Notícias   terça-feira, 11 de Abril de 2017

Produtora fala sobre o benefício que o acordo entre Marvel e Sony trouxe aos dois estúdios

Um acordo que beneficiou três estúdios.

Produtora fala sobre o benefício que o acordo entre Marvel e Sony trouxe aos dois estúdios

O acordo entre a Sony e a Marvel Studios para trabalhar em conjunto com o Homem-Aranha foi monumental. Não apenas por dois grandes estúdios terem se unido pela primeira vez para trabalhar em um projeto dessa escala, mas também pela forma como um dos principais personagens dos quadrinhos foi retrabalhado no cinema. A produtora Amy Pascal falou recentemente com a Collider sobre a colaboração, e como tudo se uniu.

“Fizemos cinco filmes de Homem-Aranha, e precisávamos de algo diferente. Nós tentamos muitas coisas diferentes mas o que nós não fizemos foi colocá-lo no universo Marvel, e colocá-lo em um mundo onde há outros super-heróis. Porque ele sempre foi o único super-herói [na Sony]. Eu contei essa história de tantas maneiras quanto pude, e Kevin [Feige] e eu trabalhamos juntos desde o primeiro filme, e estávamos falando há muito tempo sobre isso, e aqui está a coisa que eu queria. Você tem três estúdios que se juntaram para ter este filme que está sendo feito. Nenhum estúdio gosta de compartilhar algo com ninguém. E sinceramente – não há nada de cínico que eu possa encontrar nesta declaração – todo mundo fez isso porque eles queriam que o Homem-Aranha fosse ótimo. Isso é bom para a Disney. Isso é bom para a Marvel. E isso é certamente bom para a Sony. Então, o fato de que todas essas empresas estavam dispostas a trabalhar em conjunto para fazer isso acontecer – acreditando que todos precisavam uns dos outros para que isso acontecesse. Acho que isso é maravilhoso.”

“Homem-Aranha: De volta ao Lar” é dirigido por Jon Watts (“Cop Car”), e vemos no elenco Tom Holland (“O Impossível”), a cantora Zendaya, Jon Favreau (“Mogli: O Menino Lobo”), Donald Glover (“Perdido em Marte”), Michael Keaton (“Spotlight: Segredos Revelados”) e Robert Downey Jr. (“Capitão América: Guerra Civil“).

O filme estreia nos cinemas brasileiros dia 6 de julho.

Robinson Samulak Alves
@rsamulakalves

Compartilhe


Notícias Relacionadas