”), o produtor de “Planeta dos Macacos: A Guerra”, fala em entrevista para Den Of Geek um pouco sobre o novo trailer, o filme em si e o fim desta trilogia.

Chernin comenta sobre o que podemos esperar deste filme:

“Francamente, nós tomamos esta difícil decisão sobre a conclusão sete ou oito anos atrás […] Se tornou inevitável a partir do momento que os macacos ganharam inteligência, que macacos e humanos entrariam em rota de colisão para decidir qual seria a espécie dominante na Terra. E este filme é a guerra para determinar de quem é a dominância. Nós sempre imaginamos [esta franquia] como uma história em três partes e o fim apropriado desta história é descobrir qual espécie será a dominadora”.

No teaser liberado nesta segunda-feira (15), podemos escutar a narração de Charlton Heston, protagonista do original “Planeta dos Macacos”, onde ele diz “Eu me recuso a aceitar o fim do homem”. Chernin afirma que esta é uma clara homenagem ao filme original e também uma forma sutil de conexão com a nova trilogia. Chernin diz:

“Nós queríamos conduzir [o filme] para um lugar onde o original ‘Planeta dos Macacos’ se iniciou. Não necessariamente de uma forma óbvia, mas espero surpreender pessoas com isso”.

Chernin também falou um pouco sobre a atuação de Andy Serkis (“Star Wars: O Despertar da Força”) como César, e sobre a trajetória do personagem:

“Mas o que eu acredito que irá surpreender as pessoas é a performance de Andy. Sua performance neste filme, eu acredito ser uma das performances mais comoventes, épicas, emocionais que vi nesses últimos tempos. O César que você vê no início deste filme não é o mesmo César que você vê ao fim do filme, ou durante a jornada pela qual ele passa. E isso é um testamento marcante na carreira de Andy”.

Para concluir a entrevista, Chernin fala sobre o futuro da franquia:

“Olha, obviamente nós dependemos dos deuses da bilheteria. Nós temos um universo inteiro de histórias de macacos que gostaríamos de continuar contando. Nós queríamos completar o conflito [entre humanos e macacos] nesta trilogia em particular, mas nós ainda temos um mundo de histórias para contar caso o público seja generoso o suficiente para pedir que continuemos”.

“Planeta dos Macacos: A Guerra” conclui a trilogia iniciada em 2011 com “Planeta dos Macacos: A Origem”. César e seus macacos são forçados a um conflito mortal contra um exército de seres humanos liderados por um coronel implacável.

No elenco, além de Andy Serkis no papel de César, temos também Woody Harrelson (“Truque de Mestre”) como o Coronel do exército humano, além de Steve Zahn (“The Ridiculous Six”) e Judy Greer (“O Homem-Formiga”).

“Planeta dos Macacos: A Guerra” estreia no Brasil dia 13 de julho de 2017.

Arthur Zopellaro
@arthurazs

Compartilhe


Notícias Relacionadas