Com o final das filmagens de “Batman, O Cavaleiro das Trevas Ressurge“, o ator Christian Bale (“O Vencedor”) vem falando bastante sobre o tudo que esta relacionado ao filme, desde o personagem Bruce Wayne, passando pelo elenco e também sobre sua despedida da franquia.

Em entrevista ao Ace Showbiz, Bale falou sobre as motivações do personagem. “Por quanto tempo você vai deixar a perda e a dor definirem a sua vida? Rodar por aí caçando malfeitores é muito heroico e atrai atenção, mas no fim das contas é só uma maneira de lidar com a dor de uma grande perda. Nós [ele e Nolan] concordamos que Bruce Wayne é absolutamente sincero como Bruce Wayne, tão sincero quanto como Batman. Mas Bruce Wayne, o playboy, é pura fachada, é uma mentira que ele encontrou, de alguma forma, para controlar um lado da alma dele que não está realmente sob controle. Na verdade, só Alfred sabe quem ele é. É hora de Bruce Wayne encarar a dor que sempre remoeu a vida dele“, conta Bale.

Em entrevista ao Inquirer, o ator elogiou seus colegas de elenco, Anne Hathaway (“O Diabo Veste Prada”), Tom Hardy (“A Origem”), e Joseph Gordon-Levitt (“500 Dias Com Ela”). Sobre Hathaway, a Mulher-Gato, Bale é só elogios. “Tive várias cenas com Anne, eu estava lá quando fizemos o teste de elenco com ela. Naquele dia eu falei para Chris [Nolan, diretor] que tínhamos diversas atrizes talentosas na briga pelo papel. Eu sou péssimo nesses testes, então sempre fico impressionado quando alguém parece dominar um personagem sem ter se preparado para isso durante um longo tempo. Eu vi isso em Anne. Ela tem o trabalho mais difícil, em vários aspectos. Várias pessoas acham que a Mulher-Gato definitiva já existia antes, então o papel dela é o mais difícil entre todos nós”, registrou.

Bale também não poupou elogios para Hardy, o vilão Bane. “Um ator fenomenal. Gosto muito de trabalhar com ele. Ele vai até o fim. Sei que Bane já foi visto no cinema antes, mas pra mim Tom está criando Bane pela primeira vez, então ele tem bastante liberdade para fazer isso”. Já sobre Gordon-Levitt, que está fazendo um papel misterioso, do policial John Blake, ressaltou a paixão pela profissão. “Joseph é um cara intrigante. Eu acompanhei a atuação dele em outros filmes enquanto estávamos rodando. Ele é uma pessoa que gosta de verdade de atuar. Ele fez um ótimo trabalho no filme”.

Agora que as filmagens terminaram, Bale afirmou também que nunca mais voltará ao personagem. “É como dizer adeus a um velho amigo. Quando você tem a oportunidade de ser um mesmo personagem tantas vezes, você desenvolve outro tipo de relação com ele, mais profunda. Acabei minha parte nas filmagens há alguns dias. Está tudo pronto e eu estou removendo o capuz de vez. É o fim para Chris [Nolan] e eu. É o fim de uma era para o Batman”, declarou.

Na trama, Batman tornou-se um perseguido pela lei, após ter sido acusado de ter assassinado Harvey Dent em uma busca liderada por seu amigo Comissário Gordon. Então, ele precisa lidar rapidamente com a chegada do novo vilão Bane, responsável por uma onda de caos e destruição em Gotham City, enfrentar velhas feridas com a enigmática Selina Kyle e salvar a cidade antes de que tudo seja perdido para sempre.

Christopher Nolan (“A Origem”) dirige o longa e é responsável pelo roteiro,  juntamente com seu irmão Jonathan Nolan (“O Grande Truque”) e David Goyer (“Batman Begins”). Estão no elenco os atores Christian Bale (“Batman Begins”), Gary Oldman (“O Livro de Eli”), Tom Hardy (“A Origem”), Christian Bale (“O Vencedor”), Morgan Freeman (“Invictus”), Joseph Gordon-Levitt (“500 Dias Com Ela”), Anne Hathaway (“O Diabo Veste Prada”), Marion Cotillard (“Inimigos Públicos”), entre outros.

O filme estreia no dia 20 de julho do próximo ano, chegando ao Brasil uma semana depois, no dia 27.