Apesar de seus mais de 30 anos de carreira, parece que Sean Penn (“Milk – A Voz da Igualdade“) ainda tem territórios a explorar em Hollywood. De acordo com o site The Hollywood Reporter, o respeitado ator está em negociações para estrelar o filme “Prone Gunman”, adaptação do romance homônimo de autoria do francês Jean-Patrick Manchette. Se o acordo for finalizado, Penn irá interpretar um assassino de aluguel traído por seus empregadores, no que seria o primeiro filme de ação de sua carreira.

Segundo a sinopse do livro, Martin Terrier é um assassino de alugue que quer se aposentar — só assim poderá se estabilizar e se casar com seu amor de infância. Afinal de contas, foi exatamente por isso que entrou no ramo. Mas a Organização não vai abrir mão dele: ela tem outros planos. Mais uma vez, o homem terá de assumir a posição de atirador.

Apesar da incursão no gênero ação, Penn não deve se desviar tanto do seu conhecido trabalho como ator dramático com ares de contestação política e social: morto em 1995, Manchette foi um escritor de esquerda creditado por reinventar o gênero do romance criminal noir: seus livros são considerados existencialistas, contando com explorações políticas e da condição humana.

A produtora StudioCanal, responsável pelo financiamento do longa, já contratou o novato Peter Travis para escrever o roteiro e está em busca de um diretor. Se Penn aceitar o papel, a produtora pretende transformar o filme numa franquia construída em volta do ator.