Notícias   quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

O estranho filme baseado nos quadrinhos de Archie que nunca foi realizado

Filme teria viagens no tempo e portais para outra dimensão

O estranho filme baseado nos quadrinhos de Archie que nunca foi realizado

A Archie Comics sofreu diversas mudanças em suas páginas durante os anos, das histórias mais “pé no chão” de Mark Waid (ganhador do Eisner pelo quadrinho “Reino do Amanhã”) aos mash-ups esquisitos como “Archie vs. Predador”. Esse ano, a CW irá contribuir para a realização de “Riverdale“, uma série de tv adaptada dos quadrinhos  bem ao estilo “Twin Peaks”. Pode parecer uma maneira estranha de realizar uma história de Archie, mas surpreendentemente, uma proposta feita para realizar um filme sobre o personagem foi mais estranha ainda. Isso quer dizer: viagem no tempo.

Essa semana, o criador da série “Riverdale” e o chefe criativo da Archie Comics, Aguirre-Sacasacomentaram sobre suas ideias para a realização de um filme do personagem que seria dirigido por Jason Moore (“A Escolha Perfeita 2”). No entanto, durante a apresentação do projeto para a Warner Bros., o vice-presidente não gostou do que ouviu e fez algumas sugestões:

“Nós fomos para a reunião de projeto e ele disse: ‘Sabe, estive pensando sobre isso e eu acho que vocês precisam de algo com um conceito elevado, maior que uma história sobre amadurecimento’. Eu disse: ‘Ok, ótimo. Estamos abertos para isso’. Ele disse: ‘Eu quero que vocês pensem sobre viagem no tempo’. Eu disse: ‘O que quer dizer?’. E ele: ‘Você sabe, o Archie viajando no tempo'”comentou Sacasa.

A ideia não foi bem recebida para os dois, mas o vice-presidente do estúdio tinha uma segunda trama pronta. Aguirre-Sacasa continou:

“[Ele disse] ‘Portais são incríveis. Seria um portal para outra dimensão.’ E nós só ficamos sentados lá, em choque”. 

Vocês podem achar que nada seria mais esquisito para uma história do Archie que uma viagem do tempo e portais para outras dimensões, mas existe. O vice-presidente ainda sugeriu que o comediante de 50 anos, Louis C.K fosse o protagonista e interpretasse um adolescente otimista que ainda está lidando com os problemas de puberdade.

“Nós tentamos trabalhar nessa história durante um mês, mas decidimos que não era algo que gostaríamos de levar adiante”, comentou Sacasa.

Um ano depois desse papo um canal de televisão entrou em contato para conversar sobre a possibilidade de uma série de televisão muito parecida com sua visão original, mas sem viagens no tempo. O projeto se tornou “Riverdale”, que estreia em 26 de janeiro na CW. 

Letícia Azevedo
@rapadura

Compartilhe

Saiba mais sobre


Notícias Relacionadas